sábado, 4 de dezembro de 2010

VÍDEO - ACIDENTE COM TUPOLEV 154 EM MOSCOU

POUSO DE EMERGÊNCIA EM MOSCOU DEIXA 2 MORTOS E DEZENAS DE FERIDOS

Tupolev Tu-154Image via Wikipedia

Duas pessoas morreram e dezenas ficaram feridas neste sábado quando um avião de passageiros Tupolev-154 realizou um pouso de emergência no aeroporto de Moscou, informou uma porta-voz à agência Interfax.

"Em consequência de um pouso de emergência de um Tupolev-154 no aeroporto Domodedovo, duas pessoas morreram e dezenas ficaram feridas", afirmou Tatyana Morozova, porta-voz da agência de transportes de Moscou.

O Tupolev-154 da companhia aérea Dagestan Airlines realizou o pouso de emergência meia hora depois de decolar por causa de uma falha de motor, indicou uma fonte da agência russa de aviação civil à agência RIA 

fonte/NovostiTerra
Enhanced by Zemanta

CONTROLADORES COMEÇAM A VOLTAR, METADE DO ESPAÇO AÉREO ESPANHOL REABERTO


MADRI, 4 dez 2010 (AFP) -Os controladores espanhois começavam a voltar a seus postos de trabalho neste sábdo, e mais da metade do espaço aéreo espanhol foi reaberto, apesar dos voos, suspensos desde a véspera, não terem sido retomados, indicou a direção aeroportuária AENA.
Dos 58 setores em que se divide o espaço aéreo espanhol, 28 foram reabertos, segundo a fonte, acrescentando, no entanto, que o tráfego aéreo ainda não foi retomado, pois os voos cancelados precisam ser reprogramados.

Além disso, é preciso avisar à Eurocontrol, aos pilotos e aos passageiros.
A volta dos controladores acontece depois que governo espanhol declarou estado de alerta pela greve dos controladores, segundo anunciou o primeiro vice-presidente do executivo, Alfredo Pérez Rubalcaba.
É a primeira vez que se declara o estado de alerta na Espanha desde a volta à democracia após a morte do ditador Francisco Franco, em 1975.
"Os aeroportos permanecem praticamente todos paralisados, por isso o conselho de ministros aprovou um decreto que institui o estado de alerta, de acordo com a Constituição", segundo Rubalcaba. O estado deve durar a princípio 15 dias.

Isso significa que os "controladores passam a estar mobilizados e, no caso de não comparecerem ao trabalho, estarão incorrendo num delito de desobediência tipificado no código penal militar", explicou.
O estado de alerta é reconhecido pela Constituição e em uma lei de 1981 para eventualidades como "terremotos, inundações, incêndios ou acidentes de grande magnitude, crise sanitárias, paralisações de serviços públicos essenciais ou situações de desabastecimento de produtos de primeira necessidade".
A procuradoria de Madri abriu uma investigação por delito de perturbação da ordem pública, punível com penas de até oito anos.

fonte/Esb/Cn/Terra
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...