sexta-feira, 13 de novembro de 2009

INVASÃO DE PISTA OBRIGA AVIÕES A ARREMETEREM NO GALEÃO

Pelo menos dois aviões tiveram de arremeter, hoje (13), quando estavam prestes a pousar numa das pistas do aeroporto internacional Tom Jobim. A manobra ocorreu por causa da atitude inesperada de um sargento controlador de voo que invadiu a pista.

O militar estava participando de uma marcha de treinamento, em área ao lado do local onde pousam as aeronaves, na via de circulação de viaturas, junto de outros colegas quando, inesperadamente, saiu da tropa sem autorização e correu em direção à pista de pouso.

O tumulto, durou cerca de dez minutos, entre 10h40 e 10h50 da manhã, e a torre de controle mandou que os aviões que estavam em processo de aproximação arremetessem por motivos de segurança.

O Comando da Aeronáutica confirmou o incidente e informou que o militar "descumprindo ordens do oficial que comandava o exercício, saiu da tropa sem autorização e correu em direção à pista de pouso".

A FAB esclareceu ainda que o fato foi "prontamente notificado à torre de controle do aeroporto, que coordenou a arremetida de duas aeronaves que estavam em procedimento de aproximação para pouso, a fim de garantir a segurança do controle de tráfego aéreo".

De acordo com a Aeronáutica, "o militar foi rapidamente contido e uma sindicância foi aberta para investigar o caso e propor as medidas disciplinares necessárias decorrentes do fato".

Os controladores do Rio disseram que têm enfrentado vários problemas, principalmente nos últimos dias, por causa do congestionamento aéreo. Em outubro, um grande congestionamento ocorreu no Galeão por desvio de aeronaves da área de São Paulo para o Rio de Janeiro, pelo Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA), órgão da Aeronáutica que passou a operar justamente depois do apagão aéreo, para evitar problemas de tráfego aéreo. O mau tempo obrigou o desvio dos voos e a busca por alternativas, que, neste caso, teria se limitado ao Rio de Janeiro.

fonte/AgênciaEstado

AVIÃO DA WEBJET RETORNA AO GALEÃO

Um avião da companhia aérea Webjet, com falha na pressurização, precisou retornar ao aeroporto Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro (RJ), minutos depois de decolar nesta sexta-feira (13) com destino à capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre (RS).

O piloto do voo 6724, que faria escala em Curitiba (PR), detectou o problema na pressurização do Boeing 737-300 e decidiu, preventivamente, não prosseguir viagem, informou a Webjet.

De acordo com a companhia, alguns passageiros que iam para Curitiba foram encaminhados imediatamente para outra empresa aérea para seguir viagem.

Já os que tinham como destino Porto Alegre e preferiram embarcar na manhã deste sábado, em outro voo da Webjet, irão receber auxílio alimentação e hospedagem em um hotel da região.

fonte/vc repórter para o site Terra

AVIÃO DA WEBJET ALTERNA SÃO PAULO



Um avião da empresa Webjet que conduzia entre seus passageiros, o vereador e vice presidente do Corintians de Caicó (Lobão) e o jornalista F. Gomes, desviou da rota normal e fez um pouso de emergência em São Paulo na noite de 11/11.

A aeronave saiu do aeroporto Augusto Severo em Parnamirim às 19 horas e 15 minutos (horário local) em direção ao aeroporto Tancredo Neves, mais conhecido como Confins em Belo Horizonte onde deveria chegar às 22 horas e 45 minutos (horário de verão) e de lá seguiria para o Rio de Janeiro após a escala.

Ao se aproximar de Belo Horizonte o piloto anunciou que não tinha condição de pousar por causa da forte nebulosidade e que a saída seria seguir para o aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro. Mas recebeu a comunicação que o tempo também estava chuvoso no Rio de Janeiro.

O comandante Grizze então se dirigiu aos passageiros, informando que caso seguisse para o aeroporto do Galeão e também não tivesse condições de pousar, o avião não teria combustível suficiente para chegar a outro aeroporto alternativo.

Resolveu pedir autorização para pousar no aeroporto de Guarulhos em São Paulo e por sorte o céu não estava muito nublado, mesmo a temperatura estando em 21 graus e o combustível foi suficiente para a aterrisagem.

Ainda passando por algumas turbulências, o avião pousou às 22 horas e 45 minutos (horário de verão).

Lobão e F.Gomes foram a Belo Horizonte participarem de um encontro de vereadores e visitarão dirigentes das equipes de futebol do Cruzeiro e também do Ameéica-MG, visando acertos de jogadores para atuarem no Corintians no campeonato de futebol do ano que vem.

Lobão foi como vereador e vice presidente do Corintians e F. Gomes como assessor de imprensa da câmara municipal e do Atlético Clube Corintians.

fonte/Blog do F.Gomes

FUMAÇA FAZ AEROPORTO OPERAR POR INSTRUMENTOS

O aeroporto internacional Eduardo Gomes, em Manaus (AM), operou por instrumentos por cerca de quatro horas na manhã desta sexta-feira, devido a uma forte neblina de fumaça e poeira que tomou conta do céu da capital amazonense. De acordo com a direção do aeroporto, os instrumentos de auxílio à navegação aérea ficaram acionados entre as 8h e as 12h (horário de Brasília) por medidas de segurança, devido ao baixo nível de visibilidade. Apesar da situação, o aeroporto não registrou atrasos nas partidas e chegadas programadas para a manhã.

O Corpo de Bombeiros do Amazonas informou à Agência Brasil que as neblinas neste período de verão amazônico são formadas por causa, sobretudo, das queimadas de lixo e áreas de pasto no interior do Estado e no entorno da cidade de Manaus. De janeiro a agosto deste ano, o Corpo de Bombeiros do Amazonas registrou 443 focos de incêndio em áreas florestais em Manaus e entorno, contra 226 no mesmo período do ano passado.

As altas temperaturas têm marcado os últimos dias na capital do Amazonas. A média varia de 36°C a 38°C, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Em alguns pontos específicos e de maior concentração de calor na cidade, termômetros chegaram a marcar 45°C e até 49°C nos últimos dias.

"A umidade relativa do ar aumenta e a sensação de calor vai continuar. Faz 12 dias que não chove em Manaus", afirmou a chefe do Inmet no Amazonas e meteorologista, Lúcia Goulart.

Segundo a previsão do Inmet no Amazonas, nesta sexta-feira não haverá chuva em Manaus e no nordeste do Estado. Para sábado e domingo, a expectativa é de sol predominante pelas manhãs e pancadas de chuvas isoladas no fim do dia. As temperaturas continuarão elevadas e tempo ficará abafado no fim de semana.

fonte/Agência Brasil/Terra

AZUL CRIA PRODUTO PRÓPRIO DE ASSISTÊNCIA AO VIAJANTE

A partir de hoje (sexta, dia 13), os clientes da Azul poderão contratar seguro de viagem no mesmo momento em que efetuarem a compra de passagem aérea.

O Travel Guard Azul é o novo produto desenhado pela Chartis Seguros especialmente para os clientes da Azul. Tem como principais coberturas remoção médica em caso de emergência, perda de bagagem, interrupção da viagem e morte acidental em transporte público, entre outros. Entre as vantagens, o valor do seguro será sempre de R$ 15, com coberturas garantidas por um período de até 30 dias em que o cliente estiver longe de casa.

A Travel Guard coloca à disposição dos clientes central de assistência 24 horas com experiência de comercialização em mais de 90 países e 6 milhões de assistências prestadas por ano. O Travel Guard conta ainda com o know how do Grupo Chartis, que está presente em 160 países e soma mais de 40 milhões de clientes nas diversas linhas de seguros. Mais informações www.voeazul.com.br.

fonte/ Azul

GREVE PARALISA VOOS NA ARGENTINA

Buenos Aires viveu ontem ontem mais um dia confusão, desta vez não nas ruas como aconteceu na terça-feira quando metroviários cruzaram os braços por 24 horas. Ontem, foi a vez de funcionários da companhia aérea LAN promoverem uma greve surpresa que obrigou a companhia a cancelar ou atrasar vários voos no aeroporto Jorge Newbery. Centenas de passageiros se aglomeraram nos corredores e saguões. Cinco associações de trabalhadores do setor aéreo aderiram à paralisação.

Eles exigiam um reajuste de 35%. A empresa classificou a greve como "incompreensível" e disse que já ofereceu um reajuste de 15%, que se se somariam a aumentos "importantes" de 2008.

fonte/Webtraspo

ESQUADRÃO DA FAB RESGATA HELICÓPTERO ACIDENTADO NA SERRA DO MAR EM UBATUBA

No início do mês (6 a 8/11), o Esquadrão Puma (3˚/8˚ GAV) realizou o resgate dos destroços do helicóptero EC-120 COLIBRI, prefixo PP-MJV, o qual transportava o Presidente da AVIBRÁS, acidentado no início do ano. A missão teve como objetivo apoiar a investigação técnica do acidente aeronáutico, a cargo do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV).






A missão ocorreu na Serra de Maranduba, próximo a Ubatuba, no Estado de São Paulo, em um local de difícil acesso, de mata fechada e a 3.500 pés de altitude. Devido às condições locais, foi necessário o emprego do helicóptero, um H-34 Super Puma e de uma tripulação capacitada, composta de integrantes do Esquadrão Puma e do PARA-SAR, unidade de elite da Força Aérea Brasileira para missões de busca e resgate.



Após a localização dos destroços, os militares foram infiltrados, abrindo uma clareira visando para a retirada dos restos da aeronave acidentada. Depois, o material foi içado por meio de cordas.


fonte/foto/FAB/BAAF

VÍDEO - HELICÓPTERO - RODEIO

COMO GANHAR UMA VIAGEM ÀS OITO MARAVILHAS DO MUNDO

Se você é passageiro frequente da Continental Airlines está habilitado a ganhar uma viagem para duas pessoas às Oito Maravilhas do Mundo. Avião, tranfers e hospedagem estão incluídos.

A companhia aérea norte-americana está oferecendo a oportunidade aos seus passageiros frequentes de poderem dar a volta-ao-mundo através de um leilão 'online', em auction.continental.com. O leilão termina às 9h30 do dia 9 de Dezembro de 2009.

O programa inclui hospedagem nos hotéis Starwood Hotels e Resorts Worldwide em cada destino. Os transfers do aeroporto e as excursões privadas a cada uma das Oito Maravilhas serão providenciados pela Continental Airlines Vacations.

"Estamos satisfeitos por celebrar a entrada na Star Alliance com este pacote único de leilão online aos nossos clientes mais fiéis," afirma Mark Bergsrud, vice-presidente sênior de programas de marketing e distribuição da Continental. "Esta é uma oportunidade única na vida", disse.

As Oito Maravilhas do Mundo

- Rio de Janeiro, estátua do Cristo Redentor
- Roma, o Coliseu
- Deli, Taj Mahal
- Amman, Petra
- Cairo, Grande Pirâmide de Giza
- Pequim, Muralha da China
- Cidade do México, Chichen Itza
- Lima, Machu Picchu

fonte/Económico (Portugal)

AEROPORTO DE MUTUM, MATO GROSSO, TERÁ QUE SER REGISTRADO NOVAMENTE NA ANAC

O aeroporto municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, que está com pista asfaltada desde 2008, vai ter que passar por um novo processo de registro na Agência Nacional da Aviação Civil -ANAC- para ser homologado. A informação foi confirmada hoje pelo secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Oduvaldo Lopes Ferreira, que está acompanhando o processo. O aeroporto foi registrado como sendo um empreendimento particular, quando na verdade trata-se de uma obra pública. "Para regularização será necessário contratar uma empresa especializada. Ela conduzirá o processo burocrático. Hoje, estamos fazendo um orçamento para formalizar esse contrato", disse. O secretário acredita que o processo todo deve demorar de 90 e 120 dias.

Oduvaldo adiantou que o próximo passo será levantar recursos para implantar a iluminação noturna, o terminal de cargas e passageiros, sistema de prevenção de incêndios, abastecimentos, estacionamento e demais adequações. "Depois que tudo isso for providenciado é que será então pleiteado um vôo regular ligando Nova Mutum à capital e também ao Norte de Mato Grosso", disse. Hoje, o local é utilizado por aviões particulares e da aviação agrícola.

A pista do aeroporto de Nova Mutum já está sinalizada e tem cerca de 1.570 m de extensão, por 24 m de largura, com capacidade para receber até pousos de aeronaves do tipo Foker 100. O local é todo cercado, com pátio para manobras, com espaço para taxiamento e estacionamento. A obra foi construída através de parceria entre Estado e município, com investimento estimado em R$1,4 milhão. A inauguração aconteceu em setembro do ano passado.

fonte/foto (Só Notícias)

BR DISTRIBUIDORA AUTOMATIZA ABASTECIMENTO DE AVIÕES

O avião chega ao aeroporto precisando abastecer. Um caminhão da BR Distribuidora se aproxima da aeronave e o piloto informa o volume de combustível necessário. O operador identifica a companhia (cliente) e em um dispositivo móvel insere os dados do processo. Com o tanque cheio, o motorista imprime um comprovante de entrega para o responsável da companhia aérea. No final do abastecimento (ou no fim do dia para dados capturados ao longo da jornada de trabalho), o operador da distribuidora descarrega as informações do PDA em um computador de coleta. As informações vão para um servidor central e, em seguida, para o sistema de gestão empresarial (ERP), que processa o faturamento em tempo real.

Mas em sempre foi simples assim. Durante muito tempo, o processo de venda de combustíveis de aviação era manual - da litragem à identificação das aeronaves. Os comprovantes eram digitados um a um no computador e enviados, via disquete, para a gerência da operação. Naquele contexto, consolidar informações e fazer o faturamento demorava até 15 dias. Ruim? Nem tanto. Sergio Alves, consultor de projetos da BR Distribuidora, recorda que este era o procedimento adotado apenas nos quatro maiores aeroportos do Brasil. "Nos outros 90, os comprovantes eram mandados via malote e processados em 17 gerências da BR", relembra o profissional. O processo, com sorte, levava 20 dias e o modelo, entre outros percalços, acarretava elevado índice de inadimplência.

A mudança no sistema começou por volta do ano de 2001, quando a distribuidora começou um primeiro movimento para automatizar o processo de venda de combustíveis suportado por uma solução de mobilidade. A iniciativa pensada na ocasião não foi levada adiante por falta de aderência. "Utilizávamos uma tecnologia de smart card com arquivos binários. Naquela época, também não tínhamos equipamentos robustos para a aplicação desejada", recorda Alves. Mesmo não evoluindo, a incursão não foi descartada totalmente e serviu como embrião para uma nova tentativa três anos mais tarde.

Assim, em 2004, a empresa retomou a ideia de substituir a caneta e o papel por um sistema mais automático e eficiente. Mas, desta vez, o projeto foi desenhado de outra forma, englobando desde a captura dos dados até o servidor central. Para o consultor, este novo foco permitiu encontrar a chave de sucesso. A distribuidora partiu para uma solução dentro da plataforma Windows Mobile num PDA de características industriais. Com isto, o operador do caminhão para abastecimento consegue validar a transação por meio deste dispositivo móvel, que transmite as informações para o servidor de banco de dados Microsoft SQL Server, responsável por unificar as informações e enviá-las para a solução de faturamento.

Em seguida, é realizado o abastecimento da aeronave e emitido - ainda na pista - o comprovante da operação, que tem valor fiscal. Após um ano de elaboração, a iniciativa entrou em fase de piloto durante três meses no aeroporto de Brasília (DF). Passada esta fase, entre novembro de 2005 e novembro 2006, a BR Distribuidora estendeu a solução a outros 93 aeroportos brasileiros. Pelas contas do consultor, a iniciativa consumiu investimentos de cerca de R$ 7 milhões e, além dos softwares da Microsoft, contemplou 328 coletores da Intermec e 56 computadores - chamados subconcentradores.

Os caminhões de abastecimento receberam, ainda, uma mesa metálica com a impressora do comprovante de entrega, um berço para o PDA, um painel de alimentação de energia elétrica e o registrador. O computador central tem conexões seriais com sede da estatal, no Rio de Janeiro (RJ), onde as informações são consolidadas para, então, ficarem disponíveis via internet para consulta das companhias aéreas. "Com o sistema, tudo ficou muito mais padrão, pois a tecnologia ajuda na operação", avalia Alves, ao detalhar o processo linear que abre esse texto.

A solução garantiu precisão no controle de estoque de combustível, que reflete melhor controle financeiro uma vez que o operador sabe os clientes inadimplentes antes do início do abastecimento. Outro benefício foi uma redução de 30% a 40% (atualmente, 30 minutos em média para o abastecimento) no tempo gasto em relação ao processo anterior. Com isso, a companhia consegue ampliar a quantidade de aeronaves atendidas. Segundo a BR Distribuidora, o retorno sobre investimento ocorreu em 12 meses.

fonte: Felipe Dreher (InformationWeek Brasil)

TRIP RECEBE QUINTO JATO E AMPLIA MALHA

A Trip Linhas Aéreas recebe em dezembro o quinto jato Embraer 175 com capacidade para 86 passageiros. Com a nova aeronave a companhia dá inicio, durante o verão, às operações que ligam o aeroporto Santos Dumont (RJ) a Maceió (AL) e Fernando de Noronha (PE). O novo voo tem escalas no aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), e Recife (PE).

A companhia iniciou as operações no aeroporto Santos Dumont em junho deste ano, oferecendo ao ligações para 45 destinos do País. De acordo com o diretor de Marketing e Vendas da Trip, Evaristo Mascarenhas de Paula, o Rio de Janeiro já é um grande polo para a aviação regional. “Com esta nova operação incentivamos o turismo entre estas cidades, que são muito procuradas pelos turistas brasileiros e estrangeiros por suas belezas naturais. E fomentamos o transporte aéreo local com ligações interestaduais que fortalecem também o tráfego de negócios, uma vez que o Rio de Janeiro tem o segundo maior parque industrial do País”, completa.

A Trip, nos últimos meses, tem realizado um movimento acentuado de expansão, tanto na malha quanto na frota. Os reflexos dessa movimentação podem ser acompanhados no número de passageiros transportados, que deverá chegar a 1,6 milhão até o final deste ano.

fonte/Portal Panrotas

AVIÃO SE CHOCA CONTRA ÁREA VIP DE AEROPORTO EM RUANDA


Funcionários observam os destroços de avião que caiu logo após a decolagem nesta quinta-feira (12) no aeroporto de Kigali, capital de Ruanda

O avião Canadair CL-600-2B19 Regional Jet CRJ-100ER, prefixo 5Y-JLD, da companhia aérea Rwandair Express (arrendado da Jetlink Express) com destino a Uganda chocou-se contra a área VIP do aeroporto internacional de Kigali, capital de Ruanda, quando tentava levantar voo hoje nesta quinta-feira (12).

O acidente causou a morte de uma pessoa, segundo fontes oficiais.

"O voo da Rwandair preparava-se para levantar voo com destino a Kampala quando teve dificuldades técnicas e bateu contra a área VIP", disse o ministro da Informação de Ruanda, Louise Mushikiwabo, à agência de notícias Reuters.

Um policial no local disse que dez pessoas foram levadas ao hospital. Richard Masozera, diretor geral da Autoridade da Aviação Civil de Ruanda, disse aos jornalistas que um passageiro morreu no acidente.

Uma fonte médica no hospital Rei Faisal, em Kigali, disse que o piloto feriu-se e estava em condições críticas.




fonte/Angola Press / G1 / ASN foto/Reuters

MAIS VOOS NO AEROPORTO DE JOINVILLE

Em menos de um mês, a empresa aérea Trip quer estar decolando pela primeira vez de Joinville, com destino a Navegantes e Guarulhos. “Estamos aguardando o OK da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). De nossa parte, está tudo certo”, disse João Marcelo Vianna Mendes, coordenador de infraestrutura aeroportuária da companhia.

O executivo esteve ontem em Joinville para conhecer o Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola. Gostou do que viu. “A área é adequada e com qualidade acima da média nacional”, disse Vianna Mendes.

A visita começou por volta das 14 horas. Sérgio Santiago Ribeiro, superintendente do Aeroporto de Joinville, guiou o coordenador da Trip. Na pista, com caminhonete. Área de check in, de venda de passagens. E desembarque também. Quase tudo foi fotografado por Vianna Mendes.

No final do encontro, o coordenador confirmou que a empresa terá dois voos diários passando por Joinville.

Um sairá no início da manhã de Navegantes. Fará escala na cidade, e seguirá até o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. O retorno será entre o fim da tarde e o início da noite. Os voos serão feitos com aviões ATR-42, com capacidade para 47 passageiros, e ATR-72, para 68 passageiros.

É o retorno dos voos entre a mais populosa cidade de Santa Catarina e o principal aeroporto internacional brasileiro.

As ligações entre os dois terminais foram suspensas no primeiro semestre do ano passado, com a desistência da TAM em operar a rota

Segundo Vianna Mendes, a Trip quer fazer sua viagem inaugural em Santa Catarina em 1º de dezembro. Ou seja, daqui a três semanas.

Dois guichês de check in, entre os da Gol e Tam, devem ser usados pela Trip. A área de venda de passagens será a que era ocupada pela Varig até abril de 2006. Os preços ainda não estão definidos. Deverão ser na faixa dos praticados pela Gol e Tam: cerca de R$ 150 para ir a São Paulo.

fonte/A Notícia

CHANNEL 4 BRITÂNICO VAI SIMULAR ACIDENTE DE AVIÃO DE 300 LUGARES


O Channel 4 britânico está preparando um documentário inédito na história da televisão. Na tentativa de compreender o que se passa dentro de um avião durante um acidente, um enorme aparelho, com capacidade para 300 pessoas, vai ser lançado contra o solo, deliberadamente, equipado com várias câmeras e sensores.

O programa só irá ao ar no próximo ano e muitos detalhes ainda são um segredo conhecido apenas pelos produtores, como é o caso do local e da data em que o acidente vai ser provocado.

Sabe-se, sim, que a bordo do avião, vão estar dois antigos pilotos da marinha dos EUA, que vão ejetar-se antes de ativar o piloto automático da aeronave, programado para cair contra o solo. Se esse mecanismo falhar, o trajeto do aparelho será controlado remotamente, de dois pontos: de um helicóptero e desde o solo.

Inspiração

A ideia do programa surgiu depois de um acidente com um Boeing 777 da British Airways, no aeroporto londrino de Heathrow, em janeiro do ano passado. O que suscitou a curiosidade do canal foi o fato de a estrutura do avião não ter reagido de acordo com o que sugeriam os modelos científicos.

O responsável máximo do canal televisivo, Julian Bellamy disse, citado pelo jornal "The Guardian", que este será "um dos mais ambiciosos e audaciosos eventos de TV em 2010". "Nem sequer os fabricantes de avião fizeram despenhar algo tão grande", sublinhou.

"Acidente com hipóteses de sobrevivência"

Um especialista do canal disse que se espera que, para além de criar um programa de entretenimento, o objetivo é recolher dados únicos sobre o comportamento do avião numa situação destas, que permita estudar formas de aumentar os níveis de sobrevivência em acidentes aéreos.

"Vai ser concebido com um acidente com hipóteses de sobrevivência", disse Ralph Lee, um dos especialistas do canal, sublinhando que não haveria interesse em destruir por completo o aparelho, "Não aprenderíamos nada com isso".

Relativamente aos custos do documentário, Lee assegurou que não serão astronômicos e que vão ser repartidos com dois co-produtores internacionais: o National Geographic Channel e o alemão ProSieben.

fonte/IOL Diário

USAFE RECEBE MAIS UM C-130J

C-130 J - foto Lockheed Martin

O sétimo de um total de 14 C-130J destinados à Base Aérea de Ramstein (Alemanha) foi recebido, em 9 de novembro, na unidade da Lockheed Martin de Marietta pelo Maj. Gen. Michael Snodgrass, do U.S. Africa Command. As aeronaves fazem parte da USAFE (Força Aérea dos Estados Unidos na Europa), mas também apoiam as necessidades do Comando da África.

O total de entregas deste ano para a base de Ramstein deverá chegar a 10 unidades, com as outras 4 programadas para 2010. Trata-se de aeronaves da versão alongada C-130J-30, que estão substituindo antigos C-130E operados pelo 37º Esquadrão de Transporte (37th Airlift Squadron). Até o terceiro trimestre deste ano, o C-130J já havia sido selecionado por 11 países, com o total de entregas somando 181 unidades.

091029-f-1014w-095

Poucos dias antes do recebimento citado acima a mesma base de Ramstein, a partir da qual a aeronava operará, realizou uma entrega final: seu último C-130E (No. 1299) levantou voo, no dia 2 de novembro, rumo à Base Aérea de Powidz, na Polônia. Como informou a USAF, trata-se do final de uma carreira de 38 anos do exemplar junto à Força Aérea dos Estados Unidos, mas a data também marca a nova aquisição de transportes da Força Aérea Polonesa.

Na Polônia, após a aterrissagem do C-130E, seus tripulantes foram saudados pelo comandante da 33ª Base Aérea da Força Aérea Polonesa, Brig. Gen. Tadeusz Mikutel, e pelo comandante do 14º Esquadrão de Transporte, Tenente Coronel Mieczyslaw Gaudyn. Este último ressaltou a importância da aeronave para apoiar operações de forças polonesas no Afeganistão, Chade, África, e onde quer que tropas polonesas sejam necessárias.

No Afeganistão, tem sido até agora responsabilidade dos EUA e da Ucrânia fornecer o apoio de transporte para uma tropa polonesa de aproximadamente 2.000 integrantes. Agora se espera que a Polônia realize essa missão, sem ter que esperar pela disponibilidade de aeronaves de transporte de outros países.

Segundo o Tenente Coronel Gaudyn, a mais importante aeronave de transporte tático utilizada pela Força Aérea Polonesa, o CASA C-295, mesmo sendo capaz de transportar até 70 passageiros ou 7.5 toneladas de carga, não é adequada para cargas volumosas. Como comparação, o C-130E pode levar até 90 tropas totalmente equipadas, ou uma carga de 17 toneladas.

No total, foram doados 5 exemplares de C-130 norte-americanos para a Polônia, o primeiro chegando em março deste ano (e que já voou mais de 100 missões desde sua chegada). Mas esta aeronave em particular (No. 1299), não faz parte do total de 5 unidades doadas, das quais ainda faltam ser entregues as quatro unidades remanescentes: o No.1299 foi recebido através de um acordo de aluguel (lease) via FMS (Foreing Military Sales).

Voltando às cinco aeronaves doadas, o valor de toda a transação, que inclui equipamento de apoio, suprimentos, treinamento e apoio logístico contratado, é estimado em 120 milhões de dólares, 100% coberto por dinheiro concedido via acordos bilaterais de assistência militar. As aeronaves devem ser entregues totalmente revisadas. A respeito do treinamento, já são 25 os tripulantes poloneses qualificados no C-130E, número que deverá crescer.

091102-f-1014w-034

fonte/foto/USAF/LockheedMartin

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...