quinta-feira, 17 de março de 2011

O QUE OS PILOTOS NÃO FALAM

33. Um avião queima combustível para carregar combustível. Por isso um capitão de uma grande companhia aérea dos EUA reclamou que sofre constante pressão para levar menos combustível do que se sente confortável em ter nos tanques. Ele reclamou que voa com o combustível exato e as vezes encontra um atraso ou uma tempestade e é obrigado a pousar em um aeroporto alternativo.

32. Segundo um co-piloto a companhia aérea as vezes não dá intervalo para refeições e a tripulação é obrigada a atrasar voos para poder comer.

31. Um capitão da American Airlines afirmou que comunica aos passageiros apenas o que eles precisam saber, portanto vocês nunca vão ouvir “Senhoras e senhores, acabamos de perder uma turbina” para não fazer todos se borrarem de medo.

30. Um capitão da US Airwais afirmou que algumas regras realmente não fazem sentido para ele. Quando você está a 39 mil pés de altura a uma velocidade 600 km/h os comissários de bordo podem servir café quente e refrigerante, andando para lá e para cá. Mas quando você está sobre o asfalto a 10 km/h tem que ficar com o cinto afivelado, como se estivesse na Fórmula 1.

29. “Eu posso estar uniformizado mas isto não significa que eu sou a melhor pessoa para dar informações em um aeroporto. Nós passamos por tantos aeroportos que normalmente não fazemos a menor idéia.” Afirmou um piloto.

28. Na maioria das vezes a qualidade da aterrissagem é um indicador da habilidade do piloto. Portanto se quiser dizer algo agradável para ele, ao sair da aeronave fale “Excelente aterrissagem”.

27. As companhias aéreas ajustaram o horário das suas aterrissagens para terem um histórico melhor de pontualidade. Portanto quando você pega um voo que pensa que durará 2 horas de acordo com o bilhete ele possívelmente levará 1h45min.

26. Um advogado de uma linha aérea e piloto aposentado afirmou que é comum o piloto ligar a luz alertando aos passageiros para afivelarem os cintos. Mas se ele mandar os comissários se sentarem fique atento. Isto significa que vem turbulência pesada pela frente.

25. Segundo um piloto este negócio de aterrissagem na água não existe. Chama-se colidir no mar.

24. Quando um avião voa e atinge uma grande corrente ascendente, invisível ao radar durante a noite, é como atingir uma lombada em alta velocidade: joga tudo para o ar e depois ao chão com violência. Isto não é o mesmo que turbulência, segundo o analista de segurança aérea e capitão aposentado John Nance.

23. Viajar com o bebê no colo é extremamente perigoso. Qualquer impacto ou desaceleração possivelmente fará com que você perca a criança das mãos e ela se torna um projétil. Mas se você é obrigado a comprar um assento caro para seu filho é porque dirige um carro, já que a chance de acidente é maior dirigindo que que voando.

22. É absurdo tanta gente ter medo de turbulência. Os pilotos a evitam não por medo da asa cair, mas porque ela é irritante. É impossível turbulência causar uma queda.

21. Um piloto de uma companhia regional disse que as aeronaves que pilotava foram atingidas duas vezes por relâmpagos e afirma que a maioria dos pilotos já passaram por isso. Mas os aviões são construídos para aguentarem. “Você ouve um grande bum e vê um grande flash e acabou. Você não vai cair do céu.

20. Segundo um capitão de uma grande companhia ninguém sequer considera andar de carro a 100 km/h sem o cinto afivelado. Mas quando o avião corta o ar a 800 km/h ele apaga a luz de afivelamento do cinto e você o retira. Se o avião atinge um pequeno bolsão de ar a sua cabeça bate no teto.

19. Quando for reclinar seu assento “pelo amor de Deus” verifique atrás de você primeiro. Muitos notebooks quebram todo ano por que um passageiro decidiu tirar uma soneca e desce o encosto com força total sem preocupação com o que há por detrás de si.

18. Não existe assento mais seguro para escolher dentro de uma aeronave. Mas a área mais suave durante o voo é comumente a asa ou próximo dela. A área mais instável é a traseira, pois o avião é como uma gangorra. Se você estiver no meio não se move tanto.

17. Um dos pilotos aconselha que, caso não goste muito de voar, compre uma passagem aérea para os voos matinais. Segundo ele o aquecimento da superfície durante o dia torna o ar mais agitado e é muito mais provável pegar uma tempestade durante a tarde.

16. “Não fazemos você guardar seu laptop por estarmos preocupados com interferência eletrônica. É para evitar você ter um projétil no seu colo.” Ninguém quer ser acertado por um MacBook zunindo a 300 km/h.

15. “As pessoas não entendem porque não podem usar seus celulares. Bem, o que acontece é que 12 pessoas decidem ligar para alguém logo antes da aterrissagem e eu posso ter uma leitura falsa nos meus instrumentos que dizem que estamos mais altos do que realmente estamos.”

14. “Não queremos acabar com a sua diversão fazendo você tirar os fones de ouvido. Apenas queremos que você possa nos ouvir em caso de emergência.”

13. “Nós pedimos para você abrir a janela para que os comissários possam ver lá fora em caso de emergência e escolher qual é o melhor lado para uma evacuação. Também permite que a luz entre na cabine caso fiquemos no escuro, ajudando os passageiros a se orientarem caso o avião role ou gire.”

12. “Está com frio no avião? Avise o comissário de bordo. Estamos em uma batalha constante com eles com a temperatura. Eles se mexem o tempo todo pelos corredores, portanto sempre estão ligando dizendo ‘aumente o ar’. Mas a maioria dos passageiros que conheço está congelando.” Afirmou um capitão.

11. “Sempre falo para os meus filhos voarem com calçados resistentes. Se você tem que evacuar a aeronave e seus chinelos caem você ficará descanço no asfalto quente ou no mato.”

10. “A maioria das pessoas que adoece logo após voar geralmente não fica assim por causa do ar que respira, mas por causa do que tocam. Sempre assuma que o botão para reclinar o banco ou a bandeja não foram limpas.”

9. Um piloto afirmou que caso você se preocupe em respirar o ar mais fresco, sente-se na frente, já que o fluxo de ar nas aeronaves é da frente para o fundo. No fundo geralmente é mais quente também, segundo ele.

8. “Se os pilotos dormem lá [no cockpit]? Certamente. Algumas vezes é só um cochilo de dez minutos, mas acontece.”

7. “Há pessoas que tendem a pensar que o avião voa sozinho. Confie em mim, não é verdade. Ele pode voar sozinho em alguns momentos. Mas você está sempre com as mãos no controle esperando para ele estragar tudo. E ele estraga.”

6. “Uma vez eu voei no assento sobressalente de um cargueiro 747, que não leva passageiros. Assim que as portas fecharam o co-piloto foi para os fundos e colocou um roupão e chinelos. Sem brincadeira. Ele disse ‘Eu não vou usar uma gravata para um monte de caixas’”.

5. “Aliás, não usamos nossos chapéus no cockpit. Na TV você sempre vê estes pilotos com seus caps na cabeça e eles usam os headsets sobre o chapéu e isso sempre nos faz rir.”

4. “Aqui vai a verdade sobre os empregos em companhias aéreas: Você não ganha tanta folga quanto seus vizinhos pensam, você não ganha tanto dinheiro quanto seus parentes pensam e você não tem tantas namoradas quanto sua esposa pensa. Mas eu ainda não acredito que eles me pagam para fazer isso.” Disse um piloto comercial.

COISAS QUE OS PILOTOS NUNCA VÃO TE FALAR

3. “Estamos indo em direção a uma tempestade com relâmpagos.” O que eles dirão em vez disso: “Parece que teremos um tempo revolto [ou 'chuva'] a frente.”

2. “Um de nossos motores falhou”. O que eles falam ao invés disso: “Um de nossos motores está indicando estar inadequado”. É mais provável que não digam nada e você nunca saberá. A maioria dos aviões vai bem com uma turbina parada.

1. “Pessoal, a visibilidade é zero”. O que eles falam ao invés disso: “Parece que há alguma neblina no aeroporto de Brasília”.
 
fonte/RevistaSeleções/DiretoDoCockpit

CÃO PINPOO É ENCONTRADO APÓS 14 DIAS DEPOIS DE DESAPARECER NO AEROPORTO SALGADO FILHO

O drama de Nair Flores, 64 anos, chegou ao fim na noite de quarta-feira. Quatorze dias depois do desaparecimento do seu cão de um hangar do Aeroporto Internacional Salgado Filho, a aposentada reencontrou Pinpoo às 22h30min, em Porto Alegre.

Quando três PMs do Batalhão de Aviação da Brigada Militar (BM), que fica dentro do aeroporto, entraram com Pinpoo na residência de Nair, no bairro Passo da Areia, zona norte da Capital, o cão se soltou dos braços deles, correu e pulou em direção à dona, numa cena que comoveu os militares.


Sargento Ribas ao entregar Pinpoo para a dona (Foto: Ronaldo Bernardi)
Muito emocionada, Nair começou a conversar com seu animal de estimação, sumido desde o dia 2, quando fugiu da caixa de transporte onde estava acomodado para tomar um avião da empresa Gol rumo ao Espírito Santo, onde encontraria a sua dona. Ao avistá-lo, Nair repetia várias vezes:

— Não fui eu que te abandonei. Não parei de te procurar um só dia.

Os autores do resgate sorriam, felizes com o que consideraram uma das suas ações mais importantes, dado o sofrimento da mulher, um drama acompanhado, via imprensa e internet, por todo o Brasil. Uma das primeiras atitudes de Nair foi dar um banho com spray d’ água em Pinpoo em cima de uma cadeira da sala. O objetivo era refrescá-lo.


Cão foi achado pelos PMs Menezes (E), Ribas (C) e Maurício (Foto: Ronaldo Bernardi)

Animada, agradecia aos PMs, o sargento Paulo Ribas, 53 anos (30 de BM), o soldado Mateus Menezes, 30 anos (nove de BM), e o soldado Maurício da Silva, 38 anos (17 de BM).

Pinpoo, que provocou uma rede de solidariedade formada via comunidades sociais da internet, apresenta alguns machucados nas pernas traseiras, que estão lanhadas. O pelo estava sujo quando o animal foi localizado, com carrapato e pulgas, conforme constataram os policiais. Nair acredita que o cachorro perdeu alguns quilos. Hoje, vai levá-lo a um veterinário.

Cachorro foi atraído com frango assado:
Desde segunda-feira, o cão felpudo, de pelo amarelado, sujo e magro, aproximava-se, no horário de almoço, do Batalhão de Aviação da Brigada Militar (ex-Grupamento Aéreo, GPMA), localizado dentro da área do Aeroporto Salgado Filho, nas proximidades do Bourbon, na Avenida Sertório.

O cão provavelmente era atraído pelo cheiro da comida, acreditam os militares. Os policiais passaram, então, a observar diariamente a movimentação do animal, desconfiando tratar-se do cão procurado.


Cachorro viajaria para o Espírito Santo com a dona (Foto: Arquivo pessoal)
O sargento Ribas e os soldados Menezes e Maurício se engajaram na busca porque vinham acompanhando o caso desde que a proprietário revelou o seu drama à imprensa. Resgatar o cão se tornou uma missão para os três.

— Eu e minha mulher estávamos comovidos com a história, por isso fiz de tudo para resgatá-lo. Temos dois cachorros que também tratamos como filhos —  afirmou Ribas.

Pinpoo se aproximava do hangar da BM, mas era difícil pegá-lo, pois estava assustado e arisco. O som constante das sirenes de veículos e o luminoso das viaturas que faziam buscas ao cão contribuíam para assustá-lo ainda mais. Mesmo com fome, ele então retornava ao matagal (formado basicamente com maricás) e ao lago nas proximidades da área.

Os policiais concluíram que, para capturar o cachorro, era preciso um estratagema com alimentos. Fizeram um rastro de ração por três dias. Não deu certo, já que Pinpoo não é alimentado com ração. Mudaram de plano e, ontem, passaram a usar pedaços de frango assado, parte do cardápio dos soldados.

No início da noite de ontem, o cão começou a se aproximar das instalações do batalhão. Chegou devagarinho e entrou na sala onde havia a maior porção de carne. A porta então foi fechada — e a operação estava, assim, quase concluída. Faltava uma prova, que veio com um chamado do sargento Ribas: o cão atendeu imediatamente à pronúncia da palavra Pinpoo.

Dona Nair poderia reencontrar seu companheiro, regozijaram-se os três PMs. A mulher de Ribas, avisada em casa pelo marido eufórico, telefonou para Nair Flores (o telefone da dono do cão corria de mão em mão dos militares) e avisou que os militares iriam ainda ontem à casa dela com a boa nova.

No Opala particular do sargento, um veículo anos 80, o cão foi conduzido de volta para casa. No trajeto, foi no colo do soldado Menezes, que o agarrava como se tivesse em poder uma criança. Menezes não queria ver o cão fugir de novo. Ao sentir a sensação de missão cumprida, o sargento Ribas chorou — e voltou para seu plantão no batalhão do aeroporto.
 

fonte/foto/ZeroHora


Enhanced by Zemanta

GOL ASSUME LIDERANÇA NO MERCADO DOMÉSTICO PELA PRIMEIRA VEZ


A Gol/Varig assumiu pela primeira vez a liderança do mercado doméstico no setor aéreo, com 39,77% de participação do mercado em fevereiro, contra 39,59% do Grupo TAM (TAM e a Pantanal), segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgados nesta quinta-feira.

As demais empresas ampliaram sua participação de mercado no mês passado e passaram a representar 20,64% do mercado doméstico. A Azul tem 7,96% de participação, a Webjet, 5,89%, a Trip aparece com 2,77% e a Avianca tem 2,58%.

O volume de passageiros transportados no mercado aéreo doméstico brasileiro em fevereiro de 2011 aumentou 9,34% em relação ao mesmo mês do ano passado. No mesmo período, a oferta cresceu 13,31%. A tendência de crescimento do mercado aéreo brasileiro se manteve, mas a taxa de ocupação diminuiu em relação a fevereiro de 2010: de 70,96% para 68,48%.

O mercado de voos internacionais operados por empresas brasileiras também apresentou crescimento em relação a fevereiro de 2010. A oferta aumentou 13,28% e a demanda, 12,19%. A taxa de ocupação nas rotas internacionais passou de 75,35% para 74,62%.

Em nota divulgada na tarde desta quinta-feira, a Gol informa que registrou crescimento de 4,4% em sua demanda sobre o mesmo período de 2010. O desempenho, de acordo com a empresa, tem sido puxado pela "estabilidade da economia brasileira e o fortalecimento da nova classe média brasileira, que já representa cerca de 47% dos clientes da companhia".

— Essa realização nos mostra que estamos no caminho certo e que nosso modelo de negócios é o mais adequado à realidade do Brasil. Fomos a primeira companhia aérea a popularizar o transporte aéreo no País em larga escala e mantemos o compromisso de oferecer tarifas competitivas com o objetivo de estimular a demanda — destacou o presidente da companhia, Constantino de Oliveira Junior.

fonte/ZeroHora
Enhanced by Zemanta

JUSTIÇA FRANCESA ACUSA AIRBUS DE HOMICÍDIO CULPOSO NO ACIDENTE DO AIR FRANCE VOO 447

Air France Airbus A330-200 F-GZCH departing To...Image via Wikipedia
A Justiça francesa acusou nesta quinta-feira a fabricante de avisões Airbus de homicídio culposo no caso do acidente com o voo 447 da companhia Air France. A aeronave com 228 pessoas a bordo caiu em 1º de junho de 2009 no Oceano Atlântico, quando fazia viagem do Rio de Janeiro a Paris. Não houve sobreviventes.

O presidente de Airbus, Tom Enders, confirmou o processo e mostrou descontentamento com a decisão do juiz. Para ele, há "ausência de fatos que sustentem a acusação".

"A Airbus sustenta que o objetivo deveria ser encontrar a causa desse acidente e assegurar que nunca ocorra novamente", disse. Enders também reiterou que a Airbus "continuará apoiando as investigações, inclusive a busca das caixas-pretas, que é a única maneira segura de conhecer a verdade". Ele se referiu à nova campanha - a quarta - dirigida pelo organismo governamental francês encarregado de acidentes aéreos, o BEA, que deve ser iniciada no próximo dia 20, para localizar tanto as caixas-pretas quanto os restos do avião.

Air France
O juiz instrutor convocou para esta sexta-feira a Air France, que deverá estar representada por seu diretor-geral, Pierre-Henri Gourgeon. A companhia também pode ser denunciada por responsabilidades na queda da aeronave.

O BEA constatou que as sondas Pitot, para medir a velocidade da aeronave, falharam, mas que elas por si sós não puderiam causar a tragédia.

Vítimas
Jean-Claude Giudicelli, um dos advogados das famílias das vítimas, afirmou que "não há nenhuma dúvida sobre a responsabilidade coletiva da Air France e da Airbus". Segundo ele, "há provas arrasadoras" disso.
Entre elas, Giudicelli destacou que o sistema que comunica os erros técnicos ao computador de bordo do avião indicou, durante a queda, que as sondas Pitot não funcionavam e que, portanto, os pilotos não podiam controlar a velocidade de voo. A Air France substituiu esse tipo de sondas em todos seus aviões após o acidente de 2009.

O Airbus A330 da Air France levava 216 passageiros e 12 tripulantes, entre eles, 72 franceses e 58 brasileiros. Apenas 50 corpos foram encontrados durante as buscas.

fonte/AFP/EFE/Terra
Enhanced by Zemanta

QUEDA DE AVIÃO MATA CINCO NA CALIFÓRNIA


Destroços de avião bimotor Beechcraft King Air que caiu, explodiu e incendiou-se nesta quarta-feira (16) logo após a decolagem em Long Beach, na Califórnia. 

Cinco pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida, segundo as autoridades. 

O acidente ocorreu às 10h30 locais, segundo Mario Rodriguez, diretor do aeroporto. A identidade das vítimas não foi divulgada, e não se sabe o que provocou o acidente.
 
fonte/foto/AP/G1
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...