Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 7, 2012

UMA NOVA MANEIRA DE EMBARCAR PASSAGEIROS

Nem tudo é tão fácil quanto colocar 5 elefantes em um fusca (notoriamente, 2 na frente e 3 atrás).
Gente em avião, por exemplo.
Convidamos para o embarque os passageiros de primeira classe, passageiros com crianças de colo e passageiros com necessidades especiais.Depois de enfrentar a fila para despachar as malas e a fila da Polícia Federal, chega a hora da derradeira fila: a do embarque no avião propriamente dito.
Encher um avião de gente não é algo simples.

Em um 747 cabem 500 passageiros.
Em um Airbus 380 , 800.
E do jeito que as coisas vão, parece que a estratégia das companhias aéreas é mesmo enfiar o máximo de sardinhas nessa lata gigante.
E aí surge esse grande paradoxo: aviões cada vez mais velozes e embarques cada vez mais lentos.
Você sabe que vai viajar a  1.000km/h, mas infelizmente a velocidade no embarque será, sempre, a do último passageiro a colocar seu popozão no seu assento.



Claro que tem gente pensando nisso, e muito.
O sistema mais comum ainda é o embarque por bl…

BELA PROPAGANDA DA TURKISH AIRLINES

Eu acredito que o uso de uma celebridade em campanhas publicitárias deve seguir alguns princípios simples: a celebridade precisa ter sinergia com a marca, com o público da marca e sua atuação deve ajudar a construir um vínculo entre o produto que anuncia e o público. Ouve-se muito que o papel da celebridade deve ser o de “emprestar credibilidade” ao produto que está sendo divulgado por ela. Acho o tema delicado, afinal, se ela não é de fato uma consumidora do produto, como emprestar essa credibilidade? Os atletas da Nike certamente passam credibilidade para os produtos, mas será que apresentadores de TV utilizando produtos de beleza populares (hein? hein?) conseguem fazer o mesmo? Um dos caminhos que acredito é na subversão do papel da celebridade na hora de mostrar o diferencial de um produto ou serviço. De bate-pronto, lembro de marcas como Snickers, Oi e Havaianas. Em suas campanhas a celebridade sempre tem um papel  de destaque, mas a desconstrução da idolatria em torno…

EM LIMINAR, JUSTIÇA DO TRABALHO DETERMINA QUE GOL REITEGRE FUNCIONÁRIOS DA WEBJET

Em decisão liminar, o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) do Rio de Janeiro determinou nesta sexta-feira (7) que a Gol Linhas Aéreas reintegre os mais de 850 funcionários que eram da WebJet e foram demitidos da companhia aérea no final de novembro, segundo informou o Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro, autor do pedido de liminar. Com a decisão, a Gol terá que manter os funcionários da Webjet em seus quadros até que seja julgado o mérito da ação que contesta as demissões. A reportagem procurou a assessoria de imprensa da Gol e aguarda um posicionamento a respeito da decisão.
A Gol anunciou em 23 de novembro o fim das atividades da Webjet, comprada pela empresa em julho de 2011. No mesmo dia, a companhia anunciou a demissão dos funcionários da tripulação técnica, tripulação comercial e manutenção de aeronaves. A compra da Webjet pela Gol foi concluída em outubro de 2011, por R$ 70 milhões, além de ter assumido dívidas de cerca de R$ 200 milhões. O Conselho Adm…