Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 26, 2011

HELICOPTERO DO IBAMA CAI EM ITAITUBA! PARA

Um helicóptero do Ibama caiu sobre o teto de uma igreja, na tarde de hoje (26), em Itaituba (região Oeste do Pará), após um pouso forçado. Três pessoas estavam a bordo da aeronave, mas não sofreram ferimentos graves. A aeronave ficou bastante danificada.
O acidente aconteceu por volta das 15 horas, no bairro da Paz. Segundo informações do site "O Estado do Tapajós", o helicóptero era ocupado pelo piloto, co-piloto e um mecânico. O mecânico se feriu e foi conduzido por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Hospital Municipal de Itaituba. Os outros dois ocupantes saíram ilesos.
O helicóptero caiu entre o templo de uma igreja da Assembleia de Deus e uma residência, atingindo os dois prédios. Ninguém estava no local no momento do acidente.
O helicóptero apresentava riscos de explosão e homens do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar fizeram o isolamento a área. Os bombeiros utilizaram extintores de espuma para evitar que a aeronave se incendi…

ACIDENTE COM AVIÃO DA AEROPOSTAL NA VENEZUELA

Uma aeronave da Aerpostal, DC-9-50, registro YV136T, realizando o voo VH-342 de Caracas para Puerto Ordaz na Venezuela, realizou um pouso forte causando danos em ambas turbinas. A avião com 125 passageiros e 5 tripulantes consegui parar na pista e não houve feridos, os motores quase foram arrancados com a pancada na pista. Não foi informado o METAR da estação de Puerto Ordaz no momento do acidente.

fonte/AvHerald/foto/ Cortesía @E171bolivar/Twitter @Karilg17

HÁ 50 ANOS, DISTRITO FEDERAL VIVIA SEU PRIMEIRO DRAMA AÉREO

O anoitecer de 27 de setembro de 1961 registrava uma movimentação incomum no acanhado terminal provisório do Aeroporto Internacional de Brasília. Mesmo com poucos desembarques previstos, jornalistas e centenas de admiradores de um líder político em ascensão, o governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, aglomeravam-se no local. A bordo do Caravelle PP-VJD da Varig, que fazia o voo 592-J, Brizola foi avisado pelo comandante que a aterrissagem ocorreria em breve. Quando isso ocorreu, porém, às 18h32, os 63 passageiros e os nove tripulantes sentiram um impacto brutal. Em seguida, ouviram um estrondo. Minutos mais tarde, salvos, mas muito assustados, viram o avião ser destruído pelo fogo.

O primeiro acidente aéreo da história da nova capital — em perdas materiais, o maior da aviação comercial brasileira até então — completa 50 anos na terça-feira. Sem deixar vítimas, trouxe a certeza de que só por muita sorte se evitara uma tragédia que, além do abalo emoci…