sexta-feira, 3 de agosto de 2012

OCUPANTES DE AVIÃO QUE FEZ POUSO FORÇADO RECEBEM ALTA, EM GOIÂNIA

Os dois ocupantes do avião monomotor que fez uma pouso forçado em uma via de Goiânia receberam alta hospitalar, na tarde desta quinta-feira (2). O acidente com a aeronave modelo Cesnna - 150 prefixo PR-LTB - aconteceu esta manhã, na Avenida Leste-Oeste, no Bairro Goiá.

A aeronove parou com as rodas para o ar e ficou com a frente completamente destruída. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, piloto e copiloto foram socorridos com ferimentos leves.Os hospitais onde receberam atendimento informaram que ambos passam bem.

Levado para o Hospital da Unimed, um dos feridos reclamava de dores abdominais. De acordo com a assessoria de imprensa da cooperativa, ele passou por exames e nenhuma lesão foi detectada. Após passar um período em observação, a vítima foi liberada por volta das 15h50.

O outro ocupante do monomotor foi socorrido ao Centro de Assistência Integral à Saúde (Cais) de Campinas e, posteriormente, transferido para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). De acordo com o hospital, ele teve ferimentos no nariz e foi liberado.

Segundo o diretor de Operações do Aeroclube de Goiânia, de onde a aeronave saiu, o voo era experimental e ainda não se sabe o que pode ter provocado o pouso forçado: "Vários motivos podem levar a um pouso assim, desde um piloto passando mal até um passarinho. Os dois são experientes em voos. Vamos averiguar se houve uma pane", relatou.

Segundo ele, o monomotor só tombou no chão porque havia um barranco e fios de eletricidade no local: "Se não tivesse, o pouso teria sido normal", diz o diretor.

A assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros informou ao G1 que não houve nenhum tipo de explosão durante o pouso, realizado em uma movimentada avenida da capital. "O piloto foi muito bom, o pouso só não teve êxito porque bateu no barranco", avalia o bombeiro Carlos Vander de Andrade.

O caso será investigado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Avião faz pouso forçado na Avenida Leste-Oeste, em Goiânia, e fica com as rodas para o ar (Foto: Humberta Carvalho/G1) 
Avião faz pouso forçado na Avenida Leste-Oeste e fica com as rodas para o ar (Foto: Humberta Carvalho/G1)
 
fonte/G1/Goias
Enhanced by Zemanta

REFORMA DO AEROPORTO DE PORTO VELHO TERMINA EM NOVEMBRO, DIZ INFRAERO


Com investimentos de quase R$ 8 milhões, o Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira, em Porto Velho, passa por uma reforma que iniciou em novembro de 2011 e tem previsão de término em novembro deste ano.

Já são nove meses de execução da obra. A reforma, segundo Vicente da Silva Oliveira, superintendente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) em Rondônia, está dentro do cronograma e será finalizada no prazo previsto. A obra contempla a mudança na fachada que já está praticamente finalizada, ampliação da praça de alimentação e área de embarque e desembarque dos passageiros.

Mensalmente o aeroporto recebe em torno de 2,2 mil voos comerciais nacionais, entre pousos e decolagens, de uso comercial nacional. Três mil passageiros passam pelo aeroporto diariamente. Vicente afirma que os passageiros têm entendido os transtornos causados pelas obras em execução e que ainda não recebeu nenhuma reclamação dos usuários.

Apesar de ter todas as condições para receber voos internacionais, o aeroporto não possui autorização para a execução do serviço. “Temos condições, infraestrutura adequada, mas falta a Receita Federal expedir o Ato Declaratório para nos dar esta condição”. O Ato Declaratório é um documento normatizador que autoriza e normatiza as regras para o aeroporto receber voos internacionais.
A pista de pouso e decolagem tem 2,4 mil metros de comprimento e 45 metros de largura. E mesmo esperando um maior fluxo de passageiros, não há previsão de reformas ou ampliação da pista.

fonte/G1

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...