Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 14, 2010

RADAR PORTÁTIL VAI RASTREAR AVIÕES DO NARCOTRÁFICO NA AMAZÔNIA

Comente Comentários SÃO PAULO - O Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) anunciou que terá em setembro um radar móvel capaz de identificar aviões que trafegam com o transmissor de dados do avião (transponder) desligado. Até o fim do ano, o órgão de vigilância da Amazônia também deverá instalar um centro de combate ao crime organizado, com apoio das Forças Armadas e da Polícia Federal. As medidas fazem parte de um plano da instituição para intensificar a fiscalização do narcotráfico na Amazônia, a partir de um centro de monitoramento em Brasília
O novo radar, chamado de Saber M60, será capaz de identificar rotas aéreas clandestinas, além de aviões que estejam voando a menos de 300 metros de altitude, de acordo com o Sipam. Por razões estratégicas de segurança, o órgão não divulga os locais em que o equipamento poderá ser instalado. 
A ideia é que o radar seja utilizado principalmente no combate ao tráfico internacional de drogas. O Saber M60 já foi testado uma vez em 2008 e…

BAIXARIA A BORDO

'Entrega pro Bruno'

Sexta-feira agora (dia 9), o voo 6784 da Webjet (Santos Dumont-Confins, MG), com 200 passageiros, atrasou 45 minutos por causa de um barraco a bordo.

Dentro do horário, pronto para a decolagem, o avião já na cabeceira da pista, o comandante avisou que infelizmente teria de retornar com a aeronave, porque uma passageira se recusava a voltar a poltrona para a vertical, conforme determina norma de segurança da Anac. A dona, uma loura de cabelos lisos e longos, alegava que o banco naquela posição a incomodava e não mudaria de atitude.

O tempo esquentou. Havia vários assentos vazios, inclusive um ao lado dela que, no entanto, se negava a trocar de lugar. Alguns passageiros se ofereceram, inutilmente, para trocar de lugar mas a criatura manteve-se irredutível. O tumulto aumentou quando o comandante novamente pediu desculpas e avisou que retornaria ao terminal para o desembarque obrigatório da passageira selvagem, que estava pondo em risco a seguranç…

PREÇOS DE SERVIÇOS DECOLAM

Chega ao país tendência estrangeira de cobranças a bordo. Projeto de lei prevê nova tarifa sobre valor do bilhete aéreo
Pagar por água, sanduíche, refrigerante ou uma opção melhor de cardápio. A tendência que já se consagrou em companhias aéreas europeias e americanas começa a chegar por aqui e já preocupa entidades de defesa do consumidor.
O movimento acontece de forma simultânea à tramitação no Congresso do projeto de lei 5.994/09, que cria uma tarifa de 0,5% sobre o preço das passagens aéreas de voos domésticos e internacionais que partirem do Brasil para subsidiar as linhas aéreas regionais.
Favorável às cobranças de serviços de bordo, excluindo exageros — como a taxa para uso do banheiro proposta pela companhia aérea irlandesa Ryanair — o especialista em aviação, Respício Espírito Santo Jr. explica que a iniciativa pode reduzir valores de passagens aéreas: — Se pensarmos no custo de um lanche, parece pouco. Mas no volume isso pode fazer diferença sim para as empresas.…

AVIÃO DA AIR FRANCE COM DESTINO A PARIS TEVE QUE VOLTAR AO RIO

RIO - O voo 443 da Air France, que decolou na tarde desta terça-feira com destino a Paris, teve que retornar ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, no fim da noite, por causa de problemas no funcionamento dos banheiros da aeronave. De acordo com passageiros, seis dos 13 lavabos do avião já estavam fora de operação no momento da decolagem. A situação se agravou quando pelos menos outros quatro banheiros apresentaram problemas durante o voo. 
Segundo a Air France, a aeronave decolou às 16h20m e pousou de volta às 22h12m, no mesmo local. Passageiros se queixaram da falta de informações:  - Demoraram a nos dizer quando embarcaríamos novamente - disse a passageira Silvia Machado, de 34 anos. Os passageiros foram acomodados em hotéis na cidade, na madrugada desta quarta-feira. As pessoas deixaram o Aeroporto Internacional Tom Jobim em ônibus e táxis fretados pela companhia aérea.
Em nota, a Air France informou que o piloto do Boeing 747-400 decidiu voltar ao Rio devido a defeito …