quarta-feira, 23 de setembro de 2009

PREFEITO DO RIO É CONTRA LINHA AÉREA BARRA-CAMPO DE MARTE

A nova ligação aérea entre Rio de Janeiro e São Paulo, através do aeroporto de Jacarepaguá, na Barra da Tijuca, Zona Oeste carioca, com destino ao Aeroporto de Campo de Marte, na Zona Norte paulistana, ainda não decolou e já encontrou um adversário: o prefeito do Rio Eduardo Paes.

A empresa aérea Team informa que a linha está programada para começar a operar no dia 10 de outubro, mas ainda aguarda o aval da Agencia Nacional de Aviação Civil (Anac) para dar início à rota. A Anac não confirmou o início das operações.

A assessoria de imprensa de Eduardo Paes confirmou na manhã desta quarta-feira (23) que vai brigar contra a implantação da linha.

“A Anac podia criar o hábito de consultar a prefeitura. Nós vamos dar um jeito de encontrar medidas ambientais, multas e vamos brigar contra isso. É um desrespeito com a população da Barra”, disse Paes, irritado.

A Anac divulgou que ainda não tem informações sobre o inicio da operação da linha. Segundo a agência, é preciso consultar a sua área técnica para determinar se a Team tem autorização para operar a rota.

Agência também aguarda retorno da Infraero para saber se tráfego aéreo na Zona Oeste é possível.

Empresa aérea está preparada

A Team afirma que já contratou 30 funcionários, 15 em cada aeroporto. Segundo o presidente Mário César Moreira, a intenção é atender os moradores da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

A empresa também já disponibilizou a aeronave LET 410, que tem capacidade para 19 passageiros. Se a autorização for publicada, a companhia fará quatro voos diários de segunda a sexta e um aos domingos.

Ainda segundo a Team, a licença formal ainda não foi publicada, mas a Anac já teria determinado à Infraero a adequação dos aeroportos de Jacarepaguá e Campo de Marte. “O ofício da Anac, do inicio de setembro, deu prazo de 30 dias para Infraero colocar os dois terminais em condições”, disse Moreira.

Fonte: Liana Leite (G1)

AVIÃO AGRÍCOLA CAI E DEIXA PILOTO FERIDO EM CAMPOS GERAIS, PARANÁ

Um avião pulverizador agrícola caiu no fim da manhã desta quarta-feira (23), na localidade de Guaragi, entre os municípios de Palmeira e Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais. Apesar do susto, o piloto, Júlio César Lima Benitz, de 30 anos, não corre risco de morrer, segundo o Corpo de Bombeiros. O piloto foi encaminhado para o Hospital Vicentino, em Ponta Grossa, com uma fratura exposta no braço. Por volta das 16 horas, ele passava por uma cirurgia.

Benitz estava sozinho no avião e sobrevoava uma fazenda que fica próxima à PR-151, que liga Palmeira a Ponta Grossa. De acordo com as primeiras informações apuradas pelos bombeiros, ele é aluno de um curso de aviação agrícola. “Os moradores da região nos informaram que ele estava fazendo um treinamento com uma aeronave pulverizadora quando caiu”, conta o tenente André Lopes.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 10h50, mas, segundo Lopes, quando a equipe chegou ao local, a vítima já havia sido retirada das ferragens por agricultores da região. “Nos disseram que ele chegou a ficar preso entre as ferragens, mas o próprio pessoal resgatou ele e estava à nossa espera na PR-151”, conta o tenente.

O piloto foi encaminhado por uma ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) ao Hospital Vicentino, em Ponta Grossa, com lesões em várias partes do corpo, porém consciente e com quadro estável, segundo os bombeiros.

fonte: Gazeta do Povo/BandNews

PILOTO HOLÂNDES É PRESO POR 'VOOS DA MORTE' NA ARGENTINA

Autoridades espanholas prenderam um piloto da companhia aérea holandesa transavia.com sob acusações de que ele pilotou os "voos da morte" para o governo argentino durante a ditadura militar, afirmou o porta-voz do Ministério do Exterior da Holanda nesta quarta-feira.

O piloto, que possui passaporte argentino e holandês, foi preso na terça-feira à noite por pedido do governo argentino e está atualmente sob custódia, afirmou o porta-voz.

Uma porta-voz da Transavia, empresa controlada pela Air France-KLM, confirmou a prisão na cidade espanhola de Valencia e disse que o piloto voou para lá na terça-feira.

Ela preferiu não informar seu nome, idade ou por quanto tempo ele trabalha para empresa, mas disse que a empresa têm mantido contato com ele desde a prisão.

Autoridades espanholas não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

Um relatório do governo argentino diz que mais de 11 mil pessoas morreram ou desapareceram durante a chamada "Guerra Suja", um confronto entre esquerdistas e outros opositores ao regime militar que vigorou no país entre 1976 e 1983.

Grupos relacionados aos direitos humanos estimam um número próximo de 30 mil mortos.

Em 2005, a Suprema Corte da Argentina, a pedido do então presidente Nestor Kirchner, aprovou duas leis de anistia que blindou centenas de ex-militares de acusações de crimes e abusos dos direitos humanos durante a ditadura.

Ativistas dos direitos humanos afirmam que uma das táticas do regime era o uso dos chamados "voos da morte", nos quais as pessoas eram atiradas de helicópteros ou aviões a rios ou no oceano Atlântico para se afogarem.


fonte/ Reuters.

IL 76MD AEW IRANIANO CAI DURANTE DESFILE

Il76 AEW - IRIAF

No dia 22 de setembro, às 09:02 horas, o IRIAF Il-76MD "Simorgh" (Baghdad-2/Adnan-2, No. 1, com 5-8208 série) caiu próximo a cidade de Varamin (zona metropolitana de Teerã. A aeronave participavam de um desfile aéreo em comemoração ao fim da Guerra do Irã-Iraque (Defesa Sagrada - "Sacred Defense").

O sinistro ocorreu no momento do pouso no exato instante em que o piloto mantinha conversações com a torre de controle do aeródromo de Mehrabad para efetivar os procedimentos de aproximação. Naquele momento um dos motores da asa direita do Il-76MD pegou fogo. Daí então iniciou-se os procedimentos para aterragem de emergência na pista 29LeftRWY.


IRIAF Il-76MD sinistrado fotografado no dia anterior ao acidente.

Aparentemente a aproximação final sob um ângulo ataque indesejável forçou indevidamente a estrutura da aeronave particularmente o rotordome sobre a fuselagem o que levou ao seu desprendimento e colisão deste com a secção de cauda vertical. Levando a queda da Aeronave já sem controle sobre o solo do deserto), matando todos os sete membros da tripulação a bordo.







Além da tragédia do Il-76 AEW, ocorream incidentes adicionais que mancharam edição 2009 da Parada da Defesa Sagrada em Teerã.

O contrabando de peças de aeronaves F-4, F-5 e F-14 para o Irã é tão grande que os iranianos desenvolveram o Saegheh que é essencialmente um F-5 recostruído.

Aparentemente, um F-5F IRIAF sofreu um acidente a leste de Teerã, segundos antes de se chegar no local do desfile. Os dois tripulantes conseguiram ejetar do avião entretanto um sofreu fratura nas pernas.


http://modelingmadness.com/others/features/f14page/FredShamusF-14iran.jpg

Dos nove F-14 designados para apresentarem-se durante a parada apenas seis efetivamente fizeram evoluções sem justificativa aparente para a não participação dos outros três restantes.

http://1.bp.blogspot.com/_AxCuBauiBF0/SSVNUKy1rcI/AAAAAAAABCU/9CCXVJL9JQQ/s400/mig-29+iran.jpg
Foi registrado também um problema com um dos MiG-29 quando do regresso ao aeroporto de Mehrabad. Assim como o Il-76 a aeronave sofeu pane em seu motor direito causando danos à fuselagem do avião.

A “conta” final da parada iraniana foi dois aviões perdidos e um danificado. A bruxa estava solta naquele dia.

F-X2 - A ORIGEM DA DECLARAÇÃO DE LULA SEGUNGO CLAUDIO HUMBERTO

Sarkozy se irritou com…


Segredo agora revelado: Nicolas Sarkozy abandonou abruptamente o desfile de 7 de Setembro porque a esquadrilha francesa fora proibida de fazer evoluções sobre Brasília; só pôde fazer um vôo rasante. Lula precipitou o anúncio da compra dos caças para “acalmar” Sarkozy.

…reciprocidade brasileira

O veto às evoluções da esquadrilha francesa foi um troco atribuído ao comandante do Comgar, Tenente-Bridageiro-do-Ar, João Sandim, que aplicou o princípio da reciprocidade: na abertura em Paris no Ano do Brasil na França, nossa Esquadrilha foi proibida de fazer evoluções sobre o Arco do Triunfo.

fonte/claudiohumberto.com.br foto/PGFN

fonte/ claudiohumberto.com.br

BASE AÉREA DE NATAL RESTAURA B-26 "INVADER"


Já está no seu pedestal o histórico B-26 “Invader”. Após um trabalho de restauração, realizado por uma equipe do Grupo de Serviços de Manutenção da Base Aérea de Natal (GSM da BANT), o Douglas B-26 “Invader” 5156 foi colocado em sua plataforma, em 17 de setembro, próximo ao terminal de carga do Correio Aéreo Nacional.

O trabalho de restauração começou em julho de 2007, em paralelo à recuperação do famoso B-25 “Mitchell, e envolveu diversas seções do GSM: Estruturas, Pintura, Metalurgia e Hidráulica. Vários foram os óbices encontrados. O principal deles foi o problema dos pneus, pois os que chegaram dos Estados Unidos, os originais, vieram com o diâmetro interno maior que o diâmetro do cubo de roda, o que inviabilizou a sua instalação.

Enquanto a aeronave aguardava uma solução, as Seções de Metalurgia, Estrutura e Pintura trabalharam na restauração da fuselagem, pois além de algumas chapas, havia muitas longarinas destruídas pela corrosão. 90% das janelas de acrílico precisaram ser substituídas, pois as existentes já estavam totalmente opacas. Para corrigir as falhas causadas pela corrosão, foi realizada a aplicação de massa em grande parte da fuselagem. Após esse serviço, começou a pintura, onde se procurou seguir os padrões das cores originais.

Enquanto parte da equipe cuidava da fuselagem, a Seção de Hidráulica buscava alternativas para a instalação dos pneus. Entre as alternativas foi tentada a instalação de pneus do C-130, porém sem sucesso. Por fim, testaram um pneu desinstalado do caminhão dos bombeiros e, para surpresa de todos, deu certo. Assim foi providenciado um outro pneu do mesmo modelo e instalado no outro cubo de rodas que ficou sendo observado até o dia seguinte, para saber se suportaria o peso da aeronave.

A recuperação não está totalmente finalizada. Há a necessidade de substituição dos pneus de caminhão pelos pneus aeronáuticos. Para isso, o GSM irá providenciar uma adaptação no cubo de roda para adequação ao diâmetro do pneu.

O Douglas B-26 “Invader” hoje repousa ao lado do famoso North American B-25 J “Mitchell”, que foi colocado em sua plataforma no dia 4 de agosto do ano passado. A data da inauguração do B-26 e do B-25 será marcada em breve.

Breve histórico do B-26 “Invader”

O Douglas B-26 “Invader” simboliza a própria história da BANT. Essa aeronave operou em Natal de 1957 até 1970, pelo 5º Grupo de Aviação, de acordo com o livro “História da Base Aérea de Natal”, de autoria de Fernando Hippólyto da Costa (Coronel-Aviador R/R).

Gerações de oficiais pilotaram esse notável avião, como aeronave de instrução serviu para formar diversas turmas de pilotos de bombardeio. Na Guerra, em 1944, esse avião foi largamente empregado para missões de ataque e bombardeio rasante, como avião operacional.

O B-26 era armado com seis metralhadoras fixas, calibre ponto 50, no nariz, mas as combinações de armamentos eram as mais diversas possíveis, pois também podia receber foguetes, bombas napalm, bombas de emprego geral, canhões e até torpedos.

Em 1961, essas aeronaves foram recolhidas para o Parque de Aeronáutica de Recife para fins de revisão geral, e depois retornaram para o 5º GAV. Três anos depois, o B-26 deixou de ser uma aeronave de instrução para ser convertido em avião operacional.

Em 1967, foram enviados para a fábrica nos Estados Unidos para serviços especializados de manutenção. A primeira esquadrilha retornou em 7 de setembro de 1968. Posteriormente, foram transferidos para a Base Aérea de Recife e algum tempo depois desativados.

Homensagem - Os militares envolvidos em toda essa logística foram: Maj Marschall, Comandante do GSM; Maj J. Carlos, Comandante do EMA; SO Elias, SO Gilberto, SO Afonso, SO Toscano, SO Eduardo, SO R1 Sales, 1S Monte, 1S Proença, 2S Martins, 2S Cleilson, 2S J. Gomes, 3S Jailson, 3S Marcelo, 3S Amaral, 3S Júnior, 3S Rufino, 3S R1 Adailton, CB Gleberson, CB Mateus, CB Mendonça, CB Júnior, CB Libório, Cb Guerra, CB Oliveira, S1 Martinho, S1 César, S1 Cruz, S1 Da Cruz, S1 Thiago, S1 Elson e S1 Borges.

Fonte: BANT

TYPHOON DA RAF JÁ ESTÃO NAS MALVINAS

Quatro Eurofighter Typhoon da RAF chegaram à base aérea de Mount Pleasant, localizada nas Ilhas Falklands/Malvinas. Estes aviões substituirão em breve os Panavia Tornado F3 que atualmente realizam a tarefa de QRA em defesa do arquipélago.

Os Typhoon deixaram a base de Coningsby (Lincolnshire) no ultimo dia 12 de setembro, acompanhados por uma aeronave de reabastecimento aéreo que também transportava peças sobressalentes e equipamentos de apoio. Os aviões pertenciam ao esquadrão 3 da RAF.

Esta é a primeira missão dos Typhoon da RAF fora da Europa desde que o mesmo entrou em serviço naquela Força Aérea.

FONTE: Flightglobal

ACIDENTE COM HELICÓPTERO MATA DOIS NA INGLATERRA

Duas pessoas, o instrutor e seu aluno, morreram nesta terça-feira (22) em um acidente de helicóptero perto de Blackpool, Lancashire, na Inglaterra.

A polícia disse que um chamado do piloto do helicóptero foi recebido, pouco depois do meio dia, relatando problemas no motor quando sobrevoava Poulton-le-Fylde. Menos de uma hora depois, a aeronave foi localizada em Barnaby Sands, perto de Knott End.

Vista aérea do local do acidente

Acredita-se que o piloto conseguiu manter seu aparelho no ar por quarenta minutos após a sua chamada de socorro, permitindo-lhe se afastar das áreas construídas de Poulton-le-Fylde.

Há especulações de que ele possa ter, em seguida, decidido tentar um pouso forçado, na areia da praia para diminuir o impacto.

Barnaby Sands foi fechada ao público, enquanto os serviços de emergência estiveram na área.

Um porta-voz da Polícia de Lancashire, disse: "Às 12:10 a polícia recebeu um chamado de socorro do piloto de um helicóptero sobre Poulton, que estava tendo problemas no motor. Às 12:50 a aeronaave foi localizada em Barnaby Sands".

Barnaby Sands, que é uma área de pântano e é uma reserva natural, é administrado pelo Wildlife Trust Lancashire.

O Air Accident Investigation Branch (AAIB)está investigando todas as possíveis causas do acidente.

fontes/Daily Mail / Mirror / ASN / blackpoolgazette.co.uk

TAM SUSPENDE VOOS NOTURNOS EM JOINVILLE ATÉ MARÇO DE 2010

A TAM suspendeu dois voos noturnos no aeroporto de Joinville até 21 de março de 2010. A informação foi divulgada numa nota oficial, nesta terça-feira à tarde.

"Por determinação das autoridades aeronáuticas, suspendeu os voos noturnos no aeroporto de Joinville, em Santa Catarina, devido à presença de árvores próximas à cabeceira da pista que restringem as operações das companhias aéreas", diz a abertura da nota.

A decisão afeta dois dos quatro voos da empresa: o JJ 3033 (Congonhas/Joinville), com pouso às 19h46min, e o JJ 3034 (Joinville/Congonhas), com decolagem às 21h23min.

Os passageiros que já tinham reservas serão reacomodados nos outros dois voos diurnos da companhia que continuarão operando em Joinville ou via Navegantes (SC) e Curitiba (PR).

A TAM fornecerá transporte terrestre entre Joinville e Navegantes (a 85 km de distância) e Curitiba (74 km).

fonte/Jornal de Santa Catarina

PILOTOS DA TAP TÊM NÍVEL SALARIAL BAIXO

A greve dos pilotos da TAP começa já amanhã e termina no final do dia seguinte. O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) afirmou ontem que os pilotos da TAP possuem o quinto nível salarial mais baixo em Portugal, atrás de outras companhias aéreas como a Easy Jet, a Ryanair e a SATA.

O SPAC quer aumentos de ordenado de 9,3%, cuja média irá dar, em termos brutos, 600 euros, ainda sujeitos a descontos. A TAP diz que o aumento pode chegar aos 1000 euros. O sindicato considera ainda exagerados os prémios atribuídos aos gestores da companhia. Nos dois dias de greve, os pilotos estão obrigados a assegurar voos para Luxemburgo, Luanda, Açores e Madeira. As eleições legislativas de dia 27 foram decisivas na definição dos serviços mínimos.

fonte/ Jornal de Notícias

TAP VAI FRETAR AVIÕES PARA GARANTIR VOOS DE LONGO CURSO DURANTE A GREVE

A TAP vai fretar aviões de outras companhias aéreas para garantir a realização dos voos de longo curso e tem assegurados os voos entre o Continente e as Regiões Autónomas, afirmou hoje à Lusa fonte oficial da empresa.

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) mantém a greve marcada para os dias 24 e 25 de Setembro, o que, segundo a TAP, "vai perturbar seriamente a operação da TAP prejudicando os passageiros com voos marcados".

A TAP afirma que está a "desenvolver todos os esforços ao seu alcance" para atenuar o impacto da greve, tendo já garantido os serviços mínimos que asseguram as ligações entre o Continente e as Regiões Autónomas dos Açores (todos os voos) e da Madeira.

fonte/LUSA

AÉREAS DEVEM DECIDIR SE POUSAM OU NÃO NO AEROPORTO DE JOINVILLE

As companhias aéreas TAM e Gol, que operam no aeroporto de Joinville, devem analisar na tarde desta terça-feira se há condições de utilizar a pista. Até o início da tarde, os passageiros estavam descendo em Curitiba ou sendo transportados de ônibus para lá.

A pista, com 1.700 metros, foi reduzido por causa de árvores nas cabeceiras da pista. Com menos peso, ou seja, número reduzido de passageiros, é possível que aviões aterrissem nos cerca de 1.100 m de pista restante, segundo o superintendente Sérgio Santiago Ribeiro.

— A decisão, entretanto, cabe às companhias aéreas. Engenheiros das empresas devem vir à tarde ao aeroporto para analisar as condições. O objetivo é garantir a segurança dos voos — afirmou em entrevista coletiva.

O pedido para cortar as árvores é antigo, segundo Ribeiro. A Fundação Municipal de Meio Ambiente (Fundema) abriu licitação para o corte no mês passado, sem vencedores. Nesta quarta-feira, um novo processo licitatório será aberto. O projeto prevê supressão da vegetação na cabeceira Norte e poda de manguezais na cabeceira Sul.

A restrição da pista foi notificada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e serve como medida preventiva. Não houve incidentes relacionados à restrição nem ás árvores até então.

Fonte/Diário Catarinense

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...