Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 13, 2014

LEARJET 60 DE BONO VOX PERDE ESCOTILHA ANTES DE POUSAR EM BERLIM

O LearJet 60, matrícula D-CGEO, série 60-160, do vocalista do U2, Bono Vox, aterrisava no aeroporto de Berlim nesta quarta-feira (12) quando sofreu um incidente. Segundo a agência Associated Press, a escotilha de 80x100cm – espécie de janela vedada do avião – se soltou.
De acordo com autoridades do aeroporto Schönefeld, Bono passa bem e não esteve em perigo. Ralf Kunkel, porta-voz do aeroporto, disse que não sabe como a escotilha se desprendeu e que as autoridades alemãs estavam investigando o caso.
Kunkel afirmou que o avião, que voava de Dublin, nunca correu o risco de cair e pousou em segurança. Bono está em Berlim para a cerimônia do Bambi Award.
fonte/foto/ASN/G1

MOONEY ANUNCIA NOVAS AERONAVES PARA OS PROPRIETÁRIOS E FÃS DA MARCA DO QUEIXO CAÍDO

A Mooney International desvendou ontem, terça-feira, 11 de Novembro,  no China Air Show 2014 em Zhuhai, China,  os primeiros modelos desenhados depois da compra da empresa por capitais chineses liderados por Cheng Yuan.
Depois de assumir a produção de fábrica da marca que se destacou pelo mítico 22 Mustang, e por aviões monomotores rápidos, de cabina pressurizada e com a inconfundível empenagem cortada em linha reta, a Mooney surpreendeu tudo e todos, não por ter resumido o portfólio de modelos, mas sobretudo por apresentar dois primeiros modelos desenhados desde a raiz após a tomada de posse da nova administração. Os modelos anteriores, que deram nome à marca, pertencem agora à História. Em vez dos metais e rebites, os novos modelos serão construídos em material composto e terão no seu ‘cuore’ motores a diesel.


São então dois modelos, que  certamente deixaram os adeptos mais puristas da Mooney sem palavras, o M10T e o M20J, que de acordo com a marca vem preencher uma la…

FORÇA AÉREA PORTUGUESA ALERTA PARA PERIGO DA REDUÇÃO DE MEIOS FÍSICOS E HUMANOS

O Chefe de Estado-Maior da Força Aérea, José Araújo Pinheiro, alertou, hoje, terça-feira, 11 de Novembro, para os riscos que a redução de meios físicos e humanos acarreta para o cumprimento das missões, refere um despacho da agência Lusa, que está a ser reproduzido na Imprensa portuguesa. “Perante a complexa situação que a Força Aérea vive ao nível dos seus pilotos, particularmente os mais qualificados, e a realidade orçamental nos últimos anos, as opções de resposta vão sendo mais limitadas, sendo já notória uma redução da capacidade de prontidão e um consequente aumento do risco operacional”, frisou.
José Araújo Pinheiro discursava na cerimónia de rendição do Comandante da Base Aérea n.º4, nas Lajes, na ilha Terceira, arquipélago dos Açores, onde Eduardo Faria foi substituído por Tito Mendonça.
Apesar das dificuldades, garantiu que a Força Aérea tem feito todos os esforços para manter um “clima de segurança e bem-estar nas pessoas” da Região Autónoma dos Açores.
“O conhec…

MP PERMITE AMPLIAÇÃO DE CAPITAL ESTRANGEIRO EM AÉREAS BRASILEIRAS

O novo parecer elaborado pelo senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) para a Medida Provisória 652, que trata de subsídios para a aviação regional e foi aprovado pela Comissão que analisa a medida, traz uma importante alteração na lei 7565, de 1986, que dispõe sobre o Código Brasileiro de Aeronáutica.
O relator propôs revogar o artigo que trata da concessão ou autorização para os serviços aéreos públicos. Na prática isso significa mudar a regulamentação que limita a participação do capital estrangeiro em empresas aéreas brasileiras. A determinação atual pontua que a concessão somente será dada à pessoa jurídica brasileira que tiver “pelo menos 4/5 (quatro quintos) do capital com direito a voto, pertencente a brasileiros, prevalecendo essa limitação nos eventuais aumentos do capital social”.
Com a mudança, as empresas poderão ter mais do que 20% de capital estrangeiro. Também seriam revogados dispositivos sobre o direito a voto.
“A liberdade de investimento estrangeiro não deve ser co…

MP DA AVIAÇÃO REGIONAL LIBERA AEROPORTOS PRIVADOS PARA VOOS COMERCIAIS

 A medida provisória 652/14, que trata de subsídios para a aviação regional e foi aprovada nesta terça-feira pela Comissão que analisa a proposta, trouxe entre seus artigos alterações que liberam a construção de aeroportos privados para voos comerciais. Os artigos 11 e 12 da MP são provenientes de emendas apresentadas pelos deputados Manoel Júnior (PMDB-PB) e João Magalhães (PMDB-MG) e alteram a Lei nº 7.565/86, que dispõe sobre o Código Brasileiro de Aeronáutica.
A mudança tem endereço certo: a liberação do Novo Aeroporto de São Paulo (Nasp), um projeto bilionário no município de Caieiras, tocado pela Andrade Gutierrez e pela Camargo Corrêa. O empreendimento tem forte oposição dos grupos que pagaram valores "salgados" para arrematar as concessões de aeroportos como Guarulhos e Viracopos.
A mudança entrou no texto articulada pelo líder do PMDB na Câmara, deputado Eduardo Cunha, em reunião no Palácio do Planalto com a cúpula do PMDB e Michel Temer, vice que está co…

FORÇA AÉREA COMEMORA 70 ANOS DE SUA PRIMEIRA MISSÃO

A Força Aérea Brasileira divulgou comunicado em homenagem ao dia do material bélico da aeronáutica. Criada há dois anos, a data comemora a primeira missão do 1° Grupo de Aviação de Caça como Unidade Aérea Independente, em 11 de novembro de 1944.
"Naquele dia, entre os bravos heróis daquela Unidade, destacava-se um Oficial que permaneceria todo o tempo em terra, mas não menos combatente: o 2° Tenente Especialista em Armamento Jorge da Silva Prado, Chefe das Seções de Armamento e Material Bélico", descreve o segundo parágrafo da nota.
Confirma o comunicado assinado pelo Ten. Brig. Ar. Hélio Paes de Barros Júnior na íntegra: "No dia 11 de novembro de 1944, nos céus do Velho Continente, o 1° Grupo de Aviação de Caça realizou sua primeira missão como Unidade Aérea Independente, constituindo a primeira Esquadrilha de P-47 composta exclusivamente por pilotos brasileiros.
Naquele dia, entre os bravos heróis daquela Unidade, destacava-se um Oficial que permaneceria todo …