quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

GRUPO AIR CHINA COMPRA CATHAY PACIFIC AIRWAYS


A ‘Corporation China’, agência governamental do Governo da República Popular da China para a promoção do comércio externo do País, anunciou nesta quarta-feira, dia 18 de janeiro, que a Air China, o maior grupo nacional de aviação comercial e transporte aéreo, fechou as negociações para a aquisição da companhia aérea Cathay Pacific Airways, que tem sede na Região Administrativa Especial de Hong Kong, antiga colonia britânica, situada no Delta do Rio das Pérolas.

A notícia refere que o presidente da Cathay, John Slosar, esteve indisponível para confirmar o negócio, mas a ‘Corporation China’ adianta que a aquisição, que será um dos maiores negócios no setor da aviação comercial, na China, neste início de ano, será anunciado na quinta-feira, dia 19 de janeiro.

A Cathay Pacific foi criada em 24 de setembro de 1946 pelos empresários norte-americano Roy C. Farrell e australiano Sydney H. De Kantzow. Inicialmente estiveram baseados na cidade de Xangai, mas depois da Segunda Grande Guerra Mundial mudaram-se para Hong Kong onde criaram e estabeleceram a companhia aérea.

O negócio está a ser saudado como o regresso da companhia ao controlo da China, o que, na verdade, nunca esteve antes. Desde há algum tempo que se conhece o interesse de Pequim em controlar a maior companhia aérea de Hong Kong, que durante muitos anos, até 1997, data de entrega do território à China, esteve sob o controlo dos britânicos. Ainda hoje há muitos nacionais do Reino Unido, uns deslocados da Europa e outros com dupla nacionalidade, que asseguram o normal funcionamento da empresa, se bem que agora trabalhando sob bandeira chinesa.

A Cathay Pacific tem uma frota de 145 aviões, nomeadamente de longo curso. A subsidiária Cathay Dragon, que faz voos regionais no continente asiático, nomeadamente para a China, tem cerca de 40 aviões.

fonte/foto/NewsAvia

AIRBUS A320NEO DA LUFTHANSA SAI DA PISTA EM PARIS


Um Airbus A320neo, matrícula D-AINA, da Lufthansa teve uma saída de pista nesta quarta-feira, dia 18 de janeiro, quando pousou no Aeroporto Charles de Gaulle, na cidade de Paris.

O avião fazia o voo LH1034, com origem em Frankfurt, na Alemanha, e aterrou pelas 13h40 locais. O avião terá saído de pista e se imobilizado numa zona de terra e relva. Todos os cerca de 150 passageiros e tripulantes a bordo saíram normalmente pela porta dianteira da aeronave, com a ajuda dos bombeiros aeroportuários, tomando lugar em ônibus que os conduziram ao terminal.

Não há notícias de quaisquer ferimentos. Foi cancelado o voo de regresso Paris/CDG-Frankfurt (LH1035). Não se conhecem, por enquanto, outros pormenores.

Trata-se do primeiro incidente com um avião Airbus A320neo, que está a voar em companhias comerciais desde há apenas um ano. O D-AINA foi o primeiro avião deste modelo a voar na Lufthansa, tendo entrado ao serviço em janeiro de 2016.

fonte/foto/NewsAvia

3º CONGRESSO NACIONAL DE AVIAÇÃO REGIONAL - 25 DE MAIO


AVIÃO DA AZUL FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA EM ARACAJU



O piloto do voo 6409 da companhia aérea AZUL, que saiu de SALVADOR com destino a ARACAJU, solicitou emergência no pouso no Aeroporto Santa Maria, na capital sergipana. De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a aeronave pousou sem complicações às 9h57 (horário local) desta quarta-feira (18).

A  INFRAERO informou que cumpriu os procedimentos do plano de emergência de rotina e que acionou equipes de salvamento em solo. A Azul disse que não há feridos e que todos os passageiros já desembarcaram. A aeronave passará por uma avaliação técnica.

Uma funcionária do aeroporto, que preferiu não ser identificada, contou a equipe do G1 que por medida de segurança o avião foi resfriado com Líquido Gerador de Espuma (LGE).

Leia abaixo a nota enviada pela companhia aérea:
"A Azul Linhas Aéreas Brasileiras informa que, o voo 6409, que partiu de Salvador para Aracaju nesta manhã, declarou emergência ao pousar na capital do Sergipe, devido a um problema técnico na aeronave que fazia o trajeto. Os clientes foram desembarcados em segurança e a aeronave está sendo inspecionada pela equipe de manutenção da companhia. 
O voo 6410, que faria o trecho inverso na mesma aeronave, precisou ser cancelado e os clientes serão reacomodados em outras operações da companhia ou de empresas congêneres. A Azul informa ainda que os clientes estão recebendo toda assistência necessária, de acordo com a Resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e reforça que medidas como esta são necessárias para conferir a segurança de suas operações."

fonte/foto/G1

AVIÃO DA LATAM É ATINGIDO POR TIRO


A Polícia Federal (PF) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vão investigar o caso de uma aeronave da Latam atingida por um tiro de fuzil. O avião está em manutenção na base da companhia no aeroporto de São Carlos, interior de São Paulo, há três dias.
A Anac informou à BandNews FM que, devido a “excepcionalidade do caso”, o comando da apuração está com a Polícia Federal. Já a Latam confirmou oficialmente que as fotos obtidas pela reportagem são da aeronave que está sendo reparada em São Carlos.
O Boeing 767-300ER de matrícula PT-MSY, que tem capacidade para carregar 259 passageiros, saiu no último dia 16 de Barcelona (Espanha) e chegou na madrugada seguinte ao Aeroporto de Guarulhos. Logo depois, o avião foi para São Carlos.
Ainda não se sabe em que momento ele foi atingido pelo projétil, que ficou alojado na asa esquerda.
Em nota, a Latam disse que colabora com as investigações e “reforça que a ocorrência não comprometeu a segurança de sua operação”. 

fonte/foto/Band

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...