domingo, 22 de junho de 2014

COMANDANTE DO VOO MH370 DA MALAYSIA AIRLINES É O PRINCIPAL SUSPEITO




Três meses após o desaparecimento do Boeing da Malaysia Airlines com 239 pessoas a bordo,  um dos maiores mistérios da história da aviação, a polícia chegou a uma conclusão: o suspeito número um é o piloto.
As conclusões oficiais que os investigadores chegaram hoje,  foram revelados pelo jornal britânico Sunday Times, citando fontes das informações  as equipes de investigação da polícia e das autoridades de aviação da Malásia.
De acordo com a pesquisa citada pelo jornal, o comandante Zaharie Shah, de 53 anos, é o principal suspeito porque sua casa tinha simuladores de voo, onde o os voos treinados eram longe de sua rota habitual.
Shah geralmente voava entre Kuala Lumpur (Malásia) e Pequim (China), da rota que deveria ter sido executada em 8 de março, quando o vôo MH370 desapareceu sob seu comando.
Os simuladores de voo apreendidos em sua casa, também revelaram que o comandante ensaiou pousos em ilhas remotas e faixas escolhidas aleatoriamente. Estas simulações (dados), os pilotos normalmente utilizam quando em voo. Os pesquisadores, já na semana após o desaparecimento da aeronave, haviam especulado em uma "ação deliberada" para fazer desaparecer a aeronave entre a Malásia e Pequim
No entanto, o comandante Shah tinha apagado todos os dados que indicam suas atividades nos simuladores e foram necessários três meses para recuperar estas informações.

Além disso, os pesquisadores confirmaram "problemas familiares" do comandante Shah, que tinha 18.000 horas de vôo em sua carreira e era considerado muito "esperto".

Das 170 entrevistas realizadas pelos investigadores, o comandante que era pai de três filhos, tinha problemas familiares e foi observado que  "não tinha mais planos para o futuro, profissionalmente ou com a família", publicou o jornal londrino.

Familiares e amigos continuam a negar que Shah teria cometido alguma ação proposital para fazer desaparecer o avião. Para eles, Shah continua a ser "uma boa pessoa e a verdade virá à tona."

A polícia, em comunicado, disse que as investigações continuam avançando e não descartamos nenhuma opção, incluindo uma falha técnica ou ataque terrorista. No entanto, permanece  o mistério de como e por que o Boeing 777 da Malaysia Airlines desapareceu no ar.

Enquanto isso, há uma crescente raiva e dor das famílias e parentes dos passageiros, em sua maioria chineses, que em breve terá de enfrentar os atestados de óbito que serão enviados pelo governo da Malásia, sem ter a menor ideia do que aconteceu e as causas da tragédia.


fonte/foto/AgInternacionais/Clarin

PLANADORES - BELAS IMAGENS


PROJETO SUL-AMERICANO DE AVIÃO ATRAI GRUPOS DO VALE DO PARAÍBA

Três empresas do polo aeronáutico de São José dos Campos --Akaer, Novaer Craft e Flight Tecnologies-- foram selecionadas para participar do projeto de desenvolvimento e produção de uma aeronave de defesa do Unasul (União Sul-Americana de Nações), que reúne Argentina, Brasil, Venezuela e Equador.

 A Avionics, de São Paulo, completa o grupo de empresas brasileiras no projeto.

De acordo com o Ministério da Defesa, a iniciativa do desenvolvimento do Avião Regional de Treinamento, que está na fase de prospecção de financiamento, tem o objetivo de fomentar a integração continental e fortalecer a indústria de Defesa na América do Sul.


A aeronave será utilizada pelos militares sul-americanos para treinamento primário básico: primeiro contato do piloto militar com a aviação.

Participação

 Em princípio, as empresas brasileiras participarão com o desenvolvimento e produção do trem de pouso do avião (Novaer), painel de equipamentos (Avionics e Flight Tecnologies) e asas equipadas (Akaer).

Por ser a empresa responsável por toda a asa equipada, a Akaer também gerenciará a produção de parte do bordo de fuga da asa, que será produzida por uma empresa venezuelana, informou o ministério.


“Este projeto é extremamente importante para Akaer e outras empresas brasileiras envolvidas, pois estabelece uma relação de negócios e parcerias com países da região e suporta o governo brasileiro em seus objetivos estratégicos”, disse, em nota, o presidente da Akaer, Cesar Silva.


O executivo avalia que o projeto deve gerar a criação de empregos na empresa, mas, no momento, não é possível estimar o número.


Para Nei Brasil, da Flight Tecnologies, o projeto é importante e uma oportunidade para a empresa mostrar a sua capacidade tecnológica.

Viabilização

 Para viabilizar o projeto, será criada no próximo semestre a sociedade anônima Unasur Aero.
A corporação permitirá que as empresas envolvidas no projeto possam ser contratadas e remuneradas .
“Os países envolvidos vão fazendo os pagamentos por etapa para a Unasur Aero, que posteriormente vai contratando as empresas com relação aos seus pacotes de trabalho”, explica o coronel Roquetti, representante do Brasil no comitê técnico do programa.


De acordo com ele, o Brasil deverá colaborar com cerca de 62% dos subsistemas. A fase de desenvolvimento do projeto terá um custo aproximado US$ 60 milhões. Com isso, pelo menos US$ 36 milhões serão destinados às empresas brasileiras.


As empresas argentinas deverão participar com 28%, e as equatorianas e venezuelanas com 5% cada.




fonte/foto/OVale/foto/Divulgação

HOMEM PRESO POR USAR LASER CON HELICÓPTERO DA PM


Foi preso em flagrante na última sexta-feira um homem acusado de usar uma caneta laser para ofuscar os olhos do piloto de um helicóptero da PM (Polícia Militar) durante uma manifestação. Ele estava no meio dos manifestantes e houve risco de queda da aeronave.

Imagens obtidas com exclusividade pela Band mostram o momento em que um manifestante dispara jatos de luz contra o helicóptero da PM. Segundo policiais, o laser verde ofusca a visão e causa até cegueira temporária.



A aeronave acompanhava a manifestação de mais de 150 pessoas por melhorias na saúde, educação e transporte. Houve tumulto e policiais usaram bombas de efeito moral e spray de pimenta.

Enquanto registravam a movimentação, os tripulantes do helicóptero estiveram na mira do laser. Dois pilotos tiveram que alternar o comando, enquanto outros dois PMS faziam contato com equipes em terra para capturar o responsável. Trinta minutos depois, o manifestante foi preso.

O homem foi levado para a delegacia, onde prestou depoimento. Caso condenado, ele pode pegar de dois a cinco anos de prisão.

fonte/noticias.band.uol.com.br

POLÍCIA APREENDE MONOMOTOR E 500 KG DE COCAÍNA





O Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer) em conjunto com o Comando de Operações Especiais (Coe) fizeram a apreensão de 500 quilos de cocaína e um avião usado para o tráfico de drogas no final da tarde deste sábado (21/5). A apreensão foi na região de Santa Helena de Goiás, cidade há 210 quilômetros de Goiânia. 


O piloto do avião e o proprietário da droga foram presos em flagrante. Os dois traficantes são suspeitos de abastecerem o mercado da droga em Goiás e Minas Gerais. Segundo informações da Polícia Militar (PM) foi encontrado com os traficantes rádios comunicadores, celulares e armas.
Após a prisão, no começo da noite, os dois foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal da capital.

fonte/foto/Jornalopção

Dados da aeronave via RAB

MATRÍCULA: PRRRD
 
 
Proprietário:
XXXXXXXXXX
CPF/CGC:
XXXXXXXX
Operador:
XXXXXXXXXX
CPF/CGC:
XXXXXXXX
 
Fabricante:
CESSNA AIRCRAFT
Modelo:
210N
Número de Série:
21063026
Tipo ICAO :
C210
Tipo de Habilitação para Pilotos:
MNTE
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1724 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
005


Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA):
21029
Situação no RAB:

Data da Compra/Transferência:
040414


Data de Validade do CA:
04/07/18
Data de Validade da IAM:
120714
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 22/06/2014 13:38:31

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...