Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 23, 2015

EXPLOSÃO EM AEROPORTO DA TURQUIA ATINGE AVIÃO E MATA FUNCIONÁRIA

A explosão de uma bomba no Aeroporto Internacional Sabiha Gokcen, o segundo mais movimentado da cidade de Istambul, na Turquia, na madrugada desta quarta-feira, dia 23 de dezembro, provocou um morto e um ferido grave, confirmaram as autoridades aeroportuárias e fontes policiais.
Segundo essas fontes, que não revelaram outros pormenores, o rebentamento terá ocorrido numa zona de parqueamento de aviões, tendo atingido uma aeronave da Pegasus Airlines que terá sofrido avarias ainda não quantificadas. As vítimas são duas empregadas de uma empresa de limpeza de aviões. A explosão destruiu ainda alguns vidros do edifício do terminal, frente ao qual estão estacionados os aviões.
Na manhã desta quarta-feira, equipas de especialistas em minas e armadilhas estão a verificar a área, incluindo os aviões que aí se encontram estacionados, a fim de certificar a eventual existência de outros engenhos explosivos.
Todas as entradas do aeroporto estão agora controladas por forte dispositivo mi…

JOÃO BOSCO FERREIRA, MINEIRO DE GOVERNADOR VALADARE, É PREMIADO COMO MELHOR INSTRUTOR DE HELICÓPTERO DO MUNDO

Recompensa veio pela implantação de um método de instrução antes inédito na América Latina, que ensina o piloto a reagir diante de uma situação de emergência.
O reconhecimento por parte de centenas de pilotos alunos da Escola de Aviação Civil (EFAI) já existe há muitos anos. O site da escola está repleto de depoimentos de alunos e ex-alunos que conseguiram contornar situações de emergência graças ao treinamento criado pelo comandante João Bosco Ferreira. Mas somente neste ano, a recompensa pela implantação de um método de instrução antes inédito na América Latina, veio em forma de prêmio.
O vencedor, mineiro, de Governador Valadares, foi eleito instrutor de voo do ano pela Helicopter Association International (HAI).
Bosco foi premiado por desenvolver um método que ensina o piloto a reagir diante de uma situação de emergência a bordo. Ele explica que este tipo de procedimento está previsto nos manuais da aeronáutica, mas que, no Brasil, durante muitos anos, permaneceu a lacuna…