Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 8, 2015

BATERIA DE CAIXA-PRETA DO VOO MH370 ESTAVA VENCIDA HÁ MESES

A bateria de uma das caixas-pretas do Boeing 777 da Malaysia Airlines que desapareceu há exato um ano estava vencida há mais de 12 meses. É o que revela um relatório oficial de 584 páginas publicado neste domingo (8), no primeiro aniversário do sumiço da aeronave.

Segundo o documento, a pilha do detector de posição subaquática do registrador de dados do voo tinham prazo de validade fixado em dezembro de 2012. No entanto, a outra caixa-preta, responsável por armazenar as conversas na cabine de comando, funcionava perfeitamente.

MH370: submarino vai vasculhar fundo do mar atrás de avião Esse fato pode ter reduzido a possibilidade das equipes de busca encontrarem o avião nas águas do Oceano Índico, onde acredita-se que ele tenha caído. Contudo, o relatório não evidencia nenhuma outra anomalia que pode ter levado ao maior mistério da história da aviação civil. Segundo o texto, não havia nada de errado com o voo, o estado psicológico dos pilotos ou as condições climáticas.
As bus…

PILOTO DE AVIÃO AGRÍCOLA MORRE APÓS SER ATINGIDO POR HÉLICE NA FAZENDA SETE LAGOAS, MOGI GUAÇU

O piloto de avião Roberto Carlos de Jesus Dias, morador da cidade de Porto Feliz (SP), morreu após um acidente ocorrido no início da noite de SEXTA-FEIRA (6), na Fazenda Sete Lagoas, zona rural de Mogi Guaçu.
Segundo informações preliminares, Dias teve a cabeça atingida pela hélice da aeronave assim que aterrissou ao solo e saltou do avião, por volta das 18h. Indícios apontam para morte acidental, no entanto, peritos da Polícia Científica e oficiais da Aeronáutica estiveram no local apurando as causas da fatalidade.  
Segundo a Guarda Civil Municipal, que também compareceu na Fazenda, o piloto estava a serviço na propriedade, trabalhando na pulverização de uma plantação de laranjas.
O corpo de Dias foi removido por agentes funerários até o IML (Instituto Médico Legal) de Mogi Guaçu e deve ser liberado hoje à família.
fonte/foto/Portal Mogi Guaçu

NÃO TEM LÓGICA JULGAR PELO SEXO, DIZ 1ª MULHER DE SÃO PAULO A PILOTAR O ÁGUIA

Ela cresceu se dividindo entre bonecas e partidas de futebol, brincando nas ruas do Jardim América, na Zona Sul de Sorocaba (SP). Filha do meio, o primeiro contato de Lara Carolina Palhiari Duarte com a aviação foi com um avião de brinquedo de um dos irmãos. Depois disto, a vontade de correr pelos ares começou a falar mais alto. Hoje, vaidosa e tímida - apesar de brincalhona -, a menina se transformou em uma integrante de um grupo seleto a pilotar os helicópteros Águia, da Polícia Militar, pelos céus de São Paulo. Primeira a ser aprovada para entrar no curso para copilotos, em 2012, a tenente Lara é uma dos integrantes das equipes que atuam em salvamentos e operações policiais do Águia no interior paulista. Além dela, existe apenas mais uma copiloto na capital e outra em formação na base de Piracicaba (SP).
Tenente Lara é primeira mulher a pilotar o Águia,
da PM, em São Paulo (Foto: Jomar Bellini / G1)

Apesar da minoria, a tenente diz que a diferença entre gênero acaba quand…