quarta-feira, 28 de novembro de 2012

90% DOS HELICÓPTEROS USADOS PARA TRANSLADOS PARA O AUTÓDROMO DE INTERLAGOS NESTE FIM DE SEMANA DO GP DE FÓRMULA UM SÃO ILEGAIS

  ANAC não sabia ????........fiscalização ???? 
 
Mais de 90% dos helicópteros usados para o transporte de passageiros para o Autódromo de Interlagos, em São Paulo, para a corrida de Fórmula 1, no fim de semana, são irregulares e configuram o que a ABTAer (Associação Brasileira de Táxis Aéreos) chama de: transporte aéreo clandestino. São aeronaves particulares usadas para transportar passageiros de maneira ilegal, oferecendo risco para o passageiro e para a cidade como um todo. 
 
“Basta conferir e vai comprovar que a maioria das aeronaves usadas no traslado para Interlagos é particular e sem autorização para transporte remunerado de passageiros”, disse o presidente da entidade, Comandante Milton Arantes. A ABTAer vai inclusive formalizar denúncia junto à ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para que o fato seja investigado e os envolvidos sejam punidos.

Segundo o presidente, com a elevada demanda provocada pela corrida de Fórmula 1, proprietários de aeronaves particulares, não homologadas para esse fim, utilizam seus helicópteros ou colocam à disposição de terceiros que querem ganhar dinheiro com o evento. “Quem escolhe voar em um helicóptero de transporte aéreo clandestino não sabe em que aeronave está voando, que tipo de manutenção tem sido feita, não conhece o piloto, pois normalmente são freelancers, não sabe se quer se ele é habilitado para voar naquele tipo de aeronave e nem que hábitos de vida possui”, afirma o comandante. Muitas vezes os passageiros não sabem que este tipo de irregularidade existe e, consequentemente, desconhecem o risco. 

Aeronaves licenciadas para o fretamento nestes casos são apenas as aeronaves das companhias de táxi aéreo que são regulamentadas pela ANAC para o transporte de passageiros. Para isso, são fiscalizadas com muito mais rigor que as aeronaves particulares em termos de manutenção, precisam trabalhar apenas com tripulação contratada e ainda são obrigadas a cumprir jornadas de trabalho com as tripulações para evitar os riscos de cansaço e de excesso de horas de voo em um dia. “No transporte aéreo clandestino não há nada disso, o risco é enorme para todos”, afirma o Comandante Milton. 

A ABTAer é uma organização não governamental, de âmbito nacional, sem fins lucrativos, composta atualmente por quarenta e duas empresas associados, representando 16 Estados. A entidade nasceu há dois anos da iniciativa dos empresários do setor, que buscam a solução para os problemas que atingem esse segmento. O objetivo da ABTaer é interagir com os Órgãos Reguladores da Aviação Civil e apoio político, visando mitigar os problemas e dificuldades que atingem a categoria. Mais informações em www.abtaer.com.br
 
fonte/Egom Assessoria de Imprensa

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

ANTONOV SAI DA PISTA NA RÚSSIA


Um Antonov AN-26B-100, da Polar Airlines, registro RA-26061, realizando o voo RKA-227 de Yakutsk para Deputatsky [UEWD] (Russia) com 23 passengers e 5 tripulantes, saiu da pista (10) ao pousar no Aeroporto de Deputatskiy, Rússia.

O avião não conseguiu parar na pista e invadiu um campo nevado. O trem de pouso do nariz dofreu colapso e a asa direita torceu para frente, fazendo com que o motor nr. 2 tocar no chão. Não houve feridos no acidente.

fonte/AvHerald/ASN/foto/Aviaforum

HELICÓPTEROCAI NO AEROPORTO DE MARICÁ, RIO, NESTA MANHÃ DE QUINTA-FEIRA


Um helicóptero (PP-MEJ) de instrução caiu no fim da manhã desta quinta-feira (22) no aeroporto de Maricá, RJ. A aeronave pertence à empresa Helimax, de acordo com o Aeroclube da cidade. O helicóptero tentava pousar nas proximidades do aeroporto quando capotou. Segundo o Corpo de Bombeiros, o instrutor e o piloto nao ficaram feridos.

No entanto, as informações dos Bombeiros confirmam que a aeronave ficou destruída. Uma equipe regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, o Cenipa, se dirigiu ao local. 

Na manhã de ontem, no Rio de Janeiro, outro helicóptero de instrução caiu deixando dois mortos. O helicóptero saiu do aeroporto de Jacarepaguá e seguia em direção a Angra dos Reis, antes da colisão em Guaratiba.

A área onde aconteceu o acidente costuma ser usada para voos de instrução, pois tem número menor de aeronaves. O tempo, no entanto, estava bastante nublado e, portanto, com baixa visibilidade.

fonte/G1

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

MORTOS EM QUEDA DE HELICÓPTERO NO RIO SÃO RETIRADOS DA MATA

Os corpos de Silvestre Neto, de 34 anos, e Felipe B., de 18, foram retirados da mata na tarde desta quarta-feira (21). Eles morreram no acidente com um helicóptero na Grota Funda, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, na manhã desta quarta-feira (21).

Amigos de profissão do piloto Silvestre T. Neto afirmaram que ele era experiente e tinha mais de mil horas de voo. Segundo o policial da Coordenadoria de Recursos Especiai (Core) e instrutor de voo Leonardo Aranha, o professor Silvestre jamais colocaria a vida dele e de um aluno em risco. Felipe B., de 18 anos, também morreu no acidente com a aeronave da escola de aviação Rio 22.

"Esse garoto trabalhou comigo e era um cara super experiente. Ele nunca colocaria o aluno em uma situação de risco iminente. Antes de qualquer voo, ele firmava com o aluno as condições meteorológicas e as regras. Tenho certeza que ele não colocou o aluno dentro de uma nuvem", afirmou Aranha, que trabalha em uma escola onde o piloto Silvestre já trabalhou.

Conforme mostrou o RJ TV, a área onde aconteceu o acidente costuma ser usada para voos de instrução, pois é uma área com número menor de aeronaves. Contudo, o tempo na parte da manhã estava bastante nublado e, portanto, com baixa visibilidade.

De acordo com o instrutor de voo Bruno Dinelli, que deu as aulas teóricas para Felipe, o jovem era muito dedicado e estava terminando o curso para piloto.

"Primeiro são 4 meses de aula teórica para piloto privado, depois são mais 40 horas de aulas práticas. Depois disso, o aluno passa por mais 5 meses de aula teórica para piloto comercial, para então realizar 60 horas de aula prática para essa modalidade. Ele era um garoto super dedicado, que estava sempre interessado nas aulas, nunca faltava e só queria concluir o seu curso para poder exercer a atividade remunerada", declarou Dinelli.

Além de instrutor de voo, Silvestre Neto também era mestre de jiu-jitsu em uma academia em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Ele fazia parte de um projeto do Instituto Reação, do judoca Flavio Canto, que oferecia bolsas para alunos da Cidade de Deus, também na Zona Oeste, segundo informou o amigo e professor de jiu-jitsu, Rodrigo Abreu, de 32 anos.

“Vamos reunir todo mundo para saber o que vamos fazer, para saber até mesmo se o jiu-jitsu vai continuar na academia. Ele era um cara excepcional, recebia todo mundo sorrindo, uma pessoa super do bem. Ele dava bolsa para quem não podia pagar. Tirava do próprio bolso para ajudar as pessoas”, declarou Abreu, que contou ainda que o Silvestre pretendia se casar em junho do ano que vem.

O caseiro Júlio César Jesus Pinto, de 40 anos, contou que tudo aconteceu muito rápido. "Ele veio da Barra no sentido Santa Cruz e só ouvi o estrondo. Cheguei lá e estava tudo destruído. Um corpo estava pendurado na árvore e outro caído no chão do lado de fora do helicóptero. Na hora do acidente tinha muita neblina, não dava para ver nada. Até carro tinha que ter cuidado para passar aqui na estrada. A visibilidade era péssima", disse o Júlio, que trabalha em um sítio próximo ao local do acidente.

O caminhoneiro Marcelo da Silva Gama, 37 anos, viu o momento em que a aeronave estava sem controle. "Ele vinha embicado para baixo e cheguei a comentar com o meu colega que aquele helicoptero estava caindo. Ele bateu numa jaqueira e caiu de vez. Acho que se não tivesse batido nessa árvore, eles teriam sobrevivido. Aqui, quando tem neblina, nao dá para ver nada. Sempre tem acidente de carros e caminhões nessa região", afirmou o caminhoneiro.

Por volta das 10h, a aeronave, que pertence à empresa Rio 22, foi encontrada totalmente destruída. No mesmo horário, peritos foram para o local do acidente. Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) chegou por volta das 12h e foi a responsável pela liberação dos corpos. Segundo a Cenipa, o resultado da perícia, que esclarecerá as causas do acidente, deve ficar pronta em 30 dias.

fonte/G1/foto/

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

TRABALHADOR MORRE ESMAGADO AO DESCARREGAR MALAS


Acidente ocorreu ontem ao final da tarde e obrigou o avião da TAP a ficar no aeroporto de Roma. Passageiros retidos já regressaram a Portugal. Trabalhadores da empresa Aviapartner em greve. 

O acidente ocorreu pouco depois o avião da companhia aérea nacional ter aterrado no aeroporto de Roma às 18.17 (hora local, menos uma em Lisboa). Segundo o DN apurou, o operador da empresa Aviapartner, - Giorgio Monti, italiano de 44 anos - que faz o 'handling' em Roma, encontrava-se na máquina (que funciona como um elevador) e esta, ao subir, não terá parado, esmagando o trabalhador contra a porta do avião. Não se sabe se foi erro humano ou falha do equipamento.

O avião em causa não pôde regressar a Portugal devido à investigação em curso e para averiguar se foram provocados danos na aeronave. O aparelho era suposto ter feito um voo de regresso a Portugal, mas a TAP confirmou ao DN que os passageiros que eram suposto ter regressado ontem no avião em causa foram colocados noutro aparelho e já estão no País.

O DN está a tentar contactar a empresa Aviapartner.

Entretanto, a TAP informa que os trabalhadores da empresa não estão a prestar a assistência normal aos aviões devido ao acidente, o que está a prejudicar a normalidade no aeroporto da cidade italiana.
"Os trabalhadores da Aviapartner não estão a prestar assistência normal tanto à frota da TAP como das restantes companhias a que presta assistência, afetando, de forma significativa, a atividade operacional do aeroporto", refere, em comunicado, a transportadora aérea, acrescentando estar a "desenvolver todas as diligências para poder operar ainda hoje"

fonte/DNPortugal

AVIÃO DO FLUMINENSE FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA

Nem tudo foi alegria após a conquista do tetracampeonato brasileiro. O voo fretado que trouxe a delegação do Fluminense de Presidente Prudente para o Rio de Janeiro, após a vitória por 3 a 2 sobre o Palmeiras, reservou fortes emoções aos campeões. Com quase uma hora de atraso e em um pouso de emergência, o avião finalmente chegou ao Aeroporto Internacional Tom Jobim após arremeter três vezes e ter tido bombeiros e ambulâncias acionados para o caso de algum acidente. Passado o susto, a chegada foi comemorada pelos atletas com gritos de "tetracampeão".

Já perto do pouso, as luzes da cabine informaram que o trem de pouso dianteiro não estava baixando. Por isso, o piloto teve de arremeter três vezes, além de realizar alguns procedimentos de emergência, como curvas bem fortes que deixaram a cabine com bastante pressão. O pouso foi recheado de expectativa. O comandante pediu para os passageiros ficarem em posição de impacto. No fim das contas, o trem de pouso estava funcionando perfeitamente, e o problema era apenas no equipamento de sinalização na cabine.

- Foi como o jogo. Estava tudo tranquilo e de repente teve um drama no fim antes do gol do título. O voo também foi assim. Saímos tranquilos e teve esse drama no trem de pouso. Muita tensão na aterrissagem. Agora é só alegria - disse o goleiro Diego Cavalieri, já em terra firme.

O zagueiro Gum também sofreu no avião.

- Muita emoção mesmo. É a primeira vez que passo por isso. Graças a Deus vamos conseguir voltar para casa e para nossas famílias. Ainda mais com um título tão esperado. É muita emoção para um dia só.
Mas nem todo mundo conseguiu se recuperar após o susto. O técnico Abel Braga ficou muito nervoso com toda a situação e não seguiu para a festa com os jogadores. Deixou a pista do aeroporto em um carro da Infraero, dizendo que iria pegar um táxi, provavelmente para a casa.


Já na pista, os jogadores se deparam com alguns torcedores e seguiram em um ônibus em direção ao trio elétrico que vai levá-los para a festa que os espera nas Laranjeiras.
No caminho para a sede tricolor, o time foi seguido por cerca de mil pessoas. Fred comandou a festa. Com microfone em punho, ele puxava a comemoração com gritos de "tetracampeão".

Antes do susto, a festa
Sustos à parte, os jogadores fizeram muita festa dentro do avião antes do problema com o trem de pouso. Eles ficaram basicamente na parte de trás da aeronave, muitos sem camisa, cantando músicas do Fluminense, o hino tricolor e provocações entre si. A festa foi regada a cerveja e muito champanhe.

fonte/G1
 

domingo, 11 de novembro de 2012

PILOTO SOFREU TRAUMATISMO E LESÃO EM ACIDENTE EM CONGONHAS, DIZ HOSPITAL

 

O piloto Michael Rumpf Gaail, de 66 anos, sofreu traumatismo craniano, lesão no tórax e coluna lombar no acidente ocorrido no fim da tarde de domingo (11) no Aeroporto de Congonhas, Zona Sul de São Paulo. De acordo com o Hospital Santa Paulo, ele vai passar por cirurgia para reduzir a pressão intracraniana.
Também estavam no avião a esposa do piloto, Elaine Damaceno Rodrigues Gaail, de 37 anos, e o copiloto Rafael Ferreira, de 21 anos.

O avião que se acidentou derrapou na pista do aeroporto e caiu em um terreno ao lado da Avenida dos Bandeirantes. A aeronave particular, um jato executivo de prefixo PRMRG da empresa Tropic Air, saiu de Florianópolis e tocou o solo na pista auxiliar às 17h27, quando ocorreu o acidente.
Elaine foi atendida no mesmo hospital para o qual o marido foi levado e recebeu alta. O copiloto foi levado para o Hospital das Clínicas. Não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde de Rafael Ferreira.

Intervenção
De acordo com nota divulgada pelo assessoria do Hospital Santa Clara pouco depois das 21h, o piloto Michel Gaail seria submetido a cirurgia.  "No momento o paciente está sob os cuidados da equipe multidisciplinar, sendo preparado para uma intervenção neurocirúrgica para monitorar a pressão intracraniana", informa o hospital.

Acidente
De acordo com a Infraero, cinco equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local. “Fomos chamados para fazer proteção com espuma para evitar eventuais riscos de explosão, pois poderia haver materiais inflamáveis”, afirmou o sargento Amauri Martins, do Corpo de Bombeiros.

Segundo a Infraero, o aeroporto interrompeu totalmente as atividades às 17h35 por causa do acidente, por motivos de segurança. O terminal foi reaberto às 18h41. No balanço das 20h, o aeroporto registrava 18 voos com atrasos, o que representava 10,4% dos previstos para todo o dia.


Aeronave
A aeronave que derrapou em Congonhas é um Cessna Citation Cj3. A empresa proprietária do modelo descreve em seu site que trata-se de um avião com "luxuosa cabine". Ele é destacado ainda por ter assentos reclináveis e "finamente revestidos".

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que a aeronave estava com a documentação em dia: tanto a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) quanto o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) eram válidos até novembro de 2013. Segundo a Anac, não foi confirmado ainda se a habilitação do piloto estava em dia.

De acordo com a Aeronáutica, uma equipe do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 4) vai investigar o acidente.


fonte/G1

ATUALIZADO - ACIDENTE EM CONGONHAS


  
MATRÍCULA: PRMRG
Fabricante:
CESSNA AIRCRAFT
Modelo:
525B
Número de Série:
525B-0187
Tipo ICAO :
C25B
Tipo de Habilitação para Pilotos:
C525
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 2 MOTORES JATO/TURBOFAN
Peso Máximo de Decolagem:
6291 - Kg
Número Máximo de PAX:
008
Posted Image
Categoria de Registro:
PRIVADA SERV.TRANSP.AEREO PUBLICO NAO REGULAR TX.AEREO
Número dos Certificados (CM - CA):
17485
Situação no RAB:
ARRENDAMENTO OPERACIONAL
Data da Compra/Transferência:
191207
Posted Image
Data de Validade do CA:
14/11/13
Data de Validade da IAM:
011113
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal

Trânsito
A Avenida dos Bandeirantes registra, por volta das 18h45, cerca de 2,8 km de lentidão no sentido Marginal do Pinheiros, desde o Viaduto João Julião da Costa Aguiar até a Avenida Dante Delmanto.

No sentido oposto, em direção à Rodovia dos Imigrantes, há morosidade desde o Viaduto Amaro até a rua Funchal. São 1,7 km de filas e a pista está bloqueada na região do acidente. 

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) afirma que o congestionamento é causado pela curiosidade de motoristas e por algumas viaturas dos bombeiros que ocupam parte da avenida.

fonte/Estado


foto/AdrianoLima

HOMEM MORRE APÓS PASSAR MAL EM VOO DA TAM

Um homem morreu na tarde de ontem durante um voo da TAM que fazia a rota São Paulo-Recife. O voo 3532, que saiu do aeroporto de Guarulhos (Grande SP) teve que fazer uma escala não programada em Confins, em Minas Gerais. 

De acordo com a TAM, o passageiro, cuja identidade não foi divulgada, passou mal cerca de 40 minutos após a aeronave decolar. Os comissários e dois médicos, que estavam a bordo, prestaram os primeiros socorros. 

O homem, que viajava sozinho, morreu antes do avião pousar no aeroporto mineiro. 

Os demais passageiros tiveram que seguir a viagem para Recife em outro voo, já que a aeronave ficou retida para a retirada do corpo pelo IML. 

fonte/FolhaSP

JATO DERRAPA E CAI NA CABECEIRA DA PISTA DE CONGONHAS

Um avião de pequeno porte derrapou na pista do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, e caiu em um terreno ao lado da Avenida dos Bandeirantes na tarde deste domingo (11). A aeronave particular, um jato executivo de prefixo PRMRG, teria saído de Florianópolis (SC).

Segundo a Infraero, três pessoas estavam a bordo. Duas ficaram levemente feridas. A outra pessoa passa bem.


De acordo com a Infraero, cinco equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local e conseguiram controlaram o incêndio que teve início na aeronave. Ainda não se sabe o que causou o acidente.
Segundo a Infraero, o aeroporto interrompeu totalmente as atividades às 17h35 por causa do acidente, por motivos de segurança. O terminal ainda permanece fechado.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que a aeronave estava com a documentação em dia, havia passado pela inspeção anual de manutenção e também tinha certificado de aeronavegabilidade. Segundo a Anac, não foi confirmado ainda se a habilitação do piloto estava em dia.


fonte/foto/G1

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

ESPANHOLA IBÉRIA VAI CORTAR 4.500 POSTOS DE TRABALHO

A companhia aérea espanhola Iberia cortará 4,5 mil postos de trabalho para tentar evitar o colapso da empresa e voltar a ser rentável, anunciou a matriz Internacional Airlines Group (AIG) em Londres.

— A Iberia está em uma luta pela sobrevivência. É insolvente em todos os mercados. Temos que tomar decisões graves para salvar a companhia e fazer com que volte a ser rentável — afirmou Rafael Sánchez-Lozano, presidente da empresa, em um comunicado.

Segundo ele, a decisão dos cortes foi tomada para proteger quase 15 mil postos em toda a companhia aérea.

"A menos que tomemos decisões radicais para introduzir mudanças estruturais permanentes, o futuro da companhia será sombrio. No entanto, este plano não oferece uma plataforma para voltar a crescer", conclui o comunicado de Sánchez-Lozano.

A empresa fixou prazo até 31 de janeiro para alcançar um acordo com os sindicatos a respeito das demissões. "Se um acordo não for obtido, cortes maiores e uma redução ainda mais radical no tamanho e na escala das operações da Iberia deverão ser adotadas para salvaguardar o futuro da empresa", destaca a nota. 

fonte/AFP/ZHora

HELICÓPTEROS TERÃO QUE VOAR MAIS ALTO EM SÀO PAULO PARA REDUZIR RUÍDOS

Os helicópteros de São Paulo terão que trafegar em uma altitude de 200 pés (cerca de 60 metros) superior a partir do próximo mês. A medida ocorre para reduzir os ruídos das aeronaves nas regiões da Lapa, Vila Romana e Morumbi (zona oeste). 

As novas altitudes foram determinadas pelo SRPV-SP (Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo e começam a valer em 13 de dezembro. Com isso, os pontos da cidade em que a altitude era de 3.000 pés passarão para 3.200, e os que eram de 3.100 serão de 3.300. 

Segundo a FAB (Força Aérea Brasileira), além da redução de ruídos, a mudança acontece também devido a "necessidades operacionais", mas não foi especificado quais seriam elas.
A região metropolitana de São Paulo possui 23 REH (Rotas Especiais de Helicópteros), e há cerca de 1.600 movimentos diários deste tipo de aeronave. 

fonte/FolhaSP

ACONTECEU NO AEROPORTO DE CORK EM 2011



quinta-feira, 8 de novembro de 2012

AEROPORTO DE BELÉM FICARÁ SEM ENERGIA NA MANHÃ DE SÁBADO

A Infraero realizará manutenção corretiva e preventiva no circuito elétrico principal de suprimento de energia do aeroporto de Belém, neste sábado (dia 10), das 7h às 9h30.

No período, o terminal de passageiros ficará sem energia elétrica. "O horário e a data escolhida para a execução dos serviços, foi acordado previamente com toda a comunidade aeroportuária, como de menor impacto operacional possível", diz a nota da Infraero
fonte/PanRotas

HELICIDADE PARTICIPA DO 8. SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE SEGURANÇA DE VOO


O Helicidade estará com um estande durante o 8º Seminário Internacional Sobre Segurança de Voo, que será realizado no auditório da Universidade Anhembi Morumbi, Campus Casa do Ator, de 6 a 8 de novembro, em São Paulo. Na edição 2012, a Abraphe (Associação Brasileira de Pilotos de Helicóptero) reforça o formato das edições anteriores com foco na troca de experiência, no estudo e análise de casos como base para a atualização profissional e a prevenção de acidentes.

A programação de 2012 inclui palestras sobre o mercado de trabalho, áreas em evidência e também o futuro do segmento. Realizado a cada dois anos, o evento reúne autoridades do setor aéreo, empresas, pilotos de helicóptero, alunos, profissionais de manutenção e demais áreas relacionadas. O Helicidade está entre as empresas apoiadoras da iniciativa.

Sobre o Helicidade Heliporto
Idealizado pelo economista Fabio Tinelli, o Helicidade iniciou as operações em 2002, no bairro do Jaguaré (SP). Atualmente, configura entre um dos maiores centros de serviços especializados para helicópteros do país. Com área de 18 mil m² e um prédio de quatro andares, o Helicidade conta com um heliponto, 12 spots, 4.500 m² de hangaragem, com capacidade para cerca de 80 aeronaves, oficina para manutenção, mais áreas de manobra e abastecimento. Outro diferencial do Helicidade são as instalações para os pilotos e usuários dos serviços, como estação meteorológica on line, estacionamento para automóveis, salas de reunião, restaurante, vestiários e suítes para descanso e pernoite. Mais informações, acesse www.helicidade.com.br

fonte/WR

ITAIPU COMEÇA A DESENVOLVER AVIÃO ELÉTRICO

 O Projeto Veículo Elétrico, desenvolvido por Itaipu Binacional e parceiros, fechou acordo com a empresa ACS Aviation, de São José dos Campos (SP), e pretende colocar no ar em 2013 o primeiro avião elétrico brasileiro. A empresa paulista produz um pequeno e moderno modelo esportivo, o ACS 100 Sora, que hoje voa com motor a combustão. 

O coordenador brasileiro do Projeto VE, engenheiro Celso Novais, explica que a nova linha de pesquisa vai agregar ao trabalho conhecimentos sobre o uso de materiais compostos, altamente resistentes, para a redução do peso dos protótipos. E não há setor que entenda mais sobre esse assunto que as empresas aeronáuticas. 

“O avião, em si, não é uma ferramenta estratégica para o Projeto VE. Mas representa um meio de transporte em que o peso é fator determinante. A ACS desenvolveu, por exemplo, uma asa que é tão resistente que suporta dez sacos de cimento em cada lado. Ao mesmo tempo, é tão leve que você consegue levantá-la com um dedo. É esse o know-how a que estamos interessados”, comentou. 

De acordo com Celso Novais, a redução do peso dos protótipos é o caminho mais rápido – e eficiente – para melhorar a autonomia dos veículos elétricos. A outra estratégia seria melhorar a densidade energética das baterias – o que requer mais tempo e altos investimentos.

Tecnologia  O engenheiro comentou que a ACS foi apresentada ao Projeto VE por funcionários da Embraer. O interesse dos empresários era desenvolver um motor elétrico para o pequeno Sora, e o nome de Itaipu logo surgiu como referência no setor. “A ACS é uma empresa jovem, mas com alta tecnologia, formada por profissionais competentes e com muito conhecimento na área de aeronáutica”, diz Celso Novais. 

Desde setembro, integrantes do Projeto VE já acompanham testes com o Sora e levantam informações como a potência necessária para decolar e taxiar na pista. O próximo passo, já em Itaipu, será construir em bancada toda a estrutura elétrica que será incorporada ao avião. Se tudo der certo, o primeiro avião elétrico brasileiro – e da América Latina – vai decolar da pista de Itaipu, na margem paraguaia da usina, em agosto de 2013. “O nosso avião terá as mesmas características dos mais avançados produtos que estão sendo feitos no mundo”, afirma Novais.

 

fonte/foto/

AVIÃO COM CONTRABAMDO FAZ POUSO FORÇADO NO INTERIOR DO PARANÁ

Uma aeronave de pequeno porte teve de fazer um pouso forçado na tarde desta quinta-feira (8) em Altônia, na região noroeste do Paraná. De acordo com o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego (Cindacta), no avião estavam duas pessoas. Ninguém ficou ferido.

O avião transportava eletrônicos contrabandeados do Paraguai. Os ocupantes do avião conseguiram fugir antes da chegada dos policiais.

Na tarde desta quinta, o avião que saiu do Paraguai havia pousado na região de Barretos, em São Paulo. Pouco antes, a Polícia Rodoviária Federal recebeu a informação de que a aeronave pertencia a traficantes e montou uma operação conjunta com a Receita Federal, para esperar o pouso do avião.

Após o pouso em São Paulo, houve troca de tiros entre os policiais e os ocupantes do avião. Os suspeitos conseguiram retornar à aeronave e decolaram novamente, mas acabaram tendo que fazer o pouso forçado ao sobrevoar o noroeste do Paraná.

Agora, a polícia investiga se os contrabandistas pretendiam voar até o Mato Grosso do Sul ou retornar ao Paraguai.

fonte/G1/foto/BrandaoJunior.com.br

terça-feira, 6 de novembro de 2012

AVIÃO CAI E MATA TRÊS PESSOAS EM ALMIRANTE TAMANDARÉ, PARANÁ

Um avião de pequeno porte caiu por volta das 19h, desta terça-feira (6), em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo o 2º Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta II), o avião saiu de Dourados, no Mato Grosso do Sul, e iria pousar no Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba.

De acordo com os Bombeiros, três pessoas morreram e outra ficou ferida em estado grave. A vítima que sobreviveu é um homem de 35 anos. Ele foi levado pelo helicóptero do Grupamento Aéreo (Graer) para o Hospital do Trabalhador.

Segundo a Aeronáutica, a aeronave transportava o piloto, copiloto e mais dois passageiros. O avião que caiu é um Piper bimotor, modelo PA-31T2.

A aeronave é de uma empresa que tem sede no Aeroporto do Bacacheri. Procurada pelo G1, a empresa informou que ainda não tem detalhes sobre o acidente.


fonte/G1/foto/ Yuri Braz/Casa Militar do Paraná

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

DIVULGAÇÃO - MEIO.IN - SITES SOBRE AVIAÇÃO BRASILEIRA

Por que os blogs e sites que falam de aviação no Brasil são tão pequenos e tão espalhados? Com o desenvolvimento do Meio.IN venho montando um mapa deste cenário e esta é a principal constatação. Vou um pouco além, por que não temos como principal fonte de rendimento este assunto que tanto curtimos?

O Meio.IN tem como desafio incentivar o crescimento e o aprimoramento de sites Brasileiros que falam sobre Aviação e Simulação de Vôo e eu conto com o apoio e a ajuda de todos os Blogueiros que fazem parte da ferramenta – se você está recebendo este email provavelmente já faz parte – e vamos, com a ajuda de todos, recrutando pessoas dispostas a compartilhar esta missão.

Já reparou a amplitude dos veículos de comunicação Americanos como o Aviation Today? O Brasil tem uma das maiores frotas e quantidades de operações do mundo. São muitas pessoas interessadas e falando sobre estes assuntos. No Facebook páginas que publicam fotos de aviões chegam a ter mais de mil “likes” por foto! Vamos trazer este público do Facebook para os nossos sites!

Não existem Podcasts em Português discutindo aviação.
Esta é uma idéia que acredito funcionar bem, ainda mais que Podcasts estão em moda. Destes os principais programas falam de assuntos Nerds, sobre computadores Apple ou sobre piadas e variedades. São ótimos, mas eu gostaria de ouvir um falando do mundo da aviação. Que tal produzir um programa semanal, ora gravado em vôo em uma aeronave diferente a cada semana, ora entrevistando uma pessoa influente do meio, em um aeroclube ou em um papo de hangar? Deixo aqui a dica para quem queira tocar e dou total apoio, até dando dicas como produzir, hospedar e divulgar. O Meio.IN pode ajudar metendo a mão na massa para o seu blog aparecer. Se tiver alguma dúvida ou pedido de ajuda entre em contato.

Se curtir este ou qualquer outro assunto publicado no site, pode publicar, pode espalhar, pode fazer pirataria com tudo isso. Chame outros blogs e sites para dentro da ferramenta. Quanto mais pessoas lendo é melhor para divulgar o nosso trabalho.

Abraços a todos e bons vôos.


O artigo mais visto no último mês, foi um publicado no blog Cavok Brasil – “Piloto da Pilatus completa 200 voos transatlânticos com aeronaves PC-12” – leia http://meio.in/go/37856

Você colocaria um Banner do Meio.IN no seu site?
 Veja aqui um kit para divulgação: http://s3.amazonaws.com/meioin/bloggers.html


Marcelo Bresciani

Meio.IN - http://meio.in
Twitter: @MarceloJ

VÍDEO - CESSNA 172S COLIDE COM SUV VOLVO NO TEXAS




fonte/ASN/WFAA

sábado, 3 de novembro de 2012

INCIDENTE NO AEROPORTO DE BACACHERI COM A AERONAVE PP-BPP.......VÍDEO E FONIIA


fonte/ContatoRadar/Forum

AVIÃO CAI E FICA PRESO NA REDE ELÉTRICA EM GOIÂNIA


Uma aeronave de pequeno porte, modelo Cesar 152, comumente utilizada para treinamento de pilotos, caiu na fiação elétrica do Setor Chácara Recreio São Joaquim, em Goiânia, na tarde deste sábado (03).

O avião encontra-se enrolado nos fios da rede elétrica. O Corpo de Bombeiros foi acionado e resgatou os dois tripulantes, que tiveram apenas ferimentos leves. Segundo informações do órgão de socorro, a tripulação da aeronave foi conduzida ao Cais Cândida de Morais.

fonte/HojeNoticia/foto/OPopular

CORPOS DOS HOMENS QUE MORRERAM EM QUEDA DE AVIÃO SÃO LIBERADOS PELO IML

O piloto da aeronave era médico ginecologista e tinha consultórios em Videira e Balneário Camboriú

Os corpos dos dois homens que morreram na queda de uma aeronave de pequeno porte na Praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú, foram liberados do Instituto Médico Legal (IML) da cidade pouco antes das 16h deste sábado. O piloto do avião, Júlio César Mandelli, 58 anos, era médico ginecologista e possuía consultórios em Videira e Balneário Camboriú. O Corpo dele será cremado neste domingo.

Já o corpo do empresário Claudir Gheller, 53 anos, foi transportado ao município de Videira, onde morava com a família. O filho dele, de 11 anos, também estava na aeronave e conseguiu se salvar. O menino sofreu ferimentos leves e passa bem.

O acidente ocorreu por volta das 10h deste sábado. A aeronave PU-ZOE saiu do Aeroclube de Itapema para um passeio. Minutos depois caiu no mar de Taquaras e afundou imediatamente. O menino de 11 anos foi salvo com a ajuda de pescadores que estavam na praia. Mandelli e Gheller ainda tentaram nadar até a faixa de areia, mas morreram afogados.

O resgate das vítimas foi feito pelo Corpo de Bombeiros, que chegou ao local de Jet Sky. Na areia, os soldados ainda tentaram reanimar os dois homens, mas não havia mais o que fazer.
Segundo o Aeroclube de Itapema, o piloto era habilitado e a aeronave, até então, não tinha apresentado defeitos mecânicos.

O caso será investigado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), com o apoio da Capitania dos Portos de Itajaí. Ainda não se sabe as causas do acidente e nem quando e como a aeronave será retirada da água. 

fonte/OSOLDiario/DC

DUAS PESSOAS MORREM EM QUEDA DE AVIÃO NESTE SÁBADO EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ, SANTA CATARINA

Uma aeronave de pequeno porte caiu na manhã deste sábado em Balneário Camboriú. O avião caiu na praia de Taquarinhas por volta das 10h. A aeronave experimental decolou do Aeroclube de Itapema e caiu no mar minutos depois.

De acordo com a Polícia Militar de Balneário Camboriú, dois adultos — piloto e passageiro — morreram na queda. Um menino de 11 anos sobreviveu e foi socorrido por pescadores e encaminhado com ferimentos leves ao Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú.

Os corpos já foram recolhidos e encaminhados ao IML de Balneário Camboriú. A aeronave está submersa e ainda não há informações sobre o motivo da queda.

fonte/ZeroHora

VÍDEO DO ACIDENTE NO AEROCLUBE DE PINA, RECIFE


sexta-feira, 2 de novembro de 2012

PILOTO PASSA MAL E MONOMOTOR CAPOTA NO AEROCLUBE DE PINA, RECIFE

Piloto passa mal e monomotor capota no Aeroclube do Pina

Publicado em 02.11.2012, às 12h30


a7595508d387bae43b7589728aebb706.jpg
O piloto pode ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) durante o voo
Foto: Igo Bione/JC Imagem

Por volta das 11h desta sexta-feira (2), feriado de Finados, um monomotor capotou no Aeroclube de Pernambuco (Acpe), no Pina, Zona Sul do Recife, após o piloto Paulo Afonso de Oliveira Lima, de 55 anos, passar mal durante o voo e tentar fazer um pouso de emergência. A aeronave, que tocou o chão em alta velocidade, pilonou (termo usado para capotagem de aviões) após sair da pista.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e enviou uma viatura ao local. O monomotor, que vinha de Natal, no Rio Grande do Norte, é um ultraleve avançado RV-9 (considerado um modelo experimental) e pertencia ao piloto, que viajava sozinho.

De acordo com informações do Hospital da Restauração, para onde a vítima foi socorrida por um helicóptero da Polícia Federal, Paulo Afonso pode ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) durante o voo. Ainda segundo a unidade de saúde, o estado de saúde dele é grave. Está em coma.

Segundo o presidente do Aeroclube, Francisco Rodrigues, o piloto não sofreu ferimentos externos, o que torna mais provável a hipótese dele ter passado mal durante o voo.

Paulo Afonso de Oliveira Lima viajava para o Recife para participar de um encontro de pilotos, o Airventure Pernambuco. O evento é considerado o maior do gênero dentro do Norte e Nordeste e acontece pela primeira vez no Estado, com palestras, exposições e apresentações culturais. Por conta do acidente, parte da programação (que segue até o domingo), está suspensa.


fonte/JC/N10

ATUALIZADO 16:05 - AVIÃO CAI E MATA 4 PESSOAS EM MATO GROSSO


Governador lamenta morte de engenheiros em queda de avião

Em nota publicada no site da Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom) o governador Silval Barbosa disse lamentar a morte de dois engenheiros da Secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana, Orlando Monteiro da Silva e Sidney Benedito Nunes, ambos de 57 anos e vítimas de acidente aéreo ocorrido na tarde desta quinta-feira (1º), entre os municípios de Chapada dos Guimarães e Nova Brasilândia. 
O avião com os corpos do engenheiros, além do piloto Thyago Santoro, 24, e o co-piloto ainda não identificado, foi encontrado na manhã desta sexta-feira (02). Silval externou suas condolências às famílias neste momento de dor. "Estendo meu pesar aos familiares nesse momento de dor. Uma tragédia que nos deixa muito tristes". Ainda não há previsão do horário em que os corpos serão translados para Cuiabá.



Quatro pessoas ocupantes de um avião de pequeno porte que, segundo informações preliminares, saiu do município de Confresa (1.160 Km a nordeste da Capital) com destino a Cuiabá morreram após o avião bater em uma serra e cair numa região de mata em uma fazenda de Nova Brasilândia (215 Km ao sul de Cuiabá). O primeiro contato com o Corpo de Bombeiros da região foi feito por equipes de Brasília por volta das 18h40 desta quinta-feira (1º). Equipes de busca composto por bombeiros e policiais militares passaram a noite realizando buscas vindo a encontrar o avião somente na manhã desta sexta-feira (02) com todos os ocupantes mortos. As 4 vítimas são homens.

No avião que acredita-se que seja um monomotor, estavam o piloto, co-piloto e outros 2 passageiros que segundo as primeiras informações da Polícia Militar da cidadade, seriam 2 engenheiros. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Campo Verde (131 Km ao sul de Cuiabá), ainda não há identificação das vítimas, uma vez que a equipe de perícia que foi atender o caso ainda não retornou. 

Suspeita-se que a aeronave apresentou algum tipo de problema e o piloto tentou fazer um pouso de emergência, mas foi surpreendido pelo início da Serra do Roncador e tentou arremeter. Sem sucesso. Acabou colidindo na serra e o avião caiu numa região de mata. As buscas tiveram início por volta das 22h de quinta-feira e somente na manhã desta sexta-feira é que foi localizado o avião parcialmente destruído. Não houve incêndio. Chovia na região no momento do acidente.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, antes da queda o piloto passou um SOS (pedido de socorro) indicando problemas na aeronave. O sinal foi captado por uma base aérea em Brasília que logo depois acionou os bombeiros da região. O cabo Vitor de Souza, da Polícia Militar de Nova Brasilândia informou que o local é de difícil acesso e não há sinal para celular. Ele informou que no local estão uma viatura da PM e outra da Polícia Civil da PM da cidade, além de outras 2 viaturas da PM de Campo Verde e Chapada dos Guimarães. Um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) deve retirar os corpos do local nesta sexta-feira. Provavelmente, os corpos serão levados para Instituto Médico Legal de Primavera do Leste, que geralmente atende a demanda da cidade. 

fonte/GazetaDigital

PILOTO DA FORÇA AÉREA ESPANHOLA MORRE EM ACIDENTE


O Mi­nis­tério da De­fesa da Es­panha in­formou que um pi­loto da força aérea morreu e outro ficou gra­ve­mente fe­rido nesta sexta-feira quando o avião deles caiu du­rante uma missão de trei­na­mento no su­do­este do país.

A pasta disse, em co­mu­ni­cado, que o avião, um Northrop F-5, apa­ren­te­mente teve uma falha na tur­bina e bateu forte no chão en­quanto ten­tava re­a­lizar um pouso de emer­gência perto da base da força aérea de Ta­laver la Real. O ins­trutor do voo morreu com o im­pacto e seu es­tu­dante foi le­vado para um hos­pital local. 

A força aérea es­pa­nhola já teve 14 pi­lotos mortos em aci­dentes e perdeu 12 aviões F-5 desde 1984. 

fonte/As­so­ci­ated Press/DM

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...