Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 16, 2014

RELATÓRIO DO CENIPA - MECÂNICO CAUSOU FALHA EM AVIÃO DA GOL QUE VOOU A 600 METROS DO CHÃO EM 2011

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou o relatório final sobre o caso do Boeing 737 da Gol, matrícula PR-GUL, realizando o voo G3-1536, no dia 16 de outubro de 2011, sofreu uma pane nos instrumentos e teve que ser guiado por um controlador em terra, em Diadema, na Grande São Paulo. 
Segundo informações da TV Globo, técnicos concluíram que a aeronave já apresentava no solo uma grande discrepância entre os indicadores de velocidade dos lados esquerdo e direito do painel. 
Mesmo assim, os pilotos prosseguiram e decolaram até que, já a em uma altura maior, perdeu a visibilidade e teve o piloto automático acionado, que reduziu a velocidade e elevou o nariz do avião, mudando sua posição no ar e causando perda de sustentação.
A tripulação aplicou potência nos motores, desligou o piloto automático e recuperou o voo a 600 metros do chão, assustando moradores de Diadema. O que causou a falha, segundo o relatório, foi um mecânico que desligou a conexão para ter acesso ao radar na fren…

CHAMADO DE 'SUCATA" POR FORTUNATI, AVIÃO DA ROTA PORTO ALEGRE-MIAMI VIRA ALVO DE RECLAMAÇÕES DE USÁRIOS

E o que diz a American Airlines.......?????


Boeing 767 da companhia aérea americana não tem monitores individuais nos assentos, apontam usuários Foto: vagner benites / zero hora Depois das declarações polêmicas do prefieto José Fortunati, que chamou o avião da American Airlines da linha Porto Alegre-Miami de "sucata" e criticou o tratamento que a empresa americana dá à Capital, outros passageiros da linha aérea aproveitaram para reclamar. 
As queixas dão conta principalmente da falta de conforto e de entretenimento na longa viagem e reacenderam a discussão em torno da pista do aeroporto Salgado Filho. 
A polêmica expõe duas situações. A primeira é que Porto Alegre não faz parte das principais rotas do mundo e, por isso, não é a primeira a receber aviões mais modernos e confortáveis. A segunda são as limitações impostas pelo tamanho pista do Salgado Filho, que espera por ampliação há anos e impede a operação de aeronaves maiores e mais bem equipada…