quinta-feira, 11 de novembro de 2010

CORPO DE PILOTO BOLIVIANO É ENCONTRADO 20 ANOS APÓS ACIDENTE

"Huayna Potosí seen from the Summit of Co...Image via Wikipedia
 
O corpo de um piloto comercial boliviano, bisneto de um herói da Guerra do Chaco do século passado, foi encontrado 20 anos depois de um acidente aéreo na cordilheira dos Andes, perto de La Paz, informou a mídia local nesta quinta-feira. Benjamín Pabón Galindo tinha 27 anos quando o avião que ele pilotava transportando carne bovina a partir da Amazônia para o altiplano andino desapareceu na cordilheira.

"Jamais perdi a esperança, tinha fé, e graças a Deus podemos dar a ele um enterro cristão", disse a repórteres a mãe do piloto, Yolanda Galindo, de acordo com a imprensa boliviana. Jornais do país disseram que o corpo do piloto foi encontrado quase intacto no monte nevado Huayna Potosí, muito popular entre alpinistas, e ainda estava preso ao assento do avião por um cinto de segurança.

Não houve informações sobre os corpos dos outros membros da tripulação do antigo avião bimotor que sofreu o acidente cerca de 15 minutos antes de chegar a La Paz. Pablón Galindo era bisneto de Rafael Pabón, primeiro piloto militar boliviano que teve atuação de destaque na Guerra do Chaco contra o Paraguai, na década de 1930.

fonte/Reuters/Terra
Enhanced by Zemanta

DEPOIS DO "AEROLULA", FRANÇA APRESENTA O "AIR SARKÔ"

AFP

O "Air Sarkô" é uma aeronave de passageiros adaptada e equipada com tecnologia de defesa contra mísseis; seu custo é mais de três vezes maior do que o do brasileiro "Aerolula"

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, embarcou nesta quinta-feira (11) em seu primeiro voo no novo avião presidencial, apelidado pela imprensa local de "Air Sarkô".

Comprado da Caribbean Airlines, o "Air Sarkô" é uma aeronave de passageiros adpatada e equipada com tecnologia de defesa contra mísseis, uma unidade de comunicação segura e um quarto com banheiro.

O preço pago pela aeronave, R$ 323,6 milhões (84 milhões de euros), foi cerca da metade de seu valor comercial, mas a reforma para atender às exigências do presidente elevou o custo total para R$ 412,8 milhões (176 milhões de euros), o que despertou críticas da oposição a respeito da "extravagância" do presidente.

O ministro da Defesa, Herve Morin, apoiou o gasto, dizendo que era "puro bom senso" equipar um avião presidencial com uma cama e um chuveiro, e negou rumores de que a aeronave possui uma banheira.
"Aerolula" custou R$ 97,3 milhões.

Comprado para ser usado em todas as viagens presidenciais oficiais, o A330 substitui dois Airbus A319 previamente usados para o mesmo propósito. O novo avião é maior e tem autonomia de 12 mil km contra 7.000 km das outras aeronaves.

A partir de 2005, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também passou a realizar seus voos num Airbus modificado, apelidado de "Aerolula", que teve custo de R$ 97,3 milhões. 

Outros líderes mundiais, como o americano Barack Obama e o chinês Hu Jintao, também possuem aeronaves modificadas para seus voos.

fonte/Reuters/R7/foto/AFP
Enhanced by Zemanta

AVIÃO CAI NO SUDÃO

Antonov 24 Arkhangelsk AirlinesImage via Wikipedia
Cartum, 11 nov - Ao menos sete pessoas morreram nesta quinta-feira na região sudanesa de Darfur na queda de um avião Antonov AN-24, da companhia Tarco Airlines, que fazia a rota Khartoum pra Zalingei,  no Sudão, informaram agentes da aviação civil sudanesa.

No acidente sobreviveram 19 pessoas que viajavam na aeronave, segundo informou o porta-voz da Organização da Aviação Civil local.

Segundo o porta-voz oficial, o avião estourou dois pneus ao aterrisar, se partiu em dois e pegou fogo.

A fonte acrescentou que o número de vítimas é provisório e acrescentou que uma investigação foi aberta para identificar as causas do acidente. 

fonte/AvHerald
Enhanced by Zemanta

POLÍCIA PERICIA MONOMOTOR QUE ATROPELOU E MATOU CRIANÇA NA BAHIA

Técnicos da polícia começam a periciar nesta quinta-feira o monomotor que atropelou e matou um menino de 11 anos enquanto fazia procedimento de decolagem na terça-feira, na pista de pouso do município de Andaraí, Chapada Diamantina, a 414 km de Salvador. Segundo testemunhas, a criança tentava atravessar a pista e foi atingida por uma das asas.

De acordo com o delegado de Andaraí, Daniel Rodrigues, o avião seguiu voo para Itaberaba, onde foi apreendido para perícia técnica. Os pais da criança ainda não foram ouvidos pela polícia, e o dono do avião ainda não foi localizado. O processo aberto nesta quinta-feira para apurar a responsabilidade do piloto, que ainda não teve o nome informado, não tem previsão de conclusão.

Segundo informações do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão ligado ao Ministério da Defesa, investigações sobre acidentes envolvendo aeronaves podem durar até 18 meses até que seja divulgado o relatório final sobre as causas.

O piloto teria informado ainda no aeroporto que não havia visto a criança nem percebido o impacto. Ele manteve a aeronave em movimento e decolou, embora funcionários do aeroporto fizessem sinais para que interrompesse a manobra. 

fonte/ATarde/Terra
Enhanced by Zemanta

AVIÃO DA AMERICAN AIRLINES RUMO A MIAMI RETORNOU A SANTIAGO EM EMERGÊNCIA

SANTIAGO, 11 Nov 2010 (AFP) -Um avião da companhia American Airlines, B767-300, registro  N345AN, com 120 passageiros e 12 tripulantes a bordo, que havia decolado na quarta-feira à noite de Santiago para Miami, foi obrigado a retornar e fazer um pouso de emergência por uma falha hidráulica.

A aeronave, um Boeing 767, que decolou do aeroporto internacional Arturo Merino Benítez de Santiago, teve a falha detectada ainda no espaço aéreo chileno e fez o retorno.

Segundo as autoridades, nenhuma pessoa ficou ferida. 


fonte/AFP/UOL
Enhanced by Zemanta

AGÊNCIA DE AVIAÇÃO COVOL DA UNIÃO EUROPÉIA RECOMENDA INSPEÇÕES DOS AVIÕES A380

Mechanic working on a Rolls Royce Trent 900 en...Image via Wikipedia

A agência de regulação do setor aéreo da Europa afirmou que fogo e vazamento de óleo são a causa provável de falha de motor que obrigou um superjumbo A380, da companhia aérea australiana Qantas, a fazer um pouso de emergência na semana passada, e ordenou inspeções rigorosas nos aviões A380 que utilizam motores da Rolls-Royce. 

A Agência Europeia de Segurança na Aviação afirmou em seu site que a nova regra exige que companhias aéreas que usam motores Trent 900 em jatos A380 conduzam "inspeções repetitivas".
Como resultado, as companhias aéreas poderão ter de deixar as aeronaves A380 mais tempo em solo para a inspeção dos componentes do motor. 

"Seria justo dizer que isso caracteriza um regime de inspeção grande. Vai precisar de uma série de horas e não se trata de uma checada rápida, como de duas horas, é algo mais para uma noite de trabalho", afirmou uma fonte do setor de aviação. 

"Vai ser difícil saber como isso não vai interromper serviços, somente a Lufthansa e a Singapore poderão responder a essa questão", acrescentou. 

A Qantas afirmou na quinta-feira que espera que sua frota de seis A380, fabricados pela Airbus, fique em terra por pelo menos mais 48 horas conforme as investigações da falha da semana passada continuem.
A Singapore Airlines, que também tem o A380 com motor Trent 900 em sua frota, afirmou que pode precisar ter de substituir alguns de seus superjumbos por aeronaves menores para cumprir a diretiva europeia de inspeções mais rigorosas nos motores. 

O A380 é a maior aeronave de passageiros do mundo e tem sido atingida por preocupações de segurança desde que o motor Rolls-Royce do jato da Qantas parcialmente se desintegrou em pleno voo na semana passada.
"Nossos A380 continuarão em terra pelas próximas 48 horas. Nesse estágio, não temos uma informação firme sobre quando as aeronaves vão voar", afirmou uma porta-voz da Qantas. 

As companhias aéreas estão agora fazendo as contas do potencial impacto financeiro de manter aviões em terra e alterar planejamentos de voo, enquanto especialistas em aviação afirmam que a diretiva europeia envolve uma "grande" inspeção de segurança que provavelmente vai interromper programações de voo.
As ações da Rolls-Royce caíram cerca de 10% desde o incidente com o jato da Qantas. 

fonte/AgInternacionais/UOL
Enhanced by Zemanta

CRUZEX V - CAÇAS CORTAM OS CÉUS DO RIO GRANDE DO NORTE EM CONFRONTO MILITAR SIMULADO



Ontem, o céu do Nordeste brasileiro novamente foi palco do maior exercício de combate aéreo combinado da América do Sul, a Operação Cruzeiro do Sul V (Cruzex V). Jornalistas de diversos países e vários estados brasileiros participaram do "Media day", ou dia da imprensa, fazendo a cobertura da operação a bordo do C-130 Hércules para captar imagens dos caças brasileiros e estrangeiros em pleno combate. 

A Cruzex V, que prossegue até o dia 19 de novembro, tem a participação das forças aéreas do Brasil, Estados Unidos, França, Argentina, Chile e Uruguai, trazendo para o Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco 92 aeronaves. São os caças A-1, A-29 e F-5EM, do Brasil, IA-58 do Uruguai, F-16 do Chile e dos Estados Unidos, Rafale e F-2000 da França. Mas as atenções estavam especialmente voltadas para as aeronaves F-16 (EUA) e Rafale (França) que estão sendo pretendidas pelo governo brasileiro.

A guerra aérea simulada acontece a partir de um conflito fictício envolvendo a invasão do país Amarelo pelas tropas do país Vermelho e a posterior intervenção de uma coalizão liderada pelo país Azul. No mapa real, Natal, Recife e Campina Grande concentram a maior parte das aeronaves envolvidas, enquanto, a partir da Base Aérea de Fortaleza, vão operar as forças hostis. Somente na capital potiguar serão 66 aeronaves envolvidas no Exercício, sendo 31 estrangeiras. No total, participam 2,5 mil militares brasileiros e estrangeiros, incluindo observadores da Bolívia, Equador, Canadá, Reino Unido, Colômbia e Paraguai.

Segundo o brigadeiro Burnier, diretor de Exercício da Operação coordenada pela Força Aérea Brasileira, a Cruzex V tem o objetivo principal de treinar as forças aéreas envolvidas no planejamento de operações combinadas com países aliados, nos mesmos moldes utilizados pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em conflitos internacionais. "Os militares brasileiros e estrangeiros poderão treinar no contexto de uma moderna estrutura de comando e controle unificadodo poder aéreo, além de possibilitar a troca de experiências e conhecimento".

Oponentes x aliados
No maior exercício de guerra aérea realizado na América Latina, os céus do Nordeste foram ornamentados com Rafales, F-16, Mirages, F-5, além de outros caças que formaram uma Força de coalizão poderosa, mas que para ter sucesso na operação precisaram estar afinados como numa orquestra. Sobre as missões da Força Aérea do País Vermelho, a nação fictícia criada para se opor à Força de Coalizão da Cruzex V, elas partiram da Base Aérea de Fortaleza (BAFZ). De lá foi feito todo planejamento da operação militar, sendo montada uma forte estrutura de Telecomunicações e Tecnologia da Informação necessárias para o controle do espaço. Para a comunicação por satélites, foram instaladas 17 antenas distribuídas em Fortaleza, Natal, Recife, Campina Grande (PB), Mossoró (RN), Sousa (PB), Caicó (RN), Iguatu (CE) e Morada Nova (CE).


fonte/ONorte
Enhanced by Zemanta

CAÇA ISRAELENSE CAI E PILOTOS ESTÃO DESAPARECIDOS

Variant flag of IsraelImage via Wikipedia
Um caça F-16I caiu na quarta-feira no sul de Israel durante um voo de treinamento e os dois tripulantes são considerados desaparecidos, anunciaram as autoridades do país. Medidas foram adotadas para tentar localizar o piloto e o co-piloto no deserto do Neguev, na região de Ramon Crater.

O avião é uma versão israelense do F-16 de fabricação americana e tem capacidade de chegar ao Irã. Esta é a primeira vez que um caça do tipo cai em Israel. O comandante da Força Aérea israelense, Ido Nehushtan, ordenou a suspensão temporária dos voos dos F-16.

fonte/AFP/Terra
Enhanced by Zemanta

QANTAS MODIFICA PROGRAMA DE VOO E MANTÉM A380 NO SOLO

Qantas Airbus A380 (VH-OQA) takes off from Lon...Image via Wikipedia

A companhia aérea australiana Qantas anunciou nesta quinta-feira, em Sydney, que modificou seu programa de voos internacionais, após decidir manter seus A380 em terra.

A Qantas detectou pequenos problemas em algumas turbinas dos Airbus A380 nas revisões adotadas após a avaria registrada em pleno voo, na quinta-feira passada.

"O novo programa de voos permitirá à Qantas atender seus passageiros através de toda sua rede mundial nas próximas semanas, independentemente do momento da volta dos A380 ao serviço".

A companhia não estabeleceu prazo para a volta dos A380.

fonte/AFP/Terra

Enhanced by Zemanta

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...