Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 14, 2015

SHOW - WINGSUIT NO CHILE

A320 DA ASIANA SAI DA PISTA DURANTE POUSO EM HIROSHIMA, 23 FERIDOS

Um Airbus A320 da companhia sul-coreana Asiana saiu da pista nesta terça-feira (14) durante sua aterrissagem no aeroporto da cidade japonesa de Hiroshima, no sul do país, e deixou pelo menos 23 pessoas feridas, informou a emissora pública "NHK".
A aeronave que procedia do aeroporto de Incheon (Seul), realizando o voo OZ162, transportando 74 passageiros e sete tripulantes, teve um problema de aterrissagem às 20h local (8h, em Brasília). Todos os passageiros e os tripulantes foram evacuados do avião após o fato e os serviços de emergências contabilizaram um total de 23 pessoas feridas, embora nenhuma em estado grave, segundo apontou a "NHK".
O aeroporto internacional de Hiroshima foi fechado logo após o acidente.
fonte/NBC/G1/foto/Mirror

KC-390 E JATO GRIPEN SÃO ATRAÇÕES NA LAAD 2015

Vestimenta militar em exposição na última edição da LAAD. Foto: Divulgação
O jato militar de transporte KC-390, em desenvolvimento pela Embraer, e o caça supersônico Gripen, da sueca Saab, serão dois dos principais destaques da LAAD 2015, maior feira de defesa e segurança da América Latina que começa hoje, no Rio de Janeiro. Após despertar interesse de forças militares de vários países, o cargueiro KC-390, que fez seu primeiro voo em 3 de fevereiro último, será destaque nos três estandes que a Embraer terá na feira (veja quadro nesta página). A empresa, que tem sede em São José, tem um contrato para fornecer 28 unidades do jato para a FAB (Força Aérea Brasileira) e já despertou interesse da Argentina, que pretende comprar seis. Também a Embraer montará, em parceria com a Saab, os caças Gripen NG de última geração, que serão comprados pelo Brasil para modernizar a frota nacional.
Réplica. O avião sueco terá uma réplica exposta na LAAD, além de um cockpit com simulador de voo, qu…

CARGA HORÁRIA DOS PILOTOS DA EMIRATES SOB SUSPEITA

O regulador para o setor da aviação dos Emiratos Árabes Unidos está a investigar denúncias de antigos e atuais pilotos, sobre alegadas horas de voo não comunicadas na companhia estatal Emirates, o que poderia indiciar excessos de carga horária diária, de acordo com o Wall Street Journal. As novas regras de segurança no cockpit colocam um desafio para a Emirates, a maior companhia aérea do mundo em tráfego internacional.
Ismail Al Balooshi, diretor de segurança na aviação na Autoridade Geral para a Aviação Civil, o regulador do setor nos Emiratos Árabes Unidos, afirmou numa entrevista ao jornal norte-americano, que está a investigar alegadas faltas de reporte de horas de voos dos pilotos, cujos limites foram criados para proteger a sua saúde e a segurança dos voos. A actividade da companhia aérea Emirates está a ser monitorizada de perto e não surgiram queixas significativas sobre segurança, incluindo denúncias anônimas, acrescentou o mesmo responsável.
Em resposta, a Emirates …

80 ANOS DE HISTÓRIA - PONTE AÉREA SÃO PAULO-RIO DE JANEIRO

Linha São Paulo- –Rio de Janeiro, 80 anos de história
Todos nós sabemos que a rota São Paulo – Rio de Janeiro sempre foi de extrema importância para os grandes executivos e celebridades, ainda mais quando se tratava da cidade carioca ser a Capital Federal na década de trinta. Os grandes barões do café que residiam em suas mansões na Av. Paulista e Jardim Europa necessitavam se deslocar para a cidade carioca o mais rápido possível, para até então fazer acordos e reuniões na capital federal.
Com isto a primeira companhia aérea brasileira a Vasp – Viação Aérea São Paulo, que começou suas atividades em 1933, inaugurou então 5 de Agosto de 1936 a linha aérea São Paulo – Rio. Com o então “Cidade de São Paulo” que levantou voo as 8 horas rumo a Capital Federal – Varios membros do governo Paulista viajaram no possante avião da “Vasp” assim foi o anuncio feito pelo Jornal da Folha da Manhã.
Anuncio 1° vôo São Paulo – Rio 1936
Os voos eram feitos na aeronave cujo o mode…

SAAB CONCLUI A COMPRA DE 15% DA BRASILEIRA AKAER E PODE CHEGAR A 40%

A companhia sueca Saab, fabricante do caça supersônico Gripen, concluiu o acordo com a brasileira Akaer para a aquisição de 15% do seu capital. O valor da operação não foi revelado. A assinatura do acordo entre as duas empresas acontecerá amanhã, durante a LAAD 2015,  feira dos setores de defesa e segurança no Rio de Janeiro.
O Saab havia feito aporte de recursos na Akaer, equivalente a participação de 15%, em maio de 2012, mas não incluía a conversão em ações. A operação, um empréstimo conversível em ações, prevê que o limite de participação da Saab na Akaer seja de 40%. Assim, a empresa garante que o controle da companhia continue sendo nacional, não afetando desta forma a sua classificação como Empresa Estratégica de Defesa (EED).
A participação da Saab na Akaer, segundo o presidente da brasileira, César Augusto da Silva, vai acelerar o projeto de se tornar uma fornecedora mundial de nível um em um mercado que movimenta mais de US$ 26 bilhões por ano. "O Brasil tem h…

STJ MANTÉM CONDENAÇÃO DOS PILOTOS DO LEGACY QUE COLIDIU COM BOEING DA GOL

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu manter a pena de 3 anos e 1 mês de prisão aplicada aos pilotos americanos Joseph Lepore e Jean Paul Paladino. Eles conduziam o jato Legacy que se chocou com um Boeing da Gol em setembro de 2006, provocando a morte de 154 pessoas.
A decisão foi tomada na última sexta-feira (10), após a defesa questionar os cálculos usados para a determinação da pena e pedir a substituição da a pena privativa de liberdade por uma pena restritiva de direitos. O relator Felix Fischer, no entanto, apontou não haver irregularidade na decisão anterior, de agosto de 2013.

"Verifico não haver contradição ou omissão no voto proferido pela eminente relatora", afirmou. Ele ainda reafirmou que não há duplicidade na aplicação da pena e que parte do recurso sugere uma rediscussão dos fundamentos da decisão, o que não é possível ser feito pelo órgão.
A defesa dos dois pilotos já tinha recorrido, no ano passado, contra a pena aplicada. Os argumentos dos ad…

AVIÂO DA ALASKA AIRLINES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA EM WASHINGTON

Um Boeing 737 da companhia norte-americana Alaska Airlines foi obrigado a fazer um pouso de emergência na segunda-feira (13), poucos minutos depois de levantar voo do Aeroporto de Sea-Tac, em Seattle, no Estado de Washington. 
A história é simples e resulta de uma distração de um funcionário do aeroporto que resolveu dormir uma soneca dentro do porão de carga do avião, enquanto este esteve estacionado numa das portas de embarque do aeroporto. Segundo refere a imprensa norte-americana o funcionário despertou em pânico, quando se apercebeu que o avião já tinha as portas dos porões fechadas e estava já a voar em direção a Los Angeles, para onde se dirigia o voo 448 da Alaska Airlines. Os pilotos no cockpit do aparelho ouviram alguém a bater por debaixo do habitáculo de comando da aeronave e logo se aperceberam de que alguém estaria lá dentro trancado. Resolveram então retornar a Seattle, por uma questão de segurança e sobrevivência de quem estaria junto da carga, e que poder…