domingo, 30 de dezembro de 2012

HELICÓPTERO DO CB CAI DURANTE RESGATE NA PRAIA DE COPACABANA , RIO

 Um helicóptero do Corpo de Bombeiros afundou neste sábado, 29, na Praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, por volta das 16h30m, durante a operação de resgate de um banhista. Quatro bombeiros estavam na aeronave, e um deles teria ferido uma das pernas na queda. O restante passa bem.
O acidente aconteceu na altura da Rua Siqueira Campos, em frente ao Posto 3. A proximidade com o posto de salvamento facilitou o resgate dos bombeiros e do banhista.
Não há informações sobre a gravidade da lesão do bombeiro ferido, mas as primeiras informações dão conta de que o profissional saiu mancando do mar.
O helicóptero perdeu altitude enquanto os bombeiros tentavam resgatar um banhista com dificuldades de chegar à areia. A aeronave encostou na água e depois afundou completamente.
Há informações desencontradas sobre a queda.Segundo a assessoria dos bombeiros, o helicóptero fez um pouso forçado. Já de acordo com o Grupo de Salvamento dos Bombeiros, o helicóptero caiu.
fonte/AgEstado

sábado, 29 de dezembro de 2012

QUATRO MORREM APÓS AVIAO SE PARTIR DURANTE POUSO NA RUSSIA

Texto atualizado às 13h50
Cabine do avião caiu sobre a margem da avenida para espanto dos motoristas - Alexander Usoltsev/ AP
Alexander Usoltsev/ AP
Cabine do avião caiu sobre a margem da avenida para espanto dos motoristas
MOSCOU - Pelo menos quatro pessoas morreram neste sábado em um acidente durante a aterrissagem de um avião no aeroporto internacional de Vnukovo, em Moscou, informou a Promotoria de Transporte da Rússia.
Segundo agências locais, entre os mortos estão o comandante e o copiloto do avião modelo Tu-204 da companhia Red Wings, que não transportava passageiros. Entre os outros quatro tripulantes que viajavam na aeronave também há três pessoas feridas com gravidade que foram internadas em hospitais próximos.
Devido à aterrissagem de emergência, uma parte do avião pegou fogo, mas o incêndio já foi apagado pelos bombeiros, segundo o Ministério de Situações de Emergência.
Nas imagens de redes de televisão locais é possível ver que o avião fabricado pela Tupolev se dividiu em três partes após romper a cerca que separa o aeroporto de uma via expressa.
A cabine do avião caiu sobre a margem da avenida para espanto dos motoristas que trafegavam perto do aeroporto.
Por essa razão, um trecho de vários quilômetros dessa movimentada via teve que ser fechado ao tráfego, assim como uma estação de metrô próxima. Já o aeroporto suspendeu todos os pousos e decolagens até novo aviso.
As autoridades estudam se houve falha no motor ou no trem de pouso do Tupolev, ou um erro do piloto.
O aeroporto internacional de Sheremetievo, localizado no outro extremo da cidade, receberá por enquanto todos os aviões que inicialmente deveriam aterrissar em Vnukovo.
Segundo as agências de notícias russas, nos últimos dois meses dois acidentes similares ocorreram com aeronaves da companhia Red Wings, embora não tenham deixado mortos ou feridos.
A agência de aviação da Rússia, Rosaviatsia, informou neste sábado que tinha enviado na sexta-feira uma carta à Tupolev na qual chamava a atenção sobre os problemas detectados nos sistemas de freio dos Tu-204.
O ministro do Transporte, Mikhail Sokolov, foi ao local do acidente, e a Promotoria russa abriu um caso penal por violação das regras de segurança de aviação.


segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

ALCKMIN UTILIZA HELICÓPTERO OFICIAL PARA BUSCAR FAMÍLIA


Tucano foi do Bandeirantes a Guarulhos em aparelho do Estado encontrar filho, nora e netos; governo afirma que voo é permitido

Julia Duailibi, de O Estado de S.Paulo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), usou um helicóptero do governo do Estado para buscar o filho, a nora e os dois netos no Aeroporto Internacional André Franco Montoro, em Guarulhos, na sexta-feira. O tucano não tinha compromisso oficial no local naquele dia. 

Primeira-dama postou foto de dentro do helicóptero em rede social - Instagram
Instagram
Primeira-dama postou foto de dentro do helicóptero em rede social

O helicóptero Sikorsky, modelo S-76 A, matrícula PP-EPF, de propriedade do Estado de São Paulo, partiu no fim da manhã do Palácio dos Bandeirantes rumo ao aeroporto de Guarulhos. Lá, a aeronave teve autorização para pousar no pátio 6, chamado de pátio vip do aeroporto.

O governador e a primeira-dama, Lu Alckmin, foram então ao encontro da família, que vive no México. Depois de aguardarem os trâmites de alfândega e imigração, voltaram todos para o Palácio dos Bandeirantes. As fotos no aeroporto e no helicóptero foram postadas no Instagram (aplicativo de fotos usado em celulares e que funciona como uma rede social) da primeira-dama, que é aberto para o público.

Em uma das imagens, o governador aparece com um dos netos no colo dentro da aeronave.

O Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista onde Alckmin reside, está a cerca de 51 km do Aeroporto de Guarulhos. De carro, no horário em que Alckmin usou o helicóptero, o trajeto pode durar mais de uma hora em razão do trânsito na capital. Na sexta-feira, o governador cumpriu agenda oficial no palácio e participou de cerimônia para lançar o Atlas Eólico do Estado.

Veículos. O governo estadual afirmou que o tucano tinha o direito de usar a aeronave para buscar a família porque se tratava de um veículo de representação à disposição do governador, que se "destina a qualquer dos seus deslocamentos enquanto ele estiver no exercício do cargo, 24 horas por dia". O Palácio dos Bandeirantes citou ainda como exemplo decreto do governo federal que trata do uso dos veículos pelo presidente, o vice-presidente e ministros de Estado.

Não há uma lei estadual que trate do uso das aeronaves. Há normas colocadas pela Casa Militar, que é subordinada ao gabinete do próprio governador.

Alckmin é conhecido no meio político por não usar veículos oficiais em eventos partidários ou pessoais. Em reuniões do PSDB, costuma ir de táxi, de carona ou com seu carro particular.

Durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os filhos do petista usaram avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para dar carona a amigos e visitar os pais na capital federal.

Em 2009, uma aeronave da FAB teve de voltar a São Paulo quando se preparava para descer em Brasília para buscar um dos filhos do ex-presidente, Fábio Luís Lula da Silva, que estava acompanhado de outras 15 pessoas. À época, a Presidência se recusou a passar a lista dos amigos que embarcaram no avião oficial. A carona foi criticada por tucanos no Congresso.

Em 2008, o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), pediu desculpas pelo que chamou de "constrangimento" causado ao povo cearense por ter dado uma carona à sua sogra, Pauline Carol Habib Moura, para a Europa.

Em países europeus, há regras que restringem o uso das aeronaves oficiais por familiares de políticos. Parentes que embarcam no avião têm de pagar o valor da passagem para o Estado. É o caso da Alemanha. A chanceler Angela Merkel chegou a despachar o marido em avião de carreira nas férias. Em vez de pagar para usar o avião oficial, eles preferiram arcar com um bilhete de uma companhia área. Saiu mais barato.

fonte/Estado

MONOMOTOR FAZ POUSO FORÇADO EM MILHARAL E DEIXA DOIS FERIDOS EM OLIVEIRA, MINAS GERAIS

 Duas pessoas ficaram feridas em um acidente com um monomotor na tarde desta segunda-feira na Zona Rural de Oliveira, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais. De acordo com a Polícia Militar, a aeronave, prefixo PR-RIG, sofreu uma pane e o piloto fez um pouso forçado em uma plantação de milho. As vítimas chegaram a ficar presas às ferragens.

O piloto do monomotor Roque Lacerdino Teixeira, de 55 anos, afirmou aos militares que a aeronave apresentou problemas técnicos e por isso teve de fazer o pouso forçado. O passageiro que estava com ele, Júlio César Fernandes, de 29, também se feriu. “A situação mais grave é do piloto que reclamava de dores nas pernas, coluna e ferimentos no rosto”, afirma o sargento Vinício dos Santos. 

Os dois foram socorridos por enfermeiros de uma ambulância da cidade e pelos próprios militares. “A frente do avião ficou completamente destruída. Tivemos dificuldade no resgate, pois os dois chegaram a ficar presos às fuselagens”, explicou o sargento. As vítimas foram encaminhadas para o Pronto Socorro do Hospital Municipal da cidade. O estado de saúde delas ainda não foi informado.

Havia o risco de explosão no local, mas a situação foi controlada pela PM. “No avião havia um galão de 20 litros com combustível que seria usado para o reabastecimento. Isso poderia causar explosão. Mas tudo foi normalizado”, explica o sargento.

As vítimas não conseguiram dizer aos militares o destino delas. O local do acidente foi totalmente isolado e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) foi acionada para fazer a perícia.

Queda de ultraleve

Esse foi o segundo acidente aéreo em Minas Gerais em menos de três dias. No sábado um ultraleve anfíbio prefixo PU IMG-U4166 caiu em São José do Buriti, no distrito de Felixlândia. Duas pessoas morreram neste acidente. O piloto Mauro dos Santos Ribeiro, de 30, que possuía brevê e era devidamente credenciado para realizar voos, e o amigo Edmilson Emiliano dos Reis, de 45. Nesta segunda-feira, o delegado de Três Marias, Geraldo Neto, afirmou que foram feitos alguns levantamentos preliminares na cidade. Ele espera concluir as investigações durante a semana para enviar o inquérito para o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). 

fonte/foto/EstadoDeMinas

CHUVA FORTE ALAGA O AEROPORTO DE PAMPULHA, EM BELO HORIZONTE

 foto/LeandroCarvalho


A Infraero informou que o saguão do Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, conhecido como Aeroporto de Pampulha, também ficou alagado, e a altura da água chegou a cerca de 30 centímetros dentro do terminal. No estacionamento, a inundação chegou a encobrir o pneu de alguns veículos.

Ainda segundo o órgão, as operações foram paralisadas para que fosse feita a limpeza do local, que foi tomado por barro e lixo trazidos pelo temporal. Às 21h, quatro voos estavam atrasados e um havia sido cancelado. Segundo a Infraero, neste horário, o embarque de passageiros começava a ser retomado no aeroporto.

Água da chuva invade saguão do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. (Foto: Rodrigo Lima/ O Tempo/ Estadão Conteúdo) 
Água da chuva invade saguão do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. (Foto: Rodrigo Lima/ O Tempo/ Estadão Conteúdo)
 
fonte/G1

PILOTO DE AVIÃO AGRÍCOLA QUE CAIU EM SANTA VITÓRIA DO PALMAR É INTERNADA EM RIO GRANDE



Piloto de avião agrícola que caiu em Santa Vitória do Palmar é internada em Rio Grande Daniela Petuco/Arquivo Pessoal
Daniela Petuco afirmou que trabalha na aviação há cinco anos Foto: Daniela Petuco / Arquivo Pessoal
 

Está internada na Santa Casa de Rio Grande a piloto do avião agrícola que caiu na localidade de Granja Mirim, em Santa Vitória do Palmar, no sul do Estado. Ela sofreu fratura nas pernas, na clavícula e na mandíbula, além de escoriações pelo corpo após o acidente da manhã desta segunda-feira. Apesar da queda, Daniela Petuco, 27 anos, está consciente.

Ela deve passar por cirurgias e permanecer no hospital da cidade por mais alguns dias. Familiares, que são de Guaporé, foram para o sul do Estado acompanhá-la.

Segundo a enfermeira da Santa Casa de Santa Vitória do Palmar Solange dos Santos Vega, amiga de Daniela, a piloto afirmou não se recordar do que havia ocorrido. Mesmo machucada, foi ela a pedir por socorro. Trabalhadores da localidade e moradores de localidades próximas perceberam a queda e partiram para ajudá-la. Os bombeiros também foram deslocados para o local, assim como Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que realizou o resgate e prestou os primeiros socorros. Daniela chegou a ficar presa nas ferragens. Ela estava sozinha no avião.

À enfermeira, a piloto afirmou que trabalha no ramo da aviação há cinco anos e estava há 15 dias na cidade prestando serviços de dedetização de lavouras.

— Ela ganhou um susto e uma vida nova de presente de aniversário — brincou a enfermeira. Daniela completará 28 anos na sexta-feira.

fonte/ZeroHora

TODOS OS GUICHÊS DAS AÉREAS DEVEM ESTAR FUNCIONANDO NO FIM DE ANO, INFORMA ANAC

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou nesta segunda-feira orientações para os aeroportos brasileiros operarem no fim de ano. Segundo a Anac, 17,4 milhões de pessoas devem passar pelos terminais do Brasil inteiro apenas em dezembro, um acréscimo de 8% em relação a 2011. 

Outra novidade é que a gama de aeroportos fiscalizados será para 18, contra apenas seis do ano passado. Para reforçar a operação de final de ano. 290 agentes a mais serão envolvidos.

A agência também apresentou medidas acordadas com as companhias aéreas para evitar o caos de filas e atrasos nos aeroportos. Todos os guichês das companhias aéreas devem estar funcionando, de acordo com o planejamento. A expectativa é de um aumento de 10% no número de funcionários das companhias trabalhando no período. As companhias se comprometeram a evitar overbooking nos voos do período e a ampliar o número de aviões reservas - no total serão 11 para as quatro principais empresas nos dias de maior movimento.
— O transporte aéreo já é um transporte de massa, superando desde o ano passado o movimento das rodoviárias para destinos interestaduais. O grande truque para fazer os aeroportos funcionarem durante o período é o trabalho em equipe, conjunto entre todos os setores envolvidos — afirmou o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wagner Bittencourt.

fonte/ZeroHora

domingo, 9 de dezembro de 2012

CANTORA MEXICANA JENNI RIVERA MORRE EM ACIDENTE AÉREO


Jenni Rivera se apresentou na Cidade do México na noite de sábado (8) Foto: Getty Images Jenni Rivera se apresentou na Cidade do México na noite de sábado (8)
 
As autoridades do México encontraram neste domingo "totalmente destruído" o avião particular no qual viajavam a cantora mexicano-americana Jenni Rivera e seis pessoas mais, que não sobreviveram ao choque, informaram fontes oficiais. "A informação que temos é essa: não há um só sobrevivente", disse à rede Televisa o diretor-geral da Aeronáutica Civil do país, Alejandro Argundín.

O alto funcionário mexicano explicou que a aeronave foi achada no rancho conhecido como El Tejocote, na comunidade de La Colorada, do município de Iturbide, no estado de Nuevo León (norte). A aeronave, modelo Learjet 25, registro N345MC, ficou "destroçada, totalmente fragmentada" e seus restos espalhados por uma região de "250 ou 300 metros quadrados".    

"Estamos iniciando o protocolo de coleta das peças, dos fragmentos que ficaram na região, que é muito complicada, muito ampla", acrescentou Argudín. Por sua vez, em entrevista à mesma rede de televisão o secretário de Transportes e Comunicações (SCT), Gerardo Ruiz Esparza, disse que as evidências encontradas "fazem supor que se trata do avião no qual viajava a cantora Jenni Rivera".
Ele explicou que "o golpe foi tão forte que praticamente o avião não está reconhecível". Esparza assinalou não ter por enquanto o detalhe da matrícula do aparelho para sua plena identificação, mas admitiu que "pelo lugar no qual caiu, pelas condições em que se encontram os destroços, trata-se da aeronave na qual a artista viajava.    

Além da artista, estavam na aeronave Arturo Rivera, representante da artista, seu advogado, Mario Macias, o maquiador Jacob Llenares, uma pessoa identificada como "Gerardo N.", e os pilotos, Miguel Pérez e Alejandro Torres. O avião pertencia à empresa americana Starwood Management.              
O grupo saiu do aeroporto internacional de Monterrey às 3h15 (horário local, 7h15 de Brasília) e tinha como destino o aeroporto de Toluca, mas perdeu contato a uma distância de 61,8 milhas de Monterrey. Na noite de sábado (8), a artista Jenni Rivera fez um grande show na Arena Monterrey, após o qual pegou o avião no qual perdeu a vida.

Rivera era considerada uma das mais importantes artistas femininas da música regional mexicana, vendeu mais de 22 milhões de discos e recebeu seis prêmios Billboard de música latina.

fonte/foto/Terra
Enhanced by Zemanta

EDRA AERONÁUTICA ENTREGA O PRIMEIRO SUPER PETREL TURBO, AERONAVE ANFÍBIA FABRICADA NO BRASIL QUER CONQUISTAR O MERCADO AMERICANO EM 2013

A Edra Aeronáutica entregou na semana passada a primeira aeronave Super Petrel LS Turbo. O anfíbio de fabricação nacional está sendo produzido agora com motor turbo com 115cv, o que garante melhor performance de subida e maior velocidade de cruzeiro, chegando a atingir 120 mph. O primeiro cliente a receber o Super Petrel LS Turbo já tem uma pequena frota com quatro outros anfíbios da Edra.

Presente em mais de 20 países, a aeronave anfíbia brasileira agora vai começar a ser vendida também nos Estados Unidos, o maior mercado do mundo. Até o fim do ano já terão 300 aeronaves Super Petrel sido produzidas no Brasil, mais precisamente em Ipeúna, interior de São Paulo. O modelo mais simples do Super Petrel LS varia a partir de R$ 175 mil. O modelo Turbo tem preços a partir de R$ 205 mil. 

O sucesso do anfíbio brasileiro no mundo já é fato. Nos últimos noventa dias, dois desembarcaram na Austrália e outro na Coréia do Sul. Mais dois estão sendo negociados para a China. No Brasil, o Super Petrel está sendo adotado pelas secretarias de segurança para o patrulhamento de áreas em função do baixo custo e da facilidade de operação. Graças à versatilidade, é capaz de operar em pequenas distâncias facilmente. Os tanques nas asas comportam 95 litros, o que garante um alcance de 850 km. A velocidade de cruzeiro é de 180 km/h. 

Usado tanto para negócios quanto para lazer, o Super Petrel LS oferece um espaçoso cockpit, capaz de abrigar confortavelmente duas pessoas, e mais 25 kg de bagagem. A aeronave é fabricada com materiais compostos de alta resistência e leveza. Paralelamente, ligas metálicas são usinadas em processos modernos. 

A Edra Aeronáutica é uma referência no mercado mundial. O projeto Petrel começou na França no fim dos anos 1980 e já está na sexta geração, com o lançamento do Super Petrel LS em 2009. 
Mais informações em www.edraaeronautica.com.br


fonte/Egon 

BOEING 767 FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NA RÚSSIA

 Um Boeing 767 da Nordwind Airlines com 279 passageiros a bordo retornou para pouso de emergência após decolar do Aeroporto Internacional de Yemelyanovo, na Rússia.

A tripulação recebeu  alerta no sistema de recolhimento dos flaps da aeronave. O pouso ocorreu com segurança.

fonte/ASN/foto/Lenta.RU

BOEING DA ANA SAI DA PISTA NO JAPÃO

Um Boeing 737-800 da ANA All Nippon Airways, matrícula JA57AN, realizando o  voo NH-899 de Tóquio Haneda para Shonai (Japão), com 161 passageiros e seis tripulantes, saiu da pista ao pousar em Shonai.
 
 A aeronave pousou na pista 09 de Shonai em condições de visibilidade reduzida, queda de neve e ventos com rajadas às 22:00 L (13:00 Z), de sábado (08), mas ultrapassou o final da pista por cerca de 60 metros e parou em solo macio. Nào houve feridos e a aeronave recebeu pequenos danos. Os passageiros desembarcaram por escadas móveis.

O aeroporto foi fechado até o dia seguinte sobre 14:30 L.

Ministério dos Transportes do Japão informou que a aeronave havia feito espera por cerca de uma hora, devido à queda de neve e operação de remoção de neve da pista. Segundo o testemunho da tripulação a visibilidade reduzida, queda de neve e o vento não dificultaram o pouso, no entanto, após a aterrissagem a aeronave não desacelerou apesar da crescente aplicação total dos freios.

Shonai Aeroporto oferece uma pista 09/27, de 2000 metros de comprimento.
 
fonte/AvHerald/foto/AP/Kyodo News

AVIÃO DA GOL ENFRENTA PROBLEMAS, RETORNA A NATAL E TEM VOO CANCELADO

O voo 1703 da Gol Linhas Aéreas apresentou problemas na madrugada deste domingo (9) – quando sobrevoava a capital pernambucana – e teve de retornar ao Aeroporto Internacional Augusto Severo, na Grande Natal, de onde havia decolado com destino ao Rio de Janeiro. O cancelamento do voo foi confirmado pela Infraero.

Segundo os passageiros, o piloto recebeu um alerta e teve de voltar e pousar novamente na capital potiguar. "Estávamos passando por Recife quando o comandante avisou que nós teríamos que voltar pra Natal. Todo mundo ficou assustado, sem saber o que estava acontecendo. Ninguém nos disse o motivo, apenas que tinha acontecido um problema. Voltamos e eu, que moro em Natal, estou em casa esperando para embarcar numa nova aeronave", relatou um dos passageiros, que não quis se identificar.
 
O G1 entrou em contato com a GOL, que enviou nota sobre o incidente. Diz a nota: 

"A GOL informa que a aeronave que operava o voo G3 1703 (Natal/Rio Grande do Norte – Rio de Janeiro), precisou retornar ao aeroporto de origem após decolagem para passar por manutenção corretiva no sistema hidráulico. O desembarque dos 133 clientes ocorreu normalmente e a aeronave irá passar por manutenção. Para melhor atender os clientes, a GOL providenciou alimentação, acomodação de 3 clientes em congênere e a substituição do avião, que decolou do Aeroporto de Salvador com destino a Natal. Onze clientes optaram por efetuar a remarcação do voo. O pouso no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão ocorreu normalmente, assim como o desembarque dos 119 clientes a bordo. A companhia lamenta o desconforto, mas reitera que ações como essa visam garantir a segurança operacional, item prioritário em sua gestão".
 
Transtornos
Esta não é a primeira vez que o voo 1703 causa transtorno aos passageiros na capital potiguar este ano. Em 14 de agosto, dezenas de passageiros ficaram horas aguardando para embarcar em razão do cancelamento da viagem, prevista para aquela madrugada. A tripulação do avião alegou cansaço e não decolou.
 
fonte/G1

FX-2 - A ESCOLHA DA FAB

Um relatório de análise da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (Copac) da Força Aérea Brasileira (FAB), obtido com exclusividade por ISTOÉ, deve provocar uma reviravolta na concorrência para a compra dos caças, que se arrasta desde o governo FHC. O documento mostra que, contrariando as especulações em torno do programa F-X2, a FAB optou pelo caça americano F-18 Super Hornet, produzido pela Boeing. Entre os concorrentes estão o modelo francês Rafale e o sueco Gripen NG. 

 O relatório estava pronto havia dois anos, mas tinha sido engavetado pelo então ministro da Defesa, Nelson Jobim. Na ocasião, o ministro levou ao Palácio do Planalto a preferência pelo Rafale, uma opção política que não considerou as análises técnicas contidas no documento produzido pela Aeronáutica. O ex-presidente Lula chegou a tornar pública uma preferência pelos franceses e com frequência emitia sinais de exagerada proximidade com o ex-presidente da França Nicolas Sarkozy. 

Diante da predileção da FAB pelo avião americano, resta saber agora qual será a decisão final da presidenta Dilma Rousseff. A tendência é acompanhar o relatório técnico. Dilma revelou a assessores que está disposta a bater o martelo sobre os caças antes do vencimento das propostas comerciais no próximo dia 31. O que lhe interessa, tem dito a presidenta, é saber qual negócio oferecerá mais vantagens ao desenvolvimento do País. E a FAB garante que a compra do modelo americano é a mais vantajosa.

Questões como preço, custo de manutenção, prazo de entrega e desempenho operacional são exploradas a fundo pelo relatório. O documento da FAB mostra, por exemplo, que o F-18 tem um custo de US$ 5,4 bilhões para o pacote de 36 aeronaves. É quase a metade dos US$ 8,2 bilhões orçados no Rafale. O Gripen NG, oferecido a US$ 4,3 bilhões, é o mais barato dos três, mas trata-se de um avião em desenvolvimento nunca testado em combate na versão oferecida, pondera a FAB. 

O caça francês, além de mais caro que os demais, possui valor de hora-voo de US$ 20 mil. O dobro do jato americano (US$ 10 mil) e três vezes o do sueco (US$ 7 mil). Para justificar a preferência pelos caças americanos, o relatório traz outro dado nunca mencionado nas discussões anteriores sobre o FX-2: o armamento empregado no Super Hornet é mais econômico e possui maior diversidade que o de seus concorrentes. 

No documento, a FAB alerta também para a necessidade de uma solução imediata sobre o programa de caças, em razão do risco de vulnerabilidade a que o Brasil estará exposto em breve. “A importância estratégica do F-X2 torna-se evidente diante de um quadro de obsolescência”, alerta a FAB.

Outro documento também obtido pela reportagem da ISTOÉ poderá pesar na decisão da presidenta. Trata-se de uma minuta de cooperação estratégica firmada em sigilo entre a Embraer e a Boeing, pela qual a companhia americana – maior fabricante mundial de aeronaves – se compromete a entregar o maior programa de off-set (contrapartida) já oferecido pelos EUA a qualquer país fora da Otan. 

O acordo estabelece, por exemplo, apoio à comercialização dos Super Tucanos A-29 e do avião de transporte KC-390 em mercados inacessíveis ao Brasil. Também está prevista a construção conjunta de um avião de treinamento para pilotos, que poderá ser vendido a países da América Latina, a integração de armamentos nos Super Tucanos e o desenvolvimento de um jato multiemprego de quinta geração para ser comercializado em nível mundial. Num gesto inédito, a Boeing se compromete ainda a abrir um centro tecnológico no Brasil. 

 Oficialmente, a Embraer diz desconhecer o documento, mas garante que está capacitada para trabalhar em parceria com quaisquer dos fornecedores. Num encontro recente com o comandante da FAB, Juniti Saito, a presidenta Dilma foi enfática. “Precisamos ajudar a Embraer”, disse. Não ficou claro se ela já havia decidido pelo F-18, mas assessores garantem que a análise técnica nunca pesou tanto. 

fonte/IstoÉ/foto/DivulgaçãoBoeing

 Algumas informaçoes do F-18 via site da Boeing

 

  • Day/night strikes with precision-guided weapons
  • Anti-air warfare
  • Fighter escort
  • Close air support
  • Suppression of enemy air defense
  • Maritime strike
  • Reconnaissance
  • Forward air control
  • Tanker

Payload Flexibility

The Super Hornet's versatility applies to its weapon stations and payload types:
  • 11 weapon stations
  • Supports a full complement of smart weapons, including laser-guided bombs
  • Carries a full spectrum mix of air-to-air and air-to-ground ordnance

Power and Flight Characteristics

The Super Hornet is powered by two General Electric F414-GE-400 engines:
  • Distinctive caret-shaped inlet to provide increased airflow and reduced radar signature
  • 22,000 pounds (98 Kn) of thrust per engine, 44,000 pounds (196 Kn) per aircraft
Flight qualities:
  • Highly departure resistant through its operational flight envelope.
  • Unlimited angle-of-attack and carefree flying qualities for highly effective combat capability and ease of training.
  • Reconfigurable digital flight-control system detects and corrects for battle damage.

Upgradeability

Long-term designed in versatility ensures the Super Hornet's investment value. Current upgrades delivered in the Block Two configuration include:
  • Active electronically scanned array (AESA) radar
  • Advanced targeting forward-looking infrared (ATFLIR) system
  • Joint-helmet mounted cueing system (JHMCS)
  • Multifunctional information distribution system (MIDS)
  • Advanced aft crew station
  • Fibre channel switch for increased data processing capability
  • Fully integrated weapons systems and sensors for reduced crew workload and increased capability.
Enhanced by Zemanta

sábado, 8 de dezembro de 2012

COLISÃO ENTRE AVIÕES DE PEQUENO PORTE DEIXA 6 MORTOS NA ALEMANHA

Pelo menos seis pessoas morreram e uma pessoa ainda encontra-se desaparecida após uma colisão entre dois aviões (Piper PA-28 e Robin DR.400) na cidade de Wöfersheim, situada a cerca de 30 quilômetros de Frankfurt, no oeste da Alemanha, informou neste sábado a polícia local. 

Segundo as fontes, que confirmaram que a pessoa desaparecida é um dos pilotos, as aeronaves se chocaram no ar e caíram logo depois, enquanto os destroços dos dois aviões ficaram espalhados em um raio de centenas de metros. 

No entanto, até o momento, as autoridades desconhecem as causas do acidente, que aconteceu no final da tarde local, quando já começava a escurecer. 

A poucos quilômetros do lugar do acidente se encontra o aeroporto de Reichelsheim, utilizado por aviões comerciais e de passeio, assim como por helicópteros de resgate. 

Em um primeiro momento, a polícia informou que quatro pessoas haviam morrido na queda de um avião, mas, posteriormente, confirmaram que se tratava de uma inusitada colisão. 

fonte/FolhaSP

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

UMA NOVA MANEIRA DE EMBARCAR PASSAGEIROS



Nem tudo é tão fácil quanto colocar 5 elefantes em um fusca (notoriamente, 2 na frente e 3 atrás).
Gente em avião, por exemplo.
Convidamos para o embarque os passageiros de primeira classe, passageiros com crianças de colo e passageiros com necessidades especiais.
Depois de enfrentar a fila para despachar as malas e a fila da Polícia Federal, chega a hora da derradeira fila: a do embarque no avião propriamente dito.
Encher um avião de gente não é algo simples.

Em um 747 cabem 500 passageiros.
Em um Airbus 380 , 800.
E do jeito que as coisas vão, parece que a estratégia das companhias aéreas é mesmo enfiar o máximo de sardinhas nessa lata gigante.
E aí surge esse grande paradoxo: aviões cada vez mais velozes e embarques cada vez mais lentos.
Você sabe que vai viajar a  1.000km/h, mas infelizmente a velocidade no embarque será, sempre, a do último passageiro a colocar seu popozão no seu assento.



Claro que tem gente pensando nisso, e muito.
O sistema mais comum ainda é o embarque por blocos de fileiras, do fundo para frente.


Mas agora surgiu uma nova maneira, realmente ousada: pela agilidade de cada passageiro.
Os mais ágeis entram antes, os mais lentos, depois.
A proposta vem de Pequin (Beihang University / Beijing).
(‘An aircraft boarding model accounting for passengers’ individual properties’ by Tie-Qiao Tang, Yong-Hong Wu, Hai-Jun Huang and Lou Caccetta.)
Funciona assim: você chega no balcão de check in, despacha as malas e dispositivos eletrônicos são colocados na sua bagagem de mão. A partir deste momento, você passa a ser monitorado e classificado com relação a sua mobilidade e velocidade de deslocamento.
Uma senhora de idade pode ser classificada na categoria “lentos”. Um executivos em viagem de negócios pode se enquadrar na categoria dos “ágeis” e assim por diante. Ao final, no portão de embarque, um funcionário da Cia Aérea tem em mãos uma lista que vai dos mais ligeirinhos aos mais tranquilinhos.
Os testes comparativos já comprovarem a eficiência do sistema, mas nenhuma companhia aérea teve ainda a coragem de fazer o teste na prática.
Por enquanto o jeito é se conformar com os entupidores de corredor.

fonte/UpdateOrDie

BELA PROPAGANDA DA TURKISH AIRLINES




Eu acredito que o uso de uma celebridade em campanhas publicitárias deve seguir alguns princípios simples: a celebridade precisa ter sinergia com a marca, com o público da marca e sua atuação deve ajudar a construir um vínculo entre o produto que anuncia e o público.
Ouve-se muito que o papel da celebridade deve ser o de “emprestar credibilidade” ao produto que está sendo divulgado por ela. Acho o tema delicado, afinal, se ela não é de fato uma consumidora do produto, como emprestar essa credibilidade? Os atletas da Nike certamente passam credibilidade para os produtos, mas será que apresentadores de TV utilizando produtos de beleza populares (hein? hein?) conseguem fazer o mesmo?
Um dos caminhos que acredito é na subversão do papel da celebridade na hora de mostrar o diferencial de um produto ou serviço. De bate-pronto, lembro de marcas como Snickers, Oi e Havaianas. Em suas campanhas a celebridade sempre tem um papel  de destaque, mas a desconstrução da idolatria em torno delas ou sua humanização é o que torna o produto relevante no contexto e a campanha memorável.
Esse filme da Turkish Airlines é um exemplo disso. Kobe Bryant e Lionel Messi – dois dos maiores ídolos do esporte mundial – disputando a atenção de uma criança. A criação é da agência turca Alametifarika.
fonte/UpdateorDie

EM LIMINAR, JUSTIÇA DO TRABALHO DETERMINA QUE GOL REITEGRE FUNCIONÁRIOS DA WEBJET


Em decisão liminar, o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) do Rio de Janeiro determinou nesta sexta-feira (7) que a Gol Linhas Aéreas reintegre os mais de 850 funcionários que eram da WebJet e foram demitidos da companhia aérea no final de novembro, segundo informou o Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro, autor do pedido de liminar.
Com a decisão, a Gol terá que manter os funcionários da Webjet em seus quadros até que seja julgado o mérito da ação que contesta as demissões. A reportagem procurou a assessoria de imprensa da Gol e aguarda um posicionamento a respeito da decisão.

A Gol anunciou em 23 de novembro o fim das atividades da Webjet, comprada pela empresa em julho de 2011. No mesmo dia, a companhia anunciou a demissão dos funcionários da tripulação técnica, tripulação comercial e manutenção de aeronaves.
A compra da Webjet pela Gol foi concluída em outubro de 2011, por R$ 70 milhões, além de ter assumido dívidas de cerca de R$ 200 milhões. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a fusão das duas empresas em outubro.

"Modelo de negócio deixou de ser competitivo"

Em nota divulgada no dia do anúncio do fim da Webjet, a Gol afirma que o modelo de negócios da Webjet deixou de ser competitivo com a alta nos preços do combustível e o elevado consumo dos aviões que eram utilizados pela empresa.
"A Webjet possui um modelo de operação com base em uma frota composta majoritariamente por aviões modelo Boeing 737-300, de idade média elevada, alto consumo de combustível e defasagem tecnológica. Esse modelo deixou de ser competitivo", disse a Gol em fato relevante.
Segundo o diretor-presidente da Gol, Paulo Kakinoff, com o recente aumento nos preços, o combustível passou a representar 46% dos custos totais da Gol.
Com o encerramento da Webjet, os seis Boeings-737/300 da empresa pararam de voar. Segundo a Gol, "os clientes e passageiros da Webjet serão integralmente assistidos pela empresa, e terão seus voos garantidos."

Cerca de 3.000 demitidos em 2012

Após o corte de quase 3.000 funcionários desde o início do processo de fusão entre as duas empresas, a Gol não prevê novas demissões. Além dos 850 funcionários anunciados nesta sexta-feira, outros 2.000 já tinham sido desligados da empresa neste ano.
"Agora, com a nova estrutura, incluindo desligamento desses 850 colaboradores, nossa estrutura ficará estável em torno de 17 mil colaboradores", afirmou Kakinoff, em teleconferência.
Segundo o executivo, a maioria dos demitidos são membros de tripulação. A Gol irá absorver 450 funcionários da WebJet que atuam principalmente nos aeroportos.

fonte/UOL

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

AVIÃO DA GOL BATE EM AVE E FAZ POUSO FORÇADO EM SÃO PAULO

Voo ia de Congonhas, em São Paulo, para Confins, em Belo Horizonte, quando bateu; 99 passageiros foram acomodados em outro avião

Um avião da Gol realizou um pouso não programado no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, após colidir com uma ave. 


Segundo a companhia aérea, o voo G3 1252 fazia o trecho entre os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Confins, em Belo Horizonte, quando bateu no animal. 

A empresa esclareceu, por nota, que o pouso e o desembarque ocorreram normalmente e os 99 passageiros foram acomodados em outro avião, que seguirá para o destino final. A previsão é de que o novo voo chegue ao local até o início da noite. 

A Gol lamenta o transtorno, mas ressalta que medidas como essa são importantes para garantir a segurança.
fonte/Band

CAMINHÃO DE DEGELO ATINGE MOTOR DE AIRBUS A320




Um caminhão de degelo atingiu um motor de um Airbus A320-200 da British no Aeroporto de Estocolmo, Suécia, voo foi cancelado.

fonte/ASN/foto/DN.Se

BIRD STRIKE DE F-15D DA FORÇA AÉREA DE ISRAEL COM PELICANOS


POUSO DE EMERGÊNCIA DE CAÇA F-15D DA FORÇA AÉREA DE ISRAEL APÓS BIRD STRIKE COM PELICANOS


PILOTO DA FAB EJETOU BANCO ANTES DE CAÇA EXPLODIR NA DIVISA DE SC E RS

O Capitão Aviador André Ricardo Halmenschlager, morto após o avião caça em que estava cair em Santa Catarina, chegou a ejetar o banco da aeronave antes da explosão. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros da cidade catarinense de Capinzal, que encontrou o corpo por volta das 12h em uma mata, próximo ao local acidente, na divisa entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O paraquedas estava próximo ao corpo e a suspeita dos bombeiros é que o piloto estivesse a uma altura insuficiente para evitar o impacto.


O capitão pilotava um modelo A-1 (AM-X), da Força Aérea Brasileira (FAB), que estava em missão de treinamento operacional. Segundo informações da FAB, ele fazia parte do 1º Esquadrão do 10º Grupo de Aviação, sediado na Base Aérea de Santa Maria (RS). 

O acidente foi próximo à Usina de Machadinho. Segundo o gerente, Elinton Chiaradia, o avião se chocou contra uma linha de transmissão que liga a usina à subestação de Campos Novos e explodiu. Parte dos destroços caiu na água e outra parte em terra.


Representantes da Força Aérea Brasileira foram ao local para auxiliar no resgate. De acordo com os bombeiros, o corpo foi encontrado em área próxima aos destroços, mas de difícil acesso, por ser mata fechada. Ainda na tarde desta quinta (6) o corpo deve ser encaminhado para Joaçaba, no Oeste, onde será feita a perícia para apurar as causas da morte. 

André Ricardo Halmenschlager tinha 33 anos e trabalhava há oito na Base Aérea de Santa Maria. Era casado e tinha dois filhos. Após a liberação, o corpo será transportado para Estância Velha, sua cidade natal, onde será velado.

O Comando da Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar as causas do acidente. Conforme o comandante da Base Aérea de Santa Maria, somente a análise dos destroços e do local podem esclarecer o fato. Além disso, afirmou que a aeronave passava por manutenção frequente e estava em bom estado de conservação.

fonte/G1/SC

AVIÃO DA BASE AÉREA DE SANTA MARIA CAI NA DIVISA ENTRE RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA E MATA PILOTO


Um avião da Base Aérea de Santa Maria (Basm) caiu em Zortéa, em Santa Catarina, na manhã desta quinta-feira. Segundo informações preliminares, os moradores de Capinzal, no oeste de Santa Catarina, contam que viram um caça da FAB voando muito baixo na região. O piloto da aeronave, identificado como André Ricardo Halmenschlager, morreu no acidente.

O avião caiu na localidade de Volta Grande, município de Zortéa, na divisa entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Pelos relatos, a aeronave teria se chocado na rede de alta tensão da Usina de Machadinho.

Uma moradora, Sandra Vilarino, 35 anos, conta que o marido dela, Fernando Vilarino, 36, que é o balseiro na barragem da usina, viu o momento em que o avião se chocou na rede elétrica e pegou fogo.

— Ele (Fernando) estava trabalhando na balsa quando me ligou e pediu que eu chamasse os bombeiros — conta a moradora.

O comandante da Basm, David Alcoforado confirmou que o avião, um caça AMX, conhecido como A1, pertence à Basm.

Segundo o gerente da Usina de Machadinho, o avião se chocou contra uma linha de transmissão que liga a usina hidrelétrica à subestação de Campos Novos. Por volta de 10h, o sistema teria caído em função do toque de avião da linha. Ele disse que o avião seria uma aeronave de pequeno porte e que esta linha estaria no território catarinense, em Zortéa.

O avião com um piloto saiu da Basm para uma missão de treinamento, por isso voava a baixa altura, pela manhã. A aeronave não retornou e a Basm ficou sabendo, por moradores do local, sobre a queda. A hidrelétrica confirmou ao comando da Basm sobre a explosão. Dois helicópteros Black Hawk sediados na Basm saíram no fim da manhã de Santa Maria para ajudar nas buscas.




Confira a nota oficial emitida pela FAB:O Comando da Aeronáutica lamenta informar que por volta das 9h40 desta quinta-feira (06/12), uma aeronave de caça da Força Aérea Brasileira (FAB), modelo A-1 (AM-X), caiu em Piratuba (SC), nas proximidades da Usina de Machadinho. O Capitão Aviador André Ricardo Halmenschlager, piloto da aeronave, faleceu no acidente.

A aeronave era do 1º Esquadrão do 10º Grupo de Aviação (1º/10º GAV), sediado na Base Aérea de Santa Maria (RS), e estava em missão de treinamento operacional. O Comando da Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os possíveis fatores que contribuíram para o acidente.

Brasília, 6 de dezembro de 2012

Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica


fonte/DiarioDeSantaMaria


quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

AERONAUTAS EM ESTADO DE GREVE

Categoria decidiu por indicativo de greve para 13 de dezembro. SNA segue na luta por aumento real, ao lado dos sindicatos cutistas de aeroviários, nas negociações com as aéreas

Em assembleia realizada na teerça-feira (4/12), nas sedes do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), os trabalhadores decidiram pelo início do estado de greve a partir da meia noite.

Os aeronautas também decidiram por indicativo de greve no dia 13 de dezembro. A categoria luta por aumento real nos salários, mas as empresas aéreas oferecem índices escalonados menores que a inflação e até mesmo reajuste zero, conforme a faixa salarial.

Pilotos e comissários avaliam que as empresas estão desorganizadas para atender a demanda na alta temporada e que os trabalhadores estão sobrecarregados e no limite de suas capacidades. O quadro piorou com as demissões em massa ocorridas no setor aéreo, e os aeronautas vem sofrendo com a ampliação da fadiga e das doenças ocupacionais, o que afeta a segurança operacional.

A redução de quatro para três comissários nas aeronaves com até 150 assentos, prejudicando a segurança de voo e o atendimento a passageiros e tripulantes, é outro fator que contribuiu para a decisão dos aeronautas pelo indicativo de greve. Apesar dos inúmeros apelos do Sindicato junto à Anac e às companhias, a medida que permitiu a redução não foi revertida pela Agência e centenas de postos de trabalho foram perdidos neste ano.

Na avaliação dos aeronautas, mesmo que a greve seja revertida, há grande chance de o transporte aéreo passar por um novo caos este ano, devido à troca constante das escalas de voo, à falta de tripulantes e à sobrecarga de trabalho, que afeta também os aeroviários.

Nesta quarta-feira (5/12), há nova rodada de negociação entre o SNA, os sindicatos cutistas de aeroviários, a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac/CUT) e as empresas aéreas. A reunião será realizada no Rio de Janeiro, às 11 horas, na sede do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (SNEA).

fonte/SNA

INCIDENTE COM BOEING 787 DREAMLINER DA UNITED

Um Boeing 787-800 da United, matrícula N26902,  realizando o voo UA-1146 de Houston Intercontinental, TX para Newark, NJ (EUA), com 174 passageiros e 10 tripulantes, declarou emergência quando voava no FL410 e cerca de 200nm ao norte de Nova Orleans, Los Angeles.

A tripulação relatou problemas elétricos e desviou para Nova Orleans. Mais tarde, na aproximação a Nova Orleans a tripulação relatou que eles realmente não solicitaram os serviços de emergências, porém pediram aos bombeiros verificar as áreas atrás das asas, eles tinham indicação de forte corrente elétrica nas áreas de carga.


fonte/ASN
Enhanced by Zemanta

AZUL RECEBE O PRÊMIO COMO A MELHOR COMPANHIA AÉREA LOW COST DO ANO

 Parabéns AZUL.......


A Azul Linhas Aéreas consagrou-se recentemente como a “Melhor Companhia Aérea Low-Cost do ano” eleita pelo Center for Asia Pacific Aviation (Capa). A cerimônia, que aconteceu hoje (04/10), no hotel The InterContinental Stanford, em Hong Kong, na China, teve a presença do diretor de Receitas da Azul, Abhi Shah. Esta é a primeira vez que uma companhia área brasileira é premiada por este centro.

A escolha da Azul como a Melhor Companhia Aérea Low-Cost do ano foi feita após uma série de requisitos estabelecidos pela entidade. “Estamos muito orgulhosos e felizes com este prêmio. É extremamente gratificante ver o nosso trabalho sendo reconhecido mundialmente por este respeitadíssimo centro.”, diz David Neeleman, fundador e presidente da Azul Linhas Aéreas. “Nosso objetivo sempre foi ser a melhor companhia aérea para nossos Clientes”, conclui Neeleman.

O Capa é conhecido mundialmente por ser a maior provedora de serviços de aviação independentes, tais como análise e inteligência de mercado.

fonte/Mercado&Eventos

FLASHMOB DA TURKISH AIRLINES A BORDO DO VOO DE SÃO PAULO


RAPIDINHAS.......

Infraero abre licitação para ampliação em Manaus

A Infraero abriu hoje licitação para contratação do projeto executivo e obras de engenharia para a reforma e ampliação do terminal 2 de passageiros do Aeroporto Internacional de Manaus. A proposta arrematante foi de R$ 19,49 milhões.

As ações para o terminal prevêem a ampliação do estacionamento de veículos, a climatização do saguão de embarque e desembarque, adequações às normas de acessibilidade, construção da praça de alimentação e outras melhorias, como adaptações para a melhor utilização da luz natural dentro do espaço.

Com os serviços, a área do terminal dois passará de 3.658 m² para 6.959 m². Já no estacionamento, o aumento será de 43%. “As melhorias garantirão uma infraestrutura ainda mais ampla para o aeroporto, que já recebe uma melhoria de grande porte com as obras de ampliação do terminal 1 de passageiros”, destacou o superintendente de Manaus, Aldecir de Oliveira Lima.


 

Anac participa do Encontro das Empresas de Táxi Aéreo

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) estará presente no 4º Encontro Nacional das Empresas de Táxi Aéreo, que acontece no próximo sábado, dia 8, no Aeroporto Campo de Marte (Hangar Helimarte), em São Paulo. A presença do gerente de Vigilância de Operações da Aviação Geral, Antonio Alessandro Mello Dias, está confirmada, assim como de mais de 40 empresários do setor que estão reunidos para discutir o futuro do segmento no País.

O encontro tem organização da Associação Brasileira de Táxis Aéreos e vai colocar em pauta as elevadas taxas aeroportuárias, a concorrência desleal com o transporte aéreo pirata, a exigência de treinamento da tripulação em simuladores e os atuais tempo de resposta da Anac para os pedidos de pilotos e empresas protocolados.

Lan renova itens em todas as classes de serviços

A Lan anunciou a renovação dos itens de todas as suas classes de serviços. Na classe executiva, a empresa disponibiliza novos modelos de travesseiros e edredons, além de kit com amenidades da marca Salvatore Ferragamo. A concepção do kit foi feita especialmente para os passageiros da aérea e faz parte da proposta implementada nas cabines da nova frota de Boeings 787 Dreamliner.

Na classe econômica, a Lan também oferece novos itens, como cobertores e máscaras para descanso de cores relaxantes. 
 
fonte/PanRotas
 

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

INCIDENTE COM AVIÃO DA LAN E UNITED EM BUENOS AIRES


Dois aviões quase colidiram ontem à noite perto do aeroporto de Ezeiza,  uma já havia decolado e outra preparando para pousar. O incidente ocorreu pouco depois das 21 horas, cerca de 15 quilômetros do aeroporto.

O episódio envolveu uma aeronave da LAN (
Boeing 767-300, registro LV-CKU realizando o voo 4M-4591), que chegava a Buenos Aires e que partiu  de Miami via República Dominicana, e outra da United Airlines ( Boeing 767-300, registro N677UA realizando o voo UA-846) , que havia decolado com destino a Nova York. O motivo da quase colisão teria sido um congestionamento de voos no terminal, o que poderia ter provocado uma falha dos controladores de voo.

Oficialmente não houve declaração sobre o caso, das empresas envolvidas, ou a ANAC. Mas fontes do setor disseram que ao Clarin que o incidente aconteceu. "Eles cruzaram a 120 metros de distância e o alarme do TCAS disparou e os pilotos conseguiram evitar o conflito, disse a fonte, sem se identificar.


fonte/AvHerald/ElClarin


WebTV | El incidente visto desde los radares

VÍDEO DE POUSO SEM MOTOR DE CESSNA CARAVAN


BELO VÍDEO DE VOO BH PARA SP - CITATION MUSTANG


domingo, 2 de dezembro de 2012

APRENDA A VOAR COM SEGURANÇA NA TERMINAL MAIS MOVIMENTADA DO BRASIL

Aprenda a voar com segurança na Terminal mais movimentada do BrasilTatui - SP - Sábado - 15/12
 
Materia estruturada para que você aprenda a voar na terminal SP com segurança.
Serão abordados todos os tópicos que abrangem a terminal, plano de voo, fonia, REAs, frequencias específicas, etc..

Acontece
na Escola Freedom - Aerodromo de Tatui - SP.
  • Sábado - 15/12 das 08:00 as 12:00
As vagas são limitadas e somente as vagas confirmadas garantem a participação.
Conteúdo
  • Estrutura da Terminal SP
  • Definição e regras aplicadas nos corredores
  • Plano de voo
  • Fonia
Opcionais
  • Voo para Marte (SBMT) com sua aeronave
  • Voo para Marte (SBMT) com aeronave da Escola Freedom


Valor: R$ 350,00
(Consulte valor dos opcionais)

Para garantir a sua reserva, entre no site, preencha a ficha e siga as instruções para confirmar sua inscrição.

ATENÇÃO
Inscrições não confirmadas serão canceladas.

Solicitamos a todos que estejam presentes as 8:00 para não haver atraso pois temos bastante conteúdo nesta matéria.
Para mais informações ligue :  11 8155 2345   - Nextel 9*24741
CMTE JEOVAN
 

MONTE UMA TURMA EM SUA CIDADE!!
NÓS VAMOS ATÉ VOCÊ!!

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...