quarta-feira, 26 de novembro de 2008

VIRGIN PEDE A CE QUE REJEITE À ALINÇA DA BA, IBERIA E AA.

A companhia aérea britânica Virgin Atlantic pediu hoje à Comissão Européia (CE) que rejeite o projeto de aliança entre a também britânica British Airways (BA), a americana American Airlines (AA) e a espanhola Iberia.Em um documento remitido à CE, Virgin, especializada em vôos transatlânticos, advertiu que a aliança causaria um aumento dos bilhetes por parte de BA e AA e a modificação dos horários de vôos para derrubar seus concorrentes.A Virgin, de propriedade do magnata Richard Branson, também afirma que a aliança de BA e AA faria um monopólio ou posição dominante nas rotas mais rentáveis e movimentadas entre os EUA e o aeroporto londrino de Heathrow, o mais importante do Reino Unido."Solicitamos à CE a rejeitar plenamente esta terceira tentativa de BA e AA de achatar a competição entre Heathrow e Estados Unidos", disse o diretor de Virgin, Steve Ridgway.Em setembro Branson já lançou uma campanha para impedir a planejada aliança porque, na sua opinião, criaria um "monopólio monstruoso".Segundo Branson, o projeto -que daria lugar a uma rede de rotas combinadas a 443 destinos em 106 países e com 6.200 vôos diários- conduzirá à fixação de preços e obrigaria as agências de viagens a mudar suas pautas comerciais.No entanto, um porta-voz da BA replicou hoje que "mais uma vez, a Virgin expõe o mesmo e velho argumento, ignorando a liberalização de Heathrow sob o acordo de 'Céus Abertos" entre EUA e Europa, que entrou em vigor em março deste ano e libera o tráfego aéreo entre ambos os lados do oceano Atlântico.O porta-voz da British Airways acrescentou que sua rival "parece reticente em avançar com o tempo e se contenta em criticar quem o faz".Em agosto, British Airways, Iberia e American Airlines anunciaram um acordo para formar uma empresa mista que operaria rotas entre Europa e América do Norte.As três companhias aéreas, que manteriam sua independência jurídica, afirmam que a nova aliança permitiria aos consumidores ter acesso a rotas mais amplas e com mais horários, enquanto esperam que os reguladores internacionais se pronunciem sobre sua intenção.Trata-se da terceira tentativa da British Airways, que atualmente negocia sua fusão com a Iberia, para conseguir uma aliança com American Airlines, após duas tentativas fracassadas, em 1997 e em 2002.
Fonte: EFE

MORADORES SE MOBILIZAM CONTRA DESAPROPRIAÇÕES PERTO DO AEROPORTO DE CONGONHAS

Cerca de 300 moradores do Jabaquara se reuniram num galpão, na Rua Freire Farto, anteontem à noite, para lançar a campanha "Desapropriação, não!", contra a ampliação do Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. A maioria alega que o motivo do movimento não é o valor da avaliação do imóvel - que pode ficar abaixo do esperado - mas porque não querem deixar o bairro.A reunião marcou o início do movimento contra a desapropriação de imóveis, parte do projeto dos governos federal, estadual e municipal para ampliar as pistas de Congonhas depois do acidente com o Airbus da TAM, que deixou 199 mortos."Queremos mostrar que os moradores do Jabaquara não estão dispostos a sair do bairro", disse um dos organizadores do movimento, o representante comercial Ciríaco Camargo Filho. A Assessoria de Imprensa da Prefeitura não foi encontrada pela reportagem para comentar o caso.
Fonte: Agência Estado

TAM E PLUNA FIRMAM PARCERIA

A TAM Linhas Aéreas e a PLUNA, companhia aérea uruguaia, assinaram acordo de compartilhamento de vôos (code-share) que amplia a oferta entre São Paulo e Montevidéu, principal rota aérea que liga o Brasil ao Uruguai, beneficiando os passageiros de ambas as companhias. A parceria deverá ser iniciada ainda este ano, após aprovação das autoridades dos dois países.O acordo permite que uma companhia possa oferecer aos seus respectivos clientes o vôo operado pela sua parceira, e vice-versa. Na prática, as duas empresas, passam a oferecer três freqüências diárias na rota que liga o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, ao Aeroporto Internacional de Carrasco, em Montevidéu.
Fonte: Brasilturis

AVIÃO CESNNA 310 FAZ POUSO DE ERMEGÊNCIA NA CALIFÓRNIA

O aparelho, um Cessna 310 de propriedade privada, teve que retornar ao terminal do qual havia decolado após uma falha no equipamento relacionado ao trem de pouso, disseram as autoridades.Segundo Ian Gregor, porta-voz da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês), o piloto, que seguia para a localidade californiana de Camarillo, se deu conta de que o trem de pouso não havia se retraído completamente.Por conta da falha, o responsável pelo avião recebeu instruções para sobrevoar a região até a gasolina acabar.Durante a aterrissagem, transmitida ao vivo por várias redes de TV, nenhum dos acupantes da aeronava sofreram danos.
Fonte: EFE

GOVERNO ANUNCIA MEDIDAS PARA EVITAR CAOS NOS AEROPORTOS NO FINAL DE ANO

O Ministério da Defesa anunciou nesta terça-feira (25) medidas para tentar evitar caos nos aeroportos durante o fim-de-ano com o aumento do movimento de passageiros. O ministro Nelson Jobim se reuniu com representantes da Infraero, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Polícia Federal, da Receita Federal, dos comandos militares da Aeronáutica e das empresas aéreas para definir as ações.A operação nos aeroportos, batizada de "Feliz 2009", acontece do dia 19 de dezembro até 7 de janeiro, considerado o período de “pico”. A operação, segundo o ministro, é baseada na "pontualidade dos vôos e na informação aos passageiros".As empresas se comprometeram, segundo o ministério, a não praticar overbooking (quando o número de passagens vendidas é maior que a capacidade da aeronave) e a endossar passagens de outras companhias em caso de cancelamentos e atrasos "muito longos". A Defesa, no entanto, não especificou de quanto tempo deve ser o atraso para o passageiro pedir endosso.De acordo com Jobim, haverá um reforço de funcionários nos aeroportos, principalmente em Congonhas e Guarulhos (SP), Galeão (RJ) e Confins, em Belo Horizonte (MG). Técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) estarão nos aeroportos para orientar os passageiros.ReforçoAs companhias aéreas também disseram que vão reforçar o número de aeronaves e tripulantes. De acordo com o presidente da TAM, David Barioni Neto, a empresa vai deixar cinco aviões de reserva: três em Congonhas, um em Guarulhos e um no Galeão. “É mais do mesmo”, disse.Em 2006, passageiros da empresa tiveram problemas para embarcar após uma série de “manutenções não-programadas” em aeronaves, segundo disse a companhia na época.De acordo com Barioni, não chegou a se discutir a utilização de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) como reserva em caso de problemas –como aconteceu em 2006.Malha aéreaSegundo o presidente da Infraero, Sergio Gaudenzi, neste ano não será necessário elaborar uma nova malha aérea para o período de férias. No ano passado, o governo modificou várias rotas para atender ao maior fluxo de pessoas. “Neste ano estamos mais tranqüilos, até porque estamos mais integrados e já sabemos quais são as principais dificuldades”, explica Gaudenzi.“Nossa expectativa é que seja um final de ano absolutamente tranqüilo, sem grandes problemas”, afirmou o presidente da Infraero. As empresas aéreas também terão que manter equipes com comissários de bordo e pilotos à disposição em solo para atender emergências, como cancelamento de vôos e atrasos.
Fontes: G1 / Globonews

PASSAGEIROS OBESOS TÊM DIREITO A DOIS ASSENTOS, DECIDE JUSTIÇA CANADENSE

A maior companhia aérea do Canadá está tentando definir quais passageiros obesos ou com deficiência terão direito a assentos adicionais sem cobrança extra, após decisão da Suprema Corte do país contra um recurso da empresa.Foto: Air Canada terá de ceder assento extra para passageiros com obesidade e deficiênciaA Agência de Transportes do Canadá expediu uma ordem em janeiro deste ano para que a Air Canada e outras companhias nacionais disponibilizassem gratuitamente assentos extras para viajantes que necessitassem deles.A empresa entrou na Justiça, que por duas vezes rejeitou a apelação - em maio, pelo Tribunal Federal, e na semana passada, pela Suprema Corte.Peter Fitzpatrick, porta-voz da companhia, afirmou anteontem que a Air Canada está definindo as regras para os assentos extras.A decisão da última quinta-feira (20) valerá a partir de 9 de janeiro de 2009, para vôos domésticos no Canadá.
Fonte: Folha Online

BRASIL COMPRA HELICÓPTEROS DE COMBATE RUSSOS

O governo brasileiro confirmou nesta quarta-feira a compra de 12 helicópteros de combate russos para Força Aérea Brasileira e afirmou querer aprofundar a colaboração tecnológica entre os dois países.O anúncio da compra, cujo valor do negócio não foi divulgado, foi feito logo após reunião bilateral entre o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Rio de Janeiro.Além do contrato para compra dos helicópteros, os dois países também assinaram outros quatro atos. Um deles amplia o acordo de cooperação na área espacial, assinado por Brasil e Rússia em 2006.A venda dos helicópteros é um antigo objetivo dos russos, que "aguardavam por esse acordo há 15 anos", segundo um integrante da delegação que acompanhou Medvedev.Plano de DefesaOs russos disputam com franceses e americanos um espaço na indústria de defesa brasileira. De acordo com o Itamaraty, há grande expectativa em torno do novo Plano de Defesa, que prevê a modernização de parte das aeronaves nacionais.Na licitação da Força Aérea para compra de novos caças, os russos foram desclassificados recentemente - continuam na disputa Estados Unidos, França e Suécia.Os dois países se comprometeram a desenvolver estudos para maior utilização, no Brasil, do sistema de global de navegação por satélite russo, o Glonass.O objetivo, segundo uma fonte do Itamaraty, é criar uma alternativa viável ao Global Positioning System (GPS), de tecnologia americana e bastante utilizado no Brasil.No documento conjunto, há ainda menções a parcerias genéricas nas áreas técnico-militar e de apoio logístico e à aquisição de produtos de defesa.
fonte: BBC

EMBRAER ENTREGA O 150º JATO EXECUTIVO LEGACY 600

A Embraer entregou o 150º jato Legacy 600 produzido pela Empresa à operadora alemã DC Aviation. Este é o sétimo Legacy 600 da frota do cliente e será usado para vôos fretados na Europa e no Oriente Médio. “Desde a entrada em operação do nosso primeiro Legacy 600, em 2006, observamos um contínuo crescimento na demanda por esse tipo de aeronave”, disse Stefan Buschle, Diretor- Executivo da DC Aviation. “A ótima relação custo-benefício e a enorme cabine do jato convenceu não somente a nós, operadores, como também muitos dos nossos clientes, e atende à demanda da nossa sofisticada clientela em rotas de média e longa distância. Não é uma surpresa o 150º Legacy 600 da Embraer ser o sétimo em nossa frota.” “É uma honra entregar o 150º Legacy 600 para a DC Aviation. Este é um marco importante e acontece pouco mais de um ano após termos entregue o 100º avião”, disse Luís Carlos Affonso, Vice-Presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Executiva. “Em menos de seis anos de operação, o Legacy 600 conquistou 15% de participação de mercado na categoria super midsize.” Operando no mercado europeu desde 2002, o Legacy 600 obteve uma grande aceitação devido à sua confortável e espaçosa cabine com três ambientes distintos e amplo compartimento de bagagem acessível em vôo. Além disso, o jato é o único da categoria super midsize certificado para pousar e decolar dos aeroportos de London City, na Inglaterra, e Cannes-Mandelieu, na França.
fonte: Airway Online

AIR FRANCE TESTA COMPATIBILIDADE DE HANGAR PARA A380

A Air France está avaliando os primeiros resultados dos testes de compatibilidade para o seu novo hangar dedicado ao seu futuro A380, com uma série de ensaios envolvendo uma aeronave no Aeroporto Internacional de Paris Charles de Gaulle no terminal S3. O hangar H6 será reservado exclusivamente para a frota de 12 aeronaves Airbus A380 que a primeira unidade será entregue em outubro do próximo ano. A equipe da divisão de manutenção de aeronaves, a Air France Industries, posicionou as estruturas das plataformas mecânicas para trabalhar no A380 no hangar. Testes foram realizados nestes equipamentos em volta das asas, fuselagem, piso superior e deriva, tudo movido com suavidade disse a Air France. Níveis de ruído no hangar e intensidade de luz também foram avaliados, como também a rede WiFi na aeronave e os terminais de IT da empresa francesa. Mesmo o hangar H6 sendo reservado para a grande aeronave da frota, a Air France declarou que o espaço também será usado para a manutenção de algumas aeronaves. O hangar H6 tem 90 metros de comprimento, 110m de largura e 40m de altura com um total de área construída de 25.800m² e os trabalhos de construção envolveram 455.000 horas de trabalho.
fonte: Airway OnLine

LUFTHANSA REVELA DIVISÃO ITALIA OPERANDO AIRBUS 319


Lufthansa está formalmente revelando a nova divisão Itália da empresa alemã, com as operações começando a partir do norte do país no próximo ano. A empresa irá prestar serviços como uma operadora italiana certificada e empregará uma frota de seis jatos A319. Os primeiros vôos serão operados para o Charles de Gaulle em Paris e Barcelona a partir de 2 de fevereiro, seguindo rotas para Bruxelas, Bucareste e Madrid um mês depois. As rotas serão estendidas até Londres em Heathrow e Lisboa em março de 2009. A Lufthansa divulgou planos para estabelecer uma forte presença em Milan Malpensa com o A319, operado pela parceira Air Dolomiti, tendo iniciado uma estratégia com aeronaves EMBRAER 195 no aeroporto. “Iremos oferecer a nossos clientes italianos, muitas opções de rotas a partir do norte da Itália com atraentes destinos na Europa”, disse o diretor da Lufthansa Wolfgang Mayrhuber.
fonte: Airway OnLine

REINO UNIDO QUER MAIS C-17 PARA COBRIR ATRASO DO A400M


O Ministério da Defesa Britânico pode alocar ou comprar um lote adicional do transporte estratégico Boeing C-17 resultado da incerteza rondando o calendário de entregas para futura frota de 25 aeronaves Airbus Military A400M. Os A400M estavam originalmente planejados para entrar em operação em 2011 na Royal Air Force, mas a Grã Bretanha e os outros parceiros no projeto europeu estão agora esperando para ver os vôos de testes e datas firmes do calendário de entrega da EADS. “Segundo recente anúncio dos atrasos pela Airbus Military do programa A400M, estamos considerando um número de opções como uma contingência operacional e alguma capacidade potencial que deve tomar forma”, disse Quentin Davies, Ministro para Defesa, Equipamento e Suporte. “Opções estão sendo consideradas como extensão da vida útil da frota de C-130K e locação ou compra de um adicional de aeronaves C-17”, disse Davies. “Estamos monitorando de perto a situação e estamos pressionando a Airbus Military para apresentar-nos mais informações assim que tiver maiores detalhes do impacto na produção e entrega dos A400M e a data planejada para entrada em serviço”. A RAF espera aposentar seus últimos C-130K em 2012, 46 anos depois da aeronave entrar em serviço, quando enfrentará a transição na capacidade de transporte como resultado da entrada em serviço tardia do A400M.
fonte: Airway OnLine

EQUIPES ENCERRAM BUSCAS POR SUPOSTO AVIÃO QUE TERIA CAÍDO EM VILA VELHA

O Corpo de Bombeiros, suspendeu as buscas a aeronave de pequeno porte que, segundo boatos de moradores da região da Barra do Jucu, teria caído no mar.O Comandante da 1ª Companhia, Capitão Wagner Borges, destacou ser arriscado colocar equipes no mar nas condições adversas em que aquela parte do litoral se encontra."Até agora não tivemos confirmação de que houve queda de avião e não posso colocar homens no mar nessas condições, pois há muita arrebentação.Além disso, tem muitos corais no local. Por enquanto, as buscas estão suspensas. Continuaremos colhendo informações que nos dê indícios do acidente e só voltaremos ao local de houver confirmação do acidente".Além do Corpo de Bombeiros, deixaram a área equipes de inspeção da Capitania dos Portos e um navio patrulha da Marinha enviado para auxiliar nas buscas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros e um helicóptero do Núcleo de Operações de Transportes Aéreos da Polícia Militar (Notaer) foram mobilizados, na manhã desta segunda-feira (24), após o boato de que uma aeronave teria caído no mar, mas já deixaram o local.
Contradição
Moradores do bairro Interlagos, também em Vila Velha, um objeto foi avistado no mar nesta manhã. Alguns relatam que pode ser uma aeronave, mas a definição disso não é um consenso entre eles.
Segundo moradores do bairro Interlagos, também em Vila Velha, um objeto foi avistado no mar nesta manhã. Alguns relatam que pode ser uma aeronave, mas a definição disso não é um consenso entre eles. As características variam como as de um bimotor e outras, de um ultraleve. O Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) foi acionado e o Corpo de Bombeiros deslocado.A moradora da região, Milda Maria, de 54 anos, ouviu um forte barulho por volta de 9h30 e foi até a praia ver o que tinha acontecido. "Eu ainda ouvi o barulho, mas até então eu não sabia que era alguma coisa que tinha caído no mar. Quando a gente chegou na praia a gente ainda viu uma coisa grande, a onda batia em cima e estava chovendo muito. Não deu para identificar o que era, se era um helicóptero, se era um ultraleve, se era uma avião, mas vimos alguma coisa afundando."O aposentado Joel Rangel também viu um destroço no mar na manhã desta segunda-feira. "Quando cheguei na praia eu vi um objeto afundando depois que o policial que estava próximo a mim recebeu a informação da suposta queda pelo rádio. Eu acho que eu vi uma parte da asa, eu vi uma parte pequena afundando, porque caia muita chuva.", disse.O Aeroclube da Barra do Jucu, localizado na região da possível queda, informou que somente uma aeronave decolou nesta manhã do local. O aparelho é um Sêneca e já se encontra com Jacarepaguá, Rio de Janeiro. O piloto, identificado apenas como Samuel, já fez contato com a torre de controle e o vôo dele transcorreu normalmente.
De acordo com o tenente Calente, que atua na chefia de operações da corporação nesta segunda, o mar está bravio e não há segurança para enviar embarcações ou homens na água à procura do objeto, mas um helicóptero do Notaer sobrevoou a área. Por volta das 10h30 a equipe do Corpo de Bombeiros deixou o local, sem ter localizado o possível objeto.Segundo o tenente Calente as informações dos moradores são desencontradas porque ninguém diz ter visto a queda do objeto. O helicóptero da Polícia Militar realizou buscas por cerca de meia hora e também deixou a área. A Infraero diz não ter registrado nenhuma mudança em planos de vôos.
Fonte: Gazeta Online

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...