terça-feira, 26 de julho de 2011

BOEING REATIVA LOBBY PARA VENDA DE CAÇAS

BRASÍLIA - O presidente da Boeing internacional, James McNerney Jr., vem ao Brasil na próxima semana em mais uma visita para tentar avançar nas negociações para a venda dos caças F-18 Super Hornet. Apesar de o governo brasileiro ter suspendido qualquer decisão sobre a compra dos caças até o início de 2012, a avaliação dos americanos é que este segundo semestre é o momento de convencimento.
 
A compra dos caças foi suspensa pela presidente Dilma Rousseff logo ao assumir o governo, em janeiro deste ano, por conta do ajuste fiscal. No mesmo momento, a presidente deixou claro que nenhuma das ofertas está fora do páreo e os equipamentos americanos e os suecos Saab Gripen seriam considerados - apesar da preferência pelos caças franceses Rafale demonstrada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim. 

O recuo do governo brasileiro acendeu o alerta na França, que, depois de meses de conversa entre Lula e o presidente Nicolas Sarkozy, já dava como certo o negócio de R$ 12 bilhões. Ao mesmo tempo, elevou o interesse dos americanos, que viram no recuo brasileiro a chance de retomar as negociações. 

O assunto foi tratado na visita do presidente Barack Obama, em março. 

Argumentos. Obama defendeu os caças da Boeing alegando que eles têm a melhor tecnologia. Semanas antes, o senador republicano John McCain, ex-candidato à presidência dos Estados Unidos, também aproveitou uma visita ao Brasil para fazer lobby pela Boeing e garantir que o Congresso americano apoiaria a transferência de tecnologia exigida pelo Brasil. 

Esse tem sido o ponto mais complicado da negociação com os americanos. 

Os suecos e os franceses concordaram em fazer a transferência total de tecnologia. No caso dos Saab Gripen, a intenção da empresa era terminar o desenvolvimento dos caças junto com o Brasil. Os americanos eram mais resistentes. Obama garantiu a Dilma, no entanto, que o tema estava superado e os Estados Unidos iam garantir o mesmo pacote que os concorrentes. 

fonte/AgEstado

DOIS VOOS SÃO CANCELADOS NO SALGADO FILHO POR CAUSA DE CINZAS VULCÂNICAS

Dois voos da Aerolíneas Argentinas foram cancelados no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, em razão dos problemas causados pelas cinzas do vulcão chileno Puyehue no espaço aéreo argentino. Desde o meio-dia, o Aeroparque, em Buenos Aires, está com os voos suspensos em razão do risco provocado pela pluma vulcânica.

De acordo com a companhia aérea, o voo que sairia do Aeroparque com destino a Porto Alegre por volta das 14h30min não decolou. Assim, a partida de Porto Alegre para Buenos Aires, prevista para as 16h45min também não decolou. Os passageiros foram realocados para outras companhias. As demais empresas aéreas não tiveram cancelamentos.

As cinzas expelidas pelo vulcão chileno Puyehue voltaram a cobrir o espaço aéreo do aeroporto de Buenos Aires, o Aeroparque Jorge Newbery, nesta terça-feira. A visibilidade foi reduzida para 4,5 mil metros e vários voos foram cancelados. Já o Aeroporto Internacional de Ezeiza, a cerca de 35 quilômetros de Buenos Aires, operava normalmente, segundo informações do site do jornal argentino Clarín.

Por meio de um comunicado, a LAN Argentina informou que "decidiu não operar seus vôos programados Aeroparque até que as condições são favoráveis". A companhia suspendeu suas operações ao meio-dia, o que implicou o cancelamento de oito voos domésticos.

As companhias Aerolíneas Argentinas e Austral, já haviam cancelado suas operações no Aeroparque um hora antes, às 11h. Do Aeroparque saem voos com destino a diferentes cidades argentinas e também a países como Uruguai, Chile e Brasil. As companhias, porém, não detalharam quais voos foram afetados.

O vulcão Puyehue, no sul do Chile, entrou em atividade no dia 4 de junho. Deste então, a movimentação da nuvem de cinzas expelida pelo vulcão, durante suas frequentes erupções, já cancelou voos no Brasil, Argentina, Chile e até na Austrália e Nova Zelândia. As cinzas vulcânicas oferecem perigo para as aeronaves, pois podem danificar os sistemas elétricos e a fuselagem, paralisando os motores durante o voo.

Avanço das cinzas
De acordo com a meteorologista Estael Sias, imagens de satélite feitas às 15h mostram uma nuvem fraca de cinzas entre a campanha, a fronteira oeste e o extremo sul do Rio Grande do Sul. A nuvem, porém, é tênue e praticamente não pode ser vista a olho nu.

O modelo de previsão de dispersão de cinzas vulcanicas da National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) indica que as cinzas tendem a ser transportadas diretamente para o mar nas proximas horas, sem chegar de forma significativa ao território gaúcho.

fonte/ZeroHora

FROTA INTERNACIONAL TERÁ CELULAR E INTERNET

São Paulo (AE) - A TAM vai estender os serviços de celular e internet a bordo para sua frota internacional a partir do segundo semestre de 2012. Em comunicado ao mercado, a companhia aérea disse que os passageiros poderão realizar chamadas telefônicas e enviar mensagens de texto por meio de rede celular, bem como acessar à internet através de sinal WiFi. "A decisão de ampliar os serviços de conectividade oferecidos pela OnAir foi tomada depois de nove meses muito bem-sucedidos, durante os quais passageiros fizeram chamadas telefônicas, receberam e enviaram mensagens de texto e e-mails e acessaram a internet em algumas rotas domésticas da companhia", explicou a empresa aérea.

Conforme a TAM, os serviços de conectividade OnAir baseados na tecnologia SwiftBroadband (SBB) da Inmarsat serão implementados em 12 aeronaves Boeing 777-300ER (quatro já na frota e oito a serem recebidas até 2014), bem como em dez Airbus A330 e 27 em A350. Somadas às 31 aeronaves de voos domésticos que terão o sistema 80 aviões  serão equipados com os serviços OnAir nos próximos anos. 

fonte/TribunaDoNorte

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...