quinta-feira, 9 de março de 2017

MD-83 SAI DA PISTA AO ABORTAR DECOLAGEM NO AEROPORTO DE WILLOW RUN, MICHIGAN


Um avião comercial MD-83 da companhia norte-americana Ameristar Jet Charter, matrícula N786TW, saiu de pista no início da tarde desta quarta-feira, no Aeroporto de Willow Run, no Estado do Michigan, tendo sofrido importantes danos materiais.

Os ocupantes, entre os quais se contavam os elementos da equipa masculina de basquetebol da Universidade do Michigan, saíram ilesos, se bem que se contem alguns feridos ligeiros, que foram assistidos por equipas de socorro locais.

O incidente terá ocorrido quando o avião rolava na pista para levantar voo, cerca das 14h55 locais (21h55 UTC). Devido aos ventos fortes que se faziam sentir o comandante decidiu abortar (arremeter, na gíria brasileira) a descolagem, mas os travões não obedeceram tal como esperava e a aeronave saiu pela cabeceira de pista e imobilizou-se a cerca de 345 metros do final da pista (ver abaixo desenho apresentado pela aviation-safety.net), tendo inclusive saltado uma cerca de arame da pista, depois de um primeiro impacto numa zona de terra na área de segurança do aeroporto.



As primeiras indicações é de que não há feridos graves e a Universidade do Michigan já publicou nas redes sociais que a comitiva desportiva que se deslocava para Washington para um jogo oficial, aguarda transporte em outra aeronave, com um problema, ainda anão resolvido por enquanto, que é o facto das bagagens e equipamentos estarem presos no avião sinistrado, ao qual não podem acessar.

As autoridades aeroportuárias também confirmaram o incidente e manifestaram satisfação por não terem sido registrados danos pessoais entre os ocupantes da aeronave, que tinha sido fretada pela Universidade de Michigan e se dirigia para o Aeroporto Internacional de Washington/Dulles, no Distrito Federal.

Por enquanto desconhece-se o número de passageiros e de tripulantes que seguiam a bordo do MD-83 da Ameristar Jet Charter, um avião construído em 1992, com 25 anos de serviço.

fonte/foto/NewsAvia

PROBLEMAS NA PISTA DO AEROPORTO DE NATAL

A uma semana do leilão de mais quatro concessões, o governo recebeu uma notícia surpreendente: a pista do novo aeroporto de Natal está com problemas graves em sua base e deverá ser fechada em breve para uma reforma estrutural. Na prática, ela corre o risco de "afundar" se a falha não for corrigida, conforme relataram técnicos da Inframérica a autor.
 
O detalhe é que a pista foi inaugurada oficialmente pelo governo da ex-presidente Dilma Rousseff menos de três anos atrás. Era uma espécie de xodó do Batalhão de Engenharia do Exército (BEC), que tocou a construção como obra pública, com recursos transferidos do caixa da Infraero. A Inframérica arrematou a concessão do aeroporto até 2039 e ficou imcubida de erguer o terminal de passageiros.
 
Mais do que um fato isolado, o episódio foi interpretado por fontes da iniciativa privada como demonstração dos riscos envolvidos nas concessões de infraestrutura. A reforma da pista, se for aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), terá que ser bancada pela própria concessionária. Ela não tem garantia nenhuma de que será ressarcida pelo custo da obra por eventuais restrições operacionais.
 
Enquanto durar a reforma, que deve consumir alguns meses, pousos e decolagens serão feitos pela pista de taxiamento dos aeronaves. Trata-se, no entanto, de uma pista sem o mesmo balizamento e que não permite operações noturnas. Com isso, haveria menos voos de e para Natal.
 
fonte/ValorEconomico

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...