domingo, 27 de junho de 2010

PEQUENO AVIÃO COM TORCEDORES ATERRISSA EM RODOVIA NA ÁFRICA DO SUL



O pequeno avião Piper PA-32-301 Saratoga, prefixo ZS-KTL, que transportava torcedores para o jogo entre Alemanha e Inglaterra fez um pouso de emergência por volta das 11:30 (hora local) deste domingo (27) sobre uma rodovia perto do estádio antes da partida de oitavas de final, informou a imprensa local.

"Todos saíram ilesos", disse um porta-voz da polícia.

Quatro passageiros e um piloto viajavam no avião durante o incidente, que ocorreu cerca de 35 quilômetros ao norte de Bloemfontein, local do jogo.

Os carros foram forçados a deixar a pista para que o avião pousasse, mas não houve acidentes nem lesionados, informou a associação de imprensa sul-africana.

O avião, que foi rapidamente colocado ao lado da pista para regularizar o tráfego, levava uma família de sul-africanos com ingressos para a partida, completou a associação.

fonte/Reuters/G1/NoticiasSobreAviação/foto/ER24.

AVIÃO AGRÍCOLA ENSAIA AVANÇO

A pulverização por tratores predomina, embora, segundo levantamento do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), o emprego da aviação seja mais eficaz e econômico.

O mercado de aviação agrícola cresce a uma taxa anual de 8% no país. Conforme Júlio Kämpf, presidente da entidade, é possível mais do que dobrar esse percentual.

"Por questões culturais, o empresário rural acostumou-se à pulverização por tratores, e os bancos o incentivam a tomar empréstimos e a imobilizar máquinas", diz.

Diante uma situação dessas, o mercado de aviação acomodou-se com um só fabricante nacional (a Neiva, da Embraer), espera pela homologação de outros e opera o restante dos negócios com a importação de aeronaves.

Ainda assim, o mercado mundial do setor está praticamente nas mãos de cinco fabricantes.

Reflorestamento
Kämpf aposta em uma situação favorável ao setor. Um dos motivos é o uso da aviação agrícola na gestão de reflorestamentos, nicho que irá crescer com o novo Código Florestal, atualmente em discussão no Congresso Nacional.

Estudo do Sindag aponta que o emprego de aviões também crescerá junto a serviços como aplicação de inseticidas no combate à dengue.

À espera
"O problema é que nesse caso o setor depende de liberação do governo federal, e ainda esperamos pelo aval", comenta Kämpf.

Há também outro nicho ainda em fase inicial: usar aviões no combate a incêndios de plantações de grãos e de cana-de-açúcar.

Curto prazo

Independente da burocracia ou da entrada do novo Código Florestal, o mercado de aviação agrícola tem como avançar no curto prazo.

"Somente nos últimos anos o setor tem crescido junto à citricultura e a cafeicultura, e na cana-de-açúcar, o potencial é muito grande porque é preciso aplicar adubos e defensivos, e, se fizer as contas, o produtor penderá para as aeronaves", diz.

fonte/ACidade

QUATRO MORREM EM QUEDA DE HELICÓPTERO NA HOLANDA

Um helicóptero caiu em dunas de areia, perto do porto holandês de Roterdã, em frente a um grande grupo de ciclistas que participavam de um evento neste domingo (27), matando quatro das cinco pessoas a bordo.

Inicialmente, três pessoas haviam morrido, mas um quarto ocupante morreu posteriormente, no hospital, um segundo um porta-voz da polícia.

O helicóptero Eurocopter EC 130 B4, prefixo PH-ECJ, transportava três fotógrafos que cobriam o evento ciclístico que acontece na véspera da Volta da França no próximo sábado.

Além do piloto, um funcionário do porto de Roterdã também estava a bordo, informou a agência holandesa de notícias ANP.

Segundo o porta-voz da polícia, testemunhas disseram terem visto o helicóptero simplesmente caindo no chão.

Todos os passageiros eram homens, mas não estava claro quem morreu no acidente.

O helicóptero da companhia holandesa Heli Holland Airservice foi contratado pelo porto de Roterdã.

fonte/Reuters/Oglobo

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...