terça-feira, 31 de janeiro de 2012

ANAC NEGA PEDIDOS PARA PROCESSOS DE CONCESSÃO DE AEROPORTOS

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) negou, nesta terça-feira, cinco pedidos de impugnação do edital de leilão dos aeroportos de Brasília, Campinas e Guarulhos, que passarão para o controle da iniciativa privada ainda neste ano. A tentativa de contestar o edital é uma das fases da licitação, que segue agora para a parte principal: o leilão, marcado para a próxima segunda-feira, dia 6 de fevereiro, na Bovespa, em São Paulo.

O consórcio vencedor da licitação será o que oferecer o maior valor pela outorga dos aeroportos. Em dezembro do ano passado, o Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou novos lances mínimos para o leilão, mas que não serão adotados no edital. Segundo o TCU, o valor mínimo para o aeroporto de Brasília deveria passar de R$ 75,5 milhões para R$ 761 milhões. Para Campinas e Guarulhos, os lances deveriam passar de R$ 521 milhões para R$ 1,7 bilhão e de R$ 2,2 bilhões para R$ 3,8 bilhões, respectivamente. 
 
O leilão para os três aeroportos vai acontecer simultaneamente e os interessados podem concorrer em todos os certames, mas a mesma empresa ou consórcio só pode obter a outorga de um dos terminais. Vai prevalecer o lance de maior valor. As concessionárias terão 18 meses para construção e deverão entregar os aeroportos prontos até dezembro de 2013, seis meses antes da Copa do Mundo.
 
As empresas que vão administrar os terminais terão concessão de 20 anos a 30 anos, com base na rentabilidade de cada aeroporto. Pelo edital, a Infraero poderá ter até 49% de cada um dos terminais nos três aeroportos e poder de veto em decisões estratégicas. Os três terminais atualmente respondem por 30% dos passageiros, 57% das cargas e 19% das aeronaves do tráfego aéreo brasileiro.
 
fonte/Terra

FRANÇA ANUNCIA VITÓRIA DE SEU CAÇA NA ÍNDIA E AUMENTA CHANCES NO BRASIL

Rafale de l'Escadron de Chasse 1/7 ProvenceImage via Wikipedia
O governo francês anunciou nesta terça-feira que a Índia escolheu o caça Dassault Rafale na megaconcorrência para o fornecimento de 126 aviões à Força Aérea do país. 

Ainda faltam detalhes antes da assinatura, mas a vitória anunciada é um grande golpe para a fabricante francesa e aumenta consideravelmente as chances do Rafale na disputa pelo fornecimento de 36 caças à FAB (Força Aérea Brasileira). 

Isso porque o Rafale sempre foi um caça com problemas de escala industrial. Até hoje, ele perdeu todas as disputas internacionais em que concorreu, sendo operado exclusivamente pela Força Aérea e Marinhas francesas. Até aqui, haviam sido encomendados 294 unidades, o que não garantia o futuro do modelo sem uma venda externa. 

O problema sempre apontado foi o alto preço do avião na venda e em operação. No caso da Índia, estima-se que serão gastos mais de US$ 11 bilhões --o que dá um custo relativamente baixo, de menos de US$ 90 milhões por avião e pacote de armas e tecnologia. 

No caso brasileiro, até porque a encomenda é menor, o valor ofertado supera os US$ 200 milhões por unidade --mas é uma estimativa de antes de a concorrência ter parado, no começo do governo Dilma Rousseff. O negócio aqui é estimado em até US$ 8 bilhões. 

Na Índia, o Rafale derrotou o Eurofighter Thyphoon, feito pelo consórcio europeu EADS. No Brasil, disputa com o Boeing F-18 (EUA) e Saab Gripen (Suécia). 

Mas como disse o secretário de Comércio Exterior francês, ainda é cedo para comemorar. "Nós ganhamos o contrato, mas ainda falta concluir certos detalhes. A essa altura, quero ser prudente; estamos em uma fase de negociação exclusiva", disse Pierre Lellouche. 

fonte/FolhaSP
Enhanced by Zemanta

DIVULGAÇÃO - VULCANAIR AIRCRAFT


segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

NÃO POUSE UM HELICÓPTERO PERTO DE UMA TENDA GIGANTE








Quando você pousa um helicóptero, acho que há algumas regras básicas a se seguir. Ter certeza de que você não vai pousar em alguém deve ser a primeira. Mas uma segunda regra – quase tão importante quanto a primeira – deveria ser: evite pousar perto de coisas que podem ser levadas pelo vento das hélices. Mas este piloto nem ligou pra segunda regra.

O vídeo, aparentemente gravado na Líbia, mostra o que parece ser um helicóptero Boeing CH-47 Chinook, de duas hélices e usado para levar cargas pesadas, em um festival. E então o vento faz uma tenda enorme ser levada para cima das pessoas ao redor. Espero que ninguém tenha sido atingido pela estrutura de metal.

fonte/Reddit/Gizmod

AVIÃO DA FAB COM MINISTRA TEM PANE E VOLTA A AEROPORTO NO PIAUI

O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que transportava a ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, sofreu uma pane nesta segunda-feira logo após decolar de Teresina. A aeronave ainda estava sobre o aeroporto Senador Petrônio Portela, na capital piauiense, quando apresentou um problema no instrumento de navegação. 

Na aeronave estavam a ministra e nove assessores do Ministério de Desenvolvimento Social. Ela foi ao Piauí para lançar o Plano Mais Viver, do governo do Estado, que pretende tirar 665 mil piauienses da extrema pobreza. 

O assessor do governo, César Fortes, que coordena o programa no Estado, afirmou que diante da falha a tripulação decidiu pousar novamente. "O avião chegou a sobrevoar 20 minutos, mas o comandante achou mais prudente retornar ao aeroporto", disse Fortes, que acompanhava a ministra no aeroporto. 

Com o incidente, a FAB enviará um novo avião e Tereza Campello embarcará por volta das 23h. A ministra e os assessores vão aguardar no próprio aeroporto. 

fonte/Terra

VÍDEO - AVIANCA LANDING IN GUARULHOS

domingo, 29 de janeiro de 2012

VÍDEO - ULTRALEVE NO PATRULHAMENTO DE TULSA, OKLAHOMA

BIMOTOR FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA EM PRAIA DA FLÓRIDA, EUA




Um Piper PA-31-310 Navajo C, fez um pouso de emergência depois de problemas no motor na praia de North Ocean Boulevard, ao sul da Enseada de Lake Worth, West Palm Beach, FL.

fonte/PalmBeachPost

Enhanced by Zemanta

EMBRAER CRIA PROGRAMA PARA ESPECIALIZAÇÃO DE PROJETISTAS

Para atender à crescente demanda de profissionais qualificados com a chegada de novos projetos, como a evolução dos E-Jets e o cargueiro militar KC-390, a Embraer já aposta na ampliação de seus programas de especialização.

Este ano, a empresa lançou a primeira edição do PPE (Programa de Projetistas Embraer), que promove a capacitação de 40 técnicos em parceria com a Fatec (Centro Paula Souza) de São José dos Campos.

O programa funcionará aos moldes do PEE (Programa de Especialização em Engenharia), que depois de 11 anos em atividade formou mais de 1.300 pessoas que, depois do curso, reforçaram o quadro de funcionários da fabricante de aviões.

As inscrições para o PPE vão até 12 de fevereiro. Para participar do programa, os candidatos devem ter se formado entre 2009 e 2011 em cursos técnicos das áreas de mecânica, eletrotécnica, me-catrônica, projetos, telecomunicações e outras especializações.

Especialização.
O curso terá seis meses de duração. Os aprovados terão bolsa de estágio, convênio médico, seguro de vida, transporte e alimentação. A primeira turma esta prevista para iniciar as atividades em abril. 

“A ideia da criação do PPE surgiu da necessidade da empresa por esses profissionais e pela dificuldade de acha-los no mercado. Como já temos a experiência positiva do PEE, a gente fez um programa semelhante”, afirma a responsável pela gestão do programa, Maria Luiza Batista. 

As aulas serão ministradas por professores da Fatec nas aulas gerais e por profissionais da Embraer nas atividades mais específicas. “É um curso feito a quatro mãos”, disse o coordenador pedagógico da Embraer, Paulo Lourenção.

Projetos.
Durante almoço de fim de ano com a imprensa, o diretor-presidente da Embraer, Frederico Curado, afirmou que a empresa contrataria 200 engenheiros este ano para atender aos novos projetos da empresa.

No caso do KC-390, 2012 é encarado como o ano de formatação final do projeto que, no final do ano, pode ter seu preço definido, o que dinamizará seu processo de venda.

“Essa necessidade de novos profissionais é por um crescimento natural da empresa. Os programas vão necessitando de gente. Outra questão é que os mais experientes vão fazer outras coisas, se aposentam e é preciso repor esse conhecimento” afirma Lourenção.

Seleção.
Os candidatos ao PPE realizarão um teste presencial de avaliação de conhecimentos técnicos, português e inglês. Os aprovados participarão de entrevistas e dinâmicas de grupo.
Mesmo se não forem contratados pela Embraer, os formados pelo curso ganham certificado de conclusão de extensão para projetistas.


Contratação dos formados chega a 100%
São José dos Campos
Em atividade há 11 anos, o Programa de Especialização em Engenharia tem a média de quase 100% de contratação dos profissionais formados pelo curso.
“Só ficam pelo caminho aqueles alunos que recebem ofertas em outras áreas”, disse a gestora do programa Maria Luiza Batista.

“A chance de ser contratado é o que nos anima e motiva”, disse a aluna do PEE Natasha Pereira Sanches, 23 anos. Nascida no Rio de Janeiro, ela se formou em engenharia física na Universidade Federal de São Carlos e chegou a São José em 2010 para participar do curso de qualificação da Embraer.

O mesmo sonho tem Álvaro Carnielo, de 26 anos, vindo de Fernandópolis, formado em engenharia mecânica pena Unesp. “Sempre quis trabalhar em desenvolvimento de projeto. No programa, estou estudando configurações das aeronaves”, disse.

Ambos estão na fase final do programa, de desenvolvimento de projetos.
Antes, passaram por aulas gerais com professores do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) e direcionamento de carreiras.

fonte/Ovale
Enhanced by Zemanta

GREVE DE PILOTOS CANCELA VOOS DA IBÉRIA NA ROTA SÃO PAULO-MADRID


Uma greve de pilotos da Iberia programada para amanhã vai cancelar 123 voos, incluindo ligações entre Madri e São Paulo. 

Será cancelado o voo que sai de Madri às 11h55 e o que parte de São Paulo para a capital espanhola às 21h35. 

Os passageiros vão poder remarcar bilhetes pela internet, no site da empresa. 

Essa é a terceira paralisação de pilotos da Iberia nos últimos dias. Eles protestam contra a criação da Iberia Express, empresa de baixo custo que deve iniciar operações em março. 

O protesto ocorre em meio à crise da Spanair, companhia espanhola que anunciou a suspensão total das operações na noite de sexta-feira. 

A Spanair tinha 22% do mercado doméstico espanhol e operava mais de 200 voos diários --nenhum para o Brasil. 

O fim da Spanair afetou em torno de 22,7 mil passageiros neste final de semana. 

Convocada para auxiliar na reacomodação, a Iberia aumentou a oferta de voos para destinos operados pela Spanair e ofereceu tarifas especiais para clientes prejudicados. 

O fim da ajuda financeira do governo da Catalunha e a desistência da Qatar Airways de adquirir uma fatia da Spanair levaram à suspensão das operações. 

fonte/FolhaSP
Enhanced by Zemanta

sábado, 28 de janeiro de 2012

SPANAIR ENCERRA OPERAÇÕES


Companhia aérea Spanair encerra operações JOSEP LAGO/AFP
Aviões da Spanair permaneceram no pátio do aeroporto de Barcelona neste sábado Foto: JOSEP LAGO / AFP

Passageiros lotavam os aeroportos espanhóis neste sábado, após a companhia aérea Spanair, abruptamente, cancelar todos os seus voos sem aviso prévio. "Enfrentando a falta de viabilidade financeira nos próximos meses, a companhia decidiu interromper todas as suas operações, como medida de cautela e segurança", informou a companhia espanhola, em um comunicado divulgado na noite de sexta-feira. 

O último voo programado aterrissou na sexta-feira à noite, deixando para concorrentes como Iberia, Vueling e Easyjet a tarefa de atender aos passageiros afetados.

A Spanair opera atualmente mais de 200 voos diários: 87% deles regulares (46 rotas domésticas e 12 a diversas cidades da Europa e da África) e 13% de charters.

A imprensa espanhola informava que cerca de 22 mil passageiros foram afetados apenas neste fim de semana pela suspensão das operações, mas a Associated Press não encontrou nenhum representante da empresa para confirmar a informação. Uma fila de 200 passageiros surpresos se formou na frente dos balcões da Spanair no aeroporto de Barcelona na noite de sexta-feira, após o anúncio.

A Aeropuertos Españoles y Navegación Aérea (AENA) informou que os aeroportos de Barajas, em Madri, e El Prat, em Barcelona, estavam funcionando "normalmente" a despeito do fim das operações da Spanair, segundo fontes da operadora de serviços em aeroportos e navegação aérea. Segundo a AENA, lounges especiais foram colocados à disposição para passageiros da Spanair.

Fundada em 1986, a Spanair tem cerca de 2 mil funcionários, faturamento anual de 600 milhões de euros e uma participação de mercado de 22% na Espanha. A companhia enfrentava uma história de turbulências econômicas s e perdas milionárias (115,72 milhões de euros em 2010). 

O Governo regional da Catalunha confirmou o fim das contribuições de fundos públicos a Spanair e essa medida, somada a uma tentativa frustratada de aliança com a Catar, foi determinante para o brusco fim da empresa.

fonte/AGEStado/ZHora
Enhanced by Zemanta

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

AIRBUS CONFIRMA NOVAS RACHADURAS NO MODELO A380


A Airbus informou que uma combinação de falhas de fabricação e de projeto foi responsável por uma recente série de rachaduras na asa do superjumbo A380. 

A empresa garantiu que trabalha em uma solução em dois estágios para o problema, mas reforçou que o modelo permanece seguro para voar. 

A fabricante europeia de aviões confirmou uma reportagem da Reuters afirmando que a Airbus tinha encontrado mais rachaduras durante inspeções ordenadas por autoridades de segurança nesta semana, mas se recusou a fornecer mais detalhes antes do final da primeira fase de inspeções, que vai até sexta-feira. 

"O A380 é seguro para voar", disse Tom William, vice-presidente-executivo de programas da Airbus.
As rachaduras foram causadas pela combinação da escolha da liga de alumínio para suportes de certas asas, assim como por tensões impostas por duas partes do processo de fabricação, afirmou William. 

Autoridades europeias  ordenaram na semana passada inspeções urgentes em um terço da frota dos superjumbos A380, da Airbus, depois da descoberta de rachaduras em uma aeronave desse modelo. 

A Agência Europeia de Segurança de Aviação informou que as rachaduras podem se desenvolver em outras aeronaves se o problema não for resolvido. 

"Essa condição, se não detectada e corrigida, poderia afetar a integridade estrutural da aeronave", afirmou.
Desenvolvido a um custo estimado de 12 bilhões de euros, o A380 tem 73 metros de comprimento, 24 metros de altura e é vendido a cerca de US$ 390 milhões. A Airbus já vendeu 253 unidades do modelo.
Há cerca de 14 meses, o A380 também foi alvo de investigações sobre segurança. Na época, um voo da australiana Qantas que ia de Londres a Sidney foi interrompido por uma avaria em um dos motores. 

fonte/FolhaSP
Enhanced by Zemanta

RELATO DE PASSAGEIRO NO VOO DA TAM QUE RETORNOU PARA PARIS

O cientista político francês Stéphane Monclaire, 54 anos, é professor da Sorbonne em Paris e especialista em questões brasileiras. Fluente em português, estava a bordo do voo da TAM que declarou emergência e teve de voltar ao aeroporto pouco depois de decolar.

Por celular, logo depois de deixar o Aeroporto Charles de Gaulle rumo a sua casa, em Paris, concedeu a seguinte entrevista a ZH, dizendo que "precisava desabafar"

Zero Hora — Em que momento os passageiros perceberam que havia algo errado?
Stéphane Monclaire —
Eu estava sentado perto das asas, e nesta parte do avião foi possível ouvir o barulho de uma explosão muito forte sete, oito minutos após a decolagem. Imediatamente, algumas pessoas olharam para a asa, havia uma chama razoavelmente longa, e que durou de 10 a 12 segundos. O avião desceu um pouco, não muito, mas perdeu aceleração.

ZH — Houve explosão? Na turbina?
Monclaire —
Sim. Os passageiros se olharam e, como avião recuperou imediatamente a queda de altitude, se tranquilizaram um pouco. Percebemos que o motor do outro lado estava a todo vapor, justamente para compensar a perda da turbina. O comandante deu uma informação bastante breve, dizendo que tivemos problema de motor e voltaríamos a Paris. Eu só prestava atenção ao barulho dos motores. O avião ficou a uns 4 mil metros e começou a lançar combustível sobre o mar. Deu três voltas e retornou.

ZH — Houve pânico?
Monclaire —
Não pânico, mas quase ninguém conversava, nem casais que estavam juntos. A situação era grave. Onde eu estava, havia silêncio. Estavam rezando, ou pensando.

ZH — Passou pela cabeça o acidente envolvendo o voo da Air France que fazia trajeto inverso?
Monclaire —
Claro que pensei no voo da Air France. Fiquei contente que problema no motor ocorreu quando estava ainda em cima da terra, não no mar. No início, fiquei mais preocupado porque a fase de decolagem é a mais problemática.

ZH — Como foi quando o avião pousou?
Monclaire —
Foi uma explosão de alegria. O comandante recebeu muitas palmas, gritos de alegria. Pessoas se abraçavam. Estavam contentes de estarem vivas.

fonte/ZeroHora/

EMPRESA DA NORUEGA FAZ A MAIOR ENCOMENDA DA AVIAÇÃO EUROPÉIA


A companhia aérea norueguesa de baixo custo Norwegian anunciou nesta quarta-feira a compra de 222 aviões pelo montante de 127 bilhões de coroas (16,6 bilhões de euros ou US$ 21 bilhões), "a maior encomenda na história da aviação europeia", segundo a empresa. A Norwegian comprará 100 Boeing 737 MAX 8, com o que será o primeiro cliente europeu deste novo modelo, e 22 Boeing 737-800, do mesmo modelo dos que já possui hoje, além de ter a opção de adquirir outras 100 unidades dos 737 MAX 8.

A Boeing informou em comunicado que sua parte do pedido está avaliada em 8,763 bilhões de euros, na maior encomenda que já recebeu de uma companhia aérea europeia. Além disso, a Norwegian assinou um contrato com a Airbus, a maior fabricante europeia do setor, pelo que comprará 100 Airbus A320neo e terá direito a adquirir outros 50 desse tipo.

Apesar de a Airbus não confirmar o valor da encomenda, o preço de catálogo deste avião é de 96,7 milhões de euros cada um.A operação conjunta fixa as primeiras entregas de aviões para 2016 e foi considerada um "marco" pelo diretor administrativo da companhia, Bjørn Kjos, que disse se tratar de um "dia histórico". Com a encomenda de hoje, a Norwegian tem agora 277 aviões a receber, incluindo uma compra anterior de outros 50 Boeing 737-800.

A companhia norueguesa, fundada em 1993, contava em novembro de 2011 com 59 aviões que operavam 297 rotas em 110 destinos na Europa, Norte da África e Oriente Médio, e um elenco de 2,5 mil funcionários. A Norwegian, que em 2010 transportou 13 milhões de passageiros, é terceira maior companhia aérea de baixo custo na Europa, segundo a própria companhia. Após o anúncio, as ações da empresa na Bolsa de Valores de Oslo chegaram a subir mais de 8%. 

fonte/EFE/Terra
Enhanced by Zemanta

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

ATUALIZADO INCIDENTE COM AVIÃO DA TAM EM PARIS

Um Airbus A330-200 da TAM, matrícula PT-MVFrealizando o voo JJ-8055 de Charles de Gaulle (França) para o Galeão, RJ (Brasil) com 160 passageiros, retornou após decolar da pista 27 L do aeroporto Charles de Gaulle.

A comandante parou a subida no FL160, e declarou emergência, após 80 minutos de voo e alijado combustível, retornou ao aeroporto Charles de Gaulle onde realizou um pouso seguro na pista 27L.

A companhia aérea informou  que a aeronave sofreu um problema técnico. O vôo foi remarcado para 25 de janeiro e estima-se que partirá de Paris com um atraso de 19,5 horas, os passageiros foram levados para hotéis.

Os passageiros relataram que depois de 10 minutos de voo, ouviram um estrondo  que seguido por fortes vibrações e um anúncio da tripulação um motor falhou e precisou ser desligado, e que a aeronave teria que despejar combustível e retornar para Paris.

fonte/AvHerald
Enhanced by Zemanta

CONTROLADORES AÉREOS DEVEM PARAR DUAS HORAS POR TURNO EM PORTUGAL

Os sindicatos que representam os trabalhadores da NAV vão entregar um pré-aviso de greve para uma paralisação de duas horas por turno entre 8 e 12 de Fevereiro, anunciou esta segunda-feira a Comissão de Trabalhadores (CT) da empresa.

A CT da empresa responsável pelo controle aéreo adianta, em comunicado, que o pré-aviso será entregue na terça-feira.


Para justificar a decisão, a CT afirma que «não se pode admitir que o Governo, de forma inexplicável, mantenha a empresa sem orientações estratégicas e sem gestão, acrescendo que, no plano económico, as opções já tomadas resultarão na perda de milhões de euros em receitas e em exportações».


Os trabalhadores da NAV partem para a greve para contestar «os problemas decorrentes do facto de a empresa não ter nem conselho de administração, nem estratégia definida».


Segundo a CT, «o facto de a NAV estar sem conselho de administração e sem estratégia definida tem implicado o seu afastamento da cena internacional e tem permitido que Espanha venha assumindo a gestão do processo, relegando para segundo plano a posição de Portugal».


Por isso, exigem que sejam tomadas as medidas necessárias para «inverter a actual situação e para que a normalidade e a racionalidade sejam repostas».


A CT recorda que a NAV é uma empresa rentável, que remunera os investimentos feitos, «que depende apenas dos serviços que presta e não do Orçamento de Estado».

fonte/InEcon.Pt

AVIÃO DA TAM RETORNA APÓS DECOLAR DE PARIS


Um avião da TAM decolou de Paris nesta terça-feira, mas iniciou uma operação para retornar ao aeroporto e já pousou, segundo a assessoria de imprensa da companhia aérea. Nas redes sociais, como o Twitter, houve comentários de que teria acontecido problemas com o combustível da aeronave, o que não foi confirmado pela empresa.

De acordo com o NYC Aviation, o voo é o 8055, que partiu da capital francesa com destino ao Rio de Janeiro. Contudo, o Airbus A330-200 declarou emergência. A TAM afirmou que coleta informações sobre o ocorrido.

fonte/Terra
Enhanced by Zemanta

PASSAGEIRO DA GOL RELATA PÂNICO DEPOIS DE DECOLAR DO ACRE

Um avião da empresa Gol Linhas aéreas  que faz rota Rio Branco/ /Porto Velho/Manaus, [VÔO 1175], deu uma pane na madrugada de sexta-feira (20), depois de decolar da capital acriana as 02h10min, segundo um passageiro  que estava a bordo e pediu para não ter o seu nome divulgado.

Segundo contou um passageiro, eles aguardavam o vôo para conexão Rio Branco/ Brasília que vinha de Cruzeiro do Sul, no entanto, pelo atraso da aeronave que  vinha do Vale do Juruá, foram orientados pelos funcionários da empresa Gol a embarcar em outro avião da mesma companhia que já estava em solo acriano com destino a Porto Velho/ Manaus e que também  faria conexão com Brasília .

Segundo ainda  este passageiro, tudo seguia bem, mas depois de mais ou menos 40min de vôo, quando todos passageiros entre crianças e idosos dormiam, houve um movimento brusco da aeronave e máscaras de oxigênio caíram sobre eles, indicando que algo estava errado.

Nesse momento houve pânico entre todos abordo que não sabiam o que estava acontecendo e até mesmo a tripulação, ficou apavorada e ao invés de tranqüilizar os passageiros da aeronave em queda, sentaram-se nas poltronas amarrado-se aos cintos de segurança, revelou a fonte.

“A gritaria era geral e durou em torno de 20 minutos enquanto o avião sacudia todo. Meu ouvido parecia que ia estourar de tanta dor. Eu olhava para os lados e via crianças tampando os ouvidos também. Foi um desespero geral entre todos nós”, relatou.

Somente 25min após a pane  foi que  o comandante da aeronave , veio informar aos passageiros que a pane foi motivado pela despressurizarão da aeronave e que tudo não passou de um grande susto.

O comandante informou ainda aos passageiros, que a aeronave não tinha condições de chegar até o destino, [aeroporto de Brasília],  e optou por um caminho mais curto e pousou em segurança no aeroporto de Cuiabá no Mato Grosso.

Já em solo, revela a fonte de ac24horas, todos os passageiros receberam total apoio da empresa aérea e muitos já embarcaram aos seus destinos.

A aeronave [foto] continua em solo do aeroporto de Cuiabá e enquanto ainda aguarda ter seu bilhete de passagem para Brasília, nossa fonte encaminhou esta foto do avião ainda em solo mato-grossense .


A nossa reportagem tenta contato com a Infraero no Acre desde as primeiras horas da manhã de hoje para esclarecimentos sobre ao acidente mas até a publicação da reportagem não obtivemos êxito.

fonte/foto/Acre24H

NOTA À IMPRENSA

São Paulo, 23 de janeiro de 2012 – A GOL informa que a aeronave Boeing 737-700 que realizava o vôo G3 1175 (Rio Branco-Brasília), na última sexta-feira, apresentou uma alteração no sistema de despressurização da cabine. Por medida de segurança, o comandante optou por alternar a rota para Cuiabá. A empresa destaca que a aterrissagem e o desembarque dos passageiros transcorreram normalmente e que o avião está sendo inspecionado pela sua equipe de Manutenção.
A GOL ressalta, ainda, que para melhor atender seus clientes providenciou reacomodações em outros vôos, seus e de congêneres. A companhia prestou o atendimento necessário previsto na Resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
A GOL lamenta pelo desconforto e esclarece que tem a segurança de seus clientes e colaboradores como item prioritário em sua política de gestão.

Atenciosamente,GOL Linhas Aéreas Inteligentes
Enhanced by Zemanta

AVIÃO DA TAM REGRESSA AO AEROPORTO DE PARIS APÓS DECOLAR

Um avião da TAM decolou de Paris nesta terça-feira, mas iniciou uma operação para retornar ao aeroporto e já pousou, segundo a assessoria de imprensa da companhia aérea. Nas redes sociais, como o Twitter, houve comentários de que teria acontecido problemas com o combustível da aeronave, o que não foi confirmado pela empresa.
De acordo com o NYC Aviation, o voo é o 8055, que partiu da capital francesa com destino ao Rio de Janeiro. Contudo, o Airbus A330-200 declarou emergência. A TAM afirmou que coleta informações sobre o ocorrido.
fonte/Terra
Enhanced by Zemanta

EMBRAER E145 FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA EM WASHINGTON (24 janeiro)

Um Embraer ERJ-145 da Expressjet, voando para United, registo N15986, voo XE-6060/UA-6060 de Richmond, VA para Washington Dulles, DC (EUA) com 42 passageiros, estava em aproximação final para pista 19C do Aeroporto de Dulles, com baixa visibilidade, qunado a tripulação notou indicação de falha no trem de pousu e abortou o procedimento.

A aeronave entrou em órbita a 4000 pés para realizar cheks nos procedimentos e, posteriormente, decidiu desviar para Baltimore, devido à melhoria das condições climatéricas. Na aproximação final para Baltimore a tripulação indicou à torre que iria evacuar a aeronave após o pouso. 

A aeronave pousou em segurança na pista de Baltimore 10, parou na pista e foi evacuado.

A companhia aérea disse que eles estão tentando determinar qual era o problema.

Um passageiro relatou que o trem de pouso principal esquerdo não indicava para baixo e bloqueado. A tripulação não conseguiu determinar se a engrenagem principal esquerdo foi para baixo ou não.

Ddevido à baixa visibilidade em Washington e Baltimore, o pessoal de terra não teria sido capaz de ver a aeronave durante um sobrevôo. Embora a engrenagem principal esquerdo tinha baixado, a tripulação ainda optou pela evacuação.

VEJA O VÍDEO 

fonte/AvHerald
Enhanced by Zemanta

FLYING CAT IN COCKPIT



fonte/foto/ForumContatoRadar

EMBRAER E135 FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA EM MONTREAL (23 janeiro)

Um Embraer ERJ-135 da American Eagle, matrícula N816AE, realizando o voo MQ-4463 de Nova York JFK, NY (EUA) para Montreal, QC (Canadá), cancelou a aproximação quando foi observada indicação de problema no trem de pouso.

A tripulação posteriormente declarou emergência como medida de precaução, embora todas as luzes indicavam para baixo e travados, e continuou o procedimento para pouso após 10 minutos do alerta. 

Aeronave pouso com segurança.

fonte/AvHearld
Enhanced by Zemanta

ONDE TRABALHAM OS ENGENHEIROS FORMADOS PELO ITA


fonte/Veja

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

TURBULÊNCIA FERE TRIPULAÇÃO DE VOO DE RECIFE PARA MIAMI

Seis membros da tripulação ficaram feridos no  domingo devido à turbulência em um vôo da American Airlines do Brasil para Miami, um porta-voz do aeroporto disse.

O Bpeing B757, realizando o vôo 980, aparentemente encontrou a turbulência em seu caminho para Aeroporto Internacional de Miami,  disse o porta-voz do aeroporto Maria Levrant. O vôo aterrissou no MIA  após 6:30 Tinha 136 passageiros e nove tripulantes a bordo.

Gillas Correa, que estava a bordo do avião, disse à Miami Herald/WFOR CBS 4, que sentiu uma "enorme queda."

"Foi um monte de gente gritando e gente chorando", disse Correa ao CBS4. "Havia uma mulher que estava sentada atrás de nós, e  ela foi jogoda no ar e caiu no corredor."

Mas eles estavam com sorte, disse Correa, porque um dos passageiros era um médico de emergência que ajudou a tratar os feridos, ainda no ar.

Um total de seis membros da tripulação ficaram feridos devido à turbulência, disse Levrant. Dos seis, um foi tratado no aeroporto, e cinco foram levados para hospitais.

Dos cinco, um foi transportado para o Hospital Metropolitano de Miami, disse ela, e os outros quatro foram levados para Jackson Memorial Hospital.

fonte/MiamiHerald
Enhanced by Zemanta

AVIÃO DERRAPA DURANTE POUSO NO AEROPORTO DE JACAREPAGUÁ, RIO


Um avião de instrução derrapou no fim da tarde de domingo (22) durante o pouso no Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.
  
As informações foram confirmadas pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Segundo a Infraero, por causa do incidente, o terminal ficou fechado para pousos e decolagens. Não houve feridos.

Ainda de acordo com a Infraero, além do piloto, havia duas pessoas a bordo.

A aeronave, que vinha de Maricá, na Região Metropolitana do estado, não conseguiu parar na pista e atingiu a vegetação. Segundo a Infraero, com o choque, o trem de pouso foi danificado.

Equipes ainda tentam remover o avião do local.

Não há previsão para a liberação da pista. A Infraero ainda não sabe as causas do incidente.


fonte/G1

domingo, 22 de janeiro de 2012

PILOTO DE HELICÓPTERO DIZ QUE FEZ POUSO FORÇADO NA PRAIA DE GRUMARI, RIO


O piloto do helicópyero que sofreu pane na Praia de Grumari, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, disse que fez um pouso forçado, segundo a assessoria do Corpo de Bombeiros. A corporação informou, ainda, que aeronave pousou sobre uma área de vegetação, próxima ao mar.
De acordo com os bombeiros, apenas o piloto estava a bordo. Ele não ficou ferido.

Anteriormente, o Corpo de Bombeiros havia informado que o helicóptero tinha caído na região. No entanto, de acordo com a corporação, após chegar ao local, as equipes constataram que o piloto havia feito um pouso de emergência após uma pane no motor. O incidente aconteceu por volta das 16h05. Quatro viaturas do quartel da Barra da Tijuca foram deslocadas para a região.
 
Motor teve princípio de incêndio
Policiais militares do 31º BPM (Barra da Tijuca) patrulhavam o local, quando perceberam que a aeronave estava com problemas. De acordo com a Polícia Militar, com o choque do pouso, o motor do helicóptero teve um princípio de incêndio. As chamas foram controladas rapidamento pelos policiais e pelo piloto com o auxílio de um extintor.
O Corpo de Bombeiros informou, ainda, que as esquipes permanceram no local por questões de segurança. O piloto registrou a ocorrência numa delegacia do bairro.

fonte/foto/G1
Enhanced by Zemanta

VÍDEO - ACIDENTE COM AVIÃO AGRÍCOLA EM CACHOEIRA DOURADA



AVIÃO BATE EM REDE DE TRANSMISSÃO EM GOIÁS

Uma aeronave de pequeno porte, usada para aplicação de defensivos agrícolas, caiu na tarde de sexta-feira (20), após bater na rede de transmissão da Usina de Cachoeira Dourada, em Cachoeira Dourada, Goiás.

O acidente aconteceu às 18h40, quando o piloto aplicava defensivos agrícolas em uma fazenda. 


Segundo a Polícia Militar, o avião, da marca Ipanema 201, sobrevoava em baixa altura, acabou batendo nos fios de alta tensão e caiu.


O piloto, de 25 anos, quebrou a clavícula, além de ficar intoxicado com o produto agrícola. 


Ele foi levado para o Hospital Municipal de Itumbiara e passa bem.

fonte/R7
Enhanced by Zemanta

sábado, 21 de janeiro de 2012

ATENTADO CONTRA INSTALAÇÕES DE NAVEGAÇÃO AÉREA NA COLÔMBIA







Na  tarde de sexta-feira (20-01-2012) foram atacados vários equipamentos de comunicação e radar da Aerocivil  no morro de Santana, departamento de Cauca.

Esse ataque afetou  os serviços de controle de tráfego aéreo em grande parte do sul do país, incluindo o aeroporto de Cali e os aviões que têm rota entre o Equador eo Panamá.


Quando as forças militares chegaram ao local na sexta-feira. foi verificado que a destruição foi grande.
Santiago Castro, diretor da Aerocivil, disse: 
"O radar é muito importante para comunicações aéreas, não só civil e comercial, mas militar, no sudoeste do país e do Pacífico.
Nós não sabemos qual o impacto do ataque. O radar está fora de serviço. Agora nós restabelecemos as frequências de comunicação, mas ainda nenhum sinal do radar. Este é claramente um ataque à infra-estrutura de aviação do país. "

A Aerocivil emitiu um NOTAM para o ataque, transformando o espaço aéreo controlado em torno de Cali, em espaço aéreo classe G ( não conytolado), e conforme as regras colombianas é:

"Um espaço aéreo de dimensões definidas em que são forneccidas o serviço de informação e alerta aos voos IFR e VFR".

O NOTAM é a seguinte:
"226 A PARTIR DE: ATÉ 1201210315, 1201272359 EST
CTA / CLO recategorize ESPAÇO AÉREO: CLASSE G "

Embora as operações não tenham canceladas, esperam-se atrasos e a volta a normalidade das instalações afetadas deverão levar vários meses.


fonte/Aviacol/video/ElTiempo

AVIÃO SAI FORA DA PISTA NO INTERIOR DO MATO GROSSO

 O avião monotor de prefixo PT-LNH saiu da pista durante aterrisagem no Aeroporto Municipal Maestro Marinho Franco, em Rondonópolis, às 14 horas desta sexta-feira (20).
Segundo as informações repassadas pelo administrador do local, Alencar Libano, além do piloto havia dois empresários rurais na aeronave, mas não tiveram seus nomes informados.

O monomotor vinha de uma fazenda da região Sul e, quando o piloto foi pousar, a aeronave saiu cerca de 50 metros do eixo central da pista, aterrissando na faixa de terra paralela a pista de pouso e decolagens. Ninguém se machucou.


A causa teria sido um problema num dos pneus do trem de pouso, causando danos ao equipamento. O acidente foi comunicado pela direção do aeroporto a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).


O incidente não chegou a atrapalhar pousos e decolagens.


fonte/foto/CenarioMT




















sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

HELICÓPTERO QUE CAIU NO DISTRITO FEDERAL TERIA POUSADO EM ESTACIONAMENTO

O helicóptero que caiu no início da noite de ontem (19), às margens do Lago Paranoá, em Brasília, teria feito pouso e decolagem em local inapropriado: no estacionamento de um restaurante.

Segundo a Folha apurou, a aeronave decolou de área destinada aos automóveis dos clientes que frequentam uma churrascaria, também às margens do lago. Os três passageiros do helicóptero estavam no local antes do acidente.

Funcionários do restaurante, que não quiseram se identificar, afirmaram que é "comum" que alguns clientes usem helicópteros para chegar ao local -- que não tem um heliponto, área apropriada para receber as aeronaves.

De acordo com o Código Brasileiro de Aeronáutica, "aeródromos" são a área destinada a pouso, decolagem e movimentação de aeronaves -- classe na qual se enquadram os helipontos.

Diferentemente dos heliportos -- que são públicos --, os helipontos particulares não têm a obrigatoriedade de oferecer instalações e facilidades para o apoio de operações e de embarque e desembarque de passageiros.

Ainda assim, os helipontos não podem ser utilizados sem haver cadastramento prévio. Segundo o art. 30, §1º do código, "os aeródromos públicos e privados serão abertos ao tráfego através de processo, respectivamente, de homologação e registro".

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) informou que possíveis punições recairiam sobre o piloto e o proprietário do helicóptero, caso haja irregularidade quanto ao local de pouso de decolagem. O piloto está sujeito à perda da licença. O dono da aeronave poderá ter de pagar multa. O estabelecimento, no entanto, não é penalizado.

INVESTIGAÇÕES

Segundo o capitão Wellington da Silva, do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes), responsável pelo caso nesta sexta-feira, o acidente ainda está sob investigação.

A perícia no local foi concluída hoje e a aeronave do modelo Robson 44 está sendo transportada até Goiânia, local de origem, onde as investigações continuarão sem prazo para serem concluídas.

"Ainda é muito cedo para tirar conclusões ou afirmar o que aconteceu. Até o momento, a perícia foi apenas uma peça no quebra-cabeça", afirmou o capitão da Silva.

De acordo com ele, os três passageiros e o piloto do helicóptero saíram ilesos do acidente e já prestaram depoimento ao Cenipa.

Ontem, os passageiros teriam abandonado o local do acidente, comunicando aos bombeiros que iriam trocar de roupa e não retornaram. Até então, suas identidades eram desconhecidas às autoridades.

Hoje, no entanto, o Cenipa informou que os passageiros apenas se ausentaram do local, mas que foram contatados em seguida para prestar depoimentos. As identidades não foram reveladas.

fonte/FolhaSP

VÍDEO - AEROMODELISMO IN-DOOR, SPIEL 2011, SENSACIONAL

VÍDEO - DIVULGAÇÃO DA 5000ª AERONAVE A320 DA AIRBUS

ULTRALEVE FAZ POUSO FORÇADO EM JUATUBA, BELO HORIZONTE



Um ultraleve modelo Bravo 700, prefixo PU-AVB fez pouso forçado em uma fazenda, na tarde desta sexta-feira (20), em Juatuba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.



De acordo com o Comando da Aeronáutica, a aeronave seguia da cidade de Pará de Minas, na Região Central de Minas Gerais, para o Aeroporto Carlos Prates, na capital.


Uma pessoa que estava a bordo sofreu ferimentos leves. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o combustível do ultraleve foi retirado para evitar o risco de explosão.

O Comando da Aeronáutica não soube informar o que teria causado o acidente. Ainda segundo o órgão, por se tratar de uma aeronave experimental, cabe à polícia investigar o caso.



fonte/G1/foto/DouglasMagni

PILOTO DE HELICÓPTERO QUE CAIU EM BRASÍLIA SERÁ INVESTIGADO

O piloto do helicóptero particular que caiu na noite de ontem em Brasília será investigado por ter feito um pouso não autorizado na margem do lago Paranoá. A aeronave tinha permissão para fazer o trajeto Brasília-Goiânia e para sobrevoar o lago, mas não para pousar na capital federal. Ontem, o helicóptero se desestabilizou logo após a decolagem, ao sair de uma churrascaria da cidade. Nenhuma das três pessoas a bordo se feriu.
No início da tarde desta sexta-feira, o helicóptero foi retirado da água - onde estava parcialmente submerso - e deverá ser transportado a Goiânia. A retirada e o transporte são de responsabilidade dos proprietários.
Segundo a Força Aérea Brasileira, a Polícia Federal abriu um inquérito que vai investigar a responsabilidade do acidente. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) vai abrir uma investigação preventiva para levantar as causas do acidente e evitar episódios parecidos. Segundo a Aeronáutica, a Junta de Julgamento do órgão vai apurar se houve infrações de tráfego aéreo por parte do piloto.
fonte/Terra
Enhanced by Zemanta

BIRD STRIKE COM AVIÃO DA GUARDA COSTEIRA DO JAPÃO

Imagem divulgada pela Guarda Costeira do Japão mostra aeronave da força com um buraco em seu nariz após ter sido atingida por um albatroz.

O acidente ocorreu durante patrulha no Mar da China, próximo à ilha de Ishigaki, no distrito de Okinawa, no oeste do arquipélago. 

O Bombardier Dash 8 fazia voo de Naha a Ishigaki quando foi atingido, a uma altitude de 300 metros. 

O pássaro ficou preso na fuselagem. O avião, que levava nove tripulantes, pousou em segurança.

fonte/foto/AFP/G1/HO/JAPAN COAST GUARD
Enhanced by Zemanta

INCIDENTE COM AIRBUS A380 DA AIR FRANCE

English: Air France Airbus A380 F-HPJA on ramp...Image via Wikipedia
Um Airbus A380-800 da Air France, matrícula F-HPJ realizando o voo AF-346, de Paris (Charles de Gaulle)  para Montreal (Canadá), retornou quando voando em rota no FL380 sobre o Oceano Atlântico e cerca de 75 minutos de voo, na posição de 600nm  a oeste da Irlanda, quando a tripulação declarou PAN devido a fumaça na cabine.

Curvou 180 graus e desceu para o FL370 e quando inicialmente voaria em direção a Irlanda decidiu voltar ao aeroporto Charles de Gaulle, onde a aeronave pousou em segurança em na pista 26R do  aeroporto, após 2,5 horas de voo.

O vôo foi adiado e decolou 20 horas após o incidente como AF4094.

fonte/AvHerald
Enhanced by Zemanta

MESMO SEM ESTRUTURA, AEROPORTO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS BATE RECORDE



O Aeroporto de São José recebeu 236.084 passageiros em 2011, quase o triplo do ano anterior, quando 84.176 embarcaram ou desembarcaram no município.

O crescimento de 180% foi o maior entre todos os terminais administrados pela Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) no país. O movimento também superou a sua capacidade, de 90 mil passageiros por ano.

Apesar do crescimento, o futuro do terminal segue sem definição. A atual estrutura é alvo de críticas de lideranças da região, que defendem a ampliação para a atração de novos negócios para o Vale do Paraíba.

“A Infraero sabe desse crescimento, mas finge que não sabe. A prioridade dela são outros aeroportos, e o de São José vem depois do último da lista”, disse o presidente da ACI (Associação Comercial e Industrial) de São José, Felipe Cury.

As companhias aéreas que operam na cidade também manifestaram a necessidade da ampliação do terminal a fim de aumentar os voos.

Pela falta de investimentos no terminal, a Azul reduziu no início do mês de quatro para dois os voos em São José.

Proposta. Em novembro de 2011, a prefeitura apresentou à SAC (Secretaria de Aviação Civil), órgão vinculado à Presidência da República, proposta de municipalizar o aeroporto.

A intenção seria acelerar o projeto de ampliação do terminal. A mudança aconteceria depois de 2013, quando termina a atual concessão à Infraero.

Dois meses após a entrega do documento, a prefeitura segue sem resposta. “Ligamos semanalmente à Secretaria de Aviação Civil, mas continuamos sem obter uma resposta, sequer uma sinalização”, disse José de Mello Corrêa, secretário de Desenvolvimento Econômico de São José.

A resposta da SAC virá juntamente com o Plano Geral de Outorgas, que traçará o potencial de crescimento de todos os aeródromos do país --o documento deve ser divulgado até o fim de fevereiro.

“Essa operação do aeroporto acima de sua capacidade é lamentável. A própria Infraero, que dizia que não havia demanda em São José, vê que é lamentável”, disse Mello.

A Infraero afirma investir no aeroporto de São José e estuda uma medida paliativa para aumentar a capacidade atual do terminal.


Infraero afirma investir no terminal
A Infraero disse ter investido em 2011 cerca de R$ 7,5 milhões na recuperação da pista e mais R$ 15 milhões na manutenção da estrutura do aeroporto de São José. A empresa estuda a instalação de um MOP (Módulo Operacional de Passageiro), uma espécie de container com custo estimado em R$ 16 milhões, para aumentar a capacidade do local de maneira emergencial.

Estrutura é criticada pelos passageiros
A atual estrutura do terminal de São José incomoda os usuários do local. “Às vezes, alguns conhecidos que passam pelo aeroporto até brincam o chamando de mini-rodoviária. A falta de estrutura do aeroporto incomoda muito. Faltam atendentes, vagas de estacionamento, sendo que há demanda, os voos saem sempre lotados”, disse o analista de sistemas Rafael Bessa, 26 anos.


SAIBA MAIS

passageiros
São José

2010: 84.176
2011: 236.084
Crescimento: 180%
Campinas
2010: 5.430.066
2011: 7.542.239
Crescimento: 38%
Guarulhos
2010: 26.849.185
2011: 29.966.108
Crescimento: 11%
Congonhas
2010: 15.499.462
2011: 16.753.567
Crescimento: 8%

o aeroporto
Nome: Professor Urbano Ernesto Stumpf
Tamanho do terminal: 854 metros quadrados
Tamanho da pista: 2.676 x 45 metros
Voos diários: 5
Companhias: Azul e Trip
Administração: Infraero (concessão vai até 2013)

impasse
Entidades ligadas ao setor empresarial e lideranças políticas da região pedem ampliação do terminal; eles criticam a falta de investimentos da Infraero

reclamação
Estrutura do terminal de passageiros e falta de local para estacionamento de aeronaves são motivo de reclamação; Azul reduziu número de voos na cidade

proposta
Em novembro, prefeitura propôs à Secretaria de Aviação Civil a municipalização do aeroporto de São José; pedido segue sem resposta do governo federal.

fonte/OVale
Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...