Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 27, 2014

ACIDENTE COM AVIÃO DA FAB NA ANTÁRTIDA

Uma aeronave C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) acidentou-se, nesta quinta-feira (27/11), durante o pouso na base chilena Eduardo Frei, na Antártida. A ocorrência foi por volta das 11h da manhã (horário local). Não houve feridos.
A aeronave realizava uma missão do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR). A Força Aérea Brasileira vai investigar os fatores contribuintes para a ocorrência.
Brasília, 27 de novembro de 2014.
Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

fonte/FAB/foto/Blog Poder Aéreo

FORÇAS ARMADAS DA NAMÍBIA ADQUIREM 141 VIATURAS AGRALE MARRUÁ

A Agrale fechou acordo para o fornecimento de 141 unidades da viatura Marruá para a Namibia Defense Force (NDF). As primeiras 60 unidades chegarão a Walvis Bay (principal porto na Namíbia) ainda neste mês e serão dos modelos AM 11 VTNE (Viaturas de Transporte não Especializado), AM 11 VTL REC (Viatura de Reconhecimento Leve), AM 21 VTNE e AM 23 VTNE ¾ Ton. Segundo Flávio Crosa, diretor de vendas da Agrale, a linha Agrale Marruá foi especialmente projetada para atender às necessidades de Forças Armadas. “Os veículos podem ter diversas configurações e diferentes equipamentos e ser utilizados em diferentes tipos de serviços e terrenos. O Marruá foi escolhido por suas características de robustez, durabilidade e capacidades técnicas. No ano passado já havíamos enviados algumas unidades para teste e demonstração. Nossos veículos são homologados pelas Forças Armadas Brasileiras e também utilizados pelos exércitos da Argentina e do Equador, entre outros países”, afirma o executi…

NOVO VULCÃO NO JAPÃO PROVOCA CANCELAMENTO DE VOOS

Mais um vulcão está a provocar desvios no movimento aéreo e a obrigar a cancelamentos de voos. Depois da erupção na ilha do Fogo, no arquipélago-república de Cabo Verde, em pleno Oceano Atlântico, entre a África e a América do Sul, uma nova erupção no Monte Aso, no sudoeste do Japão, obrigou ontem à tarde as companhias aéreas japonesas a anularem ou a desviarem para outros destinos pelo menos uma dezena de voos, a fim de evitarem uma nuvem de cinzas.
A Japan Airlines (JAL) e a All Nippon Airways (ANA) advertiram os passageiros para “um número de cancelamentos ou mudanças de destino” nas rotas de ou para o aeroporto de Kumamoto, por causa da coluna de cinzas de 800 metros expelida do Monte Aso.
“Hoje cancelámos oito partidas e quatro chegadas”, disse um porta-voz da JAL, indicando que também houve um voo que teve de mudar de destino, seguindo para um aeroporto próximo, e reconhecendo a possibilidade de mais voos serem afetados no caso da erupção vulcânica se agravar. Situad…