sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

EMBRAER ENTREGOU 225 AERONAVES EM 2016


A Embraer, companhia brasileira do setor aeronáutico, entregou em 2016 um total de 225 aeronaves, o maior volume de entregas a clientes dos últimos seis anos, indicou esta sexta-feira a empresa.

Do total de aviões entregues aos clientes, 108 aparelhos destinam-se ao mercado da aviação comercial e 117 ao setor da aviação executiva.

De acordo com a nota da companhia brasileira, trata-se do melhor resultado nestes dois mercados nos últimos seis anos.

Em 31 de dezembro, a carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) totalizava 19,6 mil milhões de dólares (18,4 mil milhões de euros).

A Embraer informou ainda que, no quarto trimestre de 2016, realizou a entrega de 32 jatos para o mercado de aviação comercial e 43 para o setor da aviação executiva.

A empresa tem duas fábricas em Portugal, na cidade de Évora.

fonte/AgLusa/foto/RobertoFantinel

GREVE DE TRÊS DIAS NA BRITISH AIRWAYS

Os tripulantes de cabina da British Airways convocaram uma nova paralisação de trabalho de 72 horas a partir do próximo dia 19 de janeiro, em protesto pelas suas condições salariais, anunciou nesta quinta-feira, dia 12 de janeiro, em Londres, o sindicato Unite.
Nos passados dias 10 e 11 deste mês já tinham feito uma greve de 48, que levou ao cancelamento de 48 voos, anunciou a companhia aérea britânica.
Os trabalhadores filiados no Unite que aderem a esta contestação são os que foram admitidos depois de 2010, pois alegam que presentemente, trabalham em situações salariais diferentes dos seus colegas que foram admitidos antes desse ano, com retribuições muito mais baixas que, nalguns casos implicam que tenham um segundo emprego para que possam sustentar a sua família. O sindicato alerta que os ordenados desses tripulantes de cabina são “salários de pobreza”.
fonte/NewsAvia

PORTUGAL ANUNCIA A FUSÃO DOS GABINETES DE ACIDENTES AÉREOS E FERROVIÁRIOS


O Governo Português anunciou nesta quinta-feira, dia 12 de janeiro, que decidiu fundir os gabinetes de Investigação de Segurança e de Acidentes Ferroviários (GISAF) e de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA) num organismo único, um modelo que permite “uma maior coordenação das operações”.
O Ministério do Planeamento e das Infraestruturas vai avançar com a criação do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), no qual convergirão as competências atualmente atribuídas ao GISAF e GPIAA, que serão extintos.
“O novo organismo terá como missão principal investigar os acidentes e incidentes ferroviários e ocorridos com aeronaves civis, de modo a determinar as suas causas, elaborar e divulgar os correspondentes relatórios e formular recomendações que evitem a sua repetição”, esclarece o ministro Pedro Marques, que adiantou que este modelo está em vigor em países como a Holanda, Dinamarca, Suécia, Noruega, Croácia ou Bulgária.
fonte/NewsAvia

HELICÓPTERO CAI PRÓXIMO AO RIO TIETÊ EM BURITAMA


Helicóptero ficou destruído com a queda (Foto: Arquivo Pessoal)

Helicóptero ficou destruído com a queda (Foto: Arquivo Pessoal)


Um helicóptero caiu na tarde desta sexta-feira (13) na região rural de Buritama (SP), próximo ao rio Tietê. De acordo com os bombeiros, duas pessoas estavam na aeronave, sendo o piloto e um empresário. 

Os bombeiros foram acionados, mas quando chegaram ao local as vítimas já tinham sido socorridas pelos moradores. Os bombeiros estão no local para avaliar o que poderá ser feito com a aeronave e também para isolar o local. Ainda não se sabe o que causou a queda do helicóptero.Segundo o Corpo de Bombeiros de Birigui (SP), que atende a região, os dois foram socorridos por moradores da região e levados para a Santa Casa de Buritama. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas.

O paradeiro do proprietário da aeronave, um pecuarista de 64 anos, ainda é desconhecido, de acordo com a polícia. O helicóptero Robinson R44, de prefixo PT YPW, caiu por volta das 21h40 no sítio Santo Antônio, zona rural de Buritama, deixando o proprietário e o estudante feridos. Segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave estava com a Inspeção Anual de Manutenção vencida e com o Certificado de Aeronavegabilidade cancelado, por isso, não poderia voar.(fonte/folhadaregiao)

Dados da aeronave:


MATRÍCULA: PTYPW
Proprietário:
ANTONIO CARLOS FRANCO
CPF/CGC:

Operador:
ANTONIO CARLOS FRANCO
CPF/CGC:

Fabricante:
ROBINSON HELICOPTER
Modelo:
R44
Número de Série:
0400
Tipo ICAO :
R44
Tipo de Habilitação para Pilotos:
HMNC
Classe da Aeronave:
HELICOPTERO 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1088 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
003
Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA):
15160
Situação no RAB:
Data da Compra/Transferência:
190112
Data de Validade do CA:
27/07/13
Data de Validade da IAM:
270711
Situação de Aeronavegabilidade:
CERTIFICADO DE AERONAVEGABILIDADE (CA) CANCELADO
Motivo(s):


  • Aeronave avariada por acidente ou incidente
  • IAM vencida
  • Situação Técnica irregular
  • Consulta realizada em: 13/01/2017 19:58:32

    Helicóptero caiu em região rural perto do rio Tietê (Foto: Arquivo Pessoal)Helicóptero caiu em região rural perto do rio Tietê (Foto: Arquivo Pessoal)fonte/foto/G1

    MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

    Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...