quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

DUAS MORTES EM QUEDA DE AVIÃO NO MATO GROSSO













Um  avião monomotor, Vans RV-10, prefixo PR-ZOP, caiu no assentamento da Ema, em Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá, nesta quarta-feira (19). O acidente ocorreu por volta das 9 hrs da manhã. A Polícia Militar do município informou que a aeronave explodiu quando estava no ar e duas pessoas que estavam a bordo morreram. Moradores do assentamento que presenciaram o acidente, ocorrido por volta de 9h de hoje, acionaram a PM.

 "Estava chovendo muito e o avião deu uma volta, acho que procurando um local para pousar. A chuva não deixava ver direito. Depois de dar uma volta ouvimos um estrondo e depois o avião caindo de bico no chão", informou Agnaldo Santana, morador do assentamento. Segundo ele, não foi possível identificar o prefixo da aeronave nos destroços. A PM isolou o local até a chegada de uma equipe de perícia.

Familiares do piloto da aeronave Edvaldo Martins Ferreira, informaram ao G1 que o voo havia saído de Tangará da Serra, e retornava para Mineiros (GO), onde a vítima morava com a família. Uma prima dele informou ainda que uma filha dele viajou até Barra do Bugres para fazer o reconhecimento do corpo do pai. "Ele era acostumado a pilotar avião, tinha muitos anos de experiência", disse. O acidente ocorreu a aproximadamente 50 km de Barra do Bugres no assentamento Ema.


Outra vítima do acidente, Luis Roberto Gonçalves, ex-candidato a prefeito por Nova Olímpia-MT. Luis Roberto, trabalhou como gerente agrícola nas Usinas Itamaraty e ultimamente era empresário.

No local onde o avião chocou-se com o chão ficou um enorme buraco, os destroços estavam de lado e o motor do avião estava enterrado no chão. O corpo do piloto ficou entre as ferragens do avião e logo há uns 20 metros o corpo do passageiro sem os membros superiores e inferiores. Uma das asas do avião, se desprendeu e caiu 150 metros do local. Outros pertences dos passageiros também estavam espalhados em uma área de 30 metros em volta dos destroços. Não havia sinal de explosão nas carenagens ou de que havia pegado fogo durante a queda.

A Polícia Civil e a Politec chegaram ao local aproximadamente às 17 horas. Logo depois, parentes e amigos das vítimas estiveram no local.

fonte/foto/PlugNews 

Dados da aeronave/Via RAB


MATRÍCULA: PRZOP
 
 
Proprietário:
EDEVALDO MARTINS FERREIRA
CPF/CGC:
23484063149
Operador:
EDEVALDO MARTINS FERREIRA
CPF/CGC:
23484063149
 
Fabricante:

Modelo:
RV-10
Número de Série:
FVE-1905
Tipo ICAO :
ZZZZ
Tipo de Habilitação para Pilotos:

Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1224 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
003


Categoria de Registro:
PRIVADA EXPERIMENTAL
Número dos Certificados (CM - CA):
120512
Situação no RAB:

Data da Compra/Transferência:
160512


Data de Validade do CA:

Data de Validade da IAM:
ABORDO
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 20/02/2014 11:37:42
Enhanced by Zemanta

PROCURADOR GERAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PEDE REINTEGRAÇÃO DO AEROCLUBE

O Governo do Estado ingressou, na última terça-feira, com uma ação de reintegração de posse com pedido de antecipação de tutela em desfavor do Aeroclube do Rio Grande do Norte. O pedido foi impetrado pela Procuradoria-geral do Estado (PGE) e o processo está nas mãos do juiz Geraldo Antônio da Mota, titular da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal. Os procuradores acusam a administração do clube de enriquecimento ilícito. A área é avaliada em R$ 150 milhões e faz parte do pacote de imóveis que garantiram o empréstimo para a construção da Arena das Dunas. Além do Aeroclube, a PGE deve pedir a reintegração de posse de pelo menos outros quatro imóveis.

A briga judicial entre administração do Aeroclube e Governo do Estado já dura algum tempo. Em novembro do ano passado, a PGE conseguiu, no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), uma decisão favorável com relação à titularidade do terreno. O Aeroclube funciona em regime de comodato e, desde 2011, o contrato perdeu a validade. O Estado não tem participação nos  lucros do Aeroclube que, apesar de ser registrado como empresa sem fins lucrativos, oferece vários cursos e modalidades esportivas mediante pagamento de mensalidade. O Governo não recebe pagamento de aluguel ou qualquer outro tipo de benefício.

 

Governo não decidiu o que fará com área do Aeroclube

Apesar da ação de reintegração de posse do Aeroclube em curso, o Executivo Estadual tem em mãos um problema avaliado em R$ 150 milhões para resolver. Isto porque, ainda não decidiu o que fará com a área de aproximadamente 38 mil metros quadrados.

Na petição assinada pelos procuradores do Estado, há apenas a informação de que a administração pública “necessita da área para dar-lhe a destinação mais adequada” e que o “Estado do RN pretende utilizar o imóvel ocupado indevidamente para instalar equipamentos públicos que dêem suporte à população local e às atividades desenvolvidas na região”. No entanto, não se sabe que atividades seriam essas.


 Há informações de que a própria PGE ou projetos sob a responsabilidade da Fundação José Augusto (FJA) poderão ocupar a área construída no terreno. Nada, porém, está confirmado. A presidência do Aeroclube não tem planos para deixar o espaço ocupado pelos potiguares amantes da aviação desde o final da década de 1930. “Pessoas de bom senso não mexerão na estrutura deste espaço”, defendeu o presidente Fábio Macêdo.

Ele destacou que a discussão judicial é acompanhada pela Presidência do Aeroclube com serenidade, expondo que a infraestrutura do empreendimento passa por melhorias e que, no local, são formados comissários de bordo, pilotos privados de aeronaves e mecânicos de aviões que poderão suprir a necessidade do mercado com o advento do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. “Não há decisão final sobre a quem pertence a área. Nós acreditamos que nossa linha de defesa é muito sólida”, argumentou Macêdo.

Ele diz que a área foi doada pelo então governador Juvenal Lamartine ainda na década de 1930 para criação de uma escola de formação de pilotos, numa época na qual a cidade era invadida por pilotos americanos baseados em Parnamirim. O presidente disse ainda que o Aeroclube desenvolve um “trabalho social importantíssimo”, referindo-se  ao projeto “Semeando o futuro” que atende cerca de 500 alunos do bairro Felipe Camarão, com aulas de xadrez e tênis, em parceria com a Unimed Natal e ONG Atitude Cooperação.

fonte/TribunaDoNorte
Enhanced by Zemanta

AIR FRANCE COMPRA PARTE DA GOL E QUER TRAZER A380 AO BRASIL

Français : 1er Airbus A380 Air France
 (Photo credit: Wikipedia)

A Gol informou nesta quarta-feira uma parceria estratégica com a Air France-KLM. O acordo que envolve investimentos de US$ 100 milhões na empresa brasileira representa uma participação de 1,5% correspondente ao seu capital. 

A aérea franco-holandesa irá operar a partir do dia 31 de março deste ano uma nova rota para Brasília, serão três voos por semana. As novas atividades da companhia incluem uma operação regular entre Paris-Charles de Gaulle e São Paulo com o Airbus A380 - maior avião de passageiros do mundo.

A novidade também irá possibilitar que os clientes do Smiles, programa de milhas da Gol, voem pela empresa estrangeira e resgatem milhas em todos as viagens. 

Além de poder assinar novos acordos juntas, as aéreas terão uma melhora em suas equipes de venda no Brasil e na Europa.

A parceria segue a experiência da brasileira feita com a Delta Airlines, também parceira da Air France, em 2011.

fonte/Terra
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...