sexta-feira, 19 de setembro de 2014

INCIDENTE COM AIRBUS DA JETBLUE NOS ESTADOS UNIDOS




Um Airbus A320-200 da JetBlue, registro N656JB, realizando  o voo B6-1416, de Long Beach, Califórnia, para Austin, TX (EUA) com 142 passageiros e 5 tripulantes, retornou ao aeroporto após decolar da pista 30 de Long Beach.

A tripulação relatou uma indicação de fogo para o motor direito (V2527),  e parou a subida a 9.000 pés e voltou para Long Beach para um pouso seguro na pista 30.

Após a aeronave parar a tripulação avisou que eles estavam iniciando uma evacuação,  perguntando a torre de controle se havia alguma fumaça no motor direito,a torre respondeu negativamente (não fumaça), a tripulação, então, iniciou a evacuação, mas instruiu a torre de comunicar imediatamente qualquer fumaça. Os slides foram acionados em todas as portas e saídas sobre as asas.

Os passageiros relataram o motor direito emitiu um estrondo, a fumaça depois entrou na cabine. As máscaras de oxigênio de passageiros foram liberados manualmente pela tripulação de cabina.

A companhia aérea informou a tripulação recebeu uma indicação de super aquecimento do motor do lado direito.

fonte/foto/AvHeral

VOOPTER LANÇA VERSÃO DE PARA ANDROID

 
O comparador de passagens aéreas Voopter acaba de lançar uma versão para Android do seu aplicativo. A ferramenta, que já estava disponível para sistema IOS e também pela web http://voopter.com.br/ , disponibiliza os voos disponíveis de todas as companhias aéreas para o destino selecionado. O usuário ainda pode filtrar os resultados por apenas voos diretos, faixa de horário e preço.

“O preço das passagens aéreas oscila rapidamente. E ter uma ferramenta totalmente gratuita na palma da mão para agilizar o processo de busca possibilita que o usuário tenha acesso sempre à melhor oferta disponível. Com o app para Android, iremos democratizar ainda mais o acesso ao mercado do turismo aéreo”, explica o CEO e co-fundador do Voopter, Pettersom Paiva.
 
fonte/PanRotas

BOEING APONTA DEMANDA DE 533 MIL NOVOS PILOTOS ATÉ 2033

Nos próximos 20 anos, 533 mil novos pilotos serão necessários na aviação comercial, além de 584 mil técnicos de manutenção para as frotas das companhias aéreas. Os dados são do estudo da Boeing – “The 2014 Outlook Boeing Pilot and Technician Outlook” e apontam que a região que demandará maior número de pilotos até 2033 será a Ásia/Pacífico, com 41% da demanda, ou 216 mil pilotos.

Em segundo lugar, a Europa será a região que precisará de mais pilotos: 94 mil, ou 18% do total. A América do Norte vem em seguida, com número bem próximo, 88 mil, ou 17%. O Oriente Médio aparece como uma das regiões com maior expansão da frota aérea, respondendo pela necessidade de mais 55 mil pilotos nos próximos 20 anos. A América Latina vem em seguida, com demanda para 45 mil pilotos, ou 8% dos 233 mil novos pilotos que serão necessários até 2033. Para o continente africano, esse número é de 17 mil pilotos. A Boeing inclui ainda em seu estudo os países do Commonwelth of Independent States, com demanda para 18 mil pilotos

fonte/PanRotas

AVIÃO " MAIS ESTRANHO" DO MUNDO COMPLETA 20 ANOS

Aviação , O A300-600ST, ou Beluga, exerce papel vital para a Airbus
O A300-600ST, ou Beluga, exerce papel vital para a Airbus
Aeronave de aparência única no mundo, considerada por muitos a mais estranha do planeta, o A300-600ST, mais conhecido como Beluga, está completando 20 anos de seu primeiro voo. O modelo é operado somente pela Airbus e soma cinco unidades.

Tão interessante quanto o formato é o papel desempenhado pelo Beluga: ele transporta peças de diferentes pontos de produção na Europa para a linha final de montagem da Airbus, nas bases de Toulouse e Hamburgo. Carrega elementos como asas, caudas e itens da fuselagem. A função é vital para manter a rede de montagem da empresa funcionado a plena capacidade. O Beluga possui 56 metros de comprimento, 17 de altura, pesa (carregado) 155 toneladas e realiza cerca de 60 voos semanais na Europa. 

fonte/foto/PanRotas

PESQUISA DESTACA POTENCIAL DE VOOS NO AEROPORTO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Passageiros embarcam no aeroporto de São José. Foto: Claudio Vieira Passageiros embarcam no aeroporto de São José. Foto: Claudio Vieira

O Aeroporto de São José dos Campos é o terminal com maior potencial de desenvolvimento no país entre os aeroportos regionais que fazem parte do programa de investimentos em logística pelo governo federal.

A informação é de um estudo elaborado pela empresa de consultoria de inteligência de mercado Urbans Systems, divulgado na quarta-feira.

O estudo envolveu cem terminais e aponta que, entre os 20 aeroportos regionais com potencial "muito alto" de desenvolvimento, 11 ficam em municípios do Sudeste, sete no Sul, um Nordeste e um no Centro-Oeste.

A classificação foi determinada por critérios de infraestrutura e localização, transporte de passageiros, de cargas e desenvolvimento imobiliário e receitas acessórias, indicando as melhores áreas potenciais para investimentos.

O Aeroporto de São José está à frente de terminais como os de Ribeirão Preto , Joinville - Lauro Carneiro de Loyola (SC), Campos dos Goytacazes (RJ) e Uberlândia (MG).

Investimento. Os aeroportos regionais brasileiros serão alvo de investimentos previstos no Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional, que prevê melhorias em 270 aeroportos regionais.

A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) investiu R$ 16,6 milhões na melhoria do terminal que triplicou a sua capacidade, que era de 190 mil passageiros/ano. A área do terminal de passageiros pulou de 864 m2 para 5 mil m2.

O prefeito Carlinhos Almeida (PT) disse ontem que o terminal terá grande impulso com a ampliação.
“Um dos gargalos era o terminal. Isso foi resolvido. Agora temos que mostrar a atratividade do aeroporto”, afirmou.

Potencial. O presidente da ACI (Associação Comercial e Industrial), Felipe Cury, disse que o terminal tem potencial, “mas não tem potência”.
“Potencial tem, porque que há demanda de passageiros.Faltam voos, horários flexíveis e mais empresas aéreas operando”, disse o dirigente.

O professor Cláudio Jorge Pinto Alves, do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), disse que “sem discordar do belo esforço desenvolvido pela consultoria, sem dúvida, outros fatores incentivam ou desmotivam o uso do transporte aéreo. No caso de São José: a presença de um aeroporto com um leque muito maior de destinos como o de Guarulhos a 60km, reduz a atratividade local”. Ele disse acreditar que a pujança de São José garantiu o resultado na comparação com outros municípios.

“Somente agora se expandiu o terminal de passageiros. A expectativa, pelo que mostra o estudo, é que se ampliem ofertas de voo depois de concluída as obras em andamento”, afirmou.

Saiba mais
Potencial
Estudo afirma que o aeroporto de São José dos Campos é o que tem maior potencial de desenvolvimento entre os terminais regionais do país

Localização
Entre os motivos está a sua localização e logística

Ampliação
O aeroporto foi ampliado pela Infraero. Foram investidos R$ 16,6 milhões

Capacidade
Com as obras, o terminal triplicou a sua capacidade que era de 190 mil passageiros ano. O terminal tem 5 mil m2 


fonte/foto/G1

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...