Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 27, 2009

ULTRALEVE CAI E DEIXA DOIS FERIDOS EM BRASÍLIA

Um ultraleve caiu na tarde desta sexta-feira, próximo ao depósito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), na Asa Norte, Distrito Federal. Segundo informações da DFTV, duas pessoas ficaram feridas e uma delas teve traumatismo craniano.

O ultraleve atingiu a rede de alta tensão. As vítimas foram encaminhadas para o Hospital de Base.

fonte/Terra

AUSTRÁLIA ANUNCIA A COMPRA DO PRIMEIRO LOTE DE F-35

O Governo da Austrália aprovou o programa de aquisição de $3,2 bilhões de dólares para 14 Joint Strike Fighters (JSF).

O ministro da Defesa, senador John Faulkner, disse que a decisão foi precedida por anos de avaliação e planejamento por todos os países envolvidos no desenvolvimento da aeronave.

Faulkner afirmou que o próximo lote de JSF será avaliado em 2012, de acordo com o compromisso do Livro Branco da Defesa, que planeja três esquadrões operacionais com pelo menos 72 aeronaves.

A aquisição de um esquadrão adicional, elevando o total de JSF para 100 aeronaves, será avaliada em conjunto com a futura decisão de aposentar o F/A-18F Super Hornet.

fonte/MinDefenseAustralian foto/divulgação

MOMENTO PARA A TAM EVITAR OS ALIENÍGENAS

A identidade de uma empresa é, na maioria das vezes, a essência do sucesso empresarial da companhia. Não existe no Brasil nenhuma empresa aérea tão identificada com o seu fundador como a TAM. O Comandante Rolim Amaro e a TAM se fundiram em um só ser. Hoje, os seus herdeiros, especialmente D. Noemy, Maria Claudia e Maurício Amaro são guardiões, não da sua herança ou da sua memória, mas do próprio Rolim.
A TAM, sem os seus ensinamentos, seria mais uma empresa aérea. Uma companhia de aviões e não o conjunto de valores inéditos que foram colocados em prática pela coragem do seu fundador.
Quem viveu a história da TAM, quem acompanhou a chegada dos primeiros F100 ou presenciou o voo rasante do primeiro A330 em Congonhas, sabe que a empresa surgiu como resultado de uma cultura capitaneada por um único homem.

Há alguns dias reencontrei D. Noemy e Maria Claudia em um evento para apresentação do novo serviço de bordo da empresa. Conversamos longamente e na presença delas eu sentia a presença do pr…

CARGAS DE AVIÕES ESTÃO VULNERÁVEIS A ATAQUES

A Administração de Segurança de Transportes (TSA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos não está garantindo plenas condições de segurança às cargas que são transportadas nos aviões de passageiros, deixando as aeronaves sob o risco de ataques terroristas, de acordo com um relatório obtido pelo jornal americano USA Today.

"As cargas no transporte aéreo estão vulneráveis", informou o relatório assinado pelo inspetor-geral do Departamento de Segurança Interna dos EUA. O documento cita repetidos problemas enfrentados pela TSA para evitar que terroristas escondam bombas dentro das dezenas de toneladas de carga levadas nos aviões todos os dias.

Os investigadores puderam circular livremente pelos "supostamente seguros depósitos" onde a carga é armazenada antes de ser levada aos aviões, segundo o relatório. O inspetor-geral Richard Skinner também encontrou alguns funcionários dessas áreas que não haviam recebido o treinamento necessário para aquele tipo de trabalho.

A TSA

BRUXELAS LANÇA NOVA 'LISTA NEGRA' DE COMPANHIAS AÉREAS

O executivo comunitário, que atualizou a “lista negra” europeia das companhias proibidas de voar no espaço dos 27, manteve a TAAG entre as empresa a operar com restrições e sob determinadas condições, mas permitindo a utilização de mais aparelhos.

Em comunicado, diz reconhecer “os grandes esforços desenvolvidos pela autoridade angolana da aviação civil e pela transportadora para resolver progressivamente os problemas de segurança”, pelo que é “autorizada a aumentar o número de aeronaves utilizadas nas suas operações aéreas com destino a Portugal”.

A Comissão Europeia decidira em Julho passado levantar a proibição da TAAG em voar no espaço europeu, autorizando a companhia aérea angolana TAAG a retomar os voos para Portugal “apenas com certos aparelhos e segundo condições muito estritas”.

A nova lista passou a incluir transportadoras de três novos países, atendendo às deficiências de segurança detectadas no âmbito de auditorias.

“Não podemos aceitar compromissos no que respeita à segura…

DEMISSÕES NA EMBRAER CONTINUAM, DIZ SINDICATO

Depois de demitir 4,2 mil trabalhadores no começo deste ano - o maior corte de pessoal realizado por uma empresa brasileira na crise-, a Embraer já mandou embora outros 600 metalúrgicos de sua fábrica em São José dos Campos (SP), segundo levantamento do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos.


O balanço não considera o corte do começo do ano feito em todas as unidades da empresa. Segundo o sindicato, que fez seu levantamento com base nos pedidos de homologação entre janeiro e novembro, "somente nesta semana a Embraer já pediu o agendamento de 50 a 70 homologações".

A entidade calcula que, se forem consideradas as demissões de outras categorias, como engenheiros e funcionários administrativos, o número de demitidos pode ser ainda maior. De acordo com o sindicato, a Embraer possui cerca de 11,7 mil trabalhadores em sua fábrica em São José dos Campos.


O sindicato protocolou ontem uma carta pedindo que seja marcada uma reunião com o presidente da Embraer, Frederico Cura…

HELICÓPTERO HUGHES 530 CAI NA COLÔMBIA

Um militar morreu na queda de um helicóptero Hughes 530 da Força Aérea da Colombia, matrícula "FAC-4301", que cumplria missão de reconhecimento vulcanológico ao sudoeste do país.

Segundo informe oficial, o aparelho se acidentou quando cumpria issão na província de Narino, fronteria com Equador. A bordo daaeronave viajavam o tenente Ricardo Andrés Cataño e o terceiro sagento técnico Mauricio Martinez Barrios, que foram transferidos para clínica San Pedro de Pasto, capital da provincia.



fonte/foto/AFP/EFE

AUSTRÁLIA COMEÇA A RECEBER OS BOEING WEDGETAIL

A Defence Materiel Organisation da Austrália começou a receber as duas primeiras aeronaves AEW&C “Wedgetail” da Boeing.

A entrega das primeiras aeronaves vai permitir o treinamento e a familiarização das tripulações, enquanto a Boeing completa o programa de testes e atividades de aceitação.

Quando totalmente operacionais, os “Wedgetail” vão melhorar em muito a capacidade de vigilância, defesa aérea, apoio à forças navais e coordenação de operações conjuntas.

A Boeing planeja os testes iniciais de aceitação das duas primeiras aeronaves no segundo semestre de 2010, quando elas passarão a pertencer ao Commonwealth.

O Commonwealth eventualmente quer adquirir 6 “Wedgetail” ao custo de 4 bilhões de dólares australianos.

fonte/foto/Boeing

CARRO ATRAVESSA CERCA E BATE EM AVIÕES EM AEROPORTO DOS EUA

Veículo atingiu aeronaves no aeroporto de El Cajon, na Califórnia

O motorista estava dirigindo com seu cachorro no carro quando perdeu a consciência e atravessou uma grande, batendo em aviões estacionados no aeroporto. O homem e o cachorro não ficaram feridos.

fonte/Associated Press/G1 foto/AP