sexta-feira, 24 de julho de 2009

DONO DA OCENAIR VAI ADMINISTRAR A VARIG LOG

O empresário German Efromovich, controlador do Grupo Synergy, acaba de fechar um contrato de opção de compra da VarigLog, empresa de transporte de cargas criada pela antiga Varig que está em processo de recuperação judicial desde março deste ano.
Efromovich, que é dono das empresas aéreas Avianca e Tampa Cargo, na Colômbia, e da OceanAir, vai administrar a empresa até a solução de pendências judiciais que envolvem os sócios. O empresário vai aportar cerca de 30 milhões de dólares na empresa para sanear problemas financeiros de curto prazo. Além disso, vai utilizar os sistemas de informática e a estrutura de suas empresas aéreas para recuperar as operações da VarigLog.
A empresa de cargas da antiga Varig enfrenta problemas desde 2007, quando o fundo americano Matlin Patterson, controlado pelo chinês Lap Chan, entrou em disputa com os sócios brasileiros Marco Antônio Audi e Marcos Haftel. Pela legislação brasileira, um estrangeiro não pode ter mais de 20% de participação na sociedade de uma empresa aérea nacional.
No caso da VarigLog, contudo, a legislação foi desrespeitada. Na prática, o fundo americano era o controlador da VarigLog. Há cerca de dois anos os sócios brasileiros passaram a contestar a situação na Justiça e tentaram assumir o controle da empresa, mas sem aporte de capital.
O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou, em maio, o afastamento dos sócios brasileiros. Uma irmã de Chan, a chinesa naturalizada brasileira Chan Lup, assumiu o controle da companhia. A briga entre Chan, Audi e Haftel, no entanto, afetou o crédito da empresa, que passou a enfrentar dificuldades para conseguir financiamentos. Recentemente a companhia teve parte de suas receitas embargadas pela Justiça.
Atualmente, a VarigLog opera cinco aviões e tem faturamento anual de aproximadamente 500 milhões de reais. Caso consiga reerguer a empresa e tirá-la do processo de recuperação judicial, Efromovich deve exercer o direito de compra previsto em contrato. O principal interesse do empresário são as áreas que a VarigLog ainda possui em alguns dos principais aeroportos do país.

Fonte: Marcelo Onaga (Portal Exame)

ANAC AUTORIZA NOVOS VOOS A PARTIR DO SANTOS DUMONT

O diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Claudio Passos, disse hoje (24), na abertura da Feira Nacional de Aviação Civil 2009, que a decisão da agência de autorizar voos para outras partes do país, a partir do Aeroporto Santos Dumont, não significou aumento do número de vôos já definidos de acordo com a capacidade do terminal aeroportuário. O evento prossegue até o próximo domingo (26), no Aeroporto Santos Dumont.

"A única flexibilidade que nós adotamos foi a de permitir que o avião possa sair do Santos Dumont e pousar em qualquer aeroporto do país e não só em Congonhas [na capital de São Paulo]. Obviamente que isto aumentou um pouco mais a movimentação do aeroporto e nós já podemos observar isto. Mas o limite de 23 movimentos/hora pode estar sendo atingido em seu limite, ainda assim em uma situação bastante distinta de Congonhas, que tem um limitador maior, em razão de o aeroporto só poder ser utilizado até às 23h".

Sobre as obras de melhoria que a Empresa de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) vai realizar no Aeroporto Santos Dumont, Passos disse que, embora o aeroporto opere hoje em condições seguras, haverá horas de melhorias que não vão, no entanto, diminuir o número de movimentos/horas que o aeroporto tem.

"O aeroporto continuará com o mesmo número de movimentos/hora. Haverá, porém, uma obra no pátio que vai diminuir o número de aeronaves que poderão ficar estacionadas ao mesmo tempo, mas sem influência no número de movimentos/hora", esclareceu Passos.

Como as empresas passarão a operar, no período de obras, na pista secundária do aeroporto, poderá haver uma alteração no peso das aeronaves na hora da decolagem e "isto pode não ser tão atrativo para algumas empresas - manter os voos durante o tempo de obra, que deverá durar em torno de dois meses. Aí algumas elas podem, na fase de obras, voar a partir do Galeão e não do Santos Dumont".

Ainda na Feira Nacional de Aviação Civil 2009, o diretor de Relações Institucionais da Gol, Alberto Sajerman, admitiu que o movimento de voos da empresa para a América do Sul caiu cerca de 40%, desde o início do surto de gripe suína no continente.

Ele explicou, porém, que a empresa vem compensando esta queda com transferência dos voos previstos para esta região para o Caribe. "Vários voos fretados, principalmente para Bariloche, foram suspensos. E muitos passageiros estão preferindo o sol do Caribe à neve de Bariloche".

Sajerman adiantou, ainda, que a Gol vai transferir 17 voos diários, que hoje partem do Aeroporto Santos Dumont, para o Aeroporto Internacional Galeão Tom Jobim, na Ilha do Governador. "São voos que se destinam a cidades como Brasília, Vitória e Belo Horizonte. Esses voos até poderiam ser mantidos no Santos Dumont, desde que houvesse redução no peso das aeronaves por ocasião do embarque e em alguns casos nós teríamos que reduzir o número de assentos em até 40 cadeiras, o que não nos interessa", afirmou.

fonte: UOL

FEIRA NACIONAL DE AVIAÇÃO MOSTRA 20 MODELOS DE VÁRIOS TIPOS

Os amantes das aeronaves podem visitar, no próximo fim de semana, a Feira Nacional de Aviação Civil, que acontece no Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio. É um programa para todas as idades, e os visitantes poderão participar de várias atividades, inclusive de um simulador de voo.
São 20 aeronaves de vários modelos que estarão em exposição. O público poderá também entrar nos aviões e aprender várias curiosidades sobre eles.
Entre os modelos que participam da feira, há um avião que é o único a álcool do mundo, e foi desenvolvido pela Embraer no Brasil. Ele é utilizado na pulverização agrícola. Outra aeronave de destaque é o Phenom 100, o jato mais moderno da Embraer, que foi lançado este ano.
“Nosso principal objetivo é que a população conheça melhor o setor e, que a criançada possa se divertir bastante. Quem sabe que eles vão ser o futuro da aviação brasileira, os futuros pilotos”, disse a presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Solange Vieira.
A Feira Nacional de Aviação Civil ficará aberta ao público sábado (25) e domingo (26), das 9h às 17h, e a visitação é gratuita. O acesso é pelo III Comando Aéreo Regional (Comar), em frente à subida da Perimetral.
fonte: G1/Globo


FÁBRICA DA EMBRAER EM PORTUGAL FOCARÁ EM JATOS EXECUTIVOS

A imagem “http://www.abril.com.br/imagem/embraer-linha-montagem.jpg” contém erros e não pode ser exibida.


A unidade que a Embraer planeja construir em Évora será dedicada inicialmente ao suporte logístico de jatos executivos, disse à Agência Lusa o vice-presidente da montadora de aviões, Luís Carlos Affonso.
"Trata-se de uma iniciativa corporativa dedicada a todos os produtos da empresa, mas a aviação executiva será a primeira a ser atendida", afirmou Affonso.
A construção da unidade de Évora, sul de Portugal, tem como objetivo reforçar a presença da companhia no mercado europeu, o segundo maior do mundo no setor da aviação executiva, atrás apenas dos Estados Unidos.
"O mercado europeu já é maduro, não deve crescer muito nos próximos anos, mas representa um grande número de entregas, nos próximos anos, o que reforça a necessidade de parcerias importantes", afirmou Affonso.
Com o aumento de entregas, será preciso reforçar a assistência oferecida aos clientes, além dos serviços já realizados pela portuguesa OGMA, onde a Embraer, em consórcio com a EADS, detém 65% do capital.
"É preciso um bom suporte ao cliente, com centros de serviços, peças e pessoas, numa rede grande e distribuída no mundo, com concentração nos Estados Unidos e Europa", acrescentou o vice-presidente da Embraer.
Crise
Além disso, Affonso adiantou que a crise afetou o mercado de aviação executiva, mas que mesmo assim a empresa manterá os investimentos em Portugal.
"No momento, não muda nada os nossos planos. A Embraer continua a acompanhar a evolução dos mercados, mas a nossa visão de momento é de manter os investimentos dentro dos prazos já anunciados", disse.
No ano passado, a companhia havia anunciado a construção de dois centros de excelência, em Évora, num investimento de 148 milhões de euros.
O projeto inclui a implantação de uma unidade dedicada a fabricação de estruturas metálicas e outra para conjuntos em materiais compósitos.
Lançamento
Segundo Luís Carlos Affonso, os primeiros modelos a serem atendidos pela unidade de Évora serão os jatos Legacy 450 e Legacy 500, cujos lançamentos estão previstos para 2011.
Os jatos Legacy 450 e 500 são versões menores do Legacy 600, modelo que já tem mais de 170 unidades atualmente em operação, em 25 países, vendido a 19,34 milhões de euros.
O Legacy 450 está sendo projetado para transportar até nove passageiros, com alcance de 4.260 quilômetros, autonomia suficiente para um voo direto entre Los Angeles e Nova York.
O Legacy 500, por outro lado, levará até 12 passageiros e está sendo projetado para ter uma autonomia de voo de 5.560 quilômetros sem abastecimento.
Contração
As projeções da companhia indicam que haverá uma contração do mercado de aviação executiva, entre 2010 e 2011, anos considerados "difíceis e desafiadores", mas com uma recuperação a partir de 2012.
A Embraer acredita que a indústria aeronáutica mundial deverá entregar 10.900 jatos executivos, nos próximos dez anos, o que representará receitas de 132,5 bilhões de euros.
A fabricante, que este ano faz seu 40º aniversário, planeja ocupar entre 10% e 15% da fatia desse mercado no mundo, transformando-se num dos principais players do setor.
A empresa estima entregar neste ano 242 aeronaves, entre jactos executivos, aviões comerciais e de defesa, e obter receitas de R$ 5,5 bilhões.
fonte: Lusa, foto/divulgação

AEROCLUBE DO RIO GRANDE DO SUL É ASSALTADO


O Aeroclube do Rio Grande do Sul, no bairro Belém Novo, na zona sul da Capital, foi alvo de assaltantes no fim da noite de ontem. De acordo com a Brigada Militar, o vigilante que trabalha no acesso principal foi rendido por dois homens armados com pistolas, que estavam numa moto. Após abrirem o portão, um veículo com luz alta apareceu e mais quatro bandidos se uniram à dupla.

O grupo, junto com segurança, foram em direção à Vila dos Alunos, onde ficam as casas utilizadas como alojamento para os futuros pilotos da Escola Aeronáutica Civil, que funciona no aeroclube.

Segundo os policiais, o vigilante foi forçado a pedir para que os alunos abrissem as portas. Os assaltantes, que usavam toucas e capacetes, separaram-se e invadiram pelo menos três residências simultaneamente. Ao entrar, os bandidos forçavam as vítimas a deitar no chão e as amarravam com fitas plásticas.

Em pouco minutos, o grupo roubou vários objetos dos alunos como computadores, dinheiro e celulares.

Os criminosos fugiram no automóvel não identificado e na moto. Policiais do 21º Batalhão de Polícia Militar foram acionados e fizeram buscas na região. Até a 1h, ninguém havia sido preso.
fonte: ZeroHora

QUATRO MORREM EM QUEDA DEHELICÓPTERO NOS EUS

Um helicóptero Robinson R44 caiu em uma auto-estrada na cidade de Washington County, em Maryland, por volta das 22:30 (hora local) desta quinta-feira (23).

Segundo um funcionário da Administração Federal de Aviação dos EUA, morreram as quatro pessoas a bordo do helicóptero.

O helicóptero era o Robinson R44, prefixo N7189W, pertencente à Marsan Aviation, e estava em operação desde 2007. Não houve feridos na auto-estrada, que foi fechada nos dois sentidos. As causas do acidente ainda não foram determinadas.

Fontes: Terra (com informações da BNO News) / ASN

AVIÃO PEGA FOGO EM AEROPORTO DO IRÃ


Ao menos 17 pessoas morreram e 20 ficaram feridas quando um avião derrapou na pista do aeroporto e pegou fogo, em Mashad, no Irã, nesta sexta-feira (24), de acordo com a emissora estatal iraniana Press TV.

O avião da Aria Air, um Ilyushin Il-62M, seguiria de Mashad a Teerã quando teve que fazer um pouso de emergência devido a problemas ainda não identificados. Segundo um oficial do aeroporto, 153 pessoas estavam a bordo do avião.

O acidente acontece menos de 10 dias deppis que um Tupolev-154M caiu no território iraniano quando seguia de Teerã até Yerevan, capital da Armênia, em 15 de julho, e matou as 168 pessoas a bordo.

* Com informações da CNN e da Press TV

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...