sábado, 14 de maio de 2011

VÍDEO - POUSO "DURO" DE UM HELICÓPTERO COUGAR DO EXÉRCITO BRASILEIRO



MOTORES APAGARAM DURANTE APROXIMAÇÃO PARA POUSO

fonte/YouTube

HELICÓPTEROS AUGUSTA AW139 ESTÃO PROIBIDOS DE VOAR PELO FABRICANTE



Segundo acidente com uma aeronave AW139 da empresa Gulf Helicopters perdeu o rotor de cauda durante o táxi.
Os passageiros nada sofreram. A história poderia não ser tão boa caso o acidente ocorresse durante o voo.
Na aeronave havia dois tripulantes e nove passageiros. Uma das pás do rotor de cauda foi encontrada a 75m da aeronave
A Agência Nacional de Segurança de Voo italiana(ANSV), deslocou um de seus investigadores para o Qatar para ajudar nas investigações.

Como já é a segunda vez que ocorre tal acidente com o mesmo modelo, foi liberado hoje pela mesma agência um boletim colocando os helicópteros AW139 de todos os países no chão.
No Brasil as principais operadoras do modelo utilizam a aeronave para transporte Offshore e também de cargas.

Em Macaé, várias aeronaves ficaram no pátio. O translado só foi realizado para plataformas com os modelos S-76, S-92, EC-155 e outros que não pertencem a Agusta Westland. Em nota a Agusta informou que também deslocou engenheiros para o aeroporto de Doha e que ajudará nas investigações.

Veja as fotos do primeiro acidente:
Redimencionado em 71% (tinha 1141 x 925) - Clique para ampliarPosted Image
Posted Image
Posted Image



Essa é a única foto disponível do acidente mais recente, ocorrido no início desse mês.
Posted Image

fonte/foto/HallanDryan/ForumContatoRadar

Boletim
Enhanced by Zemanta

PASSAGEIROS ESPERAM MAIS DE 5 HORAS POR VOOS NO SANTOS DUMONT


Aeroporto Santos Dumont ficou lotada durante a noite  (Foto: Rodrigo Vianna / G1) 
Aeroporto Santos Dumont ficou lotada durante
a noite (Foto: Rodrigo Vianna / G1)
 
Os atrasos e cancelamentos de voos no Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio de Janeiro, provocaram grandes filas na noite desta sexta-feira (13) no saguão de embarque do terminal. Sem poder deixar a cidade, passageiros que pretendiam seguir para São Paulo tiveram que esperar por até mais de cinco horas por um voo.

No balcão da TAM, companhia que registrou o maior número de cancelamentos, centenas de pessoas buscavam informações e tentavam, de alguma forma, remarcar o seu voo. Muitos só vão conseguir embarcar no sábado (14).

Gritaria, revolta e insatisfação. Muitos passageiros tiveram compromissos cancelados ou perdidos por causa do problema. É o caso do gerente de projetos José Carlos Daguano, de 48 anos, que perdeu um aniversário de um parente que estava marcado para esta sexta-feira. Sem opção, ele, que mora em São Paulo, teve que seguir para um hotel.

“É um verdadeiro descaso o que fazem com a gente. Estou aqui desde as 18h e até agora o que ouvimos é que foi suspenso, mais nada. Eu tinha um compromisso, que certamente não era importante para eles, mas muito para mim. A gente vê essa situação nos dias normais, quem dirá na Copa ou nas Olimpíadas”, disse, se referindo às competições que acontecerão no Rio.

Já a especialista em marketing Paula Santana, de 25 anos, afirmou que já perdeu as esperanças em conseguir experimentar o seu vestido de noiva, cuja primeira prova está marcada para as 7h de sábado. Com o voo cancelado, ela disse que já tinha enfrentado um problema parecido pela manhã, quando embarcou no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

“Eu já previa isso. Parece que é brincadeira. Eu moro em São Paulo e vim para o Rio a trabalho. Lá em São Paulo eu já tinha enfrentado atrasos. Eu já estou cansada. Não terei espírito para experimentar o vestido mais importante da minha vida. Só me resta aguardar, infelizmente”, contou a jovem, cujo voo estava previsto para as 20h45 desta sexta-feira.

O cancelamento dos voos também fez com que a advogada Carla Gayoso Nadaes, de 43 anos, perdesse a sua aula de pós-graduação, que acontece a cada 15 dias em São Paulo. “Eu moro no Rio e não poderia perder essa aula. Meu voo estava previsto para as 16h45, depois remarcaram para as 19h10, e até agora nada. Da outra vez foi a mesma coisa”, disse.

Mau tempo fecha aeroportoDe acordo com a Infraero, um forte vento que atingiu a região do aeroporto na parte da tarde suspendeu as operações de pousos por cerca de uma hora. Alguns voos chegaram a ser transferidos para o Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, no subúrbio. Os voos só voltaram a pousar no Santos Dumont às 17h48.

Passageiros que seguiam para São Paulo tiveram voos remarcados (Foto: Rodrigo Vianna / G1) 
Passageiros que seguiam para São Paulo tiveram
voos remarcados (Foto: Rodrigo Vianna / G1)
 
Mesmo após a reabertura do aeroporto, a TAM, segundo a Infraero, ficou sem operar. Por volta das 20h, seis voos da ponte aérea tinham sido cancelados, segundo o site da empresa. Os passageiros foram acomodados em hotéis e tiveram os voos remarcados. Aviões com destino a outras cidades também atrasaram.

Em nota oficial, a TAM informou que, "devido à operação intermitente do aeroporto Santos Dumont causada por mau tempo, alguns voos da ponte aérea foram reprogramados para amanhã (dia 14)". Segundo a companhia, a remarcação das passagens não será cobrada.

fonte/G1

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...