domingo, 25 de abril de 2010

CONCURSO PARA CONTROLADOR DE VOO NA AERONÁUTICA ABRE INSCIÇÕES NO DIA 29 DE ABRIL


A partir da próxima quinta-feira (29/04), a Aeronáutica receberá inscrições de interessados em concorrer a 160 vagas de controlador de tráfego aéreo. E, desta vez, mulheres também poderão participar da seleção. A Aeronáutica retificou o edital do concurso, que antes era restrito ao sexo masculino.

Os candidatos precisam ter o ensino médio completo e não completar 25 anos de idade até o dia 31 de dezembro de 2011. As chances são oferecidas numa modalidade especial do Curso de Formação de Sargentos. As inscrições podem ser feitas, até 20 de maio, pelo site www.fab.mil.br, com taxa de participação de R$ 50.


fonte/Extra Online

NOVO AVIÃO C-295 EM SERVIÇO NA BASE DE LAJES, AÇORES, É PILOTADO POR UMA MULHER


O novo avião EADS CASA C-295 da Força Aérea Portuguesa (foto acima) destacado para a Base das Lajes, que vai cumprir missões sanitárias e militares nas, por vezes, duras condições climatéricas dos Açores, tem aos comandos uma mulher, a major Diná Azevedo (foto abaixo, próxima ao C-295).

Ao contrário de muitas crianças que sonham pilotar aviões, Diná Azevedo nunca pensou seguir esta profissão quando era pequena, acabando por vir parar aos comandos de um avião quase por um acaso.

Nascida há 38 anos em Mangualde, distrito de Viseu, a militar admitiu à Lusa que “não sabia o que queria ser quando fosse grande”, tendo a opção por esta carreira surgido quando leu um folheto promocional da Força Aérea Portuguesa.

“Fui ao Instituto Superior Técnico para ver os cursos disponíveis e vi um folheto com publicidade da Força Aérea a sensibilizar mulheres para uma carreira de piloto aviador, o que me seduziu e me conduziu até aqui”, recordou Diná Azevedo, numa conversa na Base das Lajes, na Terceira.

“Pensava em engenharia aeronáutica mas decidi experimentar ser piloto por ser a primeira vez que a Força Aérea Portuguesa admitia mulheres nas suas fileiras, o que me pareceu um desafio excitante”, acrescentou.

Diná Azevedo, que já leva cerca de duas décadas como piloto profissional, já voou em aviões tão diferentes como os Aviocar e os E-3A, comandando agora os novos C-295 recentemente adquiridos por Portugal.

“É uma aeronave diferente das anteriores pois possui equipamentos e tecnologia que se assemelha em muito aos da aviação civil”, afirmou a major, salientando, no entanto, que o C-295 “tem equipamentos específicos que fazem a diferença em termos militares”.

O novo avião é um bimotor turbo-hélice, que pode transportar 24 macas montadas para o transporte de feridos ou doentes ou transportar 9250 quilos de carga diversa, incluindo veículos ligeiros.

O C-295 tem uma capacidade de transporte e de autonomia de voo que lhe garante as condições necessárias para operar em missões de busca, salvamento e transporte sanitário nos Açores.

Duas décadas depois de ter começado a voar, Diná Azevedo assegurou que não está arrependida da opção que tomou depois de ver o folheto da Força Aérea, considerando que “as experiências têm sido sempre positivas, apesar de viver profissionalmente num mundo maioritariamente masculino”.


fonte/foto/Agência Lusa/AO Online/paraferroviario.7.forumer.com

FORTE TURBULÊNCIA EM AVIÃO COM DESTINO À ÍNDIA DEIXA 20 FERIDOS

Pelo menos 20 pessoas ficaram feridas neste domingo (25) devido a uma forte turbulência que atingiu um avião se aproximava ao aeroporto de Cochin, no estado indiano de Kerala, informaram fontes oficiais.

O Boeing 777-200 da companhia Emirates Airlines que fazia o voo EK-530 rota entre Dubai e Cochin com 350 passageiros, desceu bruscamente 1,5 mil metros, a partir dos 6,1 mil metros em que voava no momento da turbulência, conforme fontes citadas pelas agências "Ians" e "PTI".

No momento do incidente, o avião sobrevoava o Mar Arábico e estava a 100 quilômetros de seu destino, o aeroporto de Cochin, onde o piloto efetuou logo em seguida uma aterrissagem de emergência.

Uma porta-voz do Ministério de Aviação Civil indiano explicou à "Ians" que o avião está passando por uma inspeção do Diretório Geral de Aviação Civil (DGCA, na sigla em inglês) e que só vai decolar novamente depois da certeza de que tem condições de voo.

Uma equipe de médicos atendeu aos passageiros, feridos com contusões e cortes e em estado de choque.

"Alguns passageiros choravam e pediam ajuda aos gritos. Durante três minutos, ninguém sabia o que estava acontecendo. Muitos foram jogados para fora dos assentos, outros bateram a cabeça contra o teto do avião. Uma criança foi lançada longe. Parecia que tudo estava acabando", relatou um dos passageiros à "Ians".


fonte/EFE  / Aviation Herald / ASN/NoticiasSobreAviação

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...