sábado, 1 de maio de 2010

"MAIS CINCO MNUTOS E NADA PODERIA SER FEITO" , DIZ HOMEM QUE CAIU COM BALÃO NO MAR

O que era para ser um passeio marcado apenas por belas paisagens ficará eternizado para sempre nas mentes de oito pessoas como um renascimento. O grupo - seis passageiros, um piloto e um assistente - iniciou a viagem pelos ares a bordo de um balão, que iria explorar o céu de Torres no final da tarde deste domingo. Porém, o trajeto inicialmente alegre se transformou em apreensão.

— Percebemos que alguma coisa estava errada quando vimos que o vento já não era mais suficiente para nos tirar do mar. A situação começou a piorar e um clima de pânico a tomou conta de todo mundo — relata Ernesto Minozzo, 30 anos, que ao lado da namorada embarcou no balão.

Ele conta que, ao perceber a falha no voo, o piloto ainda demorou cerca de cinco minutos para acionar o socorro. Tentou a empresa responsável pelo balão, mas sem resultado.

— Não conseguíamos contato com ninguém e o balão começou a cair. Entramos em pânico quando chegamos até o mar. Ao menos conseguimos ficar dentro do cesto. A minha namorada foi a única que caiu no mar, mas voltou rapidamente. A nossa sorte foi que pescadores locais viram e vieram nos salvar com uma lancha. Mais cinco minutos e nada mais poderia ser feito — conta Ernesto, que de Caxias do Sul agendou o passeio pela internet há três meses.

Pouco tempo depois da chegada dos pescadores, um helicóptero da Brigada Militar foi ao local para prestar auxílio. Todos foram retirados da água sem ferimentos, mas o susto sofrido pelo grupo vai ficar para toda a vida.

— Eu não quero que ninguém passe pelo que eu passei. Nascemos de novo. Tivemos muita sorte em sair vivos dessa — resume.

fonte/ZeroHora/PauloLudwig

PROCURA-SE PILOTOS DE PALANADOR - INSCRIÇÕES PRORROGADAS ATÉ 9 DE MAIO


 


IPHAN LIBERA RED BULL AIR RACE NO RIO DE JANEIRO

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) deu o aval para o Red Bull Air Race, uma corrida de aviões que vai ser realizada no próximo fim de semana (8 e 9 de maio), no Parque do Flamengo, na Enseada de Botafogo e em parte da Baía de Guanabara. A expectativa é que o evento reúna mais de 1 milhão de pessoas, segundo a prefeitura.

Para evitar transtornos, as duas pistas do Aterro do Flamengo serão fechadas ao tráfego. A recomendação é de que a população opte pelo transporte público. O metrô e as linhas de ônibus funcionarão em esquema especial e quase 400 agentes vão cuidar do trânsito.

Exigências do Iphan foram cumpridas a tempo
O embargo foi retirado na tarde desta sexta-feira (30). O Iphan informou que todas as exigências estabelecidas para conceder o licenciamento necessário, inclusive a apresentação do projeto detalhado, foram cumpridas. O termo de responsabilidade de “uso do bem tombado” também já foi assinado pelos responsáveis, garantindo a integridade e a devolução do Parque do Flamengo em perfeitas condições.

Entre as exigências feitas pelo Iphan estão a colocação de grades nas entradas, o isolamento do local destinado ao público com tapumes e o direcionamento das pessoas diretamente para a praia. Desta forma, o gramado será poupado de ser pisoteado pela multidão.

Foram acertadas, ainda, ações de educação patrimonial. Vão ser distribuídos cem mil folhetos sobre a preservação do Parque do Flamengo. Além disso, haverá painéis, faixas e galhardetes informativos com explicações sobre a importância da preservação cultural.

fonte/G1

BALÃO COM OITO PESSOAS CAI NO MAR EM TORRES, RIO GRANDE DO SUL







Um balão que realizava voos panorâmicos pelo cidade de Torres caiu no mar no final da tarde deste sábado. Sete pessoas, além do piloto, estavam na estrutura no momento da queda. O balão caiu na altura da praia de Estrela do Mar.

Os ocupantes foram resgatados inicialmente por uma lancha e, logo depois, um helicóptero da Brigada Militar chegou ao local para dar auxílio. Ninguém ficou ferido. O balão não participava das competições do Festival Internacional de Balonismo.


fonte/ZeroHora

VOO PARA XANGAI É DESVIADO APÓS PIADA SOBRE BOMBA


Um homem americano de 58 anos obrigou um voo da China Airlines com destino a Xangai a desviar a sua rota e realizar um pouso de emergência na cidade de Hangzhou, neste sábado. Segundo informações da agência New York Times, o homem teria dito a um comissário de bordo que havia uma bomba em meio às suas bagagens. 

O voo 501, que realizava a rota entre Taipei e Xangai, pousou em segurança na localidade de Hangzhou. As autoridades chinesas realizaram uma busca pelas bagagens dos 297 passageiros e não encontraram nenhum explosivo. O homem, identificado apenas como Lin, foi preso após deixar a aeronave. Segundo a rede de televisão chinesa TVBS, ele teria dito às autoridades que a ameaça não passava de uma "piada". 

Segundo o porta-voz da China Airlines, Bruce Chen, o homem estava viajando com um passaporte americano e agia "muito calmamente" quando informou à tripulação sobre a bomba. Chen ainda disse que ele não aparentava estar bêbado. 

O governo chinês reforçou as medidas de seguranças nos aeroportos em razão da Expo Xangai 2010, inaugurada na sexta-feira.

QUALIFICAÇÃO ELEVA OS SALÁRIOS DOS BRASILEIROS

O crescimento da economia brasileira está transformando o perfil do mercado de trabalho. A demanda por profissionais qualificados cresce em ritmo acelerado, praticamente acompanhando a oferta, com efeitos diretos na remuneração de quem investiu na formação. Enquanto no início da década os rendimentos para profissionais com nível superior chegaram a encolher de um ano para o outro, nos últimos seis anos os salários para o terceiro grau vêm crescendo a uma variação de 3,8% ao ano, sendo superados apenas pelo crescimento do salário mínimo, que mostrou forte recuperação nos últimos anos. A participação do ensino superior se torna a cada ano mais evidente entre os empregados com carteira assinada. Enquanto em 1996 2,7% dos trabalhadores tinha nível superior, em 2009, o percentual acelera para 40,8%, ou 15 vezes mais.
Leon Sayegh Neto virou piloto da TAM: "Em dois anos, já pretendo me tornar comandante"

A escalada da escolaridade no mercado de trabalho aparece até mesmo em setores que antes demandavam apenas o ensino fundamental. Estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revela que, entre 2003 e 2009, a participação do nível superior na Região Metropolitana de Belo Horizonte cresceu a uma variação média de 5,3% ao ano, ao passo que o ensino médio apresentou percentual de 3,2%, seguido pelo básico, que avançou 2,7%. “Preservada essa tendência, os salários devem continuar apresentando crescimento”, diz o coordenador da pesquisa, Mário Rodarte. Segundo ele, com o avanço da demanda por profissionais qualificados, é possível que cresça a competição entre as empresas para manutenção de seus quadros, o que pode refletir positivamente nos salários.

Outro ponto destacado pelo pesquisador é que setores como a construção civil passaram a absorver trabalhadores de ensino básico, reduzindo a ociosidade dessa população. Por outro lado, o desvio de função, que carcterizava o mercado de trabalho no ensino superior, foi substituída nos últimos anos pela real demanda da formação no desempenho de funções específicas. O desafio agora é evitar o apagão dessa mão de obra qualificada prevista por diversos setores, entre eles a aviação civil.

O especialista em ciências aeronáuticas, Deusdedit Carlos Reis, diz que o segmento, termômetro da economia, já trabalha no limite de profissionais. Segundo ele, uma proposta já foi levada ao Ministério da Defesa para subsídio na formação de novos pilotos. Leon Sayegh Neto se formou no curso superior de Ciências Aeronáuticas e concorda. A qualificação funcionou como passaporte para o mercado de trabalho. “Como tinha curso superior, fui admitido na TAM com 500 horas de vôo a menos do que o normalmente exigido.” Aos 30 anos, ele está há três na companhia, como co-piloto da linha Air Bus. “Em dois anos, já pretendo me tornar comandante”, revela.

Este ano, a TAM anuncia contratação de 200 pilotos e 600 comissários. Tarefa difícil, pois a oferta costuma ser maior que a demanda de profissionais qualificados, mesmo com o atrativo salário médio inicial da aviação de R$ 7,5 mil, mais benefícios e diárias. “Sinto que faltam no mercado profissionais. Empresas aéreas de menor porte estão bonificando pilotos que indicam amigos para trabalhar”, comenta o piloto.

Nos últimos 10 anos, a participação da população com ensino fundamental caiu 4% no mercado formal. A população assalariada com ensino superior também avançou 4% no período. Rodarte ressalta que, mesmo nos setores que tradicionalmente empregam com menos qualificação, a formação técnica passa a ser exigida. A qualificação, na opinião do especialista, pode ser a chave de saída para dois gargalos do mercado de trabalho: resolver o problema do desemprego do jovem (de 18 a 24 anos, cuja taxa é 19,2%, quase o dobro da população comum), além de resolver a ameaça do apagão da mão de obra.

Ualisson da Silva Alves, 23 anos, enxergou longe. Há três anos, ele deixou o emprego, no qual recebia um salário mínimo, para participar do programa Árvore da Vida Capacitação Profissional, da Fiat Automóveis. “Avisei a família e fiquei sete meses sem trabalhar, mas valeu a pena.” Desde que concluiu a formação em eletromecânica, Ualisson trabalha em uma concessionária do grupo e seu salário cresceu 80% nos últimos dois anos.

Outro setor que chama a atenção na pesquisa do Dieese é o crescimento da área ligada a planejamento e gestão, que apresenta crescimento expressivo a partir de 2003, depois de ter experimentado forte queda nos anos anteriores. De 1996 a 1999 a atividade desacelerou apresentado queda de 3,6% ao ano. Nos últimos dez anos voltou a crescer ao ritmo de 4,1% ao ano. “A tendência é de aceleração nos ramos mais modernos da mão de obra”, aponta Rodarte. O diretor em Belo Horizonte da consultoria PricewaterHouseCoopers Francisco Macedo diz que ao ano são abertas 400 vagas para trainees, em cursos como direito e administração. “Quanto maior a exigência pela qualificação, mais difícil se torna encontrar o profissional.” Ele comenta que mesmo entre os menos experientes, a exigência de uma segunda língua torna a seleção mais complexa. O salário inicial é de aproximadamente R$ 1,2 mil, mais bolsa para faculdade e línguas.

A empresa By Brazil que tem entre suas atividades o balonismo de turismo e comercial também está com vagas abertas para o Norte do estado e região metropolitana. Mesmo sem ter exigência de nível superior completo, encontrar profissionais qualificados é um desafio. “Precisamos de representantes que tenham boa noção de mídia eletrônica, redes sociais , que saibam usar bem modernas ferramentas de trabalho”, diz o diretor da empresa Eurico Dias. De acordo, encontrar profissionais qualificados pode se tornar ainda mais difícil em regiões do interior do estado. “Percebemos que há uma grande carência nas áreas de publicidade e propaganda.”


fonte/foto/Marinella Castro (Estado de Minas)

GREVE PODE ATINGIR 7 MIL FUNCIONÁRIOS DA TAM, DIZ SINDICATO

Os funcionários da TAM decidiram, em assembleia realizada nesta sexta-feira no Sindicato Nacional dos Aeronautas, iniciar uma greve "em função de uma série de questões trabalhistas mal resolvidas". Segundo informações da entidade sindical, a paralisação pode atingir 7 mil aeronautas.

A greve foi batizada de "Operação Colaboração 0,30", o que significa que os trabalhadores passarão a colaborar com 30% de seu esforço.

Ainda de acordo com a nota publicada pela entidade sindical, existe uma insatisfação muito grande por parte dos trabalhadores da companhia aérea em função de uma série de questões trabalhistas mal resolvidas.
Segundo Graziella Baggio, a presidente do sindicato, a TAM estabeleceu "metas para participação nos lucros (PLR) inatingíveis e subjetivas".

Em nota, a TAM afirma "que não há registros de atrasos ou cancelamentos de voos além do que seria normal para as condições de operação".

De acordo com o site da Infraero, a TAM registrava até o início da tarde deste sábado 14 cancelamentos de voos nos aeroportos de São Paulo e Rio de Janeiro, os mais utilizados no País. A Infraero informa que não houve fechamento nos aeroportos do eixo Rio-São Paulo.

fonte/Terra/Invertia

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...