Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 11, 2012

VULCANAIR AIRCRAFT DESEJA UM FELIZ DIA DAS MÃES

RESGATE DE 14 TRIPULANTES DE HELICÓPTERO PUMA QUE POUSOU NO MAR

NOVO CORTE DE PESSOAL NA GOL AMEAÇA 100 COMANDANTES

A Gol prepara para os próximos dez dias a segunda etapa no processo de corte de funcionários, com objetivo de reduzir custos. A expectativa do Sindicato Nacional dos Aeronautas é que, nesta nova etapa, pelo menos 100 comandantes seriam demitidos.
O novo corte contraria a recente declaração do presidente da companhia, Constantino Jr., de que o grosso do ajuste já estava feito.
Na primeira leva de demissões, os comandantes foram preservados, por terem mais tempo de casa. Ainda na previsão do sindicato, a lista de demitidos teria outros 50 copilotos e mais comissários. Na semana passada, a diretoria da companhia aérea discutiu as demissões com o sindicato. Os funcionários alegaram que a empresa desrespeitou os acordos da convenção coletiva de trabalho na seleção dos profissionais a serem demitidos.
A direção da Gol pediu dez dias para reavaliar a lista. No mês passado, a primeira etapa das demissões atingiu 205 funcionários da companhia aérea, que conta com 18 mil colaboradores.
fo…

PIONEIRA DA AVIAÇÃO FEMININA MORRE AOS 102 ANOS NOS EUA

Morreu nesta quinta-feira aos 102 anos em Morristown nos EUA, Evelyn Bryan Johnson, pioneira na aviação feminina e detentora do recorde mundial de maior número de horas de vôo para uma mulher, segundo o livro Guinness. 
Johnson começou a voar em 1944 e entrou para o Hall da Fama da aviação americana em 2007 depois de ter voado por 55 anos. 
Ela passou o equivalente a sete anos de vida no ar e nunca sofreu nenhum acidente. 

Wade Payne - 7.mar.05/Associated Press
Evelyn Bryan Johnson, a "Mamãe Pássaro", no aeroporto Moore-Murrell
"Tive apenas duas falhas completas do motor, mas nunca arranhei nenhum avião (...) Uma vez o avião pegou fogo mas consegui pousá-lo", disse Johnson à Associated Press em 2005. 
Até os 95 anos dirigiu o aeroporto Moore-Murrell, onde foi professora de aviação de mais de 3.000 alunos e entregou certificados pela Administração da Aviação Federal a 9.000 pilotos. 
"Eu não me importo quantos problemas você tem no chão, você esquecê-los (…

COMISSÁRIOS DE BORDO PROTESTAM EM CONGONHAS

Cerca de 150 comissários de bordo protestaram contra o regulamento que permite diminuir o número de profissionais durante os voos, na tarde desta quinta-feira, no Aeroporto de Congonhas, Zona Sul de São Paulo. A manifestação foi pacífica e não afetou as operações do aeroporto, segundo a Infraero.
O protesto, que durou cerca de uma hora e meia com o apoio do Sindicato Nacional dos Aeronautas, teve início na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e se estendeu até as áreas de check-in e desembarque. Eles estavam munidos de faixas e cartazes.
A Anac informou que o número de comissários nos voos é relacionado com a quantidade de passageiros: um para cada 50, conforme a legislação internacional.
fonte/ DiarioSP

DEFESA BILIONÁRIA

Maior visibilidade mundial do País faz Exército reforçar a proteção das fronteiras com programa de R$ 11,9 bilhões que movimenta a indústria bélica. A fronteira brasileira é tão vasta que descrevê-la evoca superlativos: 16.886 quilômetros separando o Brasil de 11 países vizinhos, numa faixa que abrange dez Estados e 27% do território nacional. Uma área tão extensa que vigiá-la tornou-se quase impossível. Mas com a maior projeção do Brasil na economia global, a proteção dos limites do País tornou-se um assunto prioritário na estratégia de defesa nacional. Para evitar o trânsito de traficantes de drogas, contrabandistas e guerrilheiros, o governo montou um ambicioso projeto com o objetivo de manter os confins brasileiros sob permanente vigília.  Luiz Carlos Aguiar, da Embraer: "Temos a oportunidade de desenvolver, no longo prazo,novas tecnologias de defesa no Brasil". Numa estimativa inicial, serão gastos R$ 11,9 bilhões ao longo dos pró…

HELICÓPTERO QUE CAIU EM GOIÁS PASSOU POR REVISÃO ILEGAL

Uma empresa descredenciada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) fez a manutenção do helicóptero Koala AJW da Polícia Civil de Goiás que caiu na terça-feira - no acidente, morreram dois peritos, cinco delegados e o acusado de comandar a chacina de sete pessoas em uma fazenda em Doverlândia (GO). A Fênix Aircraft já havia perdido o registro na Anac quando a aeronave de prefixo PP-CGO foi entregue para a revisão de 300 horas de voo, na semana passada. O equipamento voltou a operar no dia do acidente.
O descredenciamento foi confirmado ontem pela Anac. O Grupo Aereopolicial (Graer), que controla o histórico das aeronaves, afirmou, em nota oficial, que a manutenção foi feita entre os dias 4 e 7 deste mês.
A empresa com sede no Aeroclube de Goiânia se recusou a comentar a medida da Anac. O advogado da Fênix, Georges Moura Ferreira, disse que será distribuído amanhã um boletim sobre a manutenção do helicóptero.
O Estado apurou que teria sido o piloto do helicóptero, Osva…