quinta-feira, 2 de abril de 2015

FILHO DO GOVERNADOR DE SÃO PAULO MORRE EM QUEDA DE HELICÓPTERO EM CARAPICUÍBA, SP


A empresa Helipark confirmou na noite desta quinta-feira (2) que um dos cinco mortos na queda da aeronave em Carapicuíba, na Grande São Paulo, é Thomaz Rodrigues Alckmin, de 31 anos, filho mais novo do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O Um helicóptero da empresa Seripatri caiu sobre uma casa em Carapicuíba, nesta tarde, sem deixar sobreviventes. Morreram cinco pessoas. O acidente ocorreu por volta das 17h20, segundo os bombeiros. A empresa diz que um piloto e três mecânicos faziam um voo de teste depois de uma manutenção preventiva.

Thomaz Alckmin trabalhava como piloto. Ele era casado desde 2011 com a arquiteta Thais Fantato. Ele deixa duas filhas, uma de 10 anos e outra recém-nascida, com aproximadamente um mês.
Lu Alckmin e Thomaz em evento no ano passado. (Foto: Arquivo/Divulgação)Lu Alckmin e Thomaz em evento no ano passado.
(Foto: Arquivo/Divulgação)
A mãe de Thomaz, Lu Alckmin, estava em Campos do Jordão e chegou por volta das 21h50 ao Palácio dos Bandeirantes. Alckmin estava em viagem pelo interior do estado e voltou para contar pessoalmente a ela sobre a morte do filho.

Em fevereiro do ano passado, Thomaz e a filha dele ficaram no meio de um tiroteio após serem abordados por criminosos na região do Morumbi. Eles estavam em um carro sem blindagem quando outro veículo parou na frente, impedindo a passagem, e quatro homens saíram armados. O filho do governador estava acompanhado por um carro de escolta. Os policiais militares reagiram e houve troca de tiros com os criminosos.
Thomaz e a filha foram retirados do local em segurança, sem ferimentos. Os criminosos fugiram em seguida. Em 2002, ele já havia sido alvo de criminosos. Um PM que fazia a segurança de Thomaz foi baleado e morreu após trocar tiros com bandidos na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo.

Queda sobre casa
De acordo com a Associação de Moradores do condomínio Fazendinha (AMAF), em Carapicuíba, a queda aconteceu dentro do condomínio, e atingiu o telhado de uma casa em reforma. Segundo a AMAF, os moradores não estavam no local.

A cauda da aeronave ficou sobre a residência e a maior parte do helicóptero caiu no chão, entre as árvores. Não há relato de feridos entre as pessoas que estavam nas imediações. O condomínio fica na altura do km 26 da Rodovia Castello Branco.

A aeronave estava com a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia e com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido. O modelo do helicóptero é EC 155 e a matrícula PPLLS.

Em fóruns especializados em aviação, pilotos repercutiram o acidente e relataram que o filho do governador estava como co-piloto do helicóptero. A aeronave fazia um voo teste de balanceamento após a troca de uma pá do rotor.
Acidente será investigado
A Aeronáutica informou, por meio da assessoria de imprensa, que está apurando o caso para divulgar as informações sobre o acidente.

Nota da empresa dona do helicóptero
Leia a íntegra da nota divulgada às 19h11 desta quinta:
"A Seripatri lamenta profundamente a morte dos quatro ocupantes do helicóptero de propriedade da empresa, em um trágico acidente na Grande São Paulo, na tarde desta quinta-feira (2/4). Ocupavam a aeronave o piloto da empresa, com mais de 30 anos de experiência, e o mecânico, também funcionário da Seripatri. Os outros dois ocupantes eram mecânicos da Helipark, empresa de manutenção. O acidente ocorreu durante voo de teste, após a aeronave passar por manutenção preventiva. O helicóptero, da marca Eurocopter, modelo EC 155, prefixo PPLLS, tinha cerca de quatro anos de uso, com aproximadamente 600 horas de voo e estava com sua documentação e manutenção rigorosamente em ordem. Neste momento de luto e enorme tristeza para todos, a Seripatri está prestando toda a assistência necessária aos familiares das vítimas, bem como já destacou profissionais para acompanhar junto às autoridades as investigações das causas do acidente.
fonte/foto/G1

Dados da aeronave via RAB


MATRÍCULA: PPLLS 
Proprietário:
SERIPATRI PARTICIPACOES LTDA
CPF/CGC:

Operador:
SERIPATRI PARTICIPACOES LTDA
CPF/CGC:

Fabricante:
EUROCOPTER FRANCE
Modelo:
EC 155 B1
Número de Série:
6909
Tipo ICAO : 
EC55
Tipo de Habilitação para Pilotos:
EC55
Classe da Aeronave:
HELICOPTERO 2 MOTOR TURBOEIXO
Peso Máximo de Decolagem:
4920 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
009
Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA)
19480
Situação no RAB:
Data da Compra/Transferência:
110215
Data de Validade do CA: 
09/11/16
Data de Validade da IAM: 
221015
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s): 
Consulta realizada em: 02/04/2015 20:57:01

SEGUNDA CAIXA-PRETA DO AIRBUS A320 DA GERMANWINGS É ENCONTRADA


Segunda caixa-preta do Airbus A320 da Germanwings é encontrada  PASCAL GUYOT/AFP
Agentes se preparam para as buscas desta quinta-feira Foto: PASCAL GUYOT / AFP
 
O promotor público de Marselha, Brice Robin, informou que a segunda-caixa preta do Airbus A320 da Germanwings, que caiu no sul da França no começo da semana passada, foi encontrada nesta quinta-feira. O promotor não revelou detalhes sobre a descoberta da caixa, mas concederá uma entrevista coletiva no fim da tarde no Palácio de Justiça de Marselha.

fonte/foto/ZeroHora

RESPONSÁVEL PELO AEROVALE, GRUPO PENIDO ENTRA COM PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Máquinas e operários trabalham nas obras de implantação do Aerovale, em Caçapava_Foto: Arquivo/OVALE Máquinas e operários trabalham nas obras de implantação do Aerovale, em Caçapava_Foto: Arquivo/OVALE


O Grupo Penido entrou na Justiça de São José dos Campos com um pedido de recuperação judicial em razão de dívidas na ordem de R$ 35 milhões, a maior parte delas com fornecedores e bancos, mas também trabalhistas e tributárias.
Responsável pela construção do Aerovale, em Caçapava, um dos maiores empreendimentos privados da região, o grupo sucumbiu aos problemas do mercado da construção civil, em retração desde o ano passado.
Fazem parte do grupo as empresas Penido Construtora e Pavimentadora, Penido Desenvolvimento Urbano e Participações e CEA (Centro Empresarial Aerospacial Incorporadora).

Trâmite. O pedido de recuperação judicial foi protocolado no início de março e aprovado no último dia 27, pela 5ª Vara Cível de São José dos Campos.
A Justiça designou a empresa Deloitte Touche Tohmatsu, uma das maiores consultorias empresarias do mundo, como administradora judicial da fase de recuperação do grupo.
Neste período, as empresas poderão renegociar as dívidas e aumentar o prazo para ressarcir os credores. Os pagamentos trabalhistas terão prioridade.
O grupo terá 60 dias, a partir do deferimento da Justiça, para apresentar e aprovar um plano de recuperação junto aos credores, em assembleia.
Com isso, a meta do grupo é recuperar as empresas em até um ano, pedindo a extinção do processo de recuperação judicial.
“O grupo não tem problema de insolvência, mas de liquidez”, disse o advogado Alex Costa Pereira.
“O patrimônio do grupo está avaliado em R$ 300 milhões, mas é quase todo de ativos em bens imóveis, em não dinheiro em caixa.”

Atividades. Segundo o advogado, as atividades da empresa continuarão normalmente, especialmente no Aerovale.
“A Penido poderá participar de licitações e a construção do Aerovale irá continuar. A empresa mantém suas atividades normalmente”, afirmou.

Obra. A construção do Aerovale começou em setembro de 2012, após 10 anos de projetos e licenciamento ambiental.
Trata-se de uma pista para pousos e decolagens de 1.550 metros e um loteamento empresarial, comercial e de serviços ao redor, com lotes para a instalação de empresas.
O investimento no negócio foi de cerca de R$ 200 milhões.

Ação. Em novembro do ano passado, o Ministério Público pediu à Justiça a suspensão das obras no Aerovale, que estaria em áreas de preservação permanentes e úmidas. A Justiça suspendeu parcialmente os trabalhos. O MP recorreu e pede a interrupção total.

Memória
Inauguração foi adiada para 2015
A inauguração do Aerovale está prevista para ocorrer em junho deste ano, após atrasos nas obras. A primeira estimativa era de levantar os primeiros voos na pista antes da Copa do Mundo de 2014. Depois, a inauguração ficou para dezembro do ano passado. Agora, com a ação do MP e a recuperação judicial, o prazo pode sofrer novo adiamento.

fonte/foto/OVale

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...