sábado, 18 de junho de 2011

VÍTIMA DE QUEDA DE HELICÓPTERO É FILHO DO VOCALISTA DO BIQUINI CAVADÃO


O garoto Gabriel Kfuri Gouveia, de 2 anos, que morreu após a queda de um helicóptero na noite de sexta-feira (17) na praia Ponte de Itapororoca, no litoral de Porto Seguro, é filho do músico Bruno Gouveia, vocalista da banda Biquíni Cavadão.


De acordo com a assessoria da banda, Gouveia está em regresso dos Estados Unidos e desembarcará no Rio de Janeiro na manhã deste domingo (19), quando será informado da morte. O empresário da banda, Adrian Marschner, diz que Bruno e o filho são muito ligados e que ele evitava ficar distante do garoto.


Gabriel estava no helicóptero com a mãe e ex-mulher de Bruno Gouveia, Fernanda Kfuri, de 34 anos, que chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. No total, no acidente, morreram quatro pessoas. Outras três estão desaparecidas, segundo a Aeronáutica. Entre os desaparecidos está a irmã de Fernanda, Jordana Kfuri - que é mãe de Luca Kfuri de Magalhães Lins, de 3 anos, que também morreu no acidente.


Em seu blog pessoal, “Entre Mim e você”, Bruno Gouveia relatou a primeira vez que ficou longe de Gabriel no início desde mês. Em um post publicado no dia 9 de junho, o vocalista do Biquini Cavadão contou que ficou dez dias nos Estados Unidos e que, no voo de volta, chorou de saudades do garoto.


No texto, Bruno relatou também ter percebido mudanças no filho nos dias em que ficou fora. “O reencontro não poderia ser mais intenso. Lindo. Agora ele não larga de mim nem um segundo. Carência absurda. Acho que de nós dois. Percebi uma significante mudança nesses 10 dias. Muito falante, o rapaz. Como eles desenvolvem rápido. Para (tentar) compensar a ausência, trouxe muitos presentes”, diz o músico no blog.

Bruno Gouveia parte dos Estados Unidos às 22h deste sábado, segundo o empresário. Familiares irão recepcioná-lo no Aeroporto Internacional no Galeão, no Rio de Janeiro.

fonte/G1
Enhanced by Zemanta

VÍDEO - ACIDENTE NA POLÔNIA

AVIÃO ACROBÁTICO CAI NA POLÔNIA, PILOTO ESTÁ DESAPARECIDO


 
Imagens mostram o avião de acrobacia, pilotado pelo polaco Marek Szufa, momentos antes de sua queda e o momento exato do choque da aeronave com o rio Vístula durante performance acrobática em Plock, na Polônia. Equipes trabalham no local em busca do piloto; não há informações se ele sobreviveu.
 
fonte/foto/UOL

MARINHA ENVIA NAVIOS À BAHIA PARA BUSCAS A VÍTIMAS DE ACIDENTE


 
A Marinha informou, por meio de nota divulgada neste sábado, que o Comando do 2º Distrito Naval na Bahia enviou, nesta manhã, o navio patrulha Gravataí, com sua equipe de mergulhadores, para reforçar os trabalhos de busca por três pessoas que ainda estão desaparecidas após a queda de um helicóptero no litoral sul do Estado.

O acidente, que aconteceu na noite de sexta-feira, próximo à praia de Itapororoca, em Porto Seguro, deixou pelo menos quatro pessoas mortas.

Ainda segundo o documento, o navio varredor Albardão, que é equipado com sonar de varredura lateral, também está se dirigindo à área da queda da aeronave. A embarcação será utilizada para ajudar a localizar o helicóptero no fundo do mar.

A nota ressalta que, após a Marinha ter sido notificada sobre o acidente, "duas equipes da Agência da Capitania dos Portos em Porto Seguro dirigiram-se para o local, a fim de iniciar imediatamente as buscas, empregando duas embarcações".

Namorada de filho de Cabral estava no helicóptero
A Polícia Civil divulgou na manhã deste sábado o nome dos sete ocupantes do helicóptero acidentado. Após confirmar a morte de Mariana Fernandes Noleto, namorada do filho do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, a polícia voltou atrás e informou que, até as 13h de hoje, ela ainda não havia sido encontrada. Até o momento, quatro vítimas fatais foram confirmadas.

Os mortos são Fernanda Kfuri, 35 anos, seus sobrinhos Luca Kfuri de Magalhães Lins, 3 anos, e Gabriel Kfuri Gouveia, 2 anos, e a babá das crianças, Norma Batista de Assunção, 49 anos. Além de Mariana, estão desaparecidos Jordana Kfuri - mãe de Luca e Gabriel, irmã de Fernanda - e o empresário Marcelo Almeida, que pilotava o helicóptero.

Fernanda chegou a ser socorrida com vida e levada em estado grave ao hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Entretanto, ela não resistiu aos ferimentos provocados pelas fraturas múltiplas e morreu.
 
Família mantém esperanças
Apesar de haver indícios de que Mariana Fernandes Noleto também não teria conseguido sobreviver à queda do helicóptero na noite de sexta-feira, a família ainda tem esperanças de encontrá-la viva.

"Para nós, enquanto não acharem o corpo, ela estará desaparecida. Estamos rezando", afirmou o tio materno de Mariana, Victor Massena. Segundo Victor, antes de embarcar, Mariana teria falado ao telefone com a família e informado que o tempo em Porto Seguro estava bom.
 
Buscas são retomadas
As buscas às vítimas foram interrompidas por volta das 4h para alimentação e breve descanso dos mergulhadores da Marinha. Enquanto isso, bombeiros e policiais militares continuaram no local. Os trabalhos foram retomados às 6h, em uma praia próxima à Ponta de Itapororoca, Itaquena, para onde, dada a quantidade de horas da queda, as vítimas já poderiam ter sido levados pela correnteza.

Segundo a Polícia Militar, a companhia de energia local instalou postes de iluminação para a realização dos trabalhos das equipes - além dos membros da Marinha, bombeiros e policiais militares estão empenhados nas buscas.

O acidente
A aeronave, modelo Eurocopter AS 350 B2 Esquilo, deixou Porto Seguro em direção ao condomínio de luxo Jacumã Ocean Resort, em Trancoso, e desapareceu às 18h40 de sexta-feira. No momento do acidente havia uma forte neblina.

Marcelo Almeida, presidente do First Class Group e dono do Jacumã Ocean Resort, teria jantado horas antes com Sérgio Cabral, que estava no condomínio com a família e integrantes do primeiro escalão do governo do Rio. Após o jantar, Marcelo saiu com o helicóptero para pegar o grupo de amigos e parentes do governador. Entretanto, em Porto Seguro, o filho de Cabral, Marco Antônio, e o marido de Jordana, Fernando Cavendish, não embarcaram na aeronave por falta de espaço - seriam realizadas várias viagens para levar todos os convidados.

O piloto do helicóptero não fez qualquer contato com o controle de tráfego aéreo local para informar alguma anormalidade com a aeronave, segundo nota da Força Aérea Brasileira (FAB).

De acordo com a FAB, a aeronave decolou de Porto Seguro às 18h41 e tinha previsão de voar por 10 minutos até a Fazenda Jacumã, seu destino final. A investigação das causas do acidente está a cargo do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 2), com sede no Recife (PE). Apenas uma parte dos destroços do helicóptero foi localizada flutuando no mar.
 
Tragédia em resort
Em maio de 2009, uma aeronave caiu na pista de pouso do Terravista Condomínio, Resort e Golf, localizado na praia de Trancoso, também em Porto Seguro. O avião, um bimotor modelo King Air B350 que havia decolado da cidade de São Paulo, perdeu altura no pouso e bateu em uma árvore. Quinze pessoas morreram no acidente.

fonte/ODia/AgBrasil/Terra
Enhanced by Zemanta

TAM DIZ EM NOTA QUE LAMENTA MORTE DE PASSAGEIRO ME BOA VISTA



   

A TAM informou, por meio de nota, que um passageiro do voo JJ3746 (Manaus-Boa Vista) faleceu após desembarcar em Boa Vista (RR) na manhã de hoje (17 de junho), após sentir um mal-estar durante o procedimento de pouso. 




A nota informa que o comandante solicitou o atendimento médico, que foi prestado ainda no finger (ponte para embarque e desembarque). Informou ainda que a companhia aérea prestou toda a assistência necessária e lamenta e se solidariza com os familiares e os amigos do passageiro.




fonte/FolhaDeBoaVista
Enhanced by Zemanta

QUEDA DE PLACA FERE 2 PESSOAS NO AEROPORTO INTERNACIONAL PINTO MARTINS, CEARÁ



FOTO: MIGUEL PORTELA



Parte da armação de ferro do teto do Aeroporto Internacional Pinto Martins caiu, ontem de manhã, deixando duas pessoas feridas. Uma placa metálica se deslocou de uma altura de cerca de cinco metros, atingindo o representante comercial Alexandre Magalhães e a sua cunhada, Nicéa Paula, que estavam no desembarque. O novo terminal de passageiros foi inaugurado há 13 anos, mas já sofre com problemas estruturais. 

Funcionários relatam que quedas no abastecimento elétrico, danificação de ar-condicionado, escada rolante e elevador, goteiras e mosquitos são constantes.

Com cortes no nariz e reclamando de dor de cabeça, Magalhães criticou a falta de manutenção, o que pode comprometer a funcionalidade de um dos principais equipamentos de suporte para a Copa do Mundo de 2014. "Os danos só não foram piores, pois o movimento ainda estava pequeno. O aeroporto precisa de melhorias urgentes", disse o representante comercial, temendo a vida do filho, de apenas 11 meses, que estava no colo da esposa e, por pouco, não foi atingido. O desabamento parece ser apenas a ponta do iceberg. Turistas e funcionários relataram a queda de energia por mais de uma hora durante a manhã de ontem e o não funcionamento de uma das escadas rolantes, parada há dias.

O funcionário de uma locadora de carros, Dário Teixeira, viu o exato momento do acidente. Um grande estrondo, segundo ele, assustou todo mundo. Ele ressalta que o local não está mais suportando a grande demanda de viagens. "O prédio é novo, não deveria estar tão ruim assim. Desse jeito, não vamos conseguir receber bem os turistas que devem chegar no próximo mês, na alta estação", frisa. Durante o mês de maio, mais de 432 mil passageiros passaram pelo aeroporto.

Explicações
A assessoria de imprensa da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) lamentou a queda de parte da estrutura do teto, mas informou ter prestado socorro médico aos feridos. A empresa prometeu, ainda, fazer revisão completa da estrutura e isolou a área para proteção dos transeuntes.

Sobre as quedas de energia, a Infraero confirmou que, entre 8h e 9h30min de ontem, o local funcionou à base de geradores por conta de reparos programados. A escada rolante voltará a funcionar no fim de semana, segundo a assessoria.

Aeroporto Histórico
O aeroporto teve suas origens na pista do Alto da Balança, construída na década de 1930 e utilizada até 2000 pelo Aeroclube do Ceará. Em 1952, o local ganhou o nome de Pinto Martins. O primeiro terminal de passageiros e o pátio de aeronaves foram construídos em 1966. O aeroporto recebeu novo e moderno terminal com 32 mil metros quadrados, inaugurado em 1998
.

foto/ODiarioDoNordeste
Enhanced by Zemanta

FAB DIZ QUE VOO DE HELICÓPTERO QUE CAIU NA BAHIA DEVERIA DURAR DEZ MINUTOS


A Força Aérea Brasileira (FAB) informou, neste sábado (18), que o voo do helicóptero que caiu nesta sexta-feira (17) na praia Ponte de Itapororoca, no litoral de Porto Seguro, tinha duração prevista de dez minutos. Quatro pessoas morreram e três estão desaparecidas.

A aeronave, que tem prefixo PR-OMO, decolou de Porto Seguro às 18h41 e deveria pousar às 18h51 na Fazenda Jarumã, que era o destino final do helicóptero. A FAB informou que o piloto não fez contato com o controle de tráfego aéreo local para informar qualquer anormalidade durante o voo.

Em nota, a FAB informou que a operação de busca aos desaparecidos é coordenada pelo Salvaero-Recife e Salvamar-Leste, com a utilização de meios navais e aéreos da Marinha do Brasil, da Agência da Capitania dos Portos da Bahia, em Porto Seguro, do 6º Grupamento de Bombeiros Militares de Porto Seguro, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar do Estado da Bahia e da FAB, além do apoio de voluntários civis. A Marinha está fazendo buscas com o navio Gravataí e a FAB está usando um helicóptero H-34 Super Puma, que tem autonomia de até cinco horas de voo sem precisar de reabastecimento.

Uma das vítimas, Fernanda Kfuri, 35 anos, chegou a ser resgatada com vida, mas morreu no hospital regional Luis Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. De acordo com informações da Polícia Civil de Porto Seguro, foram reconhecidos Luca Kfuri de Magalhães Lins, 3 anos, e Gabriel Kfuri Gouveia, 2 anos, filhos de Jordana Kfuri Cavendish, que ainda está desaparecida. A polícia confirmou também a morte de Norma Batista de Assunção, 49 anos, babá das crianças.

Homem puxa peça de helicóptero que caiu provocando a morte de quatro pessoas em Porto Seguro, no litoral da Bahia, na noite desta sexta-feira (18). (Foto: Joá Souza/Agência A Tarde/AE) 
Homem puxa peça de helicóptero que caiu provocando a morte de quatro pessoas em Porto Seguro, no litoral da Bahia, na noite desta sexta-feira (18). (Foto: Joá Souza/Agência A Tarde/AE)

Namorada do filho do governador do Rio
Por volta das 23h, o microblog Twitter do governador do Rio, Sergio Cabral, informou que uma das pessoas a bordo do helicóptero é Mariana Noleto, namorada de seu filho, Marco Antônio Cabral.

O secretário-chefe da Casa Civil do Rio de Janeiro, Regis Fichtner, informou que o governador está em Porto Seguro e acompanha os trabalhos de busca e resgate.

A mãe da Mariana Noleto, Márcia Cristina Massena Fernandes Noleto, afirmou ao G1 na madrugada deste sábado que ainda aguarda por mais notícias sobre o desaparecimento da filha. “O corpo dela ainda não foi encontrado, mas ela não morreu, como estão dizendo por aí. Eu tenho certeza disso, sinto isso. Minha filha ainda está desaparecida. Eu ainda tenho esperanças de que vão encontrar a minha Mariana viva”, disse Márcia Cristina.

O pai de Marina, Hélio Aquino Noleto, embarcou para Porto Seguro, informou no início desta madrugada Victor Massena, tio da jovem.

Banco de helicóptero é encontrado no mar, no litoral baiano, neste sábado (Foto: Joá Souza/Agência A Tarde/AE) 
Banco de helicóptero é encontrado no mar, no litoral baiano, neste sábado (Foto: Joá Souza/Agência A Tarde/AE)
 
fonte/G1
Enhanced by Zemanta

ACIDENTE NA BAHIA - FILHO DO GOVERNADOR ESCAPA DA QUEDA DO HELICÓPTERO


Porto Seguro (BA) - Mariana Noleto, namorada de Marco Antônio Cabral, filho do governador Sérgio Cabral Filho, morreu, na noite desta sexta-feira, na queda de um helicóptero na região de Porto Seguro, na Bahia. Marco Antônio viajaria em seguida. Seu pai teria embarcado em um voo anterior. A aeronave que caiu deixou Porto Seguro em direção ao condomínio de luxo Jacumã Ocean Resort, em Trancoso, e desapareceu às 18h40.

Marco Antônio embarcaria em outra viagem do helicóptero: sua namorada, Mariana Noleto, voou com amigos | Fotos: Paulo Alvadia e Fernando Souza / Agência O Dia
No helicóptero havia sete pessoas. Só Fernanda, 35 anos, sobreviveu mas está em estado grave no Hospital Luis Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Até o final da noite de sexta-feira, dois corpos haviam sido resgatados.

Foto: Reprodução da Internet
Jordana Kfuri Cavendish estava na aeronave com o filho Lucas | Foto: Reprodução da Internet
As outras vítimas são Jordana Kfuri Cavendish, seu filho Lucas, e outra criança. A babá de Lucas e o piloto, o empresário Marcelo Almeida, sócio do resort, também morreram. A sobrevivente é irmã de Jordana. Mariana teria sido resgatada com vida, mas não resistiu.

VOO SEGUINTE
Fernando Cavendish, marido de Jordana, e Marco Antônio não embarcaram pois não havia lugar: seriam várias viagens para levar todos os convidados. Eles iriam na seguinte, quando o helicóptero retornasse. A aeronave levava o grupo de amigos para passar o fim de semana no condomínio, que tem praia particular.

As condições do tempo eram ruins. Chovia muito e havia muita neblina. Há dois anos, na mesma rota, um bimotor caiu em Trancoso e matou 14 pessoas, entre elas o empresário Roger Wright e três gerações de sua família.

fonte/ODia

Enhanced by Zemanta

QUATRO PESSOAS MORREM NA QUEDA DE HELICÓPTERO EM PORTO SEGURO, NA BAHIA, DIZ POLÍCIA MILITAR - ATUALIZADO

A Polícia Militar (PM) informou durante a madrugada deste sábado (18) que quatro pessoas morreram e uma foi resgatada com vida, mas em estado grave, após a queda de um helicóptero nas águas da praia de Ponta de Itapororoca, em Porto Seguro, litoral da Bahia.

O acidente ocorreu na noite de sexta-feira (17). Equipes dos bombeiros e da Marinha seguem no mar na busca por vítimas, pois, segundo testemunhas a aeronave transportava sete pessoas. A Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) disponibilizou iluminação na região para realização da operação.

Segundo a PM, quatro corpos foram resgatados do mar: duas crianças e dois adultos. Uma mulher foi retirada da água com vida e encaminhada ao hospital Luis Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Segundo o hospital, a mulher está em estado grave.

Não há ainda informações sobre as identificações dos mortos e da sobrevivente.
 
Namorada do filho do governado do Rio

Por volta das 23h, o microblog Twitter do governador do Rio, Sergio Cabral, informou que uma das pessoas a bordo do helicóptero é Mariana Noleto, namorada de seus filho, Marco Antônio Cabral.

O secretário-chefe da Casa Civil do Rio de Janeiro, Regis Fichtner, informou que o governador está em Porto Seguro e acompanha os trabalhos de busca e resgate. Fichtner também seguiu para a região.

A mãe da Mariana Noleto, Márcia Cristina Massena Fernandes Noleto, afirmou ao G1 na madrugada deste sábado que ainda aguarda por mais notícias sobre o desaparecimento da filha. “O corpo dela ainda não foi encontrado, mas ela não morreu, como estão dizendo por aí. Eu tenho certeza disso, sinto isso. Minha filha ainda está desaparecida. Eu ainda tenho esperanças de que vão encontrar a minha Mariana viva”, disse Márcia Cristina.

O pai de Marina, Hélio Aquino Noleto, embarcou para Porto Seguro, informou no início desta madrugada Victor Massena, tio da jovem.

fonte/G1
Enhanced by Zemanta

ACIDENTE HELICÓPTERO NA BAHIA = ATUALIZADO ÁS 01:00

Um helicóptero caiu na noite desta sexta-feira, 17, na praia de Ponta de Itapororoca, distrito de Caraíva, em Porto Seguro, a 740 quilômetros de Salvador, sul da Bahia, causando a morte de Mariana Noleto, namorada de Marco Antonio Cabral, filho do governador do estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.

Outras quatro pessoas (Jordana Kfouri, mulher do empresário Fernando Cavendish; seu filho Lucas, fruto da união com o empresário Zé Luca Magalhães Lins, a babá da criança e o empresário Marcelo Mattoso Almeida) continuam desaparecidas.

No local havia uma forte neblina. O helicóptero era pilotado pelo empresário Marcelo  Almeida, presidente do First Class Group e dono do Jacumã Ocean Resort, um condomínio de luxo em Trancoso. Há informações de que Marcelo havia jantado horas antes em Trancoso com o governador Sérgio Cabral, que estava no resort com a família e o 1º escalão do governo do Rio.

Após o jantar, Marcelo saiu para pegar outro grupo de parentes do governador, quando houve o acidente. Ele fazia o terceiro voo da noite. O governador Sérgio Cabral está em Porto Seguro com o filho e se empenha nas buscas. O helicóptero decolou de Porto Seguro em direção à Fazenda Jacumã, na Bahia, e foi dado como desaparecido às 18h40.

As buscas se concentram no mar e perto do Rio Trancoso e devem continuar neste sábado.

fonte/ATardeOnLine

Um helicóptero caiu na noite desta sexta-feira (17) na praia de Ponta de Itapororoca, no município de Porto Seguro, com sete pessoas a bordo, de acordo com informações da Polícia Militar de Porto Seguro.

Ainda de acordo com a PM, três corpos já foram encontrados, um corpo de uma mulher e outros de duas crianças. Uma mulher foi resgatada com vida e encaminhada ao hospital Luis Eduardo Magalhães em Porto Seguro por volta das 23h.

A aeronave caiu no mar, e as buscas continuam durante toda a madrugada. Equipes de resgate da Marinha já estão na região a procura de sobreviventes. A Coelba - Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia, já disponibilizou iluminação na região para realização da operação.

Por volta das 23h, o Twitter do governador do Rio, Sergio Cabral, informava que uma das pessoas no helicóptero é a namorada de um dos seus filhos.

De acordo com informações do Aeroporto de Porto Seguro, a aeronave está desaparecida.

fonte/G1

Enhanced by Zemanta

ACIDENTE HELICÓPTERO - PORTO SEGURO, BAHIA


RIO e BRASÍLIA - Um helicóptero modelo Esquilo, prefixo PR-OMO, que transportava sete pessoas, caiu por volta das 18h30 de sexta-feira, 17, no mar de Porto Seguro, no sul da Bahia, a cerca de 300 metros da costa. Os bombeiros e a Marinha localizaram destroços da aeronave e resgataram com vida uma mulher de 35 anos, de prenome Fernanda, em estado grave de saúde. 

Segundo a Aeronáutica, a mulher estava em estado de choque, com múltiplas fraturas, e foi encaminhada ao Hospital Luis Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Ainda não há informação sobre as outras vítimas. A Força Área Brasileira (FAB) enviou reforços para auxiliar nas buscas.

Segundo a assessoria do Palácio Guanabara, Mariana, namorada de Marco Antônio Cabral, filho do governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), estava entre os ocupantes do helicóptero. De acordo com o governo do Rio, Cabral está acompanhando notícias sobre o acidente. 

A aeronave estaria sendo pilotada pelo empresário Marcelo Mattoso de Almeida, sócio do First Class Group e do Jacumã Ocean Resort, um condomínio de luxo nos arredores de Trancoso. O helicóptero decolou de Porto Seguro e tinha o resort como destino da viagem. A queda ocorreu na Ponta de Itapororoca, entre Porto Seguro e o distrito de Caraíva.

fonte/AgEstado
Enhanced by Zemanta

ACIDENTE NA BAHIA - NAMORADA DO FILHO DO GOVERNADOR DO RIO ESTAVA NA AERONAVE

Map of Bahia highlighting Porto Seguro.Image via Wikipedia

Porto Seguro (BA) - A sociedade carioca está em choque com a queda de helicóptero na noite desta sexta-feira na praia de Ponta de Itapororoca, em Porto Seguro. Dos cinco tripulantes a bordo, a bela Mariana Noleto, namorada de Marco Antonio Cabral, filho do governador Sérgio Cabral Filho, já teve sua morte confirmada.

A bordo também estavam Jordana Kfouri, mulher do empresário Fernando Cavendish, e seu filho Lucas, fruto da união com o empresário Zé Luca Magalhães Lins, que também morreram. Além deles, estavam na aeronave a babá da criança e o empresário Marcelo Almeida.

O governador do Rio já está em Porto Seguro com o filho e se empenha nas buscas.
O helicóptero decolou de Porto Seguro em direção à Fazenda Jacumã, na Bahia, e foi dado como desaparecido às 18h40. As buscas se concentram no mar e perto do Rio Trancoso.

fonte/ODia

Enhanced by Zemanta

HELICÓPTERO CAI EM PORTO SEGURO, BAHIA


Um helicóptero caiu nesta sexta-feira na praia de Ponta de Itapororoca, em Porto Seguro (BA). Das sete pessoas a bordo, Mariana Noleto, namorada de Marco Antonio Cabral, filho do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), já teve sua morte confirmada. Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), apenas uma parte do helicóptero, que partia para Fazenda Jacumã, havia sido localizada às 23h30 e as buscas se concentravam no mar e próximo ao rio Trancoso.

Conforme a FAB, uma das passageiras, identificada apenas como Fernanda, 35 anos, foi encontrada com vida por um barco pesqueiro no final da noite de sexta-feira. Com fraturas múltiplas e em estado de choque, ela foi levada para o Hospital Luiz Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, para atendimento.

As buscas são feitas pelos bombeiros e Marinha e devem contar com apoio da Aeronáutica, que a partir da manhã deste sábado começa a investigar as causas do acidente. A bordo também estavam Jordana Kfouri, mulher do empresário Fernando Cavendish, e seu filho Lucas. Além deles, estavam na aeronave a babá da criança e o empresário Marcelo Almeida. O governador do Rio está em Porto Seguro com o filho auxiliando a FAB nas buscas.

fonte/terra

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...