quarta-feira, 20 de maio de 2015

ACIDENTE COM PERDA TOTAL DE UM GRIPEN NA HUNGRIA

Gripen-Jas-39-Forca-Aerea-hungara-feat

Um caça Gripen Jas-39 da Força Aérea da Hungria, despenhou-se na terça-feira, 19 de Maio, quando se preparava para aterrar na base militar de Caslav, no Sudoeste de Praga, capital da República Checa, durante um exercício militar, confirmou uma nota oficiosa do Ministério da Defesa húngaro.

Foto:Idnes
Foto:Idnes

Ambos os pilotos ejetaram-se em segurança antes do caça cair no final da pista, com perda total da aeronave. Não são conhecidas as razões do incidente que ocorreu durante um exercício  militar tri-partido entre as Forças Aéreas da República Checa, Suécia e Hungria.

Foto: Idnes
Foto: Idnes

Foto: Idnes
Foto: Idnes

Foto: Idnes
Foto: Idnes

fonte/foto²NewsAvia/Idnes

EMBRAER FATURA US$ 1 BI COM PACOTE ASSINADO COM A CHINA



Dilma Rousseff e o primeiro-ministro da China, Li Keqiang. Foto: Divulgação Dilma Rousseff e o primeiro-ministro da China, Li Keqiang. Foto: Divulgação

A Embraer foi uma das empresas brasileiras beneficiadas no pacote de 35 acordos assinados ontem entre China e Brasil, que prevê investimentos no país da ordem de US$ 53 bilhões.
Líder mundial na fabricação de jatos comerciais de até 130 assentos, com sede em São José, a fabricante confirmou a venda de 22 aeronaves para a companhia aérea Tianjin Airlines, subsidiária do Grupo HNA.
O contrato tem valor estimado em US$ 1,1 bilhão, pelo atual preço de lista, e compreende 20 jatos E195 e dois E190-E2, o que torna a Tianjin Airlines a primeira companhia aérea chinesa a adquirir a nova família de jatos da Embraer, batizada de E2.
A compra de outros 18 jatos E190-E2, com custo estimado em US$ 1 bilhão, também faz parte do pacote, mas dependerá de uma segunda aprovação das autoridades chinesas em uma fase posterior.
“A China está crescendo muito rapidamente e há necessidade por jatos menores para apoiar operações de alimentação de tráfego em grandes aeroportos”, disse, em nota, Paulo Cesar Silva, presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial.
Além da empresa, os acordos assinados durante visita oficial do primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, beneficiam a Petrobras, o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e Jacareí.

Negócios. “O Plano de Ação Conjunta 2015-2021, que assinei com o primeiro-ministro, inaugura uma etapa superior em nosso relacionamento”, disse, por meio de nota, a presidente Dilma Rousseff.
Acompanharam Keqiang na visita ao Brasil uma delegação de 120 empresários chineses, que prospectam negócios e investimentos no país.
“Teremos a oportunidade de dialogar com o empresariado dos dois países sobre o importante papel que exercem nesse processo de aproximação”, afirmou a presidente.
As trocas comerciais entre os dois países alcançaram US$ 77,9 bilhões em 2014, com superávit brasileiro de US$ 3,3 bilhões.

Região. Entre os acordos bilaterais que podem beneficiar a região, estão o financiamento de projetos da Petrobras, no valor de US$ 7 bilhões, e a assinatura de protocolo complementar para a pesquisa e produção do satélite de recursos terrestres Cbers-4A, em parceria com o Inpe.
Segundo especialistas, também interessam o memorando de entendimento firmado entre Brasil e China que vai beneficiar as áreas de sensoriamento remoto, telecomunicações e tecnologia da informação, com forte atuação de empresas e institutos da região.
“A China é o parceiro econômico do futuro”, resumiu o economista Marcos Barbieri, coordenador do Laboratório de Estudos das Indústrias Aeroespaciais e de Defesa da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).
Para ele, as empresas da região, como a Embraer, acertam ao mirar a China em seus negócios, em razão do avanço que a economia chinesa vem tendo no plano global.
Hoje, ela é a segunda maior do mundo, só perdendo para a dos Estados Unidos.
“O importante é ter a China como parceiro comercial”, disse o especialista.

fonte/foto/OVale

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...