segunda-feira, 11 de abril de 2011

VÍDEO - DESTRUIÇÃO NA SUN FUN AIR SHOW 2011 APÓS PASSAGEM DE UM TORNADO

50 ANOS DA PRIMEIRA ÓRBITA DE YURI GAGARIN




Yuri Gagarin - the First Man in SpaceImage by Bernt Rostad via Flickr

No dia 12 de abril de 1961 o astronauta soviético Yuri Gagarin virou um mito ao tornar-se o primeiro ser humano a ir ao espaço, entrar em órbita e completar uma volta completa ao redor do nosso planeta. Foi um duro golpe para os americanos e a NASA, que conseguiram repetir o feito algumas semanas depois, quando Alan Shepard também foi ao espaço (mas não entrou em órbita) e voltou à Terra. A corrida espacial estava no seu auge, impulsionada pela Guerra Fria entre as duas superpotências.

A União Soviética capitalizou de todas as maneiras a sua liderança, disponibilizando o seu carismático cosmonauta para encontros com líderes e palestras ao redor do planeta.

fonte/OGlobo
Enhanced by Zemanta

CHINA COMPRA 35 JATOS DA EMBRAER



Duas empresas chinesas, a China Southern e a Hebei Airlines, aproveitarão a viagem da presidente Dilma Rousseff à China para anunciar a compra de jatos EMB 190, fabricados pela Embraer, em resposta à reivindicação brasileira de vendas de maior valor agregado ao país asiático. 

A Hebei, lançada no ano passado, comprará 25 jatos, e a China Southern, que já havia anunciado em janeiro a compra de dez EMB-190, por intermédio da chinesa CDB Leasing, confirmará a aquisição de mais dez. O jato tem capacidade para transportar até 114 passageiros. Dilma chega hoje e fica na China até o dia 18. É a terceira viagem internacional da presidente e a primeira à Ásia.

 
O Brasil negocia ainda a transformação da fábrica da Embraer na China, para que ela possa montar no país o jato executivo Legacy 600. A unidade está ameaçada de fechamento, por causa da decisão dos chineses de não comprar mais os jatos EMB 145, de 50 lugares, fabricados lá pela associação entre a chinesa Avic e a Embraer. Os contratos com a Embraer fazem parte de um pacote de cerca de 20 acordos e memorandos de entendimento, que devem ser assinados durante a visita de Dilma.
 
Entre os gestos de aproximação feitos pelos chineses, estará o credenciamento de dez frigoríficos, que serão autorizados a exportar, pela primeira vez, carne de porco do Brasil diretamente à China. Com a medida, a associação dos exportadores de carne suína do Brasil estima que a China, em cinco anos, poderá absorver cerca de 200 mil toneladas anuais, 37% das exportações brasileiros do produto em 2010.

A Petrobras, como antecipou o Valor, assinará contratos com as chinesas Sinochem e Sinopec, para, respectivamente, recuperação de petróleo em reservas de difícil extração e para iniciar exploração de dois blocos no litoral dos Estados do Pará e Maranhão. A Eletrobras e a chinesa State Grid assinarão parceria, o que deve facilitar a entrada da empresa da China nos leilões de energia no Brasil.
 
A fabricação dos Legacy na China, para aproveitar o crescente mercado de aviação executiva, é o principal objetivo das negociações entre Embraer e chineses, com apoio do governo brasileiro. A retomada das compras de aviões brasileiros, após um período de incerteza, em que a concorrente canadense Bombardier começa a produzir também na China, é, porém, a primeira demonstração concreta dos chineses no interesse em prestigiar a relação bilateral.
 
Os dois países assinarão, ainda, acordo de defesa, que prevê troca de tecnologias e informações, ações conjuntas e intercâmbio de especialistas. No comunicado conjunto a ser assinado amanhã pela presidente e pelo presidente chinês, Hu Jintao, a China deverá acompanhar o Brasil na defesa de uma reforma nos mecanismos de decisão da Organização das Nações Unidas (ONU). Mas rejeitava, até ontem, qualquer menção específica ao Conselho de Segurança, em que o governo brasileiro reivindica um assento permanente.
 
Os últimos gestos chineses, contrários a mudanças nas Nações Unidas por temor de abrir espaço para maior influência de Índia e Japão, concorrentes asiáticos, fazem com que o governo brasileiro já considere uma vitória a concordância em mencionar favoravelmente a reforma na instituição.
 
Brasil e China devem firmar, também, acordos para instalação de um centro de pesquisas em ciência e tecnologia, com ênfase em nanotecnologia, acordos de troca de informações e experiências entre seus institutos de metrologia, além de cooperação em biocombustíveis e para maior uso do bambu como material em setores como têxtil e construção civil. A Embrapa firmará dois acordos, para projetos de agricultura sustentável e intercâmbio de pesquisadores.
 
Dilma visita a China acompanhada por uma comitiva de ministros e de 250 empresários, que representam distintos setores da economia. Para os empresários brasileiros, o mercado chinês é fundamental, mas eles também cobram limites para as importações oriundas da China.
 
Na semana passada, o porta-voz da Presidência da República, Rodrigo Baena Soares, disse que a expectativa da viagem é que as conversas levem à abertura de oportunidades em vários setores do comércio na China.

fonte/ValorEconomico/AgNoticias
Enhanced by Zemanta

VÍDEO - SIMULAÇÃO FSX - MUITO PRÓXIMO DA REALIDADE

ONDE ESTÁ O HELICÓPTERO



Autarquia desconhece paradeiro de helicóptero
Um helicóptero adquirido pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), em 1998, tem paradeiro desconhecido pela atual administração. O desaparecimento é mais uma etapa da controversa aquisição da aeronave.

Antes de comprar o Bell 230, matrícula N977SW, um tenente-coronel e um coronel da Aeronáutica o inspecionaram. Com centenas de horas de voo no currículo, os oficiais da Força Aérea Brasileira verificariam se a aeronave usada ofertada pela empresa Rotorbras – única que atendeu aos pré-requisitos do Daer – contemplava as exigências do edital. Os oficiais não gostaram do que viram. No relatório que enviaram ao Daer, alertando que “em vários aspectos a aeronave não atendia aos requisitos”, os militares escreveram:

– Nas condições de voo em subida, a vibração, acima dos limites previstos, é considerada insatisfatória.
– Motorização não atende ao edital, que prevê potência mínima de 700 HPs.
– Não atende ao requisito de transporte mínimo de 1,5 mil quilos de carga útil.

O Daer ignorou os agravos, e investiu R$ 4,1 milhões na aquisição do Bell 230. Hoje, a direção do departamento desconhece seu paradeiro. Por e-mail, a assessoria de imprensa do atual diretor-geral, Marcos Lederman, informou que “não consta helicóptero no patrimônio do Daer”.

Destinado ao Programa de Prevenção de Acidentes, o Bell cruzou o Rio Grande transportando pelo menos quatro vezes o governador Antônio Brito, no segundo semestre de 1998. A informação, oferecida pela Divisão de Serviços Aéreos da Secretaria dos Transportes, consta no parecer do Ministério Público de Contas sobre o exercício de 1998. Em tempo: os conselheiros do Tribunal de Contas aplicaram uma multa de R$ 1,5 mil ao ex-diretor-geral José Luiz Rocha Paiva, mas não rejeitaram suas contas.

fonte/JZeroHora
Enhanced by Zemanta

AERONAVE CAI COM DOIS OCUPANTES APÓS DECOLAGEM NO NOROESTE DE MATO GROSSO




Um ultraleve avançado modelo Pélica da Flyer, Prefixo PU – ZEZ caiu minutos após a decolagem no Aeroporto Municipal de Juína, a 735 quilômetros a noroeste de Cuiabá, na manhã deste domingo, dia 10. Duas pessoas estavam na aeronave, o piloto  Josué Kurlapski e o co-piloto Robson Clemêncio. Josué teve fratura exposta nos membros inferiores e Robson apenas fratura, também nos membros inferiores.

Os ocupantes faziam treinamentos de pousos e decolagens. O avião que caiu a cerca de 5 km do aeroporto e a 10 metros de uma residência na comunidade Boa Esperança ficou completamente destruído. A aeronave tionha capacidade para dois passageiros e era de propriedade do empresário Márcio Zarth, também  da cidade de Juína.

 De acordo com moradores das proximidades, a aeronave perdeu altura e começou a cair. Um motociclista que passava próximo ao local do acidente disse que o avião quase tocou numa linha de energia elétrica antes de bater violentamente no chãO.

De acordo com os moradores a chegarem ao local do acidente, um dos passageiros estava sendo sufocado pelo cinto de segurança que foi cortado para facilitar a respiração. 
A Polícia Militar foi acionada. A unidade do Serviço de Atendimento de Urgência (Samu) levou quase uma hora para chegar ao local. Eles tiveram dificuldades para chegar ao local devido aos desencontros de informações. Os feridos receberam  atendimento médico no hospital municipal de Juína.

A princípio, pode ter ocorrido uma falha mecânica na aeronave. As causas da queda do ultra leve será investigada. Josué é morador do município de Aripuanã e Robson reside em Juína.

fonte/24HNews

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...