Pular para o conteúdo principal

AVIÃO ATROPELA ÍNDIO NA ÚLTIMA SEGUNDA-FEIRA (22)

Um avião monomotor da Empresa Tucano Táxi Aéreo atropelou e matou o índio Jaquesson Alves, de 13 anos, antes da decolagem em uma aldeia indígena da tribo Marubus, no Vale do Rio Javari, Sudoeste do Amazonas, na última segunda-feira (22). O adolescente teria atravessado a pista quando a aeronave fazia o procedimento.

Os ocupantes do monomotor, entre eles dois médicos que realizavam atendimentos voluntários na aldeia, foram resgatados do local por um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) na noite de terça-feira (23) e levados para Cruzeiro do SUL (AC).

As informações são do piloto Ludwig Barbary Pedroza. “Eu não tive visualização de ninguém na pista, fomos surpreendidos pelo impacto. A gente estava próximo da decolagem numa velocidade de 120 km/h aproximadamente. A aeronave saiu da pista e entrou um pouco na mata ficando sem condições de funcionar. Quando saímos do avião encontramos o adolescente, os médicos ainda tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso”, narra.

 m indígena que dava suporte aos médicos estava na aeronave. Segundo o piloto, não houve qualquer reação da comunidade indígena que entendeu a fatalidade. “Os outros colegas da vítima falaram que três deles correram para a pista na hora da decolagem, os outros dois se abaixaram”, relata Barbary. 

Os ocupantes da aeronave não sofreram qualquer ferimento. O ortopedista Ricardo Afonso Ferreira e o oftalmologista Paulo Junqueira de Melo retomaram a expedição na manhã desta quarta-feira (24). Segundo a Secretaria Especial de Saúde Indígena, os profissionais estão realizando um trabalho de triagem para a realização de um mutirão de cirurgias.

Na mesma missão de resgate foram enviados técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) para apurar as causas do acidente.

fonte/G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA