terça-feira, 4 de novembro de 2014

POLÍCIA FEDERAL FAZ OPERAÇÃO CONTRA QUADRILHA QUE ADUTERAVA AVIÕES EM MATO GROSSO PARA TRÁFICO

Quarenta e oito mandados, sendo sete de prisão temporária, devem ser cumpridos pela Polícia Federal nesta terça-feira (4), em Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais e Amazonas, durante a Operação 'Veraneio'. A operação visa desarticular uma quadrilha de tráfico internacional de drogas que atua no Brasil, Venezuela e Honduras, de acordo com a Polícia Federal. No Brasil, os criminosos adquiriam as aeronaves e as adulteravam para o transporte de drogas nos outros países.

Às 7h [8h no horário de Brasília], os agentes deram início ao cumprimento dos mandados. Além das prisões, a PF deve conduzir 17 pessoas à delegacia para prestar depoimento e cumprir 24 mandados de busca e apreensão. Em Mato Grosso, os mandados são cumpridos em SINOP e Sorriso, a 503 e 420 km de Cuiabá, respectivamente. Das sete prisões determinadas pela Justiça, quatro devem ocorrer em Sinop. As outras devem ser efetuadas em São Paulo.

Conforme a PF, a organização criminosa fazia adaptações nas aeronaves adquiridas no Brasil para o transporte de cargas e adulterava o prefixo (número de identificação da aeronave). A polícia não informou como era feita essa adulteração. Os aviões de pequeno porte levaram a droga entre Venezuela e Honduras. Depois disso, os integrantes da quadrilha abandonavam a aeronave e retornavam ao país em um voo comercial.

Já em Minas Gerais, a polícia cumpre mandados nos municípios de Belo Horizonte, Pará de Minhas e Formiga. Em São Paulo, além da capital, a operação foi deflagrada em outras sete cidades. São elas: Atibaia, Campinas,Tatuí, Sorocaba, Mogi das Cruzes, Guarulhos e Ribeirão Preto. Devem ser efetuadas prisões em Campinas, Sorocaba, e na capital paulista. Também devem ser cumpridos mandados em Manaus e Tabatinga (AM).

Durante a investigação, foi apreendida, em julho de 2012, quase uma tonelada de droga. Os suspeitos estavam em um avião monomotor que sobrevoava Catacamas, em Honduras, que estava sendo rastreado desde a saída da Venezuela.

A aeronave foi forçada a pousar em uma estrada rural. No momento do flagrante, houve confronto com os policiais de Honduras, os dois suspeitos tentaram fugir e um deles morreu. O outro brasileiro foi mantido preso naquele país.

Além da polícia brasileira, policiais de Honduras, da Força Aérea Colombiana e da Agência Antodrogas dos Estados Unidos, dão apoio à operação. De acordo com a PF, o esquema começou a ser investigado em 2011. A estimativa é de que cerca de uma tonelada de droga fosse transportada por mês pelos criminosos.

fonte/G!-MT

AVIÃO ACIDENTADO EM RORAIMA NÃO TEM SERVIÇO AEROMÉDICO, INFORMA SESAU

Avião Cessna, U206G, matrícula PP-FFR, foi encontrado na tarde desta quinta-feira (30) (Foto: Divulgação/FAB)Avião Cessna, U206G, matrícula PP-FFR, foi encontrado na quinta-feira (30) (Foto: Divulgação/FAB)
Avião que havia desaparecido em 26 de outubro, na região Sul de Roraima, encontrado na quinta-feira (30) não possui atendimento aeromédico, segundo Álvaro Túlio Fortes, da Coordenação-Geral de Urgência e Emergência (Cegue), da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). Um dia depois de militres da Força Aérea Brasileira localizarem a aeronave, piloto e passageiros foram resgatados com vida a alguns quilômetros da área do suposto pouso forçado.

O avião de pequeno porte Cessna, U206G, matrícula PP-FFR, sob responsabilidade do Gabinete da Casa Militar do estado, foi localizado em uma área de lavrado, a 200 quilômetros de Boa Vista, quatro dias após desaparecer. O transporte aéreo, denominado  'Saúde no Ar', e pintado nas cores branca e vermelha, é usado para se deslocar em áreas remotas onde não há possibilidade de resgates fluvial e terrestre.

"Nós estamos implantando ainda o atendimento aeromédico em Roraima. Por enquanto, ainda não temos. O avião que usamos para fazer o transporte de pacientes pertence ao governo do estado e é usado para atividades de urgência e emergência, pois há lugares onde só se chega de avião. Temos o compromisso de atender a pacientes em qualquer situação, independentemente do local em que esteja", explicou Túlio Fortes.

De acordo com ele, o processo de implantação do serviço aeromédico está em andamento, porém não há data prevista para vigorar em Roraima.
"Teremos médicos e enfermeiros credenciados e capacitados para prestar serviço aeromédico, conforme determina a legislação do Sistema Único de Saúde (SUS).  Por isso, estamos recorrendo ao Ministério da Saúde para instituir essa atividade no estado", disse Túlio Fortes, acrescentando que neste mês os profissionais de Saúde da capital e interior receberão capacitação.

Legislação
Conforme a legislação do SUS,  há requisitos para a tripulação de profissionais da Saúde em aeronaves. Para os casos de atendimento pré-hospitalar móvel primário não-traumático e secundário, deve contar com o piloto, um médico e um enfermeiro. Para o atendimento a urgências traumáticas em que sejam necessários procedimentos de salvamento é indispensável a presença de profissional capacitado.

Segundo o coordenador da Central de Regulação do Samu, o médico Francisco Miranda, os profissionais de Saúde que prestam atendimento pré-hospitalar móvel em Roraima são capacitados para atendimento de urgência e emergência.

Miranda citou o caso do técnico em enfermagem Teixeira que estava no avião desaparecido e retornava de Santa Maria do Boiaçu para Boa Vista. Ele foi prestar assistência a duas pacientes, uma grávida de nove meses e outra com problemas na placenta.

"Ele estava fazendo 'acompanhamento sanitário' e tem habilidades como profissional da Saúde. O atendimento que ele foi fazer não era de urgência. O próprio piloto falou que ele havia levado medicamentos que ajudaram os ocupantes do avião", relatou, acrescentando que Teixeira sempre se dispôs a a atender pacientes em lugares distantes.

O coordeandor ressaltou que o trabalho de atendimento em locais ermos vão continuar sendo feitos por profissionais do Samu. "Há 20 anos fazemos este trabalho [aéreo de pacientes] e continuará sendo feito com aviões mais modernos. Seria um crime deixar de atender um paciente em lugares onde não há atendimento adequado e não trazendo para Boa Vista", enfatizou.

A assessoria do Ministério da Saúde informou que cabe à Sesau aderir ao serviço aeromédico para a atividade ser oferecida em Roraima. "O serviço é um programa de adesão, logo a Secretaria de Saúde tem de procurar o Ministério da Saúde que avaliará se o pedido do estado será aceito. Caso seja, recursos serão transferidos para investimento em estrutura e capacitação de profissionais", esclareceu a assessoria.

Casa Militar
De acordo com o chefe da Casa Milita, coronel Amaro Júnior, o avião estava sendo adaptado para o 'Saúde no Ar'. Ele destacou que a aeronave foi homologada pelo governo e recebeu manutenção para prestar um serviço já oferecido antes pelo estado.

"A única coisa que mudou no avião foi a pintura diferenciada e uma maca para poder facilitar o trabalho. A aeronave passou pela homologação da  Anac [Agência Nacional de Aviação Civil] e estamos aguardando para atuar com uma equipe específica [profissionais da saúde]", esclareceu.
Ele disse ainda que FAB está apurando o suposto pouso forçado do avião e as possíveis variações da aeronave.

"Estamos esperando um resultado e o nosso papel é auxiliar no que for preciso. Vamos aguardar o laudo inicial para tomar as providências", concluiu, acrescentando que pacientes continuarão sendo transportados em aeronaves do estado. "Se for esperar o transporte fluvial ou terrestre, há chances de dificultar o socorro à vítima", argumentou.

Conforme a assessoria de comunicação da FAB, a perícia está sendo feita pelo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa). "Dois militares foram ao local do acidente para os primeiros procedimentos. Tudo deverá ser estudado para saber as causas", informou a assessoria.

fonte/G1

VENEZUELA ABATE AVIÃO QUE INVADIU ESPAÇO AÉREO

King-200, fronteira, Venezuela
King-200, foto de arquivo

Na Venezuela foi abatido o avião a turboélice, tipo King-200, que tinha invadido o espaço aéreo do país, informou através do Twitter Vladimir Padrino López, ministro da Defesa da Venezuela.

De acordo com o comunicado, publicado juntamente com a fotografia de restos da aeronave, o avião – violador da fronteira foi abatido pelo Comando Estratégico das Forças Bolivarianas, a sudeste da cidade de Elorza, no estado de Apure.

Não há informações sobre a pertinência do avião e sobre o seu trajeto. Não se informa também o destino da sua tripulação.

fonte/VozDaRússia

INCÊNDIO NO CRUZADOR ANTISUBARINO KERCH

Incêndio no cruzador antissubmarino Kerch

Foto de arquivo

O Ministério da Defesa da Federação da Rússia informou que o incêndio ocorreu numa área de 80 metros quadrados e que agora o fogo está localizado. O comandante da frota Alexander Vitko veio ao local do evento.

Não houve vítimas, nem feridos. Não se informa o prejuízo que o navio sofreu.

O cruzador Kerch foi lançado à água em 1974 e agora está no serviço de manutenção num dos estaleiros de reparos de Sevastopol, cidade situada à beira do mar Negro.

fonte/VozDaRússia

JEEP MILITAR AGRALE MARRUÁ


LANCHAS GUARDIAN 25 - SISFRON


PILOTOS DA FAB VÃO TREINAR NO GRIPEN

O caça Gripen NG, que será adquirido pela Aeronáutica. Foto: Divulgação O caça Gripen NG, que será adquirido pela Aeronáutica. Foto: Divulgação


O Brasil mandou para a Suécia os dois primeiros pilotos da Aeronáutica que irão aprender a voar no Gripen, escolhido como nova aeronave de combate da FAB (Força Aérea Brasileira) no programa FX-2. 


Os capitães Gustavo de Oliveira Pascotto e Ramon Principe Santos Forneas chegaram à cidade de Gotemburgo no último domingo e começaram ontem o treinamento militar para aprender a pilotar o Gripen C, uma versão anterior ao Gripen NG, que foi comprado pelo Brasil.


O curso ocorre na base da aeronáutica sueca Skaraborg, conhecida como F7 Wing, onde todos os pilotos que comandam caças Gripen pelo mundo começam o treinamento.

Curso. Inicialmente eles passam por simuladores e depois passam para a prática nas aeronaves. Os pilotos brasileiros farão um curso de 166 dias e depois retornarão ao Brasil para atuar na preparação da Aeronáutica para receber o avião.

O Brasil comprou 36 caças Gripen NG por US$ 5,4 bilhões (R$ 13,4 bilhões).

Forneas é piloto de caça F-5 no Rio Grande do Sul, enquanto que Pascotto pilotava o caça Mirage em Anápolis (GO). O Mirage foi aposentado

fonte/foto/OVale

É ESTÁVEL O QUADRO DE SAÚDE DE PILOITO DA AERONAVE QUE CAIU EM IGARASU


É estável o quadro de saúde de Jacir Martins da Silva Filho, 60 anos, piloto da aeronave que caiu em uma área de mata fechada próximo à Estrada de Mangue Seco, em Cruz de Rebouças, neste sábado (1). O integrante da tripulação sofreu uma fratura no rosto e passou por uma cirurgia, de acordo com o Hospital da Restauração. 
 
Além do piloto, outras cinco pessoas ficaram feridas no acidente. Quatro estavam dentro da aeronave, com Jacir. A outra vítima foi um homem que tentou prestar os primeiros socorros e também sofreu ferimentos.

Três homens foram levados para o Hospital Esperança, na Ilha do Leite. Um dos instrutores, Paulo Roberto Pinto, foi transferido para o Unimed III, na Ilha do Leite. Ele sofreu uma fratura na coluna e permanece internado. O outro instrutor, Vanderson Carlos Campos de Andrade, recebeu alta no sábado (1). Um homem identificado apenas como Rafael teve ferimentos no ombro ao tentar ajudar no resgate.

Erica Cristina Gomes de Lima, 32, e Gabriela Peixoto de Araújo, 35, foram encaminhadas para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, na área central do Recife. As duas também tiveram alta médica no sábado (1).

O grupo na aeronave iria realizar um salto de paraquedas. De acordo testemunhas, o monotor de modelo Cessna 182 começou a perder altitude, assim que decolou, e, depois, colidiu com uma árvore. Segundo amigos do piloto, a aeronave teria tido problemas mecânicos logo após a decolagem.
O Serviço Regional de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), afirmou que ainda é cedo para determinar as causas do acidente.

fonte/JCOnline

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...