sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

AVIÃO DA LATAM DECOLA COM SAÍDA DE EMERGÊNCIA "INOPERANTE"


Passageira fotografou saída de emergência inoperante em voo da Latam (Foto: Ana Luiza Xavier/reprodução de perfil) 
 
Uma passageira de um voo da Latam que partiu do Rio de Janeiro para São Paulo na terça-feira (7) publicou nas redes sociais relato de que sentiu medo ao decolar e ver que, nas saídas de emergência no meio da aeronave, haviam sido colados cartazes com os dizeres "saída inoperante".
A coordenadora de marketing Ana Luiza Xavier conta que partiu do aeroporto de Santos Dumont (RJ) no voo JJ3901 às 6h10 de quarta-feira com destino ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Assim que entrou na aeronave, percebeu os cartazes nas saídas de emergência. "Eu já tenho medo de avião, quando vi a plaquinha ficou aquela discussão na minha cabeça : saio do avião ou não! Acabei ficando", disse ela ao G1.

O G1 questionou a Latam e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A Latam Airlines Brasil informou em nota "que está apurando o ocorrido". A Anac também respondeu que está "apurando com a área técnica" questionamentos da reportagem sobre a necessidade de funcionamento de todas as saídas de emergência das aeronaves comerciais em operação no espaço aéreo brasileiro.
Segundo Ana, "na hora da instrução de segurança, o piloto avisou que as 2 saídas do meio do avião estavam inoperantes, porém, não entrou em detalhes". Ela salienta que nada foi informado pela tripulação aos passageiros sobre as demais saídas de emergência, localizadas nas partes dianteira e traseira da aeronave.
"Eu também não perguntei (sobre o problema), fiquei imóvel até a aterrisagem. Abri uma reclamação na Latam e na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e ainda não tive resposta", disse a coordenadora de marketing, que postou a foto do ocorrido em seu perfil na rede social LinkedIn.
Ana postou em rede social reclamação de que duas saídas de emergência de voo da Latam estavam quebradas (Foto: Perfil de Ana Luiza Xavier no LinkedIn/reprodução)
Ana postou em rede social reclamação de que duas saídas de emergência de voo da Latam estavam quebradas (Foto: Perfil de Ana Luiza Xavier no LinkedIn/reprodução) 
 
"Algumas pessoas escreveram no meu post falando que, se o avião passou em todas as checagens de segurança, mesmo com duas saídas inoperantes, não teria problema voar. Porém, na minha visão, o avião só deveria voar com todos os equipamentos e componentes funcionando. Se der um problema lá em cima, faz o que? Não dá para parar e resolver", afirma Ana. 

fonte/foto/G1

MOTOR DE A330-200 DA AEROLÍNEAS ARGENTINAS EXPLODE NO AEROPORTO JFK EM NOVA YORK


Um avião Airbus A330-200 da companhia Aerolíneas Argentinas, matrícula LV-FNJ, sofreu uma explosão num motor, quando estava pronto para descolar de Nova Iorque/JFK para Buenos Aires, capital da Argentina, voo AR1301, informam as agências noticiosas internacionais.

O incidente ocorreu na noite da quinta-feira, tendo a companhia aérea confirmado a ocorrência já na madrugada da sexta-feira, dia 10 de fevereiro.

Steve Coleman, porta-voz da Aerolíneas Argentinas, disse que “os pilotos informaram a ocorrência de um pequeno fogo antes da descolagem, mas que quando os bombeiros chegaram junto do avião, não notarem evidência de incêndio”.

Contudo a autoridade aeroportuária confirmou a existência de um alerta dos pilotos sobre um incêndio num motor e adiantou que o voo foi cancelado, tendo a aeronave voltado à porta de embarque, e todos os ocupantes desembarcaram sem quaisquer danos pessoais.

Este incidente, o segundo conhecido com um motor de A330-200 da companhia Aerolíneas Argentinas nos últimos meses (*****leia notícia abaixo), ocorre num dia em que a movimentação de aeronaves no Aeroporto de Nova Iorque/JFK estava sujeita a restrições devido ao temporal que se fazia sentir com grande queda de neve.

O voo AR1301 tinha hora de partida para meio da tarde, mas devido a esses constrangimentos, a saída foi adiada para depois das 22 horas.

Uma imagem divulgada no Twitter, bastante desfocada e com fraca qualidade, foi publicada pelo jornal argentino ‘La Nación’ como sendo do momento da suposta explosão no motor da aeronave.

fonte/foto/NewsAvia

********Um avião Airbus A330-200 das Aerolíneas Argentinas retornou na noite de quinta-feira, dia 27 de outubro, ao Aeroporto de Buenos Aires/Ezeiza, devido a uma avaria grave no motor do lado direito da aeronave quando estava subir no início de um voo para o Aeroporto de Nova Iorque/JFK, uma ligação que demora mais de 10h00.
A companhia num comunicado distribuído na manhã desta sexta-feira, dia 28 de outubro, refere que se registou uma avaria num dos motores que começou a perder potência, pelo que o comandante decidiu retornar ao aeroporto de partida. Os cerca de 300 passageiros foram depois colocados num outro avião que seguiu viagem para a cidade norte-americana, onde aterrou pelas 14h30 locais desta sexta-feira, com cerca de cinco horas de atraso.
Segundo os jornais argentinos e outros relatos dos passageiros nas redes sociais, ouviram-se três explosões poucos minutos após a descolagem e os passageiros que seguiam no lado da janela próximo da asa puderam até filmar duas das três explosões que se registaram na turbina com libertação de rastos de fogo.
O comandante optou imediatamente por regressar ao aeroporto, onde aterrou sem problemas, depois de desligar o motor e cerca de 16 minutos após de ter descolado (tinha partido pelas 23h58 locais).
No Aeroporto Internacional de Buenos Aires/Ezeiza, o principal da capital argentina, foram tomadas todas as providências para um pouso de emergência, que, felizmente, decorreu sem quaisquer incidentes.
O avião está entregue aos serviços de manutenção da companhia, não tendo sido revelados outros pormenores sobre o incidente. Sem colocar de parte uma eventual avaria técnica, funcionários do aeroporto colocam a hipótese de ter havido uma colisão com uma ave, dado que as explosões foram sentidas a cerca de 500 metros do solo, e a ave pode ter sido sugada pelo motor da aeronave.
fonte/NewsAvia

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

  • Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
    Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.

Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.

Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.

O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.

Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo

fonte/foto/UOL

Dados da aeronave

MATRÍCULA: PTOTC

Proprietário:
LIDER INTERNATIONAL AVIATION B.V.
CPF/CGC:

Operador:
LIDER TAXI AEREO S.A - AIR BRASIL
CPF/CGC:

Fabricante:
RAYTHEON AIRCRAFT
Modelo:
BAE125-800B
Número de Série:
258194
Tipo ICAO :
H25B
Tipo de Habilitação para Pilotos:
H125
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 2 MOTORES JATO/TURBOFAN
Peso Máximo de Decolagem:
12429 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
009


Categoria de Registro:
PRIVADA SERV.TRANSP.AEREO PUBLICO NAO REGULAR TX.AEREO
Número dos Certificados (CM - CA):
13061
Situação no RAB:
ARRENDAMENTO OPERACIONAL
Data da Compra/Transferência:
200410


Data de Validade do CA:
06/03/21
Data de Validade da IAM:
290417
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 10/02/2017 05:18:44

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...