sábado, 4 de maio de 2013

YAK-130 - VÍDEO DO NOVO TREINADOR DE COMBATE RUSSO






fonte/youtube

OS MIMOS MAIS EXTRAVAGANTES OFERECIDOS A PASSAGEIROS (RICOS) DE AVIÃO


 A indústria da aviação civil comercial mudou muito desde os gloriosos anos sessenta, quando o luxo não era comprometido pela economia de combustível ou pela necessidade de poltronas extra. Mas isso não significa que o luxo tenha desaparecido dos aviões. Ele só ficou mais exclusivo e mais luxuoso. Aqui estão as dez maiores extravagâncias já vistas a bordo de um avião.

Milhares de dólares em Dom Pérignon


Unveil The Night With Dom Perignon And Karl Lagerfeld Inside
Nos voos de primeira classe da Star Alliance, você pode comprar quantas garrafas de champagne puder pagar.
 

Suítes de primeira classe com chuveiros da Emirates e da Singapore Airlines

aero-stravaganza-003

Os banheiros que a Emirates oferece aos passageiros de seus Airbus A380 de primeira classe são melhores do que a maioria de nós tem em casa. Você agenda seu banho no começo do voo, e quando chegar o horário você pode desfrutar de 10 minutos de água quente e 30 minutos no vestiário.

Passe ilimitado vitalício

American Airlines Expected To Cut 15,000 Jobs

A American Airlines cometeu um terrível erro de 1980 a 1994 ao oferecer o cobiçado AAirpass, que te permitia voar para qualquer lugar do mundo na primeira classe por módicos US$ 500.000, mais US$ 150.000 se você quisesse uma passagem para acompanhante. Aparentemente os clientes AAirpass abusaram do bom-senso, uma vez que o passe deixou de ser oferecido em 1994.

Viagem supersônica

Concorde 40 Years Since Inaugural Flight

O Concorde se foi, e nunca foi substituído por algo melhor. Sinal dos tempos, provavelmente, afinal não haviam video-conferências e afins para te colocar em qualquer lugar do mundo a qualquer hora. É por isso que as pessoas pagavam entre US$ 12.000 e US$ 20.000 (entre R$ 28.000 e R$ 48.000 em valores atuais) para cruzar o Atlântico em APENAS TRÊS HORAS E TRINTA MINUTOS!

Traslado em Porsche e Bentley

aero-stravaganza-004

Se você pertencer ao grupo de clientes HON da Lufthansa, não precisa se preocupar com táxis. Os membros do HON Circle têm um terminal próprio e um Porsche ou Bentley para levá-los ao aeroporto. Eles também desfrutam de comida, bebida e chuveiros gratuitamente em sua seção do avião. Os passageiros “comuns” não podem entrar no avião até que os membros HON saiam dos carros e terminem o embarque.

Viagem espacial particular

Richard Branson Announces First Australian Private Astronauts

Desde que a NASA sossegou um pouco, Richard Branson e seus amigos estão a fim de mandar outros caras ricos ao espaço. Pode não ser tão confortável quanto a primeira classe, mas há muito mais histórias para contar na volta.

Jatinho particular

aero-stravaganza-005

Se você é podre de rico, um jato particular é essencial. Jet setter, sacou? Mas você pode arrendar um, em qualquer caso. A Delta Air Lines tem uma subsidiária que opera jatos particulares. Você paga uma tarifa anual e pode usar os jatos ou lugares convencionais nos aviões de linha.

Lamen de luxo

aero-stravaganza-006

Isso talvez te surpreenda, mas o talharim é importante na Ásia. Desta forma, preparar um lamen bem feito é quase tão desafiador quanto foi projetar o Concorde. O lamen é, basicamente uma sopa feita com talharim, algo parecido com aquele mata-fome que você faz no micro-ondas — que os asiáticos acham um lixo. O que os torna especial é que o talharim é cozido com água fervente, algo fácil de se conseguir ao nível do mar ou perto dele, mas não a milhares de metros de altitude. Assim estes aviões têm panelas de pressão (grandes e pesadas) e precisam de tigelas especiais para serem servidos sem espalhar o caldo quente no colo dos passageiros. Um negócio barato como um saquinho de Baconzitos que, ao entrar no avião, torna-se algo caro e difícil de preparar.

Uma semana em uma ilha particular

aero-stravaganza-007

Os acionistas da Virgin foram convidados para passar uma semana na ilha particular de Richard Branson, a Necker Island. Afinal, eles são acionistas. O dinheiro é deles também.

Um aeroporto particular

aero-stravaganza-002

Talvez você nem soubesse disso, mas ser um dos fundadores do Google é bom demais. Especialmente se você viajar de avião com frequência. Os três executivos do mais alto escalão da empresa têm um Boeing 757 e um 767 em sua frota, e para usá-los, eles construíram um terminal particular no Aeroporto Internacional de San Jose.

fonte/Jalopnick

HELICÓPTERO DA PM VOA BAIXO E ATINGE GUARDA-SOL EM PONTA NEGRA, NATAL, RIO GRANDE DO NORTE


Por volta das 14h deste sábado o helicópeto da Polícia Militar, o Potiguar I, passou voando baixo na praia de Ponta Negra e quebrou um guarda-sol em frente ao quiosque 23, perto do hotel Praiamar.

Segundo Weberth Nascimento, que estava lá como cliente, a sorte é que debaixo do guarda-sol atingido não tinha pessoas. "Se tivesse gente embaixo do guarda sol teria feito um estrago".



fotoWeberth Nascimento/cedida Segundo coronel Araújo, Potiguar I estava a procura de um suspeito na praiaSegundo coronel Araújo, Potiguar I estava a procura de um suspeito na praia

O cliente afirmou que durante a passagem do helicóptero outros objetos dos barraqueiros de praia voaram, assustando quem estava no local". Não é de hoje que esse helicóptero passa voando baixo, parecendo mais até que querem mostrar serviço ou dizer que têm um".
 foto/Weberth Nascimento/cedidaUm dos clientes disse que objetos voaram enquanto o helicóptero passavaUm dos clientes disse que objetos voaram enquanto o helicóptero passava

O comandante geral da Polícia Militar do RN, coronel Francisco Araújo, explicou que o helicóptero fazia operação de policiamento de rotina na região. O sobrevoo mais baixo fazia parte da rotina de verificação de um veículo possivelmente guiado por suspeito. "O helicóptero se aproxima um pouco mais para verificar informações e repassar para viatura mais próxima", disse. O incidente no quiosque não foi confirmado pela Polícia Militar.
 
fonte/foto/TribunaDoNorte

PIONEIRO DA AVIAÇÃO AGRÍCOLA MORRE EM QUEDA DE AERONAVE EM JATAÍ, GOIÁS


Pioneiro da aviação agrícola morre em queda de aeronave, em Jataí (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Pioneiro da aviação agrícola morre em queda de aeronave, em Jataí (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A queda de uma aeronave agrícola matou o piloto Romeo Leoncini Júnior, de 57 anos, considerado um dos pioneiros da aviação agrícola em Jataí, na região sudoeste de Goiás. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu por volta das 11h30, quando o avião pulverizava uma plantação de milho, na zona rural do município.

O corpo do piloto foi encontrado pelos Bombeiros, ao lado dos destroços do avião. Segundo a corporação, ele morreu na hora.

Ainda não se sabe o que pode ter provocado a queda. Uma equipe da aeronáutica, em Brasília, deve investigar as causas do acidente.

De acordo com o administrador do Aeroporto de Jataí, Aluísio Martins, a vítima era um piloto experiente, com mais de 30 anos de profissão. "Foi um dos primeiros a trazer a aviação agrícola para cá", conta.

fonte/G1

VENENO JOGADO EM ESCOLA NÃO PODE SER USADO EM AVIÕES

O agrotóxico engeo pleno, jogado sobre uma escola da zona rural de Rio Verde, no sudoeste de Goiás, na sexta-feira (3), não poderia ser usados em aviões. A informação é do delegado regional de Rio Verde, Danilo Carvalho, que apreendeu a nota fiscal do produto utilizado. Segundo ele, pelas leis ambiental e de utilização de agrotóxico, o inseticida só pode ser aplicado via terrestre.
O delegado explicou que o receituário agronômico do veneno é bem claro ao dizer que ele não pode ser pulverizado de forma aérea, somente pelo chão. "Mesmo assim, tomando todas as medidas de precaução para evitar que ele pudesse contaminar e trazer risco a saúde de qualquer ser humano", explicou.

Na sexta-feira (3), o piloto, o proprietário da empresa dona do avião e o responsável técnico foram presos por causa do incidente. De acordo com Danilo Carvalho, a lei diz que todos eles devem ser responsabilizados pelo crime, uma vez que não tomaram as medidas necessárias para a utilização do produto.
Em trabalho conjunto com a Polícia Técnico-Científica e a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), a Polícia Civil também teve acesso ao GPS que estava na aeronave. O plano de voo indicou que o avião sobrevoou a escola a pelo menos 15 metros de distância.
A Aerotex Aviação Agrícola LTDA responsável pela aplicação de agrotóxicos no local disse que não houve derramamento de veneno sobre a escola. A empresa afirma ainda que está apurando as possíveis causas do acidente.

Intoxicadas
O avião que pulverizou o veneno na quadra de esportes da escola passou pelo local na manhã de sexta-feira (3). O colégio fica no Assentamento Pontal dos Buritis, às margens da GO-174, a cerca de 130km de Rio Verde. No momento em que o agrotóxico foi despejado, 122 alunos estavam no estudando.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 37 pessoas foram intoxicadas, sendo oito adultos. As 29 crianças, com idade entre seis e 14 anos, foram atingidas, enquanto brincavam na quadra de esportes.
Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), 42 alunos chegaram a ser levados para hospitais de Rio Verde e Montividiu vomitando, sentido tonturas e fortes dores de cabeça, que segundo o órgão, é comum em casos de intoxicação. Desses, 29 ficaram internados. O diretor e uma professora da escola que tentaram retirar os alunos da quadra também precisaram ser atendidos.
 
Liberados
Todas as pessoas que foram intoxicadas, mesmo as que já haviam recebido alta hospitalar, tiveram que passar a noite de sexta-feira em observação por determinação da Secretaria Estadual de Goiás (SES).

Na manhã deste sábado, a maioria dos estudantes foi liberada. Três crianças continuam internadas em observação. Mesmo após elas voltarem para casa, os pais terão que ficar atentos pelos próximos cinco dias por causa de possíveis sintomas como dor de cabeça, vômito e coceira.
"Se surgir algum sintoma tardio, eles devem nos procurar, pois há médicos disponíveis 24 horas para atendimento", diz Gilsa Diniz Dias, coordenadora do Centro Toxicológico.
Por causa do incidente, uma escola municipal de Rio Verde, próxima ao hospital municipal, foi transformada em enfermaria para auxiliar no atendimento de todos os pacientes.

fonte/G1

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...