Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 11, 2014

BOEING DA MALAYSIA AIRLINES TERIA DESVIADO CENTENAS DE QUILÔMETROS DE SUA ROTA

Equipes de busca seguem vasculhando o Mar Meridional da China no quarto dia após o desaparecimento Foto: HOANG DINH NAM / AFP A rede americana CNN divulgou nesta terça-feira uma informação que altera o pouco que se sabia até então sobre o desapareciomento do voo MH370, da Malaysia Airlines após partir de Kuala Lumpur, capital da Malásia, na sexta-feira (madrugada de sábado no horário local). Segundo um oficial sênior da Força Aérea da Malásia, mas que não foi identificado por não estar autorizado a falar com a mídia, o último sinal emitido pelo avião estava a centenas de quilômetros de distância da rota, viajando na direção oposta a seu destino.
O sinal emitido pelo equipamento transponder parou de ser enviado antes de desaparecer. A pista do avião teria sido perdida não próximo à costa do Vietnã, mas sobre Pulau Perak, uma ilhota no Estreito de Malaca, distante do trajeto entre Kuala Lumpur e Pequim.



O jornal The New York Times cita um jornal malaio que …

COPILOTO DE VOO DESAPARECIDO LEVOU MULHERES À CABINE, DIZ AUSTRALIANA

KUALA LAMPUR - A Malaysia Airlines informou nesta terça-feira, 11, que está investigando uma denúncia feita por um canal de TV da Austrália de que o copiloto do voo MH370, Fariq Ab Hamid, tinha convidado duas mulheres para conhecer o cockpit de um avião da companhia que ele pilotava dois anos atrás. 
Ao programa "A Current Affair", australiana Jonti Roos mostrou fotos dela e de uma amiga aparentemente mexendo nos controles da aeronave. 
Segundo ela, o voo ocorreu em 2011, entre, Phuket, na Tailândia e Kuala Lampur, na Malásia, num voo de uma hora de duração.
Segundo ela, o procedimento não parecia incomum para a tripulação e as duas ficaram na cabine durante a maior parte da viagem. 
"Eles conversaram com a gente o tempo todo e até fumavam na cabine", disse a australiana. 
fonte/ AP/Estadão/foto/smh.com.au

ATUALIZADO - NOTA DA MALAYSIA AIRLINES

Terça-feira 11 março, 11:30 PMMYT0800Malaysia Airlinesvoo MH370- 13a.  Declaraçãode mídia
 A Malaysia Airlinestornou-seciente dasacusaçõesque estão sendo feitascontra oprimeiro oficial,FariqAbHamidquelevamos muito a sério. Estamos chocados comessas alegações.

Nós não fomoscapazes deconfirmar a validadedas imagens evídeosdo alegadoincidente.Como sabem, estamosno meio deuma crise,enós não queremos quenossaatenção seja desviada.

Instamos tambémos meios de comunicaçãoe público em geralpara respeitar a privacidadedas famílias dosnossos colegas epassageiros.Tem sido umtempodifícil para eles.

O bem-estartanto datripulação efamíliasdepassageirospermanecemo nosso foco.Ao mesmo tempo,a segurança de nossos passageirosé de extremaimportância para nós. fonte/Malaysia Airlines

NOTA DA MALAYSIA AIRLINES

Terça-feira 11 março, 05:29 PMMYT0800Malaysia AirlinesVOO MH370
1Aa.Declaraçãode mídia

Esta afirmaçãoé, em referênciaàs muitasdúvidas sobreos supostos5 (cinco)passageiros que realizaram check-in, mas nãoembarcamno voo MH370em08 de março de 2014, deKualaLumpurpara Pequim, apesar de terem bilhetes válidospara viajar.

 A Malaysia Airlinesesclarece quehouvequatro (4)os passageirosque tinhamreservasválidaspara viajar no vooMH370 de  8 de Março de 2014,masnão apareceramparao check-in.

Como tal, a questão da retirada das bagagens desacompanhadas não aconteceram, pois os quatro passageirosnão realizaram o check-inpara o voo.Assim, aalegação acimaé falsa.

fonte/Malaysia Airlines

NOTA DA MALAYSIA AIRLINES

Terça-feira 11 março , 11:15 AM MYT 0800 Malaysia Airlines VOO MH370 
 11a.  Declaração de mídia

A medida que entramos no 4 º dia , a aeronave ainda está para ser encontrada. As equipes de busca e salvamento (SAR) expandiram o alcance para além da rota do voo para o Ocidente Peninsular da Malásia no Estreito de Malaca. As autoridades estão a olhar para a possibilidade de uma tentativa feita por MH370 de voltar para Subang . 
Todos os ângulos estão sendo analisados ​​. Nós não descartamos nenhuma possibilidade .
A missão é auxiliado por vários países notadamente Austrália, China, Tailândia, Indonésia, Singapura , Vietnã , Filipinas e os Estados Unidos da América . Os ativos implantados para cobrir a busca e salvamento é extensa. No total, há nove aviões e 24 navios mobilizados nesta missão .
Além da busca no mar, também é realizada pesquisa em terra entre estas áreas.As equipes de busca e salvamento analisaram destroços e mancha de óleo encontrado nas águas . Confirma-se que elas não p…

CHINA MOBILIZA DEZ SATÉLITES PARA AJUDAR NAS BUSCAS DO VOO MH370

A China anunciou que vai usar 10 satélites para ajudar nas buscas pelo avião da Malaysia Airlines que desapareceu no Mar do Sul da China no último sábado (8), com 239 a bordo, informam as agências internacionais de notícias France Presse e Reuters nesta terça-feira (11).
Os satélites vão usar recursos de imagem de alta resolução da Terra e outras tecnologias para ajudar nas operações de resgate. Os equipamentos são controlados a partir do Centro de Xian, no norte do país.
Editoria de Arte / G1) Os satélites serão utilizados para coordenar dados de navegação, observação meteorológica, comunicações e outros aspectos das tarefas de busca e resgate, revela o jornal do Exército de Libertação Popular (ELP).
Uma frota internacional com 40 navios e 24 aviões participa das operações de busca, que cobrem uma superfície de 500 mil milhas náuticas quadradas (1,71 milhões de quilômetros quadrados), mas que, até o momento, não deram resultados.
Quase dois terços das 239 pessoas desapar…

BOEING DA MALAYSIA AIRLINES PASSOU POR MANUTENÇÃO DEZ DIAS ANTES DE SUMIR

A companhia aérea Malaysia Airlines disse nesta terça-feira (11) que o Boieng 777-200, que operava o voo MH370, passou por uma revisão de manutenção dez dias antes de desaparecer enquanto sobrevoava o Golfo da Tailândia. "A manutenção foi feita no hangar do aeroporto internacional de Kuala Lumpur e não foram encontrados problemas no estado da aeronave", disse a companhia em seu último comunicado.
A próxima revisão estava marcada para o dia 19 de junho de 2014, acrescentou a Malaysia Airlines, que comprou o avião em 2002 e que tinha registrado 53.465 horas de voo desde então. A companhia aérea disse que todos os seus aviões são equipados com um sistema que transmite informações de forma contínua e automática, mas que não recebeu nenhum alarme do avião desaparecido.
fonte/G1