sexta-feira, 2 de abril de 2010

NOTA OFICIAL DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA - ACIDENTE EM SANTA CATARINA

O Comando da Aeronáutica lamenta informar que, no dia de hoje (2), por volta das 17h, uma aeronave T-27, do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) da Força Aérea Brasileira – mais conhecido como Esquadrilha da Fumaça – sofreu um acidente durante apresentação na cidade de Lajes (SC). O piloto da aeronave, Capitão Anderson Amaro Fernandes, faleceu no acidente. O Comando da Aeronáutica já iniciou as investigações para identificar os fatores que contribuíram para o acidente.

Brasília, 02 de abril de 2010.

Jorge Antônio Araújo Amaral - Coronel Aviador
Chefe Interino do CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA AERONÁUTICA
Fonte: CECOMSAER

VÍDEO DO ACIDENTE DA ESQUADRILHA DA FUMAÇA

VÍDEO - ACIDENTE ESQUADRILHA DA FUMAÇA

FOTO DO LOCAL DA QUEDA

fonte/foto/DiarioCatarinense

VÍDEO - ACIDENTE COM AVIÃO DA ESQUADRILHA EM LAGES

VÍDEO - LOCAL DO ACIDENTE COM AVIÃO DA ESQUADRILHA EM SANTA CATARINA

AVIÃO DA ESQUADRILHA DA FUMAÇA CAI E EXPLODE EM SANTA CATARINA



Um avião da Esquadrilha da Fumaça caiu durante uma apresentação realizada na tarde desta sexta-feira em Lages, cidade localizada a 200 quilômetros de Florianópolis (SC).

O avião Tucano, considerado o sétimo da Esquadrilha, caiu na região do aeroporto por volta das 17h30. A queda causou muito pânico entre a plateia. Ele realizava uma acrobacia no momento em que o piloto teria perdido o controle. 

O avião Tucano, de cores amarelo e azul, caiu entre a cabeceira da pista e uma rua secundária. A plateia assistia à apresentação a menos de 200 metros.

O piloto da aeronave morreu no local, segundo informações já confirmadas pelo comando do Exército Brasileiro, que isolou o local para que populares não se aglomerassem.

foto/DiárioCatarinense

fonte/Terra

Um avião da Esquadrilha da Fumaça caiu na tarde desta sexta-feira em Lages, na Serra Catarinense. O piloto não sobreviveu, segundo os bombeiros.

A aeronave participava de uma apresentação quando caiu na beira da pista do Aeroporto Federal do Guarujá, às margens da BR-282 em Lages. O acidente aconteceu por volta das 17h30min.

Ainda não há informações sobre a causa do acidente, que já está sendo investigado pela Aeronáutica.

A reportagem conversou com o estudante de jornalismo Thomas Michel que acompanhava de seu apartamento e apresentação da esqudrilha e viu o momento da queda. Ele disse que a explosão foi tão forte "que uma bola de fogo subiu mais alto que as torres de energia" .



fonte/DiarioCatarinense

VAGAS DE COMISSÁRIOS DE VÔO NA TAM

Comissário (a) de Vôo
Empresa: TAM Linhas Aéreas

Nível hierárquico
Outros

Descrição
Segundo grau completo, idade mínima de 18 anos, altura mínima de 1,60m, ser brasileiro (a) ou naturalizado (a), curso homologado pela ANAC, CCT e CCF válidos, desejável conhecimentos orais (avançado) de um segundo idioma (inglês, francês, italiano, alemão ou japonês - ICAO 04).

Informações referentes à empresa
A TAM Linhas Aéreas é uma empresa líder no mercado doméstico de aviação comercial e possui uma filosofia baseada na ética e no cliente. A preocupação com o passageiro e com o colaborador encontra-se presente desde os princípios mais elementares da empresa. Para sustentar seu plano de expansão, busca profissionais identificados com a sua atividade e filosofia empresarial para fazerem parte de sua equipe de colaboradores. Cadastre seu currículo e venha trabalhar conosco.

Tipo de Oportunidade
Vaga

Formação desejada
Ensino Médio Completo

Qualificações e conhecimentos desejados
Inglês
• Curso Comissariado de Vôo

Idioma desejado/proficiência
Inglês - Leitura, redação e comunicação para participar de atividades em geral

Local de trabalho
Aeroporto de Congonhas e Guarulhos

Observações complementares
Importante: Não poderão participar do processo seletivo aqueles que já participaram da seleção em prazo inferior a 12 meses. Só participarão do processo candidatos inscritos através do Site.





fonte/PousadaDaCmraDanieleCarreiro














.

MONOMOTOR QUASE COLIDE COM BOEING 777 NOS ESTADOS UNIDOS

Um Boeing 777 da United Airlines esteve muito perto de colidir com um pequeno avião Cessna em San Francisco, nos EUA.

Apenas 91 metros. A princípio, a distância parece grande, mas quando se imagina o porte de um Boeing 777 em pleno ar cruzando com um pequeno avião Cessna...

No sábado, 27 de março, o Boeing 777-222/ER, prefixo N216UA, da United Airlines, realizando o voo UA-889, a partir de San Francisco, na Califórnia, nos EUA, a Pequim, na China, com 251 passageiros e 17 tripulantes a bordo, decolou da pista 28L do Aeroporto de San Francisco e foi autorizado a subir para 3.000 pés.

Quando o Boeing tinha acabado recolher o trem de pouso, a 1.100 metros, a Torre informou que havia tráfego na posição de uma hora. Imediatamente após, o TCAS (Traffic Collision Avoidance System) emitiu um aviso (Traffic Advisory): "Traffic! Traffic!". A tripulação viu uma pequena aeronave de asa alta, o Cessna 182, prefixo N9870E, em uma curva acentuada à esquerda, saindo de sua mudança a uma hora para a posição três horas.

O piloto do Boeing empurrou imediatamente a coluna de controle (o manche)para a frente, a fim de desviar do pequeno avião. Piloto e copiloto do Boeing só viram a parte de baixo do Cessna, que passou sobre o Boeing a uma distância entre 200 a 300 metros, enquanto o TCAS alertava "Desce! Desce!". Depois de livre da colisão, o Boeing prosseguiu para Pequim, onde realizou uma aterrissagem segura.

O NTSB informou que eles abriram um inquérito sobre a quase colisão para determinar como os aviões puderam chegar tão perto, numa distância estimada de 300 pés um do outro. Um investigador do NTSB foi enviado para San Francisco para iniciar a investigação.

O NTSB depois atualizou seu comunicado à imprensa afirmando que novas informações identificaram o avião privado como o Cessna 182, prefixo N9870E, ao contrário do que havia sido divulgado anteriormente, como sendo uma aeronave Aeronca 11AC, prefixo N9270E.

O porta-voz da FAA (Federal Aviation Administration) informou que o erro poderá ter partido da torre de controle, mas ainda não há certezas, de acordo com a televisão norte-americana ABC.
 
fonte/ExpressoPortugal/ABCTV/NoticiasSobreAviação

MONOMOTOR FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA EM RODOVIA NO INTERIOR DE SÃO PAULO

Um avião monomotor fez um pouso de emergência no km 159 da rodovia José Marcelino de Almeida, que liga as cidades de Colina e Severínia, no interior de São Paulo, a 418 km de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (01). De acordo com informações da Polícia Rodoviária de Barretos, a aeronave teve problemas no motor e precisou pousar no acostamento da estrada.

Segundo a PRF, o problema foi resolvido em 20 minutos, com a chegada de um mecânico e o avião pode decolar novamente. Ninguém ficou ferido e o tráfego da rodovia não foi prejudicado.

fonte/EPTV / O Globo / Terra

EMBRAER APONTA EXECUTIVO PARA NOVOS PROJETOS NA AVIAÇÃO CIVIL




A Embraer criou uma vice-presidência de Novos Programas de Aviação Comercial, em meio a expectativas de uma decisão da empresa sobre se avançará no desenvolvimento de aviões maiores, algo que a colocaria em confronto com as gigantes Airbus e Boeing.

O executivo Mauro Kern foi indicado para o novo cargo e a função até hoje por ele ocupada, a vice-presidência de Aviação Comercial, ficará sob responsabilidade de Paulo César Silva.

Em breve comunicado à imprensa, a Embraer informou que a nova estrutura organizacional, implementada nesta quinta-feira, tem como objetivo "aprimorar seu potencial para garantir a satisfação dos clientes, expandir sua dinâmica de negócios e, ao mesmo tempo, reforçar a capacidade e produtividade de suas operações".

A Embraer está concentrada no mercado de aviões regionais de 50 a 118 lugares, em que compete com a canadense Bombardier.

O presidente-executivo da empresa brasileira, Frederico Curado, já afirmou que a Embraer deverá tomar uma decisão sobre seu futuro na aviação comercial -área que responde pela maior parte das vendas da companhia- no final de 2010.

Segundo Curado, as opções são atualizar a atual família de jatos de 70 a 118 passageiros ou desenvolver novos produtos.

O executivo tem repetido que a incursão no mercado de aviões de maior porte não está nas mãos exclusivamente da Embraer. Depende de novas tecnologias, notadamente de turbinas de aviões, que justifiquem a aposta e o risco de se brigar com empresas do porte de Airbus e Boeing.

As ações da Embraer fecharam a quinta-feira em queda de 1,05 por cento na bolsa paulista, a 10,41 reais. O Ibovespa, principal índice de ações do mercado brasileiro, subiu 1,09 por cento.

As mudanças na Embraer:

• VP Executivo de Novos Programas e Aviação Comercial: Mauro Kern.

• VP Executivo de Operações: Artur Coutinho (responsável pelas operações industriais, suprimentos, tecnologia, desenvolvimento organizacional e recursos humanos.

• VP Executivo de Planejamento e Desenvolvimento de Pessoal: Antonio Júlio Franco.

• VP Executivo para o Mercado de Aviação Comercial: era Mauro Kern. Seu sucessor é Paulo César Silva.

• VP Executivo de Organização e Recursos Humanos: era Antonio Julio Franco. Seu sucessor é Hermann Ponte e Silva.

fonte/Reuters/O Globo) / Cidade Bi

QUEDA DE HELICÓPTERO DA POLÍCIA MILITAR DO MATO GROSSO - 5 ANOS SSEM RESPOSTA

Famílias dos três PMs mortos no acidente em trabalho iniciam campanha para marcar falta de amparo do governo
Outdoor com mensagem de protesto, celebração religiosa e recurso na Justiça marcam os cinco anos da morte de três policiais militares na queda do helicóptero de resgate Águia Uno da Polícia Militar. Até agora, nenhuma família foi indenizada pelo acontecimento.

No acidente, ocorrido em 5 de abril de 2005, morreram o co-piloto capitão Rodrigo Ribeiro, o sargento Joel Machado e o soldado Benedito de Jesus. O comandante da aeronave, capitão Henrique Corrêa da Silva Santos, foi o único sobrevivente. Os militares faziam uma operação de socorro às vítimas de um acidente de trânsito perto da serra de São Vicente, a cerca de 70 quilômetros de Cuiabá.

Desde a manhã de ontem, podem ser vistos em algumas avenidas da cidade outdoors com a mensagem: “Justiça atrasada não é justiça, senão injustiça qualificada e manifesta. Dor e indignação são sentimentos dos familiares. Justiça já!”. Fotos dos policiais, de sobrevôos da aeronave e do acidente ilustram o protesto. A missa será na igreja Bom Pastor, no bairro Morada do Ouro. Nesse bairro morava o capitão Rodrigo e essa era a igreja que ele frequentava.

Em ações judiciais impetradas, os pais dos policiais mortos reivindicam, individualmente, indenização de R$ 3 milhões. Na primeira sentença, em dezembro de 2009, o juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública, juiz Alberto Ferreira de Sousa, condenou o Estado ao pagamento de R$ 100 mil para cada uma das famílias. Como se trata de matéria financeira, a decisão ainda deve ser submetida à análise do Tribunal de Justiça, onde pode ser confirmada ou alterada, tanto para mais como para menos.

As famílias, porém já decidiram que não vão aceitar esse valor. O governo do Estado também parece não ter aceitado a pena. De acordo com o advogado da família do soldado Benedito de Jesus, Fábio Sales Vieira, o governo já recorreu da sentença reivindicando redução do valor, por entender que o acidente ocorreu por causa de mau tempo e erro humano.

Já a mãe do capitão Rodrigo, Luciana Garcia Ortiz, acha que para homens condecorados e enterrados como heróis, como aconteceu com os policiais, a sentença, assim como as atitudes do Estado contrariam as condecorações. “Se o seguro pagou US$ 1,5 mil pelo helicóptero destruído no acidente, o que hoje corresponderia a mais de R$ 3 milhões, torna impossível entender o valor da vida humana”, diz Luciana. Ela completa dizendo que seu desejo era ter o filho vivo e que nem R$ 5 milhões compensariam a vida de Rodrigo, porém está convicta sobre seu direito a uma indenização justa.

Dona Luciana lembra que, no ano passado, um laudo da Aeronáutica apontou a carga horária excessiva, fadiga, tripulação, mau tempo como possíveis causas do acidente. Quando decolou para operação de resgate a tripulação já havia cumprido jornada de 11h10 minutos de trabalho. Pela Lei 7.183, artigos 20 e 21, a duração máxima deveria ser de 11 horas. A análise dos técnicos da Aeronáutica diz: “a jornada de trabalho adotada pelo GRAER (Grupamento de Resgate Aéreo - nome da divisão de resgate da PM na época do acidente) além do previsto pela lei pode ter proporcionado fadiga no piloto, afetando a sua capacidade de julgamento”.

“Se o” Odílio Machado, pai do sargento Joel Machado, responsável pelo neto de 17 anos, único filho do policial, destaca que para quem criou um filho com tantas dificuldades, ajudou-o a fazer faculdade e se tornar um cidadão de bem, é difícil aceitar a perda e esse sentimento de abandono. “Quando eles morreram o governo prometeu nos ajudar”, diz.

Fonte: Alecy Alves (Diário de Cuiabá)

INEM COM TRÊS NOVOS HELICÓPTEROS

O INEM, Instituto Nacional de Emergência Médica, conta, a partir desta quinta-feira, com mais três helicópteros.

Os aparelhos vão ficar estacionados em Macedo de Cavaleiros, Santa Comba Dão e Loulé, num esforço de descentralização, já que, até agora, o INEM só tinha dois helicópteros, um em Lisboa e outro no Porto, avança a agência Lusa.
Segundo o Instituto Nacional de Emergência Médica este serviço de helitransporte de emergência médica, funcionará em turnos de 24 sobre 24 horas e será de «suporte avançado de vida» (SAV), ou seja, constam da tripulação um médico e um enfermeiro e tecnologia SAV.

fonte/foto/IOL Diário/Agência Lusa/NoticiasSobreAviação

VENEZUELA ESTAO NEGOCIANDO COM A RÚSSIA COMPRA DE 50 AERONAVES


Rusia   e Venezuela estão negociando a compra de 50 aaeronaves russas, informou hoje á imprensa una fonte da delegação russa que se encontra em Caracas.

As aeronaves são Antonov 148 e o Beriev 200.





fonte/foto/RIA Novosti

GOVERNO DO TOCANTINS ASSINA CONTRATO PARA COMPRA DE AERONAVE


O Secretário da Segurança Pública, Geraldo Donizette Carmo de Moraes, na companhia do Sub-Secretário Juscelino Cardoso da Mota, do Delegado Geral da Polícia Civil, Gilson Sousa, superintendentes e diretores, assinou na manhã desta terça-feira, 30/03/2010, o contrato para aquisição de um helicóptero, modelo AS 350 B-3, para o Tocantins.

O convênio firmado com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) é de US$ 3.315.000, o que corresponde a aproximadamente R$ 6 mi e a aeronave deve ser entregue até dezembro deste ano.

O Governo do Tocantins já efetuou o pagamento de 50% do valor total do helicóptero e ainda em 2010, a aeronave será usada pela Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

“Nossa maior preocupação é garantir a segurança do cidadão tocantinense. A aquisição desta aeronave será um grande passo para a Segurança Pública do Tocantins”, ressaltou o Secretário Geraldo Donizette.

fonte/SSP Tocantins

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...