Segundo um jornalista de Defesa que esteve falando com um dos mais altos oficiais da FAB na CRUZEX V, a escolha operacional da FAB foi pelo F-18, é a aeronave preferida do alto-comando e superou as demais em todos os testes de missão. No índice geral, incluindo transferência de tecnologia e parceria no projeto, o Gripen foi o campeão, por ser a solução ideal ao Brasil(foi a aeronave recomendada pela FAB em seu relatório ao MD).

Foi dito que o Rafale perdeu em todos os quesitos, não vai transferir tecnologia alguma, o que vai fazer é só colocar centros de manutenção aqui, e, inclusive, sua operação requer uma velocidade de vento que aqui não temos, e torna sua decolagem mais difícil do que a do F-5. Ele disse que o Rafale é o avião do pesadelo, que no relatório final do Jobim ao presidente foram retiradas todas as informações negativas com relação a aeronave, mas que o Lula está começando a olhar o Gripen com bons olhos e a Dilma também.