quinta-feira, 19 de maio de 2011

ENCONTRADA CAIXA PRETA DO AVIÃO QUE CAIU NA ARGENTINA


A Junta de Investigação da Aviação Civil (JIAAC) começaram hoje o processo para tentar determinar as causas que levaram à queda do avião da Sol Airlines no Rio Negro, matando 19 passageiros, dois pilotos e uma comissária de bordo. Mas, aparentemente, essa tarefa não será resolvida nos próximos dias , mas será dentro de alguns meses. Embora a caixa-preta, fundamental para a reconstrução de eventos, foi localizada pelos peritos que trabalharam no local do impacto, como confirmado por Juan Ramon Fernandez, curador da Menucos.

A primeira versão que transpareceu depois do acidente foi a possibilidade de que a aeronave tenha sido o fenômeno do "congelamento". Mas a empresa SOL, afirmou que "qualquer evidência" de que poderia ter acontecido com o avião 340-Saab é mera especulação.

Enquanto isso, os pilotos da companhia aérea deverão esperar "pelo menos três meses" para ter "informações precisas" sobre as causas da tragédia. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse em uma declaração que deu a tarefa de pesquisar as causas do acidnte a JIAAC, que será publicada no tempo certo.

No entanto, o secretário-geral da agência do Ministério dos Transportes, o comodoro Gustavo Brea, disse à C5N deu detalhes de como a pesquisa será feita.

" Nada está descartado . Qualquer aspecto operacional, a condução, a operação do negócio, do tráfego aéreo, e técnicos serão analisados ​​", disse ele. Ele confirmou que um "consultor credenciado da Saab," acompanhara os pesquisadores, que  irão colher depoimentos de testemunhas do acidente, incluindo os moradores de Prahuaniyeu que disseram ter visto uma bola de fogo no céu  , referindo-se a aeronave de matrícula LV-CEJ.

Outra que pediu cautela e o presidente da União dos Pilotos de Linhas Aéres (Uala), Claudio Somoza, que disse que " pode demorar até três meses para ter informações precisas "sobre as causas do acidente.

" Temos que ver a caixa-preta e a JIAAC fazer o relatório ", disse o repressntante dos pilotos, e  para " não julgar sem os elementos da caixa preta. "

Coincidentemente, o ex-piloto e cineasta Enrique Piña, disse que seria "absurdo" lançar algumas hipóteses sobre as causas neste momento. "Sem ter visto a caixa preta, sem ter fotografado o local, sem qualquer análise, se alguém diz que a causa do acidente é tal, está mentindo", disse ele.

Modelado com uma queixa sobre o passado, o secretário-geral da Associação do Pessoal da Força Aérea (APTA), Ricardo Cirielli, pediu " cautela contra a especulação que acontecem . " Falando à agência de notícias Telam Cirielli disse que "a APTA está disponível para as autoridades por tudo o que tem a ver com a investigação a nível profissional para colaborar na busca das causas do acidente."

Enquanto isso, Horácio Darré, gerente de planejamento da empresa Sol Airlines, disse que "é impossível neste momento, determinar as causas" do acidente. Por sua parte, o vice-presidente da empresa Sol Airlines, Juan Nifeneger, disse que o avião acidentado na província de Rio Negro  não sofreu "nenhuma" falha técnica "e cancelamento de decolagem  nos últimos dias.

Do Governo, João Schiavi, secretário de Transportes, disse que a aeronave "estava em ordem." "Foi uma tragédia horrível", disse o funcionário, que pediu " para ser mais preciso com a informação por respeito às famílias afectadas . "Estamos consternados que é raro este tipo de acidentes com estes aviões. Aviões Saab, com 9 milhões de voos em todo o mundo, apenas três acidentes foram  notificados ", disse ele. Finalmente, ele foi logo avisando que "não dara qualquer informação até que a investigação seja concluída."

Sob a orientação do Tribunal de Bariloche, a Força Aérea da Polícia de Segurança, juntamente com a defesa civil, o pessoal da polícia provincial e bombeiros trabalharam na área da tragédia, 25 quilômetros a sudoeste da cidade de Los Menucos, Província do Rio Negro.

fonte/ElClarin
Enhanced by Zemanta

I ENCONTRO DE BLOGUEIROS E TUITEIROS DO RIO GRANDE DO SUL

O espaço livre da internet, ao qual todos têm acesso, independente de condição econômica ou poder político, possibilita que todos os setores da sociedade se manifestem, o que não acontece na grande mídia. Os blogs representam hoje uma forma de contraponto à imprensa tradicional.

Dentro desse contexto, nasce o 1º Encontro de Blogueir@s e Tuiteir@s do RS, com a proposta de promover a discussão sobre a internet no estado e no país e o papel dos blogs na tarefa de democratizar a comunicação. Os objetivos da blogosfera e seu potencial de ampliação estarão em pauta durante o evento.

O Encontro foi pensado a partir da necessidade de se reunir a blogosfera gaúcha em torno de um projeto de ampliação da sua abrangência. Uma grande oportunidade para reunir os ativistas da internet e promover o contato e a troca de informações entre @s participantes.


Datas: 27, 28 e 29 de maio
Local: Câmara Municipal de Porto Alegre
Endereço: Av. Loureiro da Silva, 255; Porto Alegre-RS
Enhanced by Zemanta

AEROCLUBE PODE SER PUNIDO POR ACIDENTE COM BIMOTOR

O Aeroclube de Piracicaba pode receber multa e até ser fechado por causa do acidente com o bimotor Sêneca que matou quatro pessoas na noite da última segunda-feira (16). A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) proíbe que em voos de instrução outras pessoas estejam no avião além do instrutor e do aluno.

A assessoria de imprensa da Anac informou que, após toda a investigação que está sendo realizada pela aeronáutica, o caso concreto do que aconteceu no acidente com o bimotor será analisado. A partir das informações precisas e corretas sobre o caso será possível saber a punição cabível ao aeroclube.
A prática, segundo o diretor do aeroclube, Marcelo Kraide, é comum. "Isso sempre é feito (outras pessoas estarem no voo). Se fossem pessoas que não têm nada a ver e só estivesem ali para passear é uma situação. Mas não era o caso. Os dois que acompanhavam o instrutor e o aluno também eram alunos. Um deles, inclusive, só esperava a Anac fazer a liberação para ele se tornar piloto", justifica Kraide.

O diretor disse ainda que a Anac faz a fiscalização, tanto do Aeroclube quanto dos cursos oferecidos, pelo menos uma vez por ano. Segundo Kraide, a agência não encontrou nenhuma irregularidade no local, na última inspeção.

Ele sabe, entretanto, que a atividade é irregular. "A gente sabe que, pela norma da Anac, no papel, essa prática está errada. Os alunos costumam voar com mais gente assim até para treinar e se acostumar com aeronave mais pesada na decolagem e no pouso", finaliza Kraide.

Nota oficial
No Estado de São Paulo existem 59 aeroclubes. Para o especialista em aeronáutica da USP, James Rojas Waterhouse, muitos deles não oferecem condições adequadas de segurança."Logicamente existem poucas exceções. Mas, em geral, os aeroclubes não são estruturas extremamente profissionalizadas. O ensino da aviação comercial necessita de escolas muito especializadas, bem equipadas e com uma gestão profissional", disse Waterhouse.
Por meio de nota oficial encaminhada pela assessoria de imprensa, a Anac informa que "não tem por incumbência legal a melhoria das condições dos aeroclubes; a responsabilidade pelos investimentos no aeroclube é de seu administrador. A agência possui um programa nacional de fiscalização de aeroclubes, que averigua regularmente diversos quesitos, como documentação, cursos ministrados, aeronaves e instalações. Em caso de inconformidades, são tomadas as providências cabíveis pela legislação em vigor, que vão desde autuações à suspensão do funcionamento do aeroclube.”

fonte/EPTV
Enhanced by Zemanta

JUIZ CONDENA 1 CONTROLADOR POR ACIDENTE DA GOL E ABSOLVE OUTRO

Três dias após a Justiça considerar os pilotos do jato Legacy culpados no processo do acidente com um avião da Gol em 2006, o juiz federal Murilo Mendes, da Vara Única de Sinop (MT), condenou nesta quinta-feira o controlador de voo Lucivando Tibúrcio de Alencar, que trabalhava no dia da colisão. A pena determinada ao sargento da Aeronáutica foi de três anos e quatro meses de detenção, em regime aberto, por atentado contra a segurança do transporte aéreo. A sentença, no entanto, foi substituída pela prestação de serviços comunitários e proibição temporária do exercício da profissão. Já o controlador Jomarcelo Fernandes dos Santos foi absolvido.

O juiz considerou que Lucivando não programou em seu console frequências auxiliares, por meio das quais as aeronaves podem fazer contato com o controle - além da frequência principal. No entendimento de Mendes, isso dificultou o contato entre o Legacy e o Centro de Controle, e a conduta do sargento pode ser considerada negligente. Ele lembrou ainda que os americanos tentaram por 12 vezes se comunicar com o Cindacta I.

"A defesa junta parte do inquérito instaurado na Justiça Militar e pretende com ele provar falhas no sistema de comunicações. Além de extemporânea, uma vez que fase probatória já ficou para trás, está preclusa, a prova não contradiz o fato indiscutível - provado no inquérito conduzido pela Polícia Federal, de que no console de Lucivando não estavam selecionadas as frequências indicadas na carta de rota dos pilotos, fato que, indiscutivelmente, prejudicou o estabelecimento de comunicação entre a aeronave e o Legacy", disse o juiz, na sentença.

Para absolver Jomarcelo, o juiz considerou depoimento do sargento responsável pelos quadros da carreira, que classificou o réu como "um controlador que não tinha condições de ser controlador". Segundo o sargento Wellington Rodrigues, Jomarcelo era muito introvertido e se comunicava com dificuldades em português, "inglês nem se fale". Ele disse também que Jomarcelo precisou de "várias tentativas" para ser homologado e que houve uma "insistência" para habilitá-lo na função devido ao reduzido número de operadores de tráfego.
"A prova dos autos dá conta de que o sistema aprovou - e dolosamente, no meu entender - Jomarcelo sem que ele tivesse a mínima condição de ser aprovado", escreveu o juiz. "Jomarcelo, o controlador que não reunia condições para controlar, operava três setores e sem assistente. Estavam sob sua supervisão várias aeronaves. (...) Sendo o sistema inadequado e suscetível de confundir controladores experientes, o que dizer dele quando se analisa a situação de um controlador cuja competência ficou desmascarada pelo próprio sargento que o examinou na escola de formação?", disse o juiz. 

Jomarcelo acompanhava a evolução do Legacy e não percebeu o desligamento do transponder - representado no monitor por um círculo ao redor da aeronave, que desaparece quando o equipamento é desligado. Segundo os autos, o transponder foi desligado às 19h01 e Jomarcelo entregou o posto para Lucivando às 19h17. "Em verdade, olhando as coisas como elas são, o que se pode dizer é que só mesmo por sorte Jomarcelo não cometeu outros equívocos tão graves quanto o que lhe imputa o Ministério Público Federal. Foi apenas por sorte, pois competência ele não tinha", afirmou Mendes na decisão.

Na segunda-feira, o juiz condenou os pilotos americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino a quatro anos e quatro meses de prisão em regime semiaberto por expor a perigo aeronave própria ou alheia e pelo ato ter resultado em morte. A pena, no entanto, foi convertida em prestação de serviço comunitário e proibição do exercício da profissão e será cumprida nos Estados Unidos, onde os pilotos residem.

fonte/Terra
Enhanced by Zemanta

JATINHOS DEMORAM ATÉ QUATRO HORAS PARA POUSAR EM COMANDATUBA NO ENCONTRO DE MILIONÁRIOS


O 9º encontro anual de empresários, que se realiza em Comandatuba (BA), provocou um engarrafamento de jatinhos no minúsculo aeroporto de Una, próximo ao local.

Com uma pista apenas, os jatos tiveram que ficar esperando no ar sua vez para aterrissar.

O empresário Benjamin Steinbruch, por exemplo, demorou quatro horas para pousar. Normalmente, a viagem leva uma hora e 40 minutos.

Um voo charter previsto para chegar às 18 horas, só aterrissou por volta das 22 horas.

E o presidente Lula, principal palestrante de ontem à noite, levou meia hora para conseguir decolar de volta para São Paulo.

Na volta não deve ser muito diferente.

fonte/IG

blog/se vc é está em Comandatuba, favor enviar fotos do pátio - deixe msg no campo comentários.

AVIÃO DA MARINHA DOS EUA CAI LOGO APÓS A DECOLAGEM E FERE 3 NA CALIFÓRNIA


Acidente ocorreu na base naval de Point Mugu, em Ventura.
Boeing 707 pegou fogo, e ainda não se conhecem os motivos da queda.


Um avião de abastecimento da Marinha dos EUA acidentou-se logo após decolar da base naval de Point Mugu, em Ventura, no sul da Califórnia, nesta quarta-feira (18).

Os três tripulantes escaparam com ferimentos leves, segundo um porta-voz da base.

O Boeing 707 caiu às 20h25 locais (21h25 de Brasília), perto da praia, e foi tomado pelas chamas, provocando muita fumaça.

fonte/G1
Enhanced by Zemanta

AVIÃO CAI NA ARGENTINA E NÃO DEIXA SOBREVIVENTES


Aeronave da Sol Airlines caiu na Patagônia, no sul do país.
Avião cumpria a rota entre as cidades de Neuquén e Comodoro Rivadavia.

As autoridades argentinas informaram, no início da madrugada desta quinta-feira (19), que a queda do voo 5428 da Sol Airlines não deixou sobreviventes. Um avião operado pela companhia, com 22 pessoas a bordo, caiu na região sul do país, na Patagônia, na noite desta quarta (18).

“Não há sobreviventes”, afirmou Horacio Farré, porta-voz da companhia aérea. “É uma situação complicada, dolorosa. Não há sobreviventes”, confirmou Mabel Yahuar, prefeita de Los Menucos, cidade ao sul da província de Rio Negro, a 35 km do local onde foram encontrados os destroços do avião da Sol.

Ismael Alí, diretor do hospital de Los Menucos, também confirmou que ninguém sobreviveu ao acidente aéreo. Ele informou ao canal “C5N” que tudo o que restou da aeronave “são pedaços carbonizados”. “Não encontramos ninguém com vida”, disse o médico.

As primeiras equipes de resgate que chegaram ao local da queda do voo 5428 da Sol partiram de Los Menucos.

Sala Vip do Aeroporto de Neuquén, na Argentina, começa a receber familiares de pessoas que estavam no vôo 5428 da Sol, que caiu no sul do país. (Foto: Regules Yamil / Reuters) 
Sala Vip do Aeroporto de Neuquén, na Argentina, começa a receber familiares de pessoas que estavam no voo 5428 da Sol, que caiu no sul do país. (Foto: Regules Yamil / Reuters)

Não há ainda informações sobre as causas da queda do avião. Autoridades da Aeronáutica informaram que, no momento do acidente, sopravam ventos fortes, a temperatura estava abaixo de zero e o céu estava nublado, mas não havia chuvas.

A aeronave, um Saab 340A, registro LV-CEJ biturbo, desapareceu no trajeto entre as cidades de Neuquén e Comodoro Rivadavia, a 1.800 km a sudoeste da capital, Buenos Aires. A região do acidente fica ao sul da turística cidade de Bariloche, junto à cordilheira dos Andes.

Segundo a companhia aérea, o voo 5428 cumpria a rota Córdoba-Mendoza-Neuquén-Comodoro Rivadavia, decolou de Neuquén às 20h08 (locais) e emitiu um sinal de emergência às 20h50 (locais), sumindo dos radares. O trecho seria voado em 1h50 e o combustível seria suficiente para três horas de voo.

Companhia aérea Sol (Foto: Reprodução / Portal da companhia aérea Sol) 
(Foto: Reprodução / Portal da companhia aérea Sol)

De acordo com nota divulgada no portal da companhia aéra Sol (www.sol.com.ar), a aeronave transportava 22 pessoas: 18 passageiros adultos, um menor e três tripulantes - dois pilotos e uma aeromoça. Uma lista de passageiros e tripulantes foi divulgada .


Ainda há patrulhas, equipes de resgate e ambulâncias na região do acidente, segundo as autoridades.
A companhia aérea Sol colocou à disposição um número exclusivo de telefone para atender aos familiares das pessoas que estavam no voo: 0810.122.7765

As agências internacionais de notícias informam que uma testemunha disse ter visto uma “bola de fogo caindo em uma zona desértica” pouco depois de o avião emitir um alerta de emergência. A região é conhecida por Prahuaniyeu.

De acordo com a prefeita de Los Menucos, Isabel Yahuar, na região não há sinal para telefone celular. “É uma zona desabitada, faz muito frio e as condições de resgate são difíceis”, disse.
Infrared Satellite Image GOES-E May 18th 23:45Z (Graphics: NASA):



fonte/EFE/Reuteres/AGInternacionais/G1
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...