segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

AEROPORTO DO TAITI (NTAA) INOPERANTE DEVIDO ÀS CHUVAS


Devidos à forte tempestade que assolou neste fim de semana a Polinésia Francesa, no Oceano Pacífico Sul, o Aeroporto Internacional do Taiti continua encerrado nesta segunda-feira, dia 23 de janeiro.

As imagens que chegam através das redes sociais mostram alguns aviões ATR da companhia regional do Taiti com os trens de aterragem submersos, devido ao alagamento da área aeroportuária, que está inoperacional.

Um voo da Air France, proveniente de Paris divergiu para as ilhas Cook, porque a pista estava submersa e alguns outros voos internacionais foram cancelados desde o domingo, dia 22 de janeiro.

As autoridades locais anunciaram que as chuvas torrenciais manter-se-ão até terça-feira, e que, por enquanto, não há qualquer previsão para a reabertura do aeroporto. O temporal já provocou a destruição de cerca de uma centena de casas nas ilhas do Tahiti e Moorea, assim a destruição dos postos de abastecimento de energia elétrica.

O Taiti é a maior ilha do arquipélago, com cerca de 276.000 habitantes, recebendo anualmente cerca de 180.000 turistas de diversas partes do mundo.

fonte/foto/NewsAvia

AERONAVE DA GOL FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA EM BRASÍLIA

Reprodução/FlightRadar24
 
Um avião com 130 passageiros, que saía de Brasília em direção a Boa Vista (RR), teve de circular no céu da capital por duas horas e meia na madrugada desta segunda-feira (23/1). De acordo com informações da Inframérica, concessionária que administra o Aeroporto Juscelino Kubitscheck, a aeronave da companhia aérea Gol decolou às 23h05 com destino à capital de Roraima, mas pediu para retornar ao aeroporto dez minutos após a decolagem. Para pousar com segurança, a aeronave teve de queimar o combustível.

Segundo a Gol, o voo G3 2020 precisou retornar ao terminal por conta de um problema no trem de pouso, que não teria se recolhido após a decolagem. Com as rodas de fora, o piloto decidiu retornar ao aeroporto. O avião chegou ao solo em segurança a 1h20. A companhia explica que todos os passageiros serão reacomodados em um voo de reforço. . " Toda a assistência está sendo prestada. A GOL lamenta os transtornos causados e reitera que todas as medidas são para garantir a segurança, item prioritário de sua política de gestão", diz a nota.

A companhia informou ainda ao Correio que não houve nenhum tipo de emergência a bordo. O procedimento de sobrevoar o céu da capital para gastar o combustível foi tomado para reduzir o peso da aeronave na hora da descida. A previsão é de que os passageiros embarquem em um novo voo da companhia nesta tarde.

Leia a íntegra da nota da Gol:

Nota à Imprensa

São Paulo, 23 de janeiro de 2017 - A GOL informa que o voo G3 2020 que faria o trecho Brasilia-Boa Vista precisou retornar ao aeroporto de origem após a decolagem devido a um problema no trem de pouso. O pouso aconteceu em segurança a 1h20 e os clientes serão reacomodados em um voo reforço.  Toda a assistência está sendo prestada. A GOL lamenta os transtornos causados e reitera que todas as medidas são para garantir a segurança, item prioritário de sua política de gestão.

fonte/foto/CorreioBraziense

HELICÓPTERO CAI EM FURNAS



Três pessoas ficaram feridas após a queda de um helicóptero de turismo na região do Lago de Furnas, em Capitólio. O acidente ocorreu por volta das 16h deste domingo (22), próximo à ponte do Rio Turvo, no Km 306 da MG-050.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, testemunhas contaram que a aeronave caiu segundos após a decolagem. Os militares informaram que o helicóptero perdeu estabilidade e, já no alto, fez uma curva e caiu às margens do lago. Imagens divulgadas na internet mostram o momento da queda.

Segundo o Corpo de Bombeiros em Piumhi, havia quatro pessoas na aeronave, o piloto não teve ferimentos e não foi encaminhado a uma unidade de saúde. As outras vitimas foram socorridas por uma ambulância do Hospital de Capitólio e levadas para uma unidade de saúde de Passos, no Sul de Minas. Os militares informaram que elas não tiveram ferimentos graves.

A ocorrência foi encerrada na manhã desta segunda-feira (23). A perícia foi ao local e o G1 aguarda informações sobre qual órgão irá apurar o acidente aéreo. Ainda não foram informadas as identidades das vítimas, por isso não foi possível verificar o estado de saúde delas.

A corporação não divulgou o nome da empresa a que pertencia o helicóptero. O G1 aguarda retorno da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) sobre a situação da aeronave e do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III), sobre a investigação do caso.

fonte/foto/G1

Dados da aeronave via RAB

MATRÍCULA: PPMAM

 
 
Proprietário:
BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A
CPF/CGC:

Operador:
ROBSON FABIANO DE SOUZA STELLA
CPF/CGC:

 
Fabricante:
ROBINSON HELICOPTER
Modelo:
R44
Número de Série:
0467
Tipo ICAO :
R44
Tipo de Habilitação para Pilotos:
HMNC
Classe da Aeronave:
HELICOPTERO 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1088 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
003


Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA):
15686
Situação no RAB:
ALIENACAO FIDUCIARIA
Data da Compra/Transferência:
180913


Data de Validade do CA:
07/12/18
Data de Validade da IAM:
141017
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 23/01/2017 10:11:23


 

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...