Pular para o conteúdo principal

BATERIA DE CAIXA-PRETA DO VOO MH370 ESTAVA VENCIDA HÁ MESES


A bateria de uma das caixas-pretas do Boeing 777 da Malaysia Airlines que desapareceu há exato um ano estava vencida há mais de 12 meses. É o que revela um relatório oficial de 584 páginas publicado neste domingo (8), no primeiro aniversário do sumiço da aeronave.

Segundo o documento, a pilha do detector de posição subaquática do registrador de dados do voo tinham prazo de validade fixado em dezembro de 2012. No entanto, a outra caixa-preta, responsável por armazenar as conversas na cabine de comando, funcionava perfeitamente.


 
MH370: submarino vai vasculhar fundo do mar atrás de avião
Esse fato pode ter reduzido a possibilidade das equipes de busca encontrarem o avião nas águas do Oceano Índico, onde acredita-se que ele tenha caído. Contudo, o relatório não evidencia nenhuma outra anomalia que pode ter levado ao maior mistério da história da aviação civil. Segundo o texto, não havia nada de errado com o voo, o estado psicológico dos pilotos ou as condições climáticas.

As buscas pelo Boeing ainda estão em curso em uma área de aproximadamente 60 mil km², envolvendo quatro navios e cerca de 150 pessoas. Até o momento, 40% da superfície designada já foi vistoriada, sem sucesso.

O voo MH370 desapareceu com 239 pessoas a bordo enquanto ia de Kuala Lumpur, na Malásia, a Pequim, na China. Em janeiro deste ano, o seu sumiço foi declarado oficialmente um acidente pelo governo malaio.



fonte/foto/Terra/gráficos/UOL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA