quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

EXPLOSÃO EM AEROPORTO DA TURQUIA ATINGE AVIÃO E MATA FUNCIONÁRIA

Aero Istambul Sabiha Gokcen exterior_1000px

A explosão de uma bomba no Aeroporto Internacional Sabiha Gokcen, o segundo mais movimentado da cidade de Istambul, na Turquia, na madrugada desta quarta-feira, dia 23 de dezembro, provocou um morto e um ferido grave, confirmaram as autoridades aeroportuárias e fontes policiais.

Segundo essas fontes, que não revelaram outros pormenores, o rebentamento terá ocorrido numa zona de parqueamento de aviões, tendo atingido uma aeronave da Pegasus Airlines que terá sofrido avarias ainda não quantificadas. As vítimas são duas empregadas de uma empresa de limpeza de aviões. A explosão destruiu ainda alguns vidros do edifício do terminal, frente ao qual estão estacionados os aviões.

Na manhã desta quarta-feira, equipas de especialistas em minas e armadilhas estão a verificar a área, incluindo os aviões que aí se encontram estacionados, a fim de certificar a eventual existência de outros engenhos explosivos.

Todas as entradas do aeroporto estão agora controladas por forte dispositivo militar e um helicóptero da polícia está a sobrevoar as zonas de serviço do Aeroporto Sabiha Gokcen. O tráfego de aviões é normal desde o nascer do dia.

Aguarda-se uma comunicação oficial das autoridades turcas, se bem que já se conheça que a empregada morta era turca e tinha 30 anos de idade. Foi atingida na cabeça por um estilhaço do engenho explosivo. A dúvida que permanece é saber se a explosão foi devida a uma atentado terrorista.

O Aeroporto Sabiha Gpkcen, assim denominado em homenagem à primeira mulher piloto turca, está situado na parte asiática da cidade de Istambul, centro económico e industrial da Turquia. Este ano já movimentou cerca de 26 milhões de passageiros. A estrutura é propriedade da ‘Malaysian Airports Holding’, empresa que também gere os maiores aeroportos da Malásia.

fonte/foto/NewsAvia

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...