quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

REUNIÃO TERMINA SEM ACORDO, E AEROVIÁRIOS CONVOCAM GREVE INÉDITA PARA O DIA 23 DE DEZEMBRO

Em reunião ocorrida na tarde desta quarta-feira (15) no Rio de Janeiro, representantes do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) e lideranças dos sindicatos dos aeroviários e aeronautas não chegaram a um acordo sobre o percentual de reajuste salarial que será dado aos trabalhadores. Por conta disso, as duas categorias entrarão em greve a partir do dia 23 de dezembro, antevéspera do Natal.

Atrasos atingem mais de 25% dos voos nesta quarta

A Infraero (estatal que administra os aeroportos) informou que, dos 1.814 voos domésticos programados para esta quarta-feira (15), 465 atrasaram, o que representa 25,6% do total. A estatal considera atrasados os voos que partem pelo menos 30 minutos após o horário programado. Outros 70 voos foram cancelados nesta quarta-feira.

O indicativo de entrar em greve havia sido decidido em assembleias das categorias, caso a reunião terminasse sem acordo. Se realmente ocorrer, será a primeira vez que aeronautas (que trabalham em voo) e aeroviários (trabalhadores em solo) paralisam conjuntamente, em nível nacional.
“Estamos decididos. É greve no dia 23”, afirma Reginaldo Alves de Souza, presidente do Sindicato dos Aeroviários de São Paulo, que esteve na reunião.
As empresas propõem reajuste de 6,08% a partir desse mês, baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), e querem a mudança da data-base de 1º de dezembro para 1º de abril. Os aeroviários reivindicam aumento de 15% e os aeronautas, de 13%. As categorias reivindicam ainda um aumento de 30% sobre o piso e rejeitam a mudança da data-base.
Segundo o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac), Celso Klafke, não há mais reuniões marcadas com o Snea. "Como estamos na sexta reunião e o Snea não sai da posição de ajuste pelo INPC, não faz sentido marcar nova reunião sem indicativo de mudança. Eles estão intransigentes", disse.
Selma Balbino, presidente do Sindicato Nacional dos Aeroviários, afirmou que os aeroviários não planejam fazer manifestações públicas como a do dia 8 de dezembro, que chegou a fechar totalmente a avenida Vinte de Janeiro, via de acesso ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, o que causou enorme congestionamento na região.

"Quando se define uma greve, não há razão para organizar manifestações. Vamos cumprir o que manda a lei. Organizar tudo e comunicar as empresas aéreas com 72 horas de antecedência", disse.
Segundo o Snea, as companhias aéreas não acreditam na hipótese de haver uma greve de fato e não irão aumentar a proposta de reajuste.

fonte/UOL/AgEstado
Enhanced by Zemanta

AVIÃO DESAPARECE COM 22 PASSAGEIROS NO NEPAL


Um pequeno avião com 22 pessoas a bordo está desaparecido no leste do Nepal, disseram autoridades nesta quarta-feira. O avião Twin Otter, da Tara Air, perdeu contato depois de decolar de Lamidanda, situada 162 quilômetros a leste de Kathmandu, disse à Reuters Sunil Niraula, autoridade de Khotang, que fica nas proximidades. "Estamos tentando reunir detalhes sobre os passageiros que estavam a bordo e o destino do avião", declarou Niraula. Catorze pessoas, incluindo seis estrangeiros, morreram em acidente aéreo em agosto perto de Katmandu, por causa do tempo chuvoso.

fonte/Reters/OGlobo/foto/Divulgação
Enhanced by Zemanta

AEROVIÁRIOS E AERONAUTAS AMEAÇAM PARAR ÀS VÉSPERAS DO NATAL


RIO - Sindicatos de aeroviários (pessoal que trabalha em terra) e aeronautas (tripulação) decidiram que vão cruzar os braços no dia 23 de dezembro, caso as negociações com as companhias aéreas por reajuste salarial e melhores condições de trabalho não avancem. Nesta quarta-feira, haverá nova reunião entre representantes dos trabalhadores e do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea), a sexta rodada de negociações desde setembro. 

O indicativo de greve foi aprovado em assembleias feitas por oito sindicatos desde quinta-feira passada. Nesta terça-feira foi a vez do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA). Além de aprovarem a data para uma possível paralisação, os aeroviários, representados por sete sindicatos, concordaram em reduzir o percentual de reajuste salarial pedido, de 15% para 13%. O aumento reivindicado para os pisos salariais foi mantido em 30%. 

Já os aeronautas, que são reunidos em apenas um sindicato, mantiveram a demanda por 15% de reajuste dos salários. O Snea propõe aumento vinculado ao INPC, índice de inflação que acumula alta de 6,08% nos 12 meses encerrados em novembro. A data-base de aeroviários e aeronautas é 1º de dezembro. 

- Se eles (Snea) vierem com proposta de aumento de 7% ou 8% na reunião (de quarta), não vai adiantar. Se houver intransigência, vamos parar - disse a presidente do SNA, Selma Balbino. 

O Snea disse que sua posição será mantida e que no cálculo do 13º salário dos trabalhadores já será embutido o reajuste de 6,08% referente a dezembro, mesmo que não se chegue a um consenso. Disse ainda não acreditar em uma paralisação às vésperas do Natal. 

Aeroviários e aeronautas alegam que o crescimento da demanda por voos domésticos e internacionais acima de 20%, no acumulado do ano, justifica um aumento real de salário e não se contentam com uma mera reposição de inflação. Os aeronautas reivindicam ainda aumento nas diárias de alimentação, elevação do valor da cesta básica (distribuída a quem ganha até R$ 2.345) de R$ 193,93 para R$ 300, além de aumento no valor do seguro de morte e invalidez permanente de R$ 9.159 para R$ 20 mil. 

fonte/OGlobo

HELICÓPTERO FAZ POUSO FORÇADO EM AVENIDA DO CENTRO DE SÃO PAULO



Um helicóptero fez um pouso forçado no final da tarde desta terça-feira (14) na avenida Tiradentes, parte do corredor Norte-Sul. O acidente aconteceu perto da Fatec (Faculdade de Tecnologia). Não há vítimas e nenhum veículo foi atingido. A aeronave era usada pela rádio Eldorado. Um repórter e o piloto estavam a bordo.

Por volta das 18h30, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) bloqueou toda a pista no sentido aeroporto. Segundo a CET, no horário, havia lentidão por aproximação de cerca de 2 km. Em toda a capital, o órgão registrava trânsito acima da média (116 km de filas).

O prefixo da aeronave modelo Robson 22 é o PT-YYG. A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) informou que a situação do helicóptero é regular.
O Corpo de Bombeiros espalhou na via um produto químico para evitar explosões.

Barulhos e perda de velocidade

Logo após o pouso, o repórter da rádio Eldorado Flávio Peres contou, ao vivo, que o helicópetro retornava para o campo de Marte, na zona norte da cidade, por causa da má condição do tempo. Segundo ele, a aeronave emitiu dois barulhos e, em seguida, começou a perder velocidade. 

- A sorte é que não havia carro no momento que o helicóptero colidiu com o chão.
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...