quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

YEDA CRUSIUS DEFENDE COMPRA DE NOVO AVIÃO - PODEM CHAMAR DE AEROYEDA

PORTO ALEGRE - A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, voltou a defender, na manhã desta quinta-feira, a compra de um avião para o estado. Em entrevista à Rádio Gaúcha, Yeda disse que não se arrepende de ter tornado pública a intenção de adquirir a aeronave e informou que vai continuar com essa discussão. A governadora lembrou que enfrentou o apagão aéreo e a parada de emergência que fez em Uberlândia devido a problemas no avião:
- Eu fiquei várias vezes fora de reuniões. Reuniões importantes onde os outros governadores vão e brilham.
" Eu fiquei várias vezes fora de reuniões. Reuniões importantes onde os outros governadores vão e brilham "
O modelo que o governo Yeda pretende comprar é um jato executivo que custa, segundo a Casa Militar, entre US$ 8 milhões e US$ 26 milhões.
Yeda disse ainda que o estado precisa analisar a necessidade da construção de aeroportos regionais, pois do contrário a locomoção é toda pela estrada. Mas admitiu que a "tese" da aquisição de um avião "causa furor".
- Tem que dar instrumentos para o governante poder disputar com o governador da Paraíba que tem (avião), do Piauí, do Rio de Janeiro, de Minas, de São Paulo, para estar numa reunião e disputar o espaço do Rio Grande do Sul no quesito de discussão pelo Brasil - declarou Yeda que já perdeu uma reunião sobre reforma tributária.
" Podem chamar de Aeroyeda, Queen Air, o que quiserem, podem continuar discutindo "
- Podem chamar de Aeroyeda, Queen Air, o que quiserem, podem continuar discutindo, o Rio Grande tem que se discutir - defendeu
Quanto a compra de um avião não estar prevista no orçamento de 2009, Yeda disse que se fosse considerada a urgência em adquirir a aeronave e a compra fosse à vista, seria feita por meio de um projeto de lei. Segundo a governadora, a Embraer vende aviões a prazo para os outros governadores e para o governo federal, que trocou toda a frota.
- Eu vou pegar todo dinheiro em caixa e a Yeda vai "luxar" por aí. Não, não é isso. Não se compra um avião em cash (dinheiro), a não ser que se tenha cash - disse lembrando que o governador de Santa Catarina tem três aviões, e do Paraná, oito.
Para Yeda, agora se criou condições no governo para isso:
- O ajuste é para 30 anos, o avião é para 30 anos, não é para mim - ressaltando que é uma boa discussão e que não é para ostentação.
fonte: G1

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...